terça-feira, julho 21, 2015

Talvez um dia os portugueses saibam retribuir generosamente uma fração dos cortes que têm vindo a receber de Passos Coelho desde 2011...



Pedro Passos Coelho, notoriamente mais revigorado - tal como aconteceu com a população portuguesa - após uns cortes sensata e cirurgicamente executados pelos cidadãos deste país (sem apoios da Troika, de Resgates Financeiros ou Memorandos de Entendimento).


Nas eleições legislativas portuguesas de 2011, há quatro anos, o PSD de Passos Coelho (22%) e o CDS de Paulo Portas (7%) obtiveram a maioria absoluta no parlamento com 29% de votos do total do eleitorado. O PS obteve 16%.

Destes votantes no Centrão (45% do do eleitorado: PSD + PS + cds) há dois grandes grupos que representam a esmagadora maioria desses eleitores:

1 - O grupo «ora-vota-num-ora-vota-noutro-mas-sempre-nos-mesmos-de-sempre», que representa aqueles que acreditam que a solução só pode estar nos partidos do Centrão e, eternamente, ora votam PSD porque estão agastados com o anterior governo PS, ora votam PS porque estão agastados com o anterior governo PSD. E daqui não saem, daqui ninguém os tira.

2 - O grupo dos «clubistas», que hão-de votar no mesmo partido até morrer não importa quanta porcaria o «seu» partido faça. Tal como os adeptos dos clubes de futebol, por mais mal que a sua equipa jogue, hão-de ser sempre adeptos fervorosos do partido do seu coração. E, tal como o grupo anterior, daqui não saem, daqui ninguém os tira.


Vale a pena lembrar que nas eleições legislativas de 2011, a Abstenção (42%) + Brancos + Nulos + outros Partidos (PCP, BE, etc.) representaram 55% do eleitorado.


******************************



Fernando Madrinha - Jornal Expresso de 1/9/2007:

[...] "Não obstante, os bancos continuarão a engordar escandalosamente porque, afinal, todo o país, pessoas e empresas, trabalham para eles. [...] os poderes do Estado cedem cada vez mais espaço a poderes ocultos ou, em qualquer caso, não sujeitos ao escrutínio eleitoral. E dizem-nos que o poder do dinheiro concentrado nas mãos de uns poucos é cada vez mais absoluto e opressor. A ponto de os próprios partidos políticos e os governos que deles emergem se tornarem suspeitos de agir, não em obediência ao interesse comum, mas a soldo de quem lhes paga as campanhas eleitorais." [...]

12 comentários:

Thor disse...

acabei de ouvir o comediante Paulo Portas na SicN, a dizer que o desemprego está nos 13% e que tem vindo a descer hahahaha
será que esta escumalha pensa mesmo que toda a gente é burra e estúpida?

Diogo disse...

Penso que Paulo Portas, tal como Passos Coelho, está a precisar de uns cortes na espinal medula (com ou sem memorandos de entendimento). Preferia vê-los quadriplégicos para o resto da vida do que mortos ou presos....

Anónimo disse...

"será que esta escumalha pensa mesmo que toda a gente é burra e estúpida?"

A falta de acção directa sobre sedes do cds leva à impunidade.
Todos gostam de cantar o hino quando a seleção joga, e quando há concertos de música vão às dezenas de milhares.
Mas para fazer acção directa, são sempre os mesmos.

Quem nada fez e nada faz, também não tem o direito de se queixar.

Américo disse...

Seu atrasado mental, quem gastou o dinheiro que agora nos faz falta foram todos, TODOS os governos anteriores. Só com o famoso TGV gastaram-se 120 milhões.

Anónimo disse...

"quem gastou o dinheiro que agora nos faz falta foram todos, TODOS os governos anteriores."

Se TODOS=Democracia.
Estamos conversados...

Democracia=Problema.
Ora o problema nunca pode ser simultaneamente a solução.


Democracia directa:

José Sócrates=1 voto.
Cátia da casa dos segredos=1 voto.
Emplastro=1 voto.
João=1 voto.
Filipe Bastos=1 voto.
Tiririca=1 voto
O gajo que compra o spray que "faz" crescer o cabelo em segundos=1 voto.
Zé cabra=1 voto
Cláudio Ramos=1 voto
Professor Bambo=1 voto
Paulo Cõrte-Real=1 voto
Advogado do José Sócrates=1 voto
Mestre Alves=1 voto
Parasita judeu não-nativo=1 voto
Parasita do terceiro mundo não-nativo=1 voto.
Eu=1 voto.

Veredicto:Não funciona

João disse...

Ola Diogo

Como humor negro n esta mal.

É continuar a a malhar em ferro frio.

N se vai ao fundo da questão.

O imperialismo comanda e todos os partidos são suas marionetas apenas.

O Madrinha parece um Padrinho da mafia.

Como é fácil escrever e dizer banalidades.

Diogo disse...

Américo - Todos os governos estão no bolso do Grande Dinheiro. Mas o Monopólio Bancário Mundial decidiu fabricar uma «Crise Financeira» e portanto os dois últimos governos foram os mais execráveis. A imagem de Passos Coelho que aparece no Post podia ser perfeitamente imagem de Sócrates


Anónimo - A democracia representativa é equivalente a uma ditadura. A solução é a Democracia Directa.


João - Como sabes já houve muitas revoluções em Portugal, muitas delas violentas.

Este Post destina-se a lembrar às pessoas que existem alternativas a rabiscar uma cruzita num papelito e metê-lo num caixote de quatro em quatro anos.

As populações têm direito à Legítima Defesa quando vigaristas assassinos os estão a enviar em massa para a miséria.

Abraço

Pedro Lopes disse...


Vejam bem esta tirania.
Um antigo governante que manda pró-car... a máfia das dívidas, queimando o documento da dívida em publico.

https://www.youtube.com/watch?v=sbKqb80AZqs

Isso faz-se? ah seu malandro!!!

Diogo disse...

Pedro Lopes, penso que não era apenas a dívida que devia arder na fogueira.

João disse...

O problema esta identificado.

Só n vê quem n quer.

N vale esconder o problema e comentando só pela rama.

Os comentaristas nacionais n podem ser isentos.

Intelectualmente são uns vendidos ao capital e ao sistema.

N lhes interessa procurar alternativas ou ficar de fora.

Todos estão com o sistema.

Pedro Lopes disse...

“Dêem maioria absoluta á maçonaria"
- Passos coelho

Passos voltou a pedir a maioria absoluta para a maçonaria em nome da estabilidade.

http://observador.pt/2015/07/23/entrevista-tvi-costa-agora-vez-passos/

yanmaneee disse...

balenciaga shoes
kobe sneakers
adidas yeezy
supreme clothing
supreme new york
nike air max 270
Kanye West shoes
longchamp handbags
chrome hearts outlet
nike huarache