sexta-feira, março 29, 2013

O Decreto-Lei 111/2012, de 23 de Maio garante aos privados das referidas parcerias lucros fabulosos para sempre



Perante as exigências da renegociação dos contratos das Parcerias Público-Privadas (PPP’s), o governo veio rapidamente publicar um decreto-lei, o Decreto-Lei 111/2012, de 23 de Maio. Este documento garante aos privados das referidas parcerias lucros fabulosos para sempre (salvo seja, porque o povo não vai deixar que estes e outros roubos continuem).

O Decreto-Lei n.º 111/2012, de 23 de Maio, que tem por objecto a definição de normas gerais aplicáveis à intervenção do Estado na definição, concepção, preparação, lançamento, adjudicação, alteração, fiscalização e acompanhamento global das parcerias público-privadas determina que "da aplicação do presente diploma não podem resultar alterações aos contratos de parcerias já celebrados, ou derrogações [anulações] das regras nelas estabelecidas, nem modificações a procedimentos de parceria lançados até à data da sua entrada em vigor."


*************************************



Paulo Morais, professor universitário - Correio da Manhã – 19/3/2013


Abolição das PPP


Os contratos das parcerias público-privadas (PPP) com que o Estado se comprometeu transformaram os cidadãos em servos vitalícios de alguns grupos económicos, ou seja, em escravos.

As PPP representam um compromisso anual de vários milhares de milhões de euros, um verdadeiro cancro para as finanças públicas da atual e das próximas gerações. Em primeiro lugar, geram para os concessionários, em particular das PPP rodoviárias, rentabilidades anuais obscenas, da ordem dos 17%, ou até mais. O rendimento é garantido. Cada troço de autoestrada obriga o Estado a um pagamento diário… independentemente de lá passar um único carro. Por outro lado, o Estado ainda paga prémios pela diminuição da sinistralidade, que representam largos milhões para cada autoestrada. É certo que também há penalização pelo acréscimo de acidentes, mas as multas são incomparavelmente mais baixas do que os prémios, pelo que os privados ficam (como sempre) beneficiados. Favorecidos numa relação de um para cem ou até mais! Por último, os governos têm negociado, ao longo de anos, ruinosos acordos de "reposição de reequilíbrio financeiro". Já no início do século, na Ponte Vasco da Gama, a primeira das PPP, o Estado atribuía uma verba de 42 milhões de euros à Lusoponte, para a compensar por um aumento de taxas de juro, mas nunca a concessionária pagou quando as taxas diminuíam. Estas práticas reiteradas transferiram milhares de milhões para os concessionários. Em 2011, só nas PPP rodoviárias, para despesas correntes de cerca de oitocentos milhões de euros, os pedidos de reequilíbrio financeiro foram de… novecentos milhões. Só há agora uma forma de nos libertarmos deste jugo: abolir o negócio das PPP. Pela via da renegociação dos contratos, reconversão do modelo em concessão ou, pura e simplesmente, expropriação dos equipamentos e infraestruturas. E sem sequer consagrar direitos adquiridos aos concessionários. Em primeiro lugar, porque os contratos são leoninos, os direitos foram obtidos ilegitimamente. Mas sobretudo porque quando se libertam servos, como quando se procedeu à abolição da escravatura, não se podem, nem devem, manter intactos os direitos dos esclavagistas.

40 comentários:

PEDRO LOPES disse...

Todas as PPP são para abolir sem excepção.

E em vez de indemnizar os concessionários, estes devem ser condenados e presos sem julgamento.

E agora que virou moda confiscar dinheiro, as contas destes labregos das PPP devem ser confiscadas a 100%. Esse dinheiro que deve ser uma boa fortuna serve para relançar a economia e melhorar serviços estatais.

menvp disse...

Democracia Representativa... sim mas... com uma REDUÇÃO DO PODER DOS POLÍTICOS e uma MAIOR SUPERVISÃO exercida pelo Contribuinte [um sistema menos permeável a lobbys]!
.
De facto, não é muito difícil de perceber que é um imperativo... retirar poderes aos políticos; alguns exemplos:
1- Auto-estradas 'olha lá vem um', nacionalização de negócios "madoffianos" (ex: BPN), etc… anda por aí muito pessoal a querer mandar naquilo que não é seu - o dinheiro dos contribuintes - consequentemente, como é óbvio, o Contribuinte tem de defender-se: "O Direito ao Veto de quem paga" [blog 'fim-da-cidadania-infantil'].
.
2- Político armado em 'milagreiro económico', é político que quer carta branca para pedir empréstimos...
-> Contrair dívida (para isto, ou para aquilo) pode conduzir a uma ESPIRAL RECESSIVA: o aumento de impostos para pagar a Dívida Pública... provoca uma diminuição do consumo... o que provoca um abrandamento do crescimento económico... o que, por sua vez, conduz a uma diminuição da receita fiscal!
Por outras palavras: pedir dinheiro emprestado é um assunto demasiado sério para ser deixado aos políticos!!!
-> Será necessário uma campanha para motivar os contribuintes a participar... leia-se, votar em políticos, sim, mas... não lhes passar um 'cheque em branco'!... Leia-se, para além do "O Direito ao Veto de quem paga", é urgente uma nova alínea na Constituição: o Estado só poderá pedir dinheiro emprestado nos mercados... mediante uma autorização expressa do contribuinte - obtida através da realização de um REFERENDO.

PEDRO LOPES disse...


Há certas coisas para as quais há sempre dinheiro.

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=72238

Porque será?
Não entendo!

PEDRO LOPES disse...


Para maiores de 18:

http://www.youtube.com/watch?v=Ab05nrcij_k

Manuel Galvão disse...

os contratos PPP são contratos de garantia de rentabilidade de investimentos. O que é justo é que os compromissos do estado sejam limitados a um indexante. A taxa euribor, por exemplo, como tem sido feito com os empréstimos para aquisição de habitação própria.

PEDRO LOPES disse...

"A defesa do território já não é o principal objectivo do novo Conceito Estratégico."

http://www.publico.pt/portugal/jornal/missoes-de-paz-da-ue-e-nato-passam-a-ser-a-prioridade-das-forcas-armadas-26350460

Claro. É coerente com o resto das politicas. Se já não temos independência para quê forças armadas?

"Missões de paz da UE e NATO".

Claro. A mercenização é que é o caminho.
Gostava de saber qual o orgulho que um militar sente em ir fazer guerra pelo mundo fora a mando de banqueiros.

N disse...

"Claro. É coerente com o resto das politicas. Se já não temos independência para quê forças armadas?"

E vais recuperar a soberania como?

O debate da razão da existência ou justificação das Forças Armadas Portuguesas é surrealismo democrático no seu melhor.

E esse "debate" é patrocinado por quem nos quer ver enfraquecidos,foi por acaso que "sem querer" sairam os comentários dos americanos sionistas a dizerem que os militares Portugueses tinham a mania das grandezas e de querer comprar equipamentos caros e blá blá blá...?

Obviamente que tal "fuga" de informação foi meticulosamente planeada para meter a opinião pública Portuguesa contra os seus próprios militares.

E depois de lançarem o tema os fazedores de opinião e os lacaios pagos para a propaganda on-line inundam os blogs e jornais on-line com comentários anti-militaristas para daí tentarem controlar a opinião pública para mais tarde quando os políticos mercenários democratas quiserem fazer cortes no orçamento ou quiserem fazer passar a mensagem que o défice é devido aos maus gastos das Forças Armadas como o bilderberg aguiar branco fez,ou para fecharem as academias militares,etc,o gado que já foi instrumentalizado pela propaganda democrática irá assim estar do lado da escumalha democrata política contra as Forças Armadas Portuguesas.

A merda da ue vai acabar e Portugal vai continuar e erguer-se novamente.

A ue tem prazo de validade e começa já a cheirar a bolor...

Portugal é eterno custe o que custar.

A ue passa e Portugal continua, por isso deixa os burocratas grunhir à vontade

PEDRO LOPES disse...

"A ue tem prazo de validade e começa já a cheirar a bolor..."

É um cheirete a podre que já nem se aguenta.

Olha lá a bela merda aqui temos:

http://www.lacomeuropeenne.fr/wp-content/uploads/2012/10/meme1_europe4all.jpg


N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

http://omsilanoican.blogspot.pt/2013/01/vladimir-bukovsky-eu-ussr.html

Já fiz um post em relação a isso...

Quanto mais multiétnico,multiracial e multireligioso for inundada a Europa mais os judeus se sentem à vontade como povo não-nativo, e ao mesmo tempo destroem sentimentos patrióticos e tradicionais visto que as raizes dos povos nativos vão sendo aniquiladas e substituídas por sociedades cosmopolitas de bovinos consumidores,ou seja,os escravos perfeitos espiritualmente degenerados e sem qualquer sentimento de pertença à terra onde vivem,logo jamais lutarão por ela.

Daí a importância do estado-nação,pois este é orgânico.

Na ue as pessoas(apátridas e cosmopolitas) estão ao serviço da economia e esta ao serviço da finança especulativa.

No estado-nação a soberania pertence ao povo nativo,logo é a economia que está ao serviço das pessoas e estas ao serviço da nação que por sua vez se constroi e se molda consoante os interesses e vontades dos nativos.

A ue é uma organização neo-marxista culturalmente e politicamente.
O marxismo quando viu que não podia penetrar à força no ocidente vestiu uma nova capa de "social-democracia" e foi-se espalhando através de propaganda dos média,da educação escolar,através da música,filmes,livros,revistas,etc..

A dita "direita" do espectro político,os neo-conservadores,tipo os cds,venderam-se ao grande capital judeu e alinharam no jogo e criaram então o palco final do circo democrático e da charada "esquerda democrática" versus "direita democrática".

A ue foi uma armadilha desde o início que consistiu na destruição da nossa indústria e sustentabilidade alimentar,na sabotagem moral e racial do povo Lusitano,e por fim na sabotagem económica endividando-nos propositadamente para ficarmos reféns dos agiotas e terroristas da alta finança.

Contra isso só o nacionalismo revolucionário é solução e a construção de um estado-nação soberano que seja capaz de criar um povo nativo muito mais educado,mais forte psicológicamente,no fundo uma casta superior Lusitana que depois de estar no topo nivele tudo abaixo ao seu nível ou aproximado, para dessa forma termos todo um povo Lusitano de elevado nível.

Pedro Lopes disse...


1940:

http://trutube.tv/video/5321/NEW-WORLD-ORDER-PLEDGED-TO-JEWS

Pedro Lopes disse...


Herpes

http://unityofnobility.com/2013/02/25/nyc-approved-rabbi-infant-penis-sucking-ritual/

Pedro Lopes disse...

Uma vez que este blog está meio morto, vou lançar uma provocação.

Albert Einstein.

O Deus da Ciência.

Desde há uns anos a esta parte de vez em quanto questionei-me sobre o motivo pelo qual sempre que se fala em ciência aparece a fuça do Einstein.

É nas escolas, é na TV, é nos filmes, é em publicidade a medicamentos(Droga) para a cabeça e mais um par de botas.

Porquê este endeusamento deste paspalho quando houve milhares de cientistas Europeus, Russos, Americanos, Asiáticos que fizeram tantas descobertas?

O Chefe do programa espacial Americano era Alemão(Von Braun).
O Chefe do programa espacial soviético era Russo(Serguei Korolev).

Um dos mais fantásticos cientistas do Sec XX era um Sérvio(Tesla).

Mas foda-se. É só Albert Einstein e a o seu bigode por todo o lado.

Porque será?
Era por ser membro da Judiaria?

E=mc^2. E depois? Que aplicações isto tem na pratica?ZERO.

Anónimo disse...

"Já se passaram 39 anos, mas os palhaços abrileiros do costume continuam a celebrar a sua patética revolução e a falar em "grandes resultados da democracia".

Presumo que estes "grandes resultados" sejam os cerca de 20% de desemprego a que a nação chegou.

Ou os 50% de desemprego jovem.

Ou o estado de penúria a que chegou a cultura em Portugal.

Ou a forma como derreteram irresponsávelmente as reservas de ouro do Banco de Portugal.

Ou os cerca de meio milhão de mortos produzidos pela "humanitária" descolonização.

Ou a destruição das pescas portuguesas.

Ou a destruição da agricultura portuguesa.

Ou a destruição da indústria naval.

Ou a destruição da economia portuguesa em termos gerais.

Ou a destruição do escudo português em troca da desgraça do Euro.

Ou os inúmeros escândalos de corrupção que cada vez nos revelam mais e melhor o tipo de lixo humano que tem estado à frente dos destinos de Portugal.

Ou a emigração em massa de jovens licenciados para fora do país.

Ou a redução de Portugal a um rectângulo geográfico insignificante no concerto das nações.

A lista podia continuar por muito, muito mais, mas não valeria a pena estar aqui a fazer uma listagem exaustiva dos males da nação.

Enche-me de raiva, ver os velhos imbecis gordos, que encheram o cu à custa do 25 de Abril, a passeram pelas ruas com os slogan's abrileiros do costume e a fazerem-se de "amigos" do povo e da nação. Mas na realidade, aquilo que os move e sempre moveu é uma ambição pessoal sem limites. Uma ganância cega e sem consciência. Não pensam, nem se preocupam com o legado miserável que deixaram às gerações futuras.

Estes imbecis sem cérebro, os verdadeiros velhacos da nação, pavoneiam-se em grandes almoços e jantaradas com os seus amigos abrileiros. Correu-lhes bem a vida nestes últimos 39 anos. Beneficiaram dos "tachos" distribuídos pelos amigos do partido...

O que lhes interessa o futuro de Portugal? Nada. Nadinha. É esta a escumalha da abrilada. A escumalha que nos trouxe a todos à ruína e nem sequer admite que lhes digam isso. Pelo contrário, ainda acham que o que andaram a fazer nestes últimos 39 anos foi politicamente exemplar.

Este regime "democrático" e decadente em que vivemos vai-se aguentar enquanto houver dinheiro para comprar o povo. Enquanto houver dinheiro para as reformas, para os subsídios, para os funcionários públicos, para pagar aos oficiais das forças armadas, o regime irá aguentar-se.

Mas quando chegar o dia em que o dinheiro acabar e a banca internacional não nos quiser emprestar mais. O dia em que os reformados não recebam a sua reforma, os funcionários públicos não recebem ordenado e os militares também não. Nesse dia, o actual regime estará condenado à morte e o povo irá definitivamente compreender a charada política que o mesmo sempre foi.

Que não hajam ilusões, o verdadeiro sustentáculo da democracia é o dinheiro e a mesma só funciona enquanto existir dinheiro para sustentar as fantasias dos parasitas do sistema democrático. Quando o dinheiro acabar, segue-se o caos da ingovernabilidade e depois ou a ditadura ou a anarquia. Ao longo da História sempre foi assim que as sociedades funcionaram e nada parece ter mudado...

O lixo humano que tem governado Portugal desde o 25 de Abril, todos eles sem excepção, inúteis parasitas, oportunistas e mentirosos profissionais. Serão esquecidos. Daqui a 1000 anos, nenhum deles será lembrado, pois a sua importância na História pátria é nula. Apenas 2 ou 3 nomes poderão sobreviver em algumas notas de rodapé. Nada mais.

Os males feitos à nação por esta gente são tantos e tão graves que é dificíl encontrar palavras para descrever tal situação.

Mas a maior certeza que tenho é a de que o 25 de Abril só serviu para nos enterrar mais ainda e levar a nação para a cova.

Os parvinhos dos internacionalistas riem-se e dizem que tudo isto "era inevitável" e que "o mundo moderno é assim mesmo."

Anónimo disse...

Assim como??? Acham que os Chineses, Americanos, Angolanos, Russos, etc... querem saber de vocês para alguma coisa???

Acham que eles se preocupam???

Alguém pode mesmo acreditar que essa gente vai vir "ajudar" Portugal quando o país implodir definitivamente? Jamais! Nem pensar. Não é assim que o mundo real funciona e na realpolitik das relações internacionais o único factor determinante é o interesse nacional de cada país. Tudo o resto é conversa e areia para os olhos.

Os portugueses que metam na sua cabeça que estão sozinhos no mundo. Estamos todos metidos num barco que está lenta mas seguramente a ir ao fundo. Não adianta pedir socorro porque sai mais barato à comunidade internacional deixar-nos bater no fundo quando esse momento chegar. E para piorar a situação, estamos num barco em que todos ralham e ninguém tem razao. A continuar assim a tragédia será mesmo inevitável a breve trecho...

Este ano, não me venham com as conversas falsas dos "valores de Abril" e restante conversa para enganar os ceguinhos e pacóvios porque a minha resposta será clara e imediata: Quero que o 25 de Abril se fod@!



JJHN
15 de Abril de 2013"

Pedro Lopes disse...


Incha Porco!!!

http://economico.sapo.pt/noticias/menezes-impedido-de-se-candidatar-ao-porto_167049.html

Pedro Lopes disse...

JJHN,

Porque raio alguns artigos nos seu blog (http://historiamaximus.blogspot.pt/)desaparecem?

Esse que pôs ai sobre o 25 de Abril já foi com os porcos.



Pedro Lopes disse...


Aceitam-se apostas para o autor dos atentados de Boston.

A - Um Iraniano ligado aos guardas Revolucionários.

B - Um Sírio, a mando dos serviços secretos.

C - Um patriota Americano descontente com a proibição de vendas de armas.

D- Hipótese mais remota. Um Norte Coreano.

Votem.

N disse...

Pedro Lopes eu voto na E).

Um atentado false flag perpetuado pela ala sionista da cia para mais tarde arranjarem um bode expiatório islâmico e dizer que o mesmo estava ao serviço do Irão para assim puxar a opinião pública a favor da agenda de israel contra o Irão para mais uma vez usar os soldados americanos como chicletes em prol dos interesses judaicos e nunca pelos interesses dos americanos nativos.

P.S. Uma nova torre do aleixo foi demolida através de demolição controlada, e não é que apesar de ser muito mais pequena e ser demolição controlada caiu mesmo assim mais torta que a torre do world trade center que caiu direitinha e foi devido a um avião de acordo com a muito credível casa branca...

Tenho a certeza que os nossos média nacionais por uma questão de ética e lealdade ao povo Português vão levantar a questão se isto não será outro inside job tipo 9/11.

Aposto que a sic do judeu balsemão estará na linha da frente pela verdade.

Pedro Lopes disse...

Hummmm,

A Coisa já começa a cheirar a merda....


http://www.publico.pt/mundo/noticia/ataque-em-boston-parecese-mais-com-atlanta-ou-oklahoma-1591514

Um "perito" da comissão de inquérito aos atentados do 11 de Setembro.

Ora bem, na realidade se fosse uma false flag para rebentar com o Irão ou outro pais a coisa teria de ser mais espalhafatosa.
Isto deve ser uma "false flag" para manipular assuntos do foro interno na América.

Pedro Lopes disse...

Já começa mesmo a cheirar a merda..

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=SK8Z_SuGXvM

N disse...

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=zr545mPWnUA

A juventude "democrática"...

E nas urnas vale um voto,tanto como qualquer um de nós,porque nós "somos todos iguais",assim reza a democracia e o politicamente correcto.

Pedro Lopes disse...

"A juventude "democrática"...


Devia ir para um campo de correcção.
Ou pelo menos encher-lhe o cú de calçado para ver se atina.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Pedro Lopes a questão é muito mais profunda e séria.

Este tipo de sub-humanidade não é de todo a excepção mas sim a regra numa sociedade democrática.

Não falo da quantidade de animais abatidos para alimentar este sub-humano,nem a quantidade de água que é gasta para este sub-humano usufruir ou ainda a quantidade de árvores que são cortadas para fornecer papel a este sub-humano,já nem vou por aí...

Esta "amostra" democrática é o exemplo de uma grande parte da sociedade Portuguesa democrática e só mostra os danos causados devido à treta da falsidade da conversa de que somos todos iguais...

Este tipo de sub-humanidade é um cancro altamente perigoso porque corroí todos os valores morais,másculos,patrioticos que fazem parta da "genética" de uma nação...

Não é por acaso que os trotskistas do be querem que se possa votar a partir dos 16 anos..
É com esta juventude que querem destruir Portugal como nação.

A democracia vive da ignorância,estupidez,alienação,falta de valores nacionalistas e femenização do homem...

Eugenia NS é a unica via para Portugal sobreviver como nação no futuro.

Caso a democracia dure muito mais tempo,esta sub-humanidade não só será maior em número como mais miscigenada,e a etnia Lusitana começa a extinguir-se dando lugar a seres inferiores apátridas,sem raça,sem etnia,sem comunidade,sem pátria,no fundo sacos de carne ambulantes narcisistas,materialistas e provavelmente chipados e com orgulho até, onde os novos "Hereges" serão os nacionalistas,livres-pensadores e heterossexuais e mulheres tradicionais.

E não estou a dramatizar,tal como não dramatizei há 4 anos quando disse que vinha a maior crise de sempre...

O constante "optimismo" é como dizia Oswald Spengler uma característica dos covardes...

O dito "pessimista" por seu lado não é que espera sempre o pior,mas prepara-se para o mesmo venha ele ou não,para dessa forma anular ou pelo menos atenuar os danos de um futuro menos risonho.

A democracia formata o gado a ser optimista quase como uma espécie de fé cega...

Perguntam muitas vezes ao formatado democrático:

"Mas acha que isto vai melhorar?"

E o formatado democrático responde:

"Acho que sim,sou optimista"..

Mas porquê ser optimista se a realidade mostra que esta forma de regime e seus actores são factualmente corruptos,traidores e incompetentes?

Porque o optimismo é mais fácil para o covarde não enfrentar a dura realidade.

O seu optimismo em nada é sustentado em argumentação válida para esperar melhoras com esta 3ª Republica e estes protagonistas.

Portugal actual faz lembrar a história daquele menino que sozinho gritou:"O rei vai nú"...

O então rei fez crer que tinha uma roupa que era invisivel e como tal muito cara mas que estava muito na moda,e o gado,a maioria portanto,os que são mais nas urnas e onde todos valem o mesmo,disseram entre eles:"Aquelas roupas são de facto muito chiques e tal,o rei tem muito bom gosto".

O menino que não estava formatado e pela irreverência que ainda possuía foi politicamente incorrecto e aponta para o óbvio.

Portugal precisa de irreverência!!!

Pedro Lopes disse...

N,

Excelente analise.

Sobre isto:

""Mas acha que isto vai melhorar?"

E o formatado democrático responde:

"Acho que sim,sou optimista".."


Eu sempre fui pessimista. Até no futebol acho sempre que o meu clube ou a Selecção vai perder o próximo jogo. Ou que alguma coisa que tenho para fazer vai correr mal.
Até tenho medo de andar de Avião ou de autocarro.

E de facto constato esse comportamento de optimismo cego em muita gente que conheço.
Tipo "Há que pensar positivo". E dão uma palmada nas costas com um sorriso.
Ser pessimista não é ser triste, ou andar triste. As pessoas confundem estes dois sentimentos.

O Optimismo excessivo por vezes pode ser até desleixo.
Julgar que as coisas correm bem por sorte ou porque "merceçemos" e sem as pensar e planear devidamente.

Pedro Lopes disse...



Hummm,

http://imgur.com/a/sUrnA







Thor disse...

"A ue é uma organização neo-marxista culturalmente e politicamente.
O marxismo quando viu que não podia penetrar à força no ocidente vestiu uma nova capa de "social-democracia" e foi-se espalhando através de propaganda dos média,da educação escolar,através da música,filmes,livros,revistas,etc."


so true...

Thor disse...

eu subscrevo totalmente o Pedro Lopes e o N na questão do optimismo/pessimismo.
além de também não ser optimista, os optimistas irritam-me, parece que evitam pôr os olhos naquilo que é desagradável e acham que as coisas vão correr bem, só "porque sim", sem saberem explicar muito bem como ou porquê.
é fé pela fé, mais nada...

Thor disse...

"
Tenho a certeza que os nossos média nacionais por uma questão de ética e lealdade ao povo Português vão levantar a questão se isto não será outro inside job tipo 9/11.

Aposto que a sic do judeu balsemão estará na linha da frente pela verdade."


obviamente que todos entendemos essa ironia não tão subtil como isso... ;)

N disse...

"Eu sempre fui pessimista. Até no futebol acho sempre que o meu clube ou a Selecção vai perder o próximo jogo. Ou que alguma coisa que tenho para fazer vai correr mal"

Não foi bem isso que eu quis dizer...

Exemplo desportivo:

Eu acredito que a selecção vai ganhar porque tenho factualmente garantias disso,como 3 ou 4 jogadores que fazem efectivamente a diferença,porque o Paulo Bento evoluiu como treinador e já mexe melhor na equipa em desvantagem,gosto do 4-2-3-1 com o Nani por detrás do avançado ou do 3-3-4 em casos mais apertados.

Agora,não partilho do optimismo exagerado de que a selecção é "favorita" a ganhar um torneio europeu ou mundial porque efectivamente não temos um ponta de lança de nível mundial e nem um "10".

E por isso tenho confiança com REALISMO e não posso exigir o mesmo que um adepto espanhol ou alemão cujas equipas têm 3 ou 4 avançados que qualquer um deles era titular na nossa equipa e 2 ou 3 "10" idem...

Na questão da política não posso ter qualquer optimismo porque a canalha política deste regime é FACTUALMENTE corrupta,traidora,incompetente e se falharam em tempos de vacas gordas, não é em tempos de vacas magras e inseridos numa crise internacional que essa mesma canalha vai dar conta do recado.

Ter optimismo na questão política,ter optimismo que as coisas melhorem com as mesmas pessoas,partidos e regime é portanto a tal covardia que Spengler falava.

É o querer nos convencer a nós próprios que 2+2 são 5 porque é mais fácil pensar assim,porque todos pensam assim,do que enfrentar a realidade e dizer:"Alto lá, que 2+2=4 e não são 5 como nos estão a querer dizer."


N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Lemmings Gregos:"Podemos viver numa democracia igualitária,deixar os judeus e islâmicos viverem entre nós como iguais a nós que tudo vai correr bem,o multiculturalismo e a miscigenação são coisas fantásticas,o homossexualismo é uma coisa fantástica,blá blá blá"

Realidade: http://www.youtube.com/watch?v=EGFTyvnIJ6Q&list=WLDE538F19001C374F

Uma prova de força de não-nativos com mentalidade belicista e de ocupação.

Resultados da realidade:Mulheres Gregas violadas e molestadas diariamente,jovens(democráticos ou míudos tenrinhos) Gregos com medo nas escolas,comerciantes Gregos espancados...

No que diz respeito ao problema judaico e maçonico(o principal)é ver a decadência da actual Grécia,mergulhada na corrupção e na traição devido aos mercenários e anti-nacionais democratas, ocupada pelos agentes da usura e onde a fome é de tal forma que as pessoas já se agridem em filas para ter que comer.

Face à realidade contra o optimismo democrático a Golden Dawn é a solução:

http://omsilanoican.blogspot.pt/2013/02/golden-dawn-imia-2013-greatest-march.html

A Lógica é a mesma para outras nações...

http://omsilanoican.blogspot.pt/2013/02/oswald-spengler-prophet-of-western.html

A fé na democracia é uma fé de covardes.

Os realistas sabem que só o estado-nação anti-democrático é o garante da sobrevivência do povo nativo.

Pedro Lopes disse...

Pois....
http://www.ynetnews.com/articles/0,7340,L-4299673,00.html


"Face à realidade contra o optimismo democrático a Golden Dawn é a solução:"

E é uma excelente solução.

Eles tiveram 6,9% nas ultimas eleições(há um ano) e agora já vão em 12% nas sondagens. E as sondagens normalmente não lhes são favoráveis, e na realidade já devem estar mais perto dos 20%.
Todos os restantes partidos descem, menos eles.

Significa a actuação deles no Parlamento está a agradar e a impressionar os gregos.

Repara nestes filhos da Puta!!
A imprensa canalha já não lhes faz moça, agora começam a aparecer coisas destas.

https://www.youtube.com/watch?v=n0EU9vIKtvQ

Não se percebe o que dizem, mas dá para entender.

Pedro Lopes disse...


Dado que a propaganda da imprensa canalha já não é eficaz há que passar a outras medidas.

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/europa/uniao_europeia/zona_euro/detalhe/conselho_europeu_sugere_ilegalizacao_do_partido_grego_de_extrema_direita_aurora_dourada.html

N disse...

Pedro Lopes mais importante dos valores da urnas é que o peso deles é muito maior nos bairros,Forças Armadas,Claques e cada vez mais no mundo das artes e até os próprios intelectuais Gregos já começam a estar do lado deles.

Eles têm assim portanto o número+musculo+cerebro+alma.

Um movimento sustentado e orgânico portanto.

Ali reina a máxima "blood against money".
O seu apoio não é volátil,não é um apoio de "modas" ou supérfulo,é uma devoção e entrega total ao movimento,movimento nobre o orgânico cujos membros mais corajosos não hesitarão em matar e morrer por ele se necessário..

Tal fenômeno não é comprendido pela escumalha democrata burguesa,mercenária e traidora, pois eles não são leais a nada,não têm qualquer designio de vida a não ser enriquecer,não sabem o que é amor fanático patriotico,e como tal acham mesmo que difamando ou oprimindo vão partir a espinha ao Golden Dawn...

Tal escumalha democrata vai levar com a Fúria de Ares em cima que até vai andar de roda...

Quanto ao video que puseste isso é um filme de uns ciganos idiotas que decidiram cometer suicidio e ameaçar abertamente o Golden Dawn e seus menbros, isto depois de o Golden Dawn e suas milícias ter socorrido mulheres Gregas,nomeadamente senhoras mais idosas que eram alvo de agressões e roubos da ciganada.

O Golden Dawn mais uma vez foi defender o seu povo,apanhou meia duzia deles e encheu-os de porrada e um deles só não foi morto porque porque...

É também por iniciativas dessas que mesmo aquelas pessoas mais politicamente correctas e mais alienadas começam cada vez mais apoiar o Golden Dawn porque começam abrir os olhos para a REALIDADE.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

"http://www.jornaldenegocios.pt/economia/europa/uniao_europeia/zona_euro/detalhe/conselho_europeu_sugere_ilegalizacao_do_partido_grego_de_extrema_direita_aurora_dourada.html"

Que eu saiba há dinheiro por ser pago referente a vários artigos da carta dos direitos humanos.

Sem esse dinheiro ser pago nenhum dos artigos tem qualquer credebilidade.

E queixas já foram apresentadas,e que não avançando outro artigo está a ser violado como o da negação do direito à justiça.

Quando balsemãos e companhias pagarem o que devem então aí talvez possam tentar,e repito,tentar argumentar com os "direitos humanos",e digo tentar porque se formos falar de racismo temos que falar do talmud e da atribuição de casas a não-nativos ao passo que os nativos andam a ser postos fora de casa,e tais casas terem sido oferecidas com o argumento da cor da pele,logo racismo anti-nativo subsidiado com o dinheiro do nativo ainda por cima.

Já se meteram com quem não deviam em 2008 e continuam a não aprender...
Ainda há de chegar o dia que muitos deles hão de implorar para pagar indemnizações que devem e já será tarde e estarão de cana e com os bens penhorados e nacionalizados...

Anónimo disse...

http://nonas-nonas.blogspot.pt/2013/04/rituais-judaicos.html

Não admira que os judeus e a maçonaria estejam na linha da frente na pedofilia...

Começa logo desde pequeno o bebé a ser molestado.
Ainda querem fazer crer que há alguma coisa de "europeu" num judeu.

Pedro Lopes disse...


Mas o que caralho andavam forças de segurança privada(Craft/Blakwater) na maratona de Boston?

http://www.naturalnews.com/039977_The_Craft_Boston_marathon_private_military_contractors.html#ixzz2Qq17yJb9