segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Vítor Constâncio deu instruções ao Governo para ir buscar aos salários dos portugueses os milhões que foram gastos em "ajudas" aos bancos

Um criminoso cujo salário principesco é pago pelos contribuintes


Artigo de Manuel António Pina no Jornal de Notícias - 3/2/2010


A receita do costume

O Governador do Banco de Portugal é um homem surpreendente. Como Portas diz (onde isto chegou, eu de acordo com Portas!), "fica surpreendido com o BPP, fica surpreendido com o BCP, fica surpreendido com o BPN, fica surpreendido com o valor do défice, fica surpreendido com o valor do endividamento (...)".

Constâncio cobra por mês 17 mil euros dos nossos impostos para vir regularmente a público manifestar-se surpreendido com o que se passa sob o seu nariz e, no entanto, é incapaz de surpreender seja quem for.

Lebre do Governo sempre que há que preparar terreno para más notícias, chegou a vez de vir opinar que, depois do congelamento dos salários, é preciso aumentar o IVA, alegremente libertando o Governo (é para isso que serve um governador do Banco de Portugal) do compromisso eleitoral de não o fazer.

De uma só e inventiva cajadada, o socialista Constâncio faz-se assim, de novo sem surpresa, núncio do FMI, que ontem deu instruções ao Governo para que vá buscar aos salários os milhões gastos em "ajudas" aos bancos. É a receita do costume, os do costume (quem havia de ser?) que paguem a crise.
.

14 comentários:

Bilder disse...

Vivemos numa autentica matrix meus amigos,o povinho trabalha toda a vida para pagar juros pessoais e do país...que liberdade é essa??
Search geneva conventions 1929-1933
bankrupt nations,pode muito bem estar aqui o segredo das guerras mundiais e da nossa dependencia financeira e economica!
E uma tradução do ingles é urgente.

Bilder disse...

search geneva conventions bankrupt nations descartando as datas oferece resultados interessantes,mas claro sempre em ingles!

Eurico Moura disse...

As lágrimas de Portas são de crocodilo!

Anónimo disse...

É do c. este constas, de homem, que assim dizem que ganha 17 mil dele, fora o por fora, of course, e se lhe tiram metade, 8.500, ainda fica acima uns furos de maioria do portuga, c., sempre é de homem, inútil que o seja, também a político e economista e o rayo.

E diz que dava um bom presidente do BE, como do bloco, fulano mais indecente e mais zero a tudo, que não só a rato hipócrita.

Ana Camarra disse...

De facto: sem surpresas!
beijo

Diogo disse...

Bilder - qual é concretamente o texto que achavas que devia ser traduzido? Podes colocar o link?


Eurico Moura – Paulo Portas faz parte da maior escumalha deste rectângulo


Anónimo – Este Constâncio é de facto do c.


Ana – Aos anos que Constâncio não surpreende. O que surpreende é a apatia dos portugueses.

Carlos disse...

Caro Diogo
“O que surpreende é a apatia dos portugueses.”

A maioria das pessoas não gostam de desafios, de enfrentar o incerto, o desconhecido. A juntar a isso, todos os dias nas escolas, jornais e tvs, as pessoas são ensinadas a não pensar e esperar que os outros o façam por nós, pensar, assumir responsabilidades são uma chatice, são entretidas com passatempos, etc.

The core of Mencken´s social philosophy was relatively simple.
He believed it is the nature of the human species, to reject what is true but unpleasant, and to embrace what is obviously false, bur comforting.

Esta citação tirei dos vídeos que vou por lá na tasca.

Carlos disse...

Nós estamos bem servidos. Constâncio diz que os salários devem ser reduzidos, menos o seu claro porque é curto. Sousa diz que os bancos devem aumentar os spreads porque estão a comprar dinheiro mais caro. Precisamos é exactamente do contrário. Aumentem ligeiramente os ordenados para que o poder de compra não baixe reflectindo-se no consuumo e na produção e baixem os spreads e as comissões que cobram por tudo e mais alguma coisa e assim evitarão de certeza que muitos processos vão para contencioso. É melhor ter empréstimos vivos, a serem pagos todos os meses do que empréstimos encostados, a acumular juros elevadissimos, que só servem para encher o olho a quem está a ver as contas.
Remunerem mas é convenientemente os Dep. a Prazo de forma clara e transparente e vão ver que durante algum tempo, se calhar muito tempo, vão deixar de ter necessidade de recorrer aos mercados externos. Façam por merecer a confiança do mercado e o pessoal vai lá pôr de novo o dinheiro que tem debaixo do colchão. E não será tão pouco como isso. Quanto é qos bancos cobram hoje de taxa e alcavalas no desconto de uma letra? e na reforma dessa mesma letra? Os Srs. Constâncio e Sousa que digam para as pessoas que não sabem ficarem abismadas. Aqueles que recorrem a estas operações bancárias é que sabem o que isso lhes custa.

Quanto ao aumento de impostos como fala o Sr. Sousa (quanto é que ele estã a ganhar na APB e de reforma do BdP e da CGD?) e todos os outros Sousas, é a forma mais fácil para quem não sabe actuar de outra forma, isto é à custa dos outros. Vejam lá se o Sr. Sousa e todos os outros senhores sousas deste país e são muitos, vejam lá dizia eu, se ele e os seus amigos decidem prescindir de uma parte dos seus significativos honorários, vencimentos, reformas e todas as restantes mordomias que o comum dos mortais não imagina porque se soubesse outro galo cantaria. Onde é que está a solidariedade? São os que precisam que têm que continuar a ajudar ainda mais os que podem? Assim não.
Carlos Pinheiro
08.02.10

Diogo disse...

Carlos, talvez as pessoas prefiram a mentira confortável à verdade aborrecida.

Mas quando a mentira significa desemprego, miséria e fome, aí a coisa pode mudar de figura. Nessa altura, é bom que estes saibam quem são os mentiros.

Bilder disse...

No meu blog senhores do mundo tenho os links(no post agenda global) onde se menciona um acordo secreto em 1932 na convençao de Genebra(declaraçao de falencia) dos governos ocidentais com a Banca Internacional!
A verdade é que as dividas(a dos EUA astronomica)sempre sobem ao longo dos anos e todos(não só os portugueses)os cidadaos estão agarrados pelos tomatos!
Esta será talvez a maior verdade inconveniente da nossa sociedade
entre muitas outras.Acho que é importante seguir esta pista pois continuamos todos de certa forma distraidos com as arvores sem ver a floresta toda.E a grande questão é meus amigos: será possivel manter tal segredo(enorme conspiração contra os povos)em face da realidade actual?Ora a resposta pode infelizmente ser SIM!
Basta olhar aos factos dos ultimos 20 anos(ou mais)para entender que a teia montada pelos politicos e os média(quem manipula quem realmente?)com os grandes interesses financeiros(os grandes capitalistas claro com os seus grupos internacionais no mercado global)à cabeça,tem manipulado a informação levando a guerras como a do Iraque(e ainda com questoes sem respostas sobre o ataque do 11 de setembro,quem ainda se lembra delas?)a governos eleitos com falsas declaraçoes e promessas etc etc etc...bom basta olhar as noticias não é!?

manuel gouveia disse...

A europa que o carregue e definitivamente!

Mas nós fazemos questão de lhe pagar a reforma quando isso acontecer...

alf disse...

O Constâncio para o BCE! Já Já! Todos a apoiar! Longe daqui!

Afinal, foi uma grande ideia juntarmo-nos à Europa - ganhamos un caixote do lixo para estes gajos.

Agora, lembrem-se, a comunicação social anda há que tempos a fazer campanha pela subida dos spreads e das taxas de juros. Já o denunciei várias vezes, especialmente a TVI.

Coincidência curiosa: parece haver um paralelismo entre a campanha dos media a favor da Banca e a campanha contra o Sócrates...

Anónimo disse...

Este homem(?) mete-me nojo,só pelo seus feitos públicos pq em relação aos seus 'camaradas' não licenciados sei duma estória deprimente ao nível da escumalha do piorio...Passado com um ex-militante do PS que foi guarda-costas deste bandalho

Anónimo disse...

"Este homem(?) mete-me nojo,só pelo seus feitos públicos pq em relação aos seus 'camaradas' não licenciados sei duma estória deprimente ao nível da escumalha do piorio...Passado com um ex-militante do PS que foi guarda-costas deste bandalho"

Conta:)