segunda-feira, janeiro 16, 2012

Uma velha de 70 anos (mas com alguma coisita de seu) defende a eliminação de idosos enfermos e sem cheta

.
Manuela Ferreira Leite: «Alguém com setenta ou mais anos terá sempre direito a hemodiálise, se pagar


Excerto do Programa Contracorrente (35 segundos)





Durante o debate, a jornalista Ana Lourenço questionou o sociólogo António Barreto: "não acha abominável que se discuta se alguém com setenta anos tem direito a hemodiálise ou não?"

António Barreto moveu a cabeça dubitativo...

Manuela Ferreira Leite: Tem sempre direito, se pagar!

António Barreto: Abominável é sempre...

Manuela Ferreira Leite: Tem sempre direito, se pagar! O que não é possível é manter-se um Sistema Nacional de Saúde como o nosso, que é bom, gratuito para toda a gente. Para se manter isso, o Sistema Nacional de Saúde vai-se degradar em termos de qualidade de uma forma estrondosa. Então, nem para ricos, nem para pobres.

O socialista e antigo comissário europeu António Vitorino, que também estava no programa, reagiu dizendo: "A mim choca-me pessoalmente a frase da doutora Manuela Ferreira Leite, que é quem tem mais de 70 anos e quer fazer hemodiálise paga. Não era, de certeza absoluta, esta a frase que ela queria exactamente dizer, na medida em que não é possível dizer que as pessoas que precisam de fazer hemodiálise e que tenham dinheiro é que podem passar para além da meta de 70 anos. Não é possível definir a questão nesses termos porque estamos a tratar de um problema de direitos humanos".

A declaração de António Vitorino obrigou Manuela Ferreira Leite a reformular a sua intervenção, afirmando que "racionar significar sempre alguma coisa que não é para todos", mas que "racionamento não é exclusão" e que, por isso, apenas queria dizer que "uns têm [a hemodiálise] gratuitamente, outros não" – consoante a capacidade financeira.


Actualmente a hemodiálise é paga pelo Estado através daquilo a que se chama um "preço compreensivo", isto é, as instituições que prestam este tipo de cuidados recebem um valor global por semana e por doente, que abrange tanto o tratamento como os eventuais exames complementares de diagnóstico necessários. Os preços variam entre os 450 e os 470 euros por semana, o que significa que, por mês, o valor se aproxima dos 1900 euros. Em Portugal, cerca de 90% das unidades de tratamento são privadas. No país existem cerca de 14 mil pessoas que sofrem de doenças renais, das quais quase dez mil fazem diálise.

Posteriormente, em declarações à Antena 1, Carlos Silva, da Associação Portuguesa de Insuficientes Renais, reagiu mostrando-se incrédulo com as declarações de Ferreira Leite. "Essa senhora não sabe o que está a dizer. Só se for a família dela que pode fazer isso", afirmou, lembrando que um doente sem este tratamento morre em poucos dias. E criticou a postura de Ferreira Leite, recordando que a social-democrata foi a mesma pessoa que sugeriu "que se podia suspender a democracia durante seis meses".


Comentário

Estou convencido que é desejo de muitas centenas de milhares de portugueses que essa social-democrata, de nome Manuela Ferreira Leite, venha, no curto prazo, a padecer de uma doença letal, dolorosa e prolongada, dessas em que a medicina, mesmo a tecnologicamente mais avançada e dispendiosa, se revele completamente incapaz de obviar um longo e dorido estertor final. Que a Manuela tenha a sua "ração" de sofrimento e desespero (não obstante a sua conta bancária), é da mais elementar justiça.
.

46 comentários:

RAMIRO LOPES ANDRADE disse...

CARO DIOGO

NÃO AGUENTO MAIS OUVIR ESTE TIPO DE GENTE ABEJTA, BAIXA E ABOMINAVEL.
O QUE MAIS ME INDIGNA, É QUE NÓS PORTUGUESES, DIGO O ZE POVINHO DOS ( FADOS/ FATIMA /FUTEBOL E NOVELAS ), NÃo REAGEM, NÃO DÃO NENHUM COICE, NÃO ESTREBUCHAM.
MAS QUE RAIO ANDAM A POR NA AGUA QUE ESTA MALTA BEBE ????
SERÁ FLUOR A MAIS ???
OS NAZIS E SOVIETICOS PUNHAM NA AGUA DOS CAMPOS DE CONCCENTRAÇÃO DELES ISTO, PARA DOMINAR E TORNAR DOCEIS OS PRISIONEIROS.
SERÁ QUE ESTÃO A COLOCAR ALGO NA AGUA ???
NÃO ME ADMIRARIA .............
NÃO AGUENTO MAIS TANTA HIPOCRISIA, CINISMO.
EM OUTRO PAÍS A SÉRIO JÁ TERIAM SIDO MORTOS........
PARA QUANDO O LEVANTE COM MUITO SANGUE A CORRER ?
PARA QUANDO ???

UM ABRAÇO.
RAMIRO LOPES ANDRADE

Diogo disse...

Caro Ramiro,

Que haja rapidamente um levante mas com pouco sangue (hemodializado ou não). Que jorre o sangue dos políticos corruptos (praticamente todos), que jorre o sangue dos jornalistas e comentadores venais (a esmagadora maioria). Que jorre o sangue dos juízes de topo a soldo (uma boa parte deles). Que jorre o sangue dos banqueiros e associados (todos).

Abraço

Zorze disse...

Diogo,

Esta gente já não tem vergonha nenhuma.
Quanto a esta afilhada do pirata-mor Cavaco Silva desde os tempos do BP, só merece é desprezo.

Abraço.

alf disse...

A hemodiálise deve ser um negócio da China.. por alguma razão é 90% privado... e se o Estado abrisse estabelecimentos de hemodiálise públicos? Talvez fosse uma boa maneira de reduzir os custos... como diabo tão iluminada senhora não se lembrou disso??

Mas não falta quem defenda a senhora... por exemplo, o Pereira Coutinho no CM.

Diogo disse...

Zorze, a cara bruxuleante desta social-democrata faz jus à sua humanidade. Abraço.


Alf, se o Estado abrisse estabelecimentos de hemodiálise públicos talvez os preços descessem para metade. Talvez a «social-democracia» não esteja interessada. Abraço

Carlos disse...

Boas Diogo
Vamos lá ver.
A hemodiálise não é de borla.
Os serviços prestados pelo serviço nacional de saúde não são de borla.
É tudo pago pelo estado. E aonde é que o estado vai buscar esse dinheiro? Cobra impostos. Ou pede emprestado e, aumenta os impostos.
Lembras-te do que o Xatoo disse aqui à uns tempos? Quem não trabalha não tem direito a comer.
A social democracia é de esquerda (objectivo igual ao ps pcp).
Uma pessoa com 70 anos normalmente já não trabalha, não contribui para o estado e ainda por cima a provocar despesa, hemodiálise.
É a interpretação aberrante do Darwinismo.
Aquele painel ofendeu-se porque a Manelita evidenciou algo que é abominável, o xôxalismo no seu melhor.

N disse...

Carlos o ps,embora sem uma verdadeira ideologia mas uma cambada de vigaristas é que está no campo da "social democracia"

O psd é "social"(para as clientelas partidarias) liberal(para todos os outros contribuintes).

O psd é de "esquerda" na teoria,o psd é como o ps mais mais liberal.

Ocupa o espaço social-liberalism.

A unica difrença entre os 2 é que o ps promove o igualitarismo marxista e o psd promove o igualitarismo liberal.

O socialismo só resulta quando não existe o igualitarismo e sim um sistema de doutrina aos cidadãos numa competição saudavel de meritocracia onde os mais intelegentes,honestos,viosionarios e fortes atingim o poder numa forma de regime aristocrata,e onde cada um só deve falar do que sabe e fazer o que sabe fazer,ao invés da democracia onde todos falam sobre tudo e mais alguma coisa mesmo sem perceberem de nada e coisa alguma e onde todos decidem atraves dos votos o que não têm qualquer sabedoria para analisar,avaliar e decidir.

Quanto ao sistema de saude,nem 8 nem 80.

A saúde não pode ser só para ricos como é obvio,nem com estas novas taxas pornograficas.

Mas tambem há abusos,como em quase tudo da função publica,seja pelos funcionarios do estado seja pelas pessoas que vão ás urgencias muitas vezes porque têm 37 de febre ou porque se sentem sozinhas em casa e toda a gente sabe que iso é verdade,não vale a pena tapar o sol com a peneira.

E tambem não faz sentido haver certa minorias que mamam dos rendimentos minimos e passam a vida nas urgencias e a querer passar á frente de todos ainda por cima numa total e inaceitavel atitude de mal agradecimento por quem lhes acolhe sem eles serem nativos e portanto sempre com menos legitimidade para usufruir do que quer que seja comparado com quem é da raça raiz da Nação e ao longo dos anos e até mesmo seculos a sua raça foi a que contruiu este País com sangue suor e lagrimas.

Portugal tem a maior carga fiscal da Europa e se os Portugueses não fossem roubados pelos partidos tinhamos um exelente serviço de saude e sustentavel.

Todas estas questões nem se punham.

Só que os Portugeses falam gostam muito de discutir os danos colaterais que o probelema causa ao País em vez de irem directamente á raiz do probelema(3ªrepublica traidora,corrupta e pedofila)

Mas a realidade é que o saque de mais de 20 anos pelos partidos deixaram uma divida de tal forma que obviamente o serviço da saúde é insustentavel.

Assim como o chamado "estado social" tal como as reformas dos Portugues tambem irão com o caralho e incrivelmente ninguem está antecipar esse cenario e a exigir mudança de regime antes que essa catastrofe aconteça.

A logica é muito simples:

A carga fiscal há muito que atingiu o limite suportavel,e o aumento dos impostos já começa a ser e será em espiral inevitavelmente a ter um efeito negativo,pois as pessoas fogem para a economia paralela porque não conseguem suportar a carga fiscar,as empresas fecham porque o consumo entra em retracção devido á carga fiscal e baixos salarios,e as fileiras de desempregados aumenta por causa da recessão economica fruto dos impostos insuportaveis.

As que não fecham,deslocalizam se.

Ou seja,o estado agora se aumentar impostos como anda a fazer é politica de terra queimada e vai destruir completamente a economia.

Não podendo arrecadar mais receita indo ao bolso do corno do contribuinte democratico,tem que se cortar em variados serviços publicos e não há volta a dar.

Eles agora estão é a roubar o maximo que puderam porque já viram que isto vai dar o estouro inevitavelmente e há que roubar nesta republica onde o saque por parte dos politicos é impune e goza da total passividade por parte da justiça(que na prática não existe)


A divida astronomica fruto da incompetência,traição e roubo por parte dos partidos vai ter que ser pagar á custa da classe media,media baixa e baixa.

N disse...

Se somarmos a isso que os jovens(que todo o trajecto de criança até adulto nas escolas e universidades publicas,essas mesmas qualificações foram pagas pelos contribuintes ) que estão a sair do País,e portanto investimento totalmente perdido,logo prejuizo,só será substituido por terceiro mundistas para compensar a balança população activa versus não activa...

Pois os baixos salarios e a corrupção total desta terceira republica não atrai imigrantes europeus qualificados e portanto mais valia.

O custo destas dezenas de anos de democracia vai ser um Portugal euro africano,com alta violência urbana devido a pobreza extrema,mão de obra essa que servirá para baixar os salarios em variados sectores pois eles aceitam quaisquers condições e portanto os capitalistas vão esfregar as mãos de contentes porque os tempos que se avisinham serão de exploração.

O ambiente para as classe media(a pouquissima que restará),a classe media baixa e baixa será um antentico pesadelo pois a deliquência os atingirá em força e aos seus filhos,seja nas ruas,transportes publicos,escolas,metros,viaturas estacionas,carjackings,e etc etc..

As policias que insistem em progeger a canalha politica serão duplamente prejudicadas,pois arriscarão mais o pelo,ganharão menos porque a economia está de rastos,e as suas reformas irão para o caralho,mas inexplicavelmente as policias continuam a estar contra os cidadãos(inclusive contra eles proprios) a favor da canalha politica.

O pequeno comercio tambem vai(e já está a sentir na pele,mas ainda a procissão vai no adro) começar a sentir um aumento estrondoso de roubos e o premir mais facil do gatilho porque quer queiram quer não as pessoas sem trabalho têm que roubar para comer,e quem anda a roubar 200/300/400 ou 500 euros de canos serrados ou de fusco é para comer.

As forças armadas cada vez ficarão mais reduzidas,obsoletas e portanto mais fracas num mundo onde o poder geo politico resume se á capacidade belica,onde quem fica para trás na capacidade militar irá vergar,sempre assim foi e sempre assim será.

Tudo isto era previsivel...

Mas ainda perdem tempo com programas chamados "contra corrente" com o maçom mario soares e builderberg balsemão.

O que faria se fosse a favor da corrente...

A terceira republica é um titanic a todo o vapor,o barco já está afundar,mas as pessoas pareçe que só vão acordar quando tiveram submersas as serem comidas vivas pelos tubarões.

As pessoas continuam a dar atenção aos palhaços em vez de se focarem no circo.

Querem ver os palhaços afastados,se o conseguirem(e conseguem por faz parte do sistema corrupto,pedofilo e traidor fazer a tactica da panela de pressão e levantar de vez em quando substituindo de tempos a tempos os palhaços politicos para deixar o vapor sair de vez em quando para não estourar de repente,pois esse é o grande medo deles,é que o estouro seja incontrolavel e um dia a tampa salte mesmo) o circo mete lá outros palhaços e tudo continua em direcção ao abismo.

Quando as pessoas começarem a por o cerebro a funcionar e entender que isto só acaba quando o circo(3ªrepublica) pegar fogo e ser substituido por um regime decente,honesto e competente que promova o desenvolvimento e persiga sem dó e sem piedade quem andou a roubar os cofres do estado e obrigar a devolver tudo,porque eles têm bens para serem penhorados,aí sim,as coisas começam a melhorar.

Até lá é a mesma receita de sempre.

Vaselina democratica...

Quanto mais tempo demorar a mudança de regime,pior vair ser.

Já digo isto há anos e o tempo vem me dando razão sempre.

Este regime está esgotado,é um autêntico cancro.

E só vive de propaganda e da passividade e covardia dos Portugueses.

Armando disse...

Só pode estar a ficar senil…

Manel disse...

Parabéns por esta reposição da verdade da vergonha!

Hipolito Santos disse...

Deus está cego ou passa a vida dormir.

mfc disse...

O Manel.... era eu!!

Ortoprótesia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos disse...

Caro N
O liberalismo sempre foi uma característica e bandeira da esquerda. Uma característica da direita sempre foi o conservadorismo. É verdade que surgiram uns liberalismos de direita, mas não são significantes e serviram mais para baralhar as pessoas, do que terem algum significado especial.
A social democracia surgiu por divergência com o marxismo, na forma como implementar o socialismo, por via democrática e não revolucionária.
Depois têm surgido muitas variantes, umas mais coloridas do que outras, mas é tudo areia para os olhos.
Afirmarmos que este sistema que temos é uma democracia é errado (nalguns trechos do seu discurso acabam por me dar razão).
O Diogo tem razão quando fala em democracia directa. É a única que poder ser considerada democrática, o resto são tretas, para poderem manipular o povo.
As decisões importantes na condução dos destinos do país, foram desde o principio desta chamada democracia, afastadas das mãos do povo. Portanto nunca tivemos uma verdadeira democracia em Portugal.
Dizermos que temos de alterar o sistema democrático, porque aquilo que temos não funciona é o mesmo que eu mudar os pneus do carro porque o motor não funciona. Não resolvo o problema. A única forma é arranjar o motor, democracia directa.
O povo é estúpido. Lol Deixemo-lo governar para provar essa afirmação. Conheço o resultado de um estudo, sobre Portugal, que afirma exactamente o contrário (coisa rara ou descuido na sua divulgação, mas também desapareceu rapidamente). Presunção e água benta tomamos a que quisermos.

“...e onde cada um só deve falar do que sabe...”
Mas se não se deve falar do que não se sabe, e por imposição, ai ditadura, então nunca mais se aprende, não acha?
Outra coisa parece-me ser falar das coisas com o propósito de deixar as pessoas mais ou menos baralhadas. Tal como; o xôxalismo, ou o internacional xôxalismo são piores ou maus em comparação com o nacional xôxalismo... lol é verdade que muda algum smell (sem ofensas)

“Pois os baixos salarios e a corrupção total desta terceira republica não atrai imigrantes europeus qualificados e portanto mais valia.”
Olhe, os emigrantes, independentemente da sua origem, só devem vir para Portugal depois de confirmada a sua necessidade no país e a sua respectiva qualificação.
O aumento de roubos violentos no país tem sido proporcional com a emigração europeia de leste.

Anónimo disse...

Expliquem-me lá uma coisa - essa cena da democracia directa como é?
É voto de braço ao alto?
E em quem é que votamos, há partidos?
E como é que se concorre a lider- chefe - presidente- secrtário-geral?
E o voto do ignorante vale tanto como o de um catedrático?
Um estrangeiro acabado de chegar tem o mesmo direito que o autóctone?
E poderíamos votar para acabar com a democracia?

Expliquem-me lá se faz favor?

Nestas alturas vem-me há memória aquela frase de Pilatos quando entregou Jesus à democracia - Daqui lavo minhas mãos.

Carlos disse...

Expliquem-me lá uma coisa – Pelo que vejo são várias coisas.
essa cena da democracia directa como é? - É directa. Nada de indirectas.
É voto de braço ao alto? - É uma hipótese
E em quem é que votamos, há partidos? - Em quem quisermos. É uma hipótese.
E como é que se concorre a lider- chefe - presidente- secrtário-geral? - Candidatando-se para cada uma dessas funções.
E o voto do ignorante vale tanto como o de um catedrático? - Depende. (opinião pessoal; pelo que tenho visto é melhor valer mais)
Um estrangeiro acabado de chegar tem o mesmo direito que o autóctone? - Depende do que o povo autóctone decida.
E poderíamos votar para acabar com a democracia? - Poderíamos.

Expliquem-me lá se faz favor? - Já lhe fiz o favor. Já está!

Nestas alturas vem-me há memória aquela frase de Pilatos quando entregou Jesus à democracia - Daqui lavo minhas mãos. - http://desciclopedia.ws/wiki/P%C3%B4ncio_Pilatos - e o que é a verdade?
Não sou tão velho assim para ter essas memórias, no entanto, desejo-lhe muitos anos mais e cheios de saúde.

N disse...

"O liberalismo sempre foi uma característica e bandeira da esquerda. Uma característica da direita sempre foi o conservadorismo. É verdade que surgiram uns liberalismos de direita, mas não são significantes e serviram mais para baralhar as pessoas, do que terem algum significado especial."

Essa dita "direita" aderiu ao liberalismo,e atenção que liberalismo na area economica e liberalismo na area social ou modo de vida são duas coisas distintas.

A dita "direita" conservadora é actualmente uma anedota autêntica e um autêntico paradoxo.

Se fossem genuinamente conservadores como dizem ser no que diz respeito a valores eticos e morais não podiam ser reaccionarios pois a situação de decadência já chegou a tal ponto que não ser um revolucionario radical é ser incoerente com aquilo que afirmam ser os seus valores.

Os conservadores são os gajos mais situcionistas que pode haver,os que resistiram ao liberalismo continuam num beco ideologico reaccionario a ver o seu mundo destronar se diante dos seus olhos,mas com pavor de qualquer revolução ou acto revolucionario.

São os "velhos do restelo".

Agora a grande maioria dos ditos conservadores de outrora venderam se ao mundo mediatizado da fama,e abraçaram o capitalismo desenfreado,o materialismo,o show off,e o liberalismo moral.

Eles sempre gostaram dos holofotes e portante seguem sempre a ideologia do momento,são meros abutres opurtunistas sem coluna vertical.

Reconheço muito mais nobreza em qualquer gajo de bairro que mesmo na merda a nivel financeiro nunca se vendeu e combate o sistema em condições muito mais dificeis e lutará sempre com o chamado "mundo moderno".

Não são os fatos,status quo,ou nome que fazem um homem ser nobre,mas sim a sua alma.

Essa direita liberal capitalista selvagem não tem um pingo de humanismo,valores,caracter,honra ou o que quer que seja.

Se existe alguem verdadeiramente "conservador" no que diz respeito á moralidade são os fascistas revolucionarios,pois são coerentes,rejeitam este mundo moderno e agem de acordo com isso.

Os partidos ditos "conservadores" na pratica são a muleta do capitalismo liberal que usam a capa "conservador" para atrair pricipalmente os cristãos e ganhar assim maior suporte eleitoral.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

"Dizermos que temos de alterar o sistema democrático, porque aquilo que temos não funciona é o mesmo que eu mudar os pneus do carro porque o motor não funciona. Não resolvo o problema. A única forma é arranjar o motor, democracia directa."

Isto que acabou de dizer não tem qualquer coerência de raciocinio e voçê sabe.

Adiante....

"O povo é estúpido. Lol Deixemo-lo governar para provar essa afirmação"

700 mil vuvuzelas equivalem a 17 pontos percentuais numas eleições.

Para bom entendedor...

Já lhe expliquei varias vezes que é senso comum que a qualidade é sempre inversa á quantidade.

As pessoas lêm Socrates,Niethze,Aristoteles e outros de semelhante categoria que explicam tim por tim porque a democracia não funciona.

Reconheco lhes o seu enorme valor,mas já expliquei aqui igualmente porque razão jamais pode funcionar um sistema igualitario de votos,e já expliquei mais vezes,de forma até melhor que os 3 acima citados,seja em linguagem mais cara,mais acessivel,e até mesmo ironia porque a democracia não funciona.

Tivesse eu um nome estrangeiro e falasse noutra lingua e era um Génio.

Mas como falo Português aquilo que eu digo não assimilam e não valorizam mesmo que tenha a maxima logica,o tempo e os factos me dêm razão e ninguem me consiga refutar sem demagogia.

"O aumento de roubos violentos no país tem sido proporcional com a emigração europeia de leste."

Parecia um politico a falar Carlos,é que é nos detalhes que muitas vezes se induz a uma falsa realidade.

É que arianos eslavos do leste ucranianos e polacos são uma coisa.

Ciganos não arianos do leste é outra.

São ambos de leste,só que os primeiros trabalham e com alta formação e respeitam Portugal,e os segundos vêm para cá fazer merda e mamar subsidios.

Os detalhes são muito importantes nestas coisas.

E nada como o Racialismo para difrenciar as coisas.

Não vá haver confusões...

N disse...

"Expliquem-me lá uma coisa - essa cena da democracia directa como é?
É voto de braço ao alto?
E em quem é que votamos, há partidos?
E como é que se concorre a lider- chefe - presidente- secrtário-geral?
E o voto do ignorante vale tanto como o de um catedrático?
Um estrangeiro acabado de chegar tem o mesmo direito que o autóctone?
E poderíamos votar para acabar com a democracia?

Expliquem-me lá se faz favor?

Nestas alturas vem-me há memória aquela frase de Pilatos quando entregou Jesus à democracia - Daqui lavo minhas mãos."

Clap Clap!

Aprecio muito quando alguem manda pedradas destas no charco do politicamente correcto e do hipnotismo geral e matrix democratica.

Como sempre as respostas nunca convencem...

Parabens ao anonimo 17 Janeiro, 2012 23:46

Apenas com um reparo:

Não faltam catedráticos ignorantes..Não é bem por aí...

Mas tudo o resto foi muito bom,e na parte do pilatos a ironia foi excelente,caracterista de inteligência.

Daí o meu caro amigo estar desperto e perceber que a democracia é um sistema inferior.

Há que ser lobo á margem do gado e lutar sempre contra as hienas(elites democraticas).

Diogo disse...

Caro N,

A Democracia Directa parte do princípio de que cada um sabe o que é melhor para si (e para os outros).

A decisão vai do nível doméstico ao nível mundial, passando pelo condomínio do prédio, da vila, da freguesia, do distrito, do país, de um conjunto de países, de um continente, até ao nível planetário.

A opinião desse indivíduo vai-se moldando da mesma forma que um indivíduo que anda pela Internet e vai recolhendo e peneirando informação. Vai-se informando com indivíduos que sabem mais do que ele. Pode escolher abster-se por desconhecimento do assunto que está em cima da mesa.

Se decidir mal, a qualquer a nível, poderá sofrer consequências – seja a nível doméstico (uma televisão versus um computador), ao nível de vila ou cidade (um hospital versus um estádio de futebol), ao nível de país (uma auto-estrada versus um porta-aviões), etc.

De qualquer forma, a decisão parte de baixo para cima ao invés de uma decisão corrupta de um «representante democrata» ou de um «estadista», um ou outro a soldo do Grande Dinheiro.


N, você vive fascinado pela ideia do impoluto e incorruptível «Estadista». Como é que você (que não é estúpido) pode imaginar que algures surgirá um Homem Providencial que não esteja à partida dominado pelo Grande Dinheiro, com o apoio do seu capital e pela sua propaganda?

Anónimo disse...

"Não faltam catedráticos ignorantes..Não é bem por aí..."

N,
:-)
Eu bem sei, mas é uma linguagem que os democratas entendem ;-)

"N, você vive fascinado pela ideia do impoluto e incorruptível «Estadista». Como é que você (que não é estúpido) pode imaginar que algures surgirá um Homem Providencial que não esteja à partida dominado pelo Grande Dinheiro, com o apoio do seu capital e pela sua propaganda?"

Aqui o Diogo tem alguma (bastante) razão pois o conceito de formação do Homem ("estadista") não está explicada. E parece-me que o tipo chamado Homem-destino não é suficiente para se esclarecer a coisa.

Ás vezes acredito que este blogue trará alguns frutos.

Saudações

Anónimo disse...

Cada vez mais percebo o quanto galileu sofreu...

O Estadista segundo o diogo será sempre a soldo do dinheiro,sempre,porque se o diogo diz que será sempre é porque será sempre,não intressa mais nada,porque se o diogo diz é porque é.

Por seu lado a democracia directa,esse processo altamente revolucionario e de mudança radical do sistema iria escapar ao controle do grande capital,sabe se lá porquê e como,mas o diogo lá saberá.


E uns falam de economia,emigração e imigração,natalidade,capacidade militar,geo politica e novos paradigmas e questões da maxima importância.

Outros falam em frigorificos e demais electrodomesticos,e mini reuniões de condominios ou mini assembleias populares semelhantes a um campo de ferias,escuteiros ou associações de estudantes...

Diogo disse...

«Por seu lado a democracia directa, esse processo altamente revolucionário e de mudança radical do sistema iria escapar ao controle do grande capital, sabe-se lá porquê e como, mas o Diogo lá saberá.»

Porque, tal como na Democracia Directa, tanto eu como você estamos aqui a dar as nossas opiniões à borla e honestamente – estamos a votar. Não precisamos de «representantes democratas» ou de «Estadistas» para o fazer.

Agora, ambos sabemos que existe uma Elite Financeira que domina os governos – sejam constituídos por «Estadistas» ou por «Representantes Democráticos» -, que dominam os Media e os Poderes Judiciais.

Eu conheço melhor ou pior os temas economia, emigração e imigração, natalidade, capacidade militar, geopolítica, etc. E frigoríficos e elevadores e etc. Tal como você.

O que é que você prefere? Dar a sua opinião honesta ou obedecer cegamente a um «Estadista» vendido à Elite Financeira?

N disse...

"N, você vive fascinado pela ideia do impoluto e incorruptível «Estadista». Como é que você (que não é estúpido) pode imaginar que algures surgirá um Homem Providencial que não esteja à partida dominado pelo Grande Dinheiro, com o apoio do seu capital e pela sua propaganda?"

Voçê não acredita que há homens assim.Eu sei que os há,de tempos a tempos há sempre,um no meio de milhões acaba por se evidenciar.

Ja lhe dei o exemplo do Mussolini e do Hitler,exemplos que voçê finge não saber.

Mas qualquer um deles terá que emergir com a ajuda das forças armadas portuguesas,não necessariamente das elites,mas alguns comandos,paras e fuzos com eles no sitio e com o espirito lusitano conhecido por arrancar as entranhas aos inimigos sem dó e sem piedade,espirito esse que Napoleão reconheceu como a mais perigosa e sanguénarea guerrilha que conheceu até morrer,cujos foram os unicos a par dos croatas a ter elogios por parte do genio imperialista do Napoleão.

Quando aos capitalistas,com esses canalhas,é trata los como canalhas,ou seja,isto chegando ao ponto de ebulição,e vai chegar,ou achantram e não põe entraves ou vao ser roubados á cara podre.

O Putin num modo mais soft do que era preciso aqui por exemplo arrumou com a elite judia que se armou em esperta e o que é certo é que um tá la dentro,outros 2 tiveram que se pisgar para inglaterra e outro para israel.

Aqui é preciso alguem que não seja tão duro como o Hitler,mas que não seja tão soft como o Putin,mas que seja tal como estes 2 que não se vergaram á nova ordem mundial sionista e á alta finança.

No intermedio...

No actual momento a muito curto prazo,já disse aqui varias vezes que isto vai demorar em Portugal,porque o povo em geral é muito covarde,estupido,a imprensa pouco livre,os 99,99999% dos ditos "pensadores intelectuais" são muito fraquinhos e constantes bajuladores da canalha politica.

Sei que vai haver mudanças sérias pela Europa,os mais fortes,disciplinados,empenhados,patriotas, serão os primeiros a fazer essas mudanças sociais.

Começará pelos eslavos(e já está a começar aos poucos,e quem vé informação alternativa já se apercebe) porque são os mais disciplinados,empenhados e têm uma vantagem altamente benéfica.

Olhem para o mapa europeu e vejam quantas nações são eslavas e quantos habitantes tem cada uma.

Somem 2+2,antecipem a crise e facilmente concluirão que os eslavos unindo se numa doutrina social,racial e filosofica, estamos a falar duma "besta" adormecida que quando se levantar vai dar inicio ao renascimento europeu.

.

N disse...

Voçês teimam a não perceber que os actuais niveis de desemprego além de elevadissimos vão aumentar fruto da recessão enorme que vem aí,somando a isso o estado social vai dar o estouro porque não há economia para o sustentar pois até hoje foi funcionando á custa de divida insustentavel,e daí sucedará uma enorme vaga nova de desesperados e altos conflictos raciais e religiosos,o caos será tão grande tão grande,que as pessoas vão implorar por um estadista que ponha mão nas suas Nações.

As Pessoas só assim acordam para a vida,é pena,mas vai ser assim,e podem memorizar e até escrever isto que eu tou a dizer,que mais uma vez o tempo vai me dar razão.

Obviamente que gostaria de viver isso no meu País,com o meu povo e a minha raça,a ter iniciativa e não andar sempre sempre sempre atrás de tudo que é acontecimento e jogar na antecipação.

Mas isso está intimamente ligado á coragem e dever das Forças Armadas Portuguesas e á sua real capacidade de mandar á puta que pariu o politicamente correcto,deixar de marchar perante traidores,pensar sim na potencialização do País como Nação,e cagar dalto para o que possam vir a dizer delas certos "gurus" do sistema,pois esses filhos da puta têm tantos mas tantos mas tantos podres,que basta os militares quererem que entalam lhes os culhões duma maneira que esses filhos da puta nem piam sobre o que quer que seja.

Do povo Portugues concretamente dito,vai demorar imenso a se revolvar,30 anos de democracia,mais o conservadorismo clerical do Salazar(porque vem de muito mais atrás) castrou este povo completamente.

E por isso eu digo que as Forças Armadas Portuguesas deveriam tomar a iniciativa ao invés de esperar que o povinho se começe a mexer para assim terem legitimidade para eles proprios agirem.

Ora eles não precisam de porra nenhuma desse tipo de acontecimento popular para ter a legitimidade que há muito têm para derrubar este regime,legitimidade essa que já deveria ter sido há muito exercida.

Carlos disse...

Caro N
“Aprecio muito quando alguem manda pedradas destas no charco do politicamente correcto e do hipnotismo geral e matrix democratica.
Como sempre as respostas nunca convencem...”
Lol No entanto aceito a sua opinião.
Só que;
O anónimo tentou arrogantemente ser provocador.
Eu sei que não fui suficientemente claro. Foi esse o objectivo.
Faltou-lhe tacto e saber (para(?)) fazer as perguntas ou a pergunta correcta.
Mas, a resposta encontra-se lá!

“700 mil vuvuzelas equivalem a 17 pontos percentuais numas eleições.”
Óh N. E dessas 700 mil quantas foram para crianças?
E porque razão se venderam tantas vuvuzelas?
Não é você que também diz que o ensino em Portugal está uma autêntica miséria?
Então, como é que pode haver uma população culta se a instrução é uma miséria?
Você disse que as pessoas não devem falar daquilo que não sabem, o que resulta em as pessoas por esse meio, também não vão poder aprender.
Mas depois vem dizer que as pessoas são idiotas.
É um contra-senso, não acha?

“Do povo Portugues concretamente dito,vai demorar imenso a se revolvar,30 anos de democracia, ...”
Não é possível haver entendimento entre nós. Você continua a dizer e a achar que o que temos à trinta anos é democracia e eu que não. É um regime que tem algumas características da democracia.
Como partimos de pressupostos diferentes chegamos a conclusões diferentes.

Encontra na net vários livros que demonstram como a alta finança (incluindo obviamente judeus) que financiaram hitler.
- Wall Street and the Rise of Hitler - http://www.reformed-theology.org/html/books/wall_street/index.html
- I Paid Hitler.
Entre muitos outros.

Mussolini apoiava a corporocracia, que é o que temos hoje. Ele disse qualquer coisa como, o fascismo é e união entre o poder económico e o governativo. Também ele achava que o povo era estúpido demais para poder governar.
O Diogo tem denunciado muitas situações, incluindo a última, que provam, mais uma vez que isto não é uma democracia.
Bom isto já vai longo boa noite.

N disse...

"E porque razão se venderam tantas vuvuzelas?
Não é você que também diz que o ensino em Portugal está uma autêntica miséria?
Então, como é que pode haver uma população culta se a instrução é uma miséria?"

Muito mais de metade das vuvuzelas foram vendidas a adultos.

E este actual ensino foi com o intuito propositado de por a população burra,porque quanto mais burra for a população melhor é controlada,enganada e roubada,e voltamos á logica irrefutavel,se cada um vale um voto,os burros sendo a maioria,são os burros sempre a decidir,isso é a democracia,e esse sistema intressa a quem profissão consiste na retorica de melhor enganar,ou seja,os politicos democraticos.

Numa empresa de sucesso quem decide são os mais habilitados que fazem parte da alta hierarquia,tem sempre que haver difrenciação,se todos os funcionarios tivessem o mesmo peso e chamados a votar num sistema democratico de cada um vale um voto para decidir a estrategia da empresa a situação além de ridicula e surreal obviamente iria levar ao colapso da empresa.

Num clube de futebol,tem que haver hierarquia,e o treinador é que sabe o que vai fazer,porque ele é que tem a competência e sabedoria e portanto não há qualquer sistema democratico onde a estrategia da equipa iria a votos por todos os funcionarios do clube e o que a maioria decidisse era o que se faria.

Essa situação além de ridicula e surreal obviamente se assim o fosse o clube iria fracassar todos os seus objectivos e consequente desastre financeiro.

Numa guerra os generais é que definem a estrategia aplicar,não é um sistema democrático,pois se assim fosse e todos teriam um voto e a maioria decidia a estrategia,o exercito iria morrer e ser alvo de chatoca em todos os livros e registos da historia.

Se um pai diz aos seus filhos que eles têm que ter uma alimentação equilibrada com frutos e vegetais mas os filhos dizem que não,e porque não,e porque eles é que sabem e só querem comer chocolates em todas as refeições,ora se o pai não tivesse ele somente a autoridade para decidir fruto da sua experiência e sabedoria e o sistema fosse democratico e os filhos é que decidiam,obviamente que os filhos iam morrer de diabetes.

As pessoas são capazes de perceber todos estes exemplos,mesmo o ultimo que propositadamente fiz questão de ser ainda mais ridiculo e surreal que é para perceberem o quanto ridiculo e surreal é acreditarem num sistema de votos igualitário.

Se uma Nação algo muito mas muito mais complexo,de muita maior responsabilidade,e que interfere com todos os cidadãos sejam os de agora ou as gerações futuras,QUE SENTIDO PODE FAZER ALGO DE TÃO GRANDE IMPORTÂNCIA SER DECIDIDO ATRAVES DAS VONTADES DAS MAIORIAS PELOS VOTOS?????!!!!!

http://www.youtube.com/watch?v=EXxKHig5cMg

http://www.youtube.com/watch?v=AUwzR5hgotQ

http://www.youtube.com/watch?v=YSC-bZYF_nI

http://www.youtube.com/watch?v=j0cdVbtxKjY

Estes videos reflectem em que consiste a democracia.

São eles que decidem o vosso presente,futuro,e dos vossos filhos igualmente.

N disse...

"Encontra na net vários livros que demonstram como a alta finança (incluindo obviamente judeus) que financiaram hitler.
- Wall Street and the Rise of Hitler - http://www.reformed-theology.org/html/books/wall_street/index.html
- I Paid Hitler.
Entre muitos outros."

Isso são tacticas de contra informação por serviços secretos e intelligence do poder dominante sionista de modo a criar duvidas,difamação de modo ás pessoas não acreditarem que há saída e conformarem se com a escravidão.

Essas e outras "estorias" convem não esqueçer que os vencedores do conflicto contam a historia do modo que lhes convém.

A maior prova que o nazismo não foi fantoche do sionismo é que é unica ideologia proibida a par do fascismo de partipar no dito "jogo"(circo) democrático.

O comunismo e trostkismo são permitidos.

Porque será?

Não é a maior prova a proibição de umas ideologias mas ao mesmo tempo a permissão de outras que mostram claramente quais as verdadeiramente independentes e consequentemente ao serviços dos povos e das Nações,das falsas oposições controladas elas proprias criadas pelo sistema para evitar revoltas espontâneas,verdadeiramente patriotas que quebrem as grilhetas da nova ordem mundial sionita?

Isto é tão obvio que explicar isto de forma mais basica e obvia só com desenhos no paint que sinceramente não tou para isso...

"Mussolini apoiava a corporocracia, que é o que temos hoje. Ele disse qualquer coisa como, o fascismo é e união entre o poder económico e o governativo. Também ele achava que o povo era estúpido demais para poder governar."

Mussolini levou o movimento dele avanta precisamente porque ele odiava a aliança que a direita fez com o capitalismo.

A seu movimento era um misto de nacionalismo com atenções sociais,um movimento anti marxista e anti capitalista.

Eu pessoalmente aprecio muito mais o nazismo do hitler porque era muito mais criativo,mais humanista,mais inovador,onde a concepção do estado era uma criação do homem nacional socialista cuja função era o estado viver para esse novo homem,ao invés de mussolini que punha o peso do estado sobre o cidadão.

Mas ambos eram anti capitalistas.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

E quanto ao mussolini achar que o povo era demasiado estupido para governar é uma verdade intemporal.

E hoje no chamado "mundo moderno" temos talks shows,big brothers,mtv,pornografia com gajos a mijar e a cagar em cima uns dos outros,milhares de pessoas a pernoitar em frente a lojas para ir buscar os ipods recentes e depois começarem se todos agredir para lá chegar e etc etc que são a prova mais irrefutavel que este tipo de "gente" não tem e não deve ter qualquer poder de decidir do que quer que seja sobre a Nação.

A democracia é a imposição da maioria sobre a minoria,da quantidade sobre a qualidade,da merda sobre a nata da sociedade.

E por aí tamos mesmo de facto numa democracia.

Os resultados estão á vista....

http://www.youtube.com/watch?v=2FZzAoD5VdE

Até hoje é visto como um Génio...

Socrates viu ao longe o que a democracia ia fazer á civilização Ariana.

A propria Grécia é ver o que foi antes da democracia e como está no presente.

Roma...
Alemanha...
Portugal...

Ver o que era o Imperio Romano,o Imperio Nazista e o Imperio Português.

E olhar para o presente e ver o quanto caímos numa involução.

A democracia será sempre o sistema que permite os fracos liderar os fortes.

É anti natural,basta olhar para a natureza e nem aí isso acontecesse.

É com a questão do macho e da fêmea.
Basta olhar para a natureza.

Mas a demência democratica acha que é normal 2 machos terem relações sexuais,adopção de míudos,que passam a ter 2 pais,e nem quero imaginar a confusão desses míudos ao verem desenhos animados,filmes,verem na escola,verem no reino animal,e é sempre macho com fêmea,e depois chega a casa e têm 2 pais.

Obviamente que os 2 pais vão dizer que isso é "normal" o pai e a "mãe" cada um ter uma pila,e o puto vai assim entrar em anomalias cerebrais e vai virar panão tambem.

Isto mais um exemplo do que a democracia está a fazer á civilização.

Os mais eruditos falam em retrocesso civilizacional,eu vou mais longe e discordo pois tenho a certeza que nem retrocesso é porque nunca a civilização foi tão decadente.

O que se está assistir é a uma involução humana.

N disse...

http://www.youtube.com/watch?v=vl7cv8NBbmY

http://www.youtube.com/watch?v=0QH-rQ-xHqY&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=7DBKZLo5tSk

Deixo aqui 3 videos pedagogicos e isentos para as pessoas perceberam melhor o que é o Fascismo e que há varios tipos de fascismos e o que consistia o nacional socialismo germânico.

Espero que depois destes comentarios e videos não continuem feitos lemmings a dizer que 2+2=5.

Leiam,vejam e PENSEM.
Sobretudo PENSEM....

Carlos disse...

Caro N
“Muito mais de metade das vuvuzelas foram vendidas a adultos.”
Provavelmente quase todas foram vendidas a adultos, para os filhos.
Bom, então já não valem os 17% em eleições.
Não é você que diz que temos de ter cuidado com as afirmações? Adiante.

“E este actual ensino foi com o intuito propositado de por a população burra,porque quanto mais burra for a população melhor é controlada,enganada e roubada,...”
Estamos de acordo quanto ao ensino, mas, ser burro ou inculto são estados diferentes. Um é inultrapassável, uma minoria e o outro não.
“... e voltamos á logica irrefutavel,se cada um vale um voto,os burros sendo a maioria,são os burros sempre a decidir,isso é a democracia,e esse sistema intressa a quem profissão consiste na retorica de melhor enganar,ou seja,os politicos democraticos.”
Lá voltamos ao mesmo. Um sistema que é criado para propositadamente poder enganar, roubar, etc, é um sistema/forma de subjugação (ditadura disfarçada). Veja-se a última postagem do Diogo sobre a forma como se legisla. É tão confuso e entregue a um grande grupo privado, com interesses duvidosos, que só quem tem capacidade económica para pagar a um advogado que esteja dentro do assunto/sistema é que se pode defender, etc.
É retirar poder ao povo, para que não possa impedir de ser roubado. Ninguém, ou qualquer povo que tenha o poder de não se deixar roubar, se deixa roubar.
Novamente, como o Diogo demonstrou, este sistema dá poderes aos grandes grupos e não ao povo.
Chamar a este sistema que retira poder ao povo, democrático, é errado. Como você chama a isto democracia, diz que a democracia não funciona. Como eu não chamo a isto democracia, digo que se se implementar um sistema democrático ele funciona.
As ditaduras que foram implementadas depois de sistemas mais ou menos democráticos, foram-no, porque as pessoas foram ludibriadas a pensar que o sistema em que viviam eram democráticos.
Não há sistema que goste mais do povo inculto que as ditaduras.

Povo. Povo somos todos nós. Não há uma divisão entre cultos e incultos. É aqui que também divergimos, que temos uma visão diferente da sociedade. A acção de uns (que governam por exemplo) é escrutinada pelos outros. Em especial as grandes decisões. Independentemente do grau cultural. Os que governam ao saberem que não podem nem passam sem o escrutínio dos outros e são punidos se for caso disso, aprumam-se, os outros cultivam-se ao, e para, escrutinarem. Ambos são motivados e responsabilizados. A democracia representativa, entre outros factores desresponsabiliza as pessoas. É um erro, como se pode ver. O que fizeram depois do 25/4, foram uns “iluminados” que elaboraram um sistema, rotularam-no de democrático e impuseram-no ao resto da população. Muita gente ainda acredita nisso.

Carlos disse...

...
É com este povo que o país tem de avançar, burros, incultos, cultos, espertos, velhacos, novos, velhos, etc. Não tem outro. Não pode haver exclusões, sob pena de cairmos numa ditadura. Hoje exclui-se este grupo porque é burro, abre-se um precedente para depois, excluir os velhos pobres que precisem de hemodiálise... hum... excluir os opositores...
É muita arrogância pensar que só uma minoria, suposta escol, é que pode governar. Voltemos então à monarquia. Pelo menos não cria o trauma (frustração) da incapacidade que cria a meritocracia extremada. E sai mais barato.
E há uma acção muito importante que praticamente ninguém se lembra ou sabe. Não ensinar mais depressa do que a capacidade que o povo (ou pessoa(s)) tem de aprender.

Do meu ponto de vista as ideologias que são proibidas são as que de alguma forma promovem o, ou, um certo grau de nacionalismo. Se tirar o nacionalismo ao socialismo, é vê-lo por aí de vento em popa.
Todos os sistemas são alguma forma a imposição, seja de uma maioria sobre uma minoria ou de uma minoria sobre uma maioria. Só que numa democracia (a que advogo) os direitos básicos, chamemos-lhe assim, estão defendidos e decididos por todos quais são. O contrario não.

“estórias” também são as suas. Cada um acha o que acha.
Por mim não proibia nenhuma ideologia.

“A democracia será sempre o sistema que permite os fracos liderar os fortes.”
Se são fortes como é que não conseguem liderar? O que temos é exactamente uma sociedade em que os mais fortes, e sem ética, criaram um sistema para poderem governar (-se), dominar (dominam).

“É anti natural,basta olhar para a natureza e nem aí isso acontecesse.”
Má observação/interpretação/conhecimento. Embora genericamente seja verdade que os mais fortes dominam, nós temos algo que o resto não tem. Só nós, humanos, podemos estar aqui a dialogar, com conceitos abstractos. Só nós temos a capacidade de poder controlar os impulsos animalescos. De controlar e/ou dominar os impulsos dos mais fortes e/ou que dominem se forem destrutivos, como, os mais velhos e pobres também têm direito à hemodiálise. E com nobreza, pois os custos dessa decisão saem dos nossos bolsos. Na natureza os animais não agem/decidem contra eles próprios. Numa ditadura não tinham direito e pronto.

Você deixou 3 vídeos pedagógicos e isentos. Eu deixei dois livros.

Muito mais haveria a dizer, mas tenho de ficar por aqui.

N disse...

Carlos,acabemos o debate,não vale a pena pois temos visões diferentes e é sempre andar no mesmo.

Faz me lembrar quando era mais míudo e tinha varios amigos andrades e eu sendo Benfiquista andavamos sempre picados na brincadeira,mas havia um andrade que eu simplesmente não conseguia falar com ele depois de um certo ponto,porque ele via uma coisa e eu via outra,apesar da televisão ser a mesma.

Ele via o que gostava e não a realidade,e acreditava de tal forma naquilo(ou mentia como um autêntico vigarista profissional)que contrariava tudo e mais alguma coisa mesmo que um gajo lhe mostrasse a imagem duma falta,vezes sem conta,em camera lenta,amigos dele andrades a dizerem que realmente foi falta e tal,mas para ele nunca era falta,ele tinha sempre "razão".

Era a "razão" dele do mundo dele,da visão dele.

Para voçês a democracia será sempre o melhor sistema,mesmo que o voto do emplastro valha tanto como o vosso por exemplo,ou que tenham um chip rfid debaixo da pele,ou uma divida astronomica deixada aos vossos filhos para pagarem,mesmo que eles ainda nem sequer tenham nascido e mexido em dinheiro.

Termino só a dizer que o sistema de que o Diogo fala no mais recente post da mafia dos escritorios dos advogados e que voçê refere foi feito por democratas,pessoas que andam sempre com a palavra democracia na boca,pessoas que dizem sempre mal dos estadistas.

A maior parte deles usa avental,aventais esses que apenas estadistas os souberam meter na ordem.

Se voçê não consegue entender isto eu mais nada posso fazer.

O povo só poderá ser defendido quando tiver um deles a mandar.

E tal só pode surgir fora do sistema partidario completamente corrompido e viciado.

Ao menos que alguns leitores do blog,(que não são assim tao poucos) percebam o que eu digo.

Anónimo disse...

The following study says that it only takes a minority of 5% to influence the crowd's direction.


Study proves 95% of people really are sheeple


Wednesday, January 18, 2012 by: Mike Bundrant

(NaturalNews) Scientists at the University of Leeds have conducted research that proves the tendency many have to act like sheep, unwittingly following crowd as if they didn't possess a reasoning mind. While this tendency may have its uses in some situations, such as planning pedestrian flow in busy areas, it doesn't inspire a ton of hope for humankind.

The study showed that it takes a minority of just five percent to influence a crowd's direction - and that the other 95 percent follow without even realizing what is going on.

Professor Krause, with PhD student John Dyer, conducted a series of experiments in which groups of volunteers walked randomly around a large hall. Within the group, a few received instructions regarding where to walk. Participants were not allowed to communicate with one or intentionally influence anyone.

The findings in all cases revealed that the informed individuals were followed by the others in the crowd, forming a self-organizing, snake-like structure (or flock of sheep, take your pick).

"We've all been in situations where we got swept along by a crowd," said Professor Krause. "But what's interesting about this research is that our participants ended up making a consensus decision despite the fact that they weren't allowed to talk or gesture to one another. In most cases the participants didn't realize they were being led by others at all."

A democracia!

Anónimo disse...

http://2.bp.blogspot.com/-XamZSlJcNMA/TwNPYZ_DEQI/AAAAAAAAAiQ/1hKFsDQ2lYI/s1600/banana.jpg

Carlos disse...

Caro N
“Termino só a dizer que o sistema de que o Diogo fala no mais recente post da mafia dos escritorios dos advogados e que voçê refere foi feito por democratas, ...”

Que eu refiro que foi deito por democratas?...

Eis o que disse;
“Veja-se a última postagem do Diogo sobre a forma como se legisla. É tão confuso e entregue a um grande grupo privado, com interesses duvidosos, ...”, repito, com interesses duvidosos; “...que só quem tem capacidade económica para pagar a um advogado que esteja dentro do assunto/sistema é que se pode defender, etc.”

Portanto eu condeno este comportamento não democrático.

Reveja o que disse na totalidade;
“Um sistema que é criado para propositadamente poder enganar, roubar, etc, é um sistema/forma de subjugação (ditadura disfarçada). Veja-se a última postagem do Diogo sobre a forma como se legisla. É tão confuso e entregue a um grande grupo privado, com interesses duvidosos, que só quem tem capacidade económica para pagar a um advogado que esteja dentro do assunto/sistema é que se pode defender, etc.
É retirar poder ao povo, para que não possa impedir de ser roubado. Ninguém, ou qualquer povo que tenha o poder de não se deixar roubar, se deixa roubar.
Novamente, como o Diogo demonstrou, este sistema dá poderes aos grandes grupos e não ao povo.
Chamar a este sistema que retira poder ao povo, democrático, é errado. Como você chama a isto democracia, diz que a democracia não funciona. Como eu não chamo a isto democracia, ...”

Mais;
“O que fizeram depois do 25/4, foram uns “iluminados” que elaboraram um sistema, rotularam-no de democrático e impuseram-no ao resto da população.”


LOLLOL
Caro anónimo
Vou-lhe contar uma coisa.
O ser humano pode ser classificado da seguinte forma.
Bio-psico-socio-cultural.
Já viu bem a enormidade do “bicho”? A grandeza particular de cada secção? Agora multiplique por 4. A seguir multiplique por todas as interacções que cada secção tem com cada uma das outras. Não indo mais longe, já se está a aperceber da grandiosidade do “bicho”?
Ai estes estudos com estes pê agá dês... e as extrapolações que se pensa poder fazer...
Resumindo já são quase 2 da manhã e amanhã é dia de escola...
Nem sei porque se gastam rios de dinheiro na a lavagem ao cérebro do povo, para o formatar e o convencer a ir para a guerra, quando afinal este estudo demonstra... que basta apenas por um grupo a caminhar em direcção ao campo de batalha, para que os outros os seguiam...

PS
Afinal acabo de reparar que pela bela dentição, impecável, que não é assim tão velho.

Anónimo disse...

"Ao menos que alguns leitores do blog,(que não são assim tao poucos) percebam o que eu digo."

N,
Você nunca teve daqueles sonhos (desagradáveis) em que pensa que acorda, mas na realidade continua a sonhar ?
A merdocracia, para esta gente, é como estes sonhos.

SIED"

N disse...

SIED" brincadeiras á parte eu não acho normal certas coisas.

Uma coisa são aqueles cepos em que um gajo nem sequer vale a pena explicar nada porque eles não conseguem atingir pois estão apenas um bocado acima dos simios,agora gajos que são inteligentes acima da media e um gajo explica lhe 50 vezes,mas não é 50 vezes a diser a mesma coisa,é 50 vezes a dizer varias coisas,de forma diferente,com videos para ajudar,e nessas 50 vezes sempre a refutar os argumentos deles.

Apesar disso...
Não conseguem atingir.

Sei que há processos de lavagem cerebral muito eficazes,basta ver os comunas em que se um gajo lhes pergunta:

Como é que podes defender o comunismo se dizes defender os trabalhadores,quando o comunismo é a ideologia mais opressora e escravizadora dos trabalhadores?

E eles começam a revirar os olhos e gritam:

"FASCISMO NUNCA MAIS!"
"FASISCMO NUNCA MAIS!"

Sempre que o cerebro não consegue processar contra argumentação,eles parecem que tem um chip que os ordena para gritar "FASCISMO NUNCA MAIS"! sempre que lhes falta os argumentos.

Não sei se é um chip,se metem alguma coisa nas bebidas ,alguma especie de droga ou qualquer coisa do genero ou se tão tecnicas muito eficazes de propaganda recorrendo a repetição de slogans e frases varias veses por dia durante todas as fases das suas vidas.

Estes são iguais mas para a democracia.

Sei que há varias tecnicas,pricipalmente nos medias quando repetem a palavra democracia varias vezes numa frase,e depois associam a palavra democracia a coisas que produzem boas sensações,e outras tecnicas de manipulação de imagem e som com ondas electromagneticas.

Mas tipo,se um gajo lhes mostra aqui o antidoto,que lhes basta ler e pensar para se libertarem da hipnose e eles mesmo assim não conseguem.

Há qualquer coisa aqui de facto,brincadeira á parte,que pode indiciar que eles estão de alguma forma manipulados por tecnologia muito avançada que tenha a ver com controle mental.

Não é normal isto SIED...

Eles pareçem que foram doutrinados em incubadoras para defender a democracia,mesmo que sejam prejudicados por ela,e que não faça qualquer sentido a defender.

Anónimo disse...

Ó N
Como é que vocês querem que eles matem a "mãe" se esta lhes continua a dar prazer.
É sado-masoquismo é verdade mas na realidade é prazer que sentem! só pode!
Mas os modernaços da psicologia explicavam isso com o dito complexo de Édipo

Anónimo disse...

Qual mãe?

Esta terceira republica democratica é um gigante caralho enfiando no cú dos portugueses desde há 30 anos.

E os portugueses não se importam de tar de joelhos a levar nele...

Porque de 4 em 4 anos podem votar e escolher outro caralho para lhes ser enfiado no cú.

Anónimo disse...

1.Crime organizado. A imigração do leste foi acompanhada pela instalação de Portugal de verdadeiras máfias russas e ucranianas que operam de forma extremamente violenta, o que terá contribuído para o aumento da criminalidade organizada. Estas máfias procuram controlar estes imigrantes. Salvo alguns casos ainda raros, estas máfias tem-se limitado a actuar junta das próprias comunidades de imigrantes do leste extorquindo-lhes dinheiro. A morte de muitos destes imigrantes tem sido atribuída à acção destes mafiosos, onde actuam também portugueses.

2.Tráfico de seres humanos. Uma verdadeira rede de tráfico de mulheres do leste para a prostituição está estabelecida em toda a Europa, Portugal neste contexto não foge à regra. Muitas destas mulheres são trazidas por máfias russas, ucranianas, moldavas, romenas e até albanesas. Para além deste tráfico regista-se igualmente um crescente aumento do número de casos, envolvendo a venda de crianças por ciganos romenos.

http://imigrantes.no.sapo.pt/page2Leste.html

Anónimo disse...

http://www.dailymotion.com/video/xfgxp3_white-slave-trade-in-israel-dr-william-pierce_news

Isto é para o ultimo anonimo.

Havia mais videos mas a inquisção democratica,inimiga da verdade anda sempre a retirar a verdade,pois teme a mesma pois a democracia vive da mentira.

O trafico de mulheres do leste internacional é feito por judeus da russia,e não por russos eslavos.

Voçês confundem naturalidade com raça.

Se tiver um guinense aqui a fazer mutilação genital ás mulheres como acontece em setubal por exemplo(exemplo de terceiro mundismo e o que a democracia está a fazer a Portugal),como ele tem nacionalidade portuguesa,os media dizem que é um "português" e uma rede de "portugueses" a fazer isso.

Mas quando se olha para as coisas sem ser de forma superficial,vemos que as coisas não são bem como nos contam.

Anónimo disse...

Há uma mafia que faz trafico de mulheres há decadas,são portugueses e até bem conhecidos.

Encontra se no estadio do dragão,e os juizes só não emitem mandatos e a pj só não vai lá os prender porque não querem,porque esta republica é a republica dos pedofilos,e os pedofilos que usefruem de trafico humano de menores obviamente darão sempre cobertura a outros do mesmo negocio.

São os frutos do 25 de abril...

E ainda há quem tenha orgulho neste regime.

Não lhes desejo que nenhum filho ou filha uma dia seja raptada para ser prostituido(a) porque isso não se deseja a ninguem,mas ás vezes parece que só assim é que ganhariam vergonha na puta da cara.

Mentiroso disse...

Artigos sobre este assunto não são novidade, mas como parece que a ideia não tem passado, são da máxima utilidade. Lembremo-nos de que há já mais anos do que seria desejável, o impostor do Bagão, que se faz passar por cristão, o maldito, vem anunciando as suas ideias exactamente na mesma linha que a Leiteira. Usa termos mais camuflados, mas aponta no mesmo exacto caminho.
Os tribunais condenam os violadores dos Direitos Humanos, quando podem... Não é permitido expressar as suas ideias quando estas contrariam esses Direitos, nem sobre ideias racistas ou de muitos modos discriminatórios. Assim, como compreender que gente desta estirpe possa apregoar a sua profunda e enraizada maldade? Sem sombra de dúvida que infringem a legislação universal neste âmbito.