quarta-feira, janeiro 17, 2018

O mais antigo astronauta no activo da NASA confessa: "Já não temos a tecnologia para ir à Lua".

Numa declaração surpreendente, o engenheiro químico e o mais antigo astronauta no activo da NASA com 62 anos, Don Petitt afirmou: "Eu iria à lua num nanossegundo. O problema é que já não temos a tecnologia para fazer isso. Costumávamos fazê-lo, mas destruímos essa tecnologia e seria um processo penoso reconstruí-la novamente".

Será possível? Quão penoso deverá ser recuperar a antiga tecnologia que conseguiu sucessos tão admiráveis. O astronauta Don Petitt admite que não temos os meios, a tecnologia, para "voltar" à lua, apesar de todos os avanços científicos, de engenharia, materiais, digitais e tecnológicos que aconteceram desde 1969, há 48 anos atrás. Contudo, a realidade poderá muito bem ser que nunca tivemos a tecnologia para colocar um homem na Lua e trazê-lo em segurança de volta à Terra.




https://youtu.be/16MMZJlp_0Y




Donald R. Pettit (Ph.D.) foi selecionado pela NASA em 1996. Natural de Silverton, Oregon, possui um bacharelado em Engenharia Química da Oregon State University e um Doutoramento em Engenharia Química pela Universidade do Arizona. Antes de se tornar um astronauta, trabalhou como cientista na equipa de Los Alamos National Laboratory, no Novo México. Um veterano de três vôos espaciais, Pettit serviu como Oficial de Ciência da NASA na Expedição 6 em 2003, operou o braço robótico para o STS-126 em 2008 e actuou como Engenheiro de Vôo na Expedição 30/31 em 2012, onde esteve a bordo da Estação Espacial Internacional durante mais de 6 meses.

6 comentários:

John disse...

Infelizmente Stanley Kubrick deve ter levado toda essa tecnologia espacial com ele quando morreu. Henry Ford disse que a história é um monte de mentiras e Napoleão disse praticamente o mesmo. Vi o assassinato de Kennedy, as missões Apollo e os atentados de 11 de Setembro. Todos esses acontecimentos foram gravados incorrectamente e é assim que vão ficar na história.

João disse...

Ola Diogo
É que nunca lá foram, né.
1 abraço
PS: Uma mentira dita mil vezes...

Anónimo disse...


Na lua não há atmosfera, logo não pode haver vendo ou correntes de "ar", mas as bandeiras esvoaçavam.

Não havendo atmosfera não há refração da luz, logo as sobras são absolutamente escuras, mas nas fotos á sombra das "alunagenes" dá para ver muito bem á sombra. Já as fotos de sondas sovieticas mostram bem a negrura das sombras.

Sem atmosfera há menos atrito, e com 1/6 da gravidade da terra um veiculo de 4 rodas terá muita dificuldade em manter o equilibrio. Mas os carrinhos que andaram lá a conduzir pareciam que estvam num praia e faziam curvas apertadas e tudo.


Bem....chega...




JF disse...

"...Eu iria à lua num nanossegundo. O problema é que já não temos a tecnologia para fazer isso. Costumávamos fazê-lo, mas destruímos essa tecnologia e seria um processo penoso reconstruí-la novamente..." - Don Petitt

Esta afirmação do sr.º Don Petitt é simplesmente hilariante; é caso para dizer que ele está a ver o tapete fugir-lhe dos pés e com isso tenta tirar nabos da púcara a ver se pega.

Porém, o sr.º Don Pettit está a pôr em causa o trabalho de Stanley Kubrick... shame on you.

Diogo disse...

A NASA tem vindo a admitir aos bochechos que nunca enviou missões tripuladas à lua.

Maria disse...

A NASA tem vindo a admitir aos bochechos que nunca enviou missões tripuladas à lua.

Diogo, mas será isto verdade? Uma afirmação com esta ordem de grandeza deita por água abaixo toda a credibilidade dos governos (norte-americanos) da altura e não só, mas muito particularmente da própria NASA! Que escândalo, meu Deus.
Maria