quinta-feira, janeiro 09, 2014

O misterioso e prolongado sucesso da minoria judaica na Alemanha


Wikipedia - Sir Arthur Wynne Morgan Bryant (na foto ao lado), (18 de Fevereiro de 1899 – 22 de Janeiro de 1985), foi um historiador britânico muito popular e colunista do Illustrated London News. Os seus numerosos livros incluem estudos da História inglesa dos séculos dezoito e dezanove.

No seu livro Unfinished Victory [1940 - Vitória Incompleta], o historiador Sir Arthur Bryant descreve o poder judaico na Alemanha entre as duas Guerras Mundiais (pp. 136-144):

Foram os judeus com as suas ligações internacionais e o seu talento hereditário para a finança que melhor foram capazes de aproveitar estas oportunidades. Fizeram-no com tal sucesso que, mesmo em Novembro de 1938, depois de cinco anos de legislação anti-semita e perseguição, eram ainda donos, segundo o correspondente da Times em Berlim, de qualquer coisa como um terço da propriedade imobiliária do Reich. A maior parte dela caiu-lhes nas mãos durante a inflação. Mas para aqueles que perderam tudo, esta desconcertante transferência pareceu uma monstruosa injustiça. Depois de prolongados sofrimentos tinham agora ficado privados dos seus bens. Viram-nos passar para as mãos de estranhos, muitos dos quais não tinham partilhado os seus sacrifícios e pouco ou nada se importavam com a bandeira e tradições nacionais. Os judeus obtiveram uma formidável ascendência na política, nos negócios e nas profissões académicas, não obstante constituírem menos de um por cento da população."

"Os bancos, incluindo o Reichsbank [Banco Central Alemão] e os grandes bancos privados, eram praticamente controlados por eles. Assim como o negócio das editoras, o cinema, os teatros e grande parte da imprensa, de facto, todos os meios que formam a opinião pública num país civilizado. O maior jornal do país com uma circulação diária de quatro milhões de unidades era um monopólio judeu. De ano para ano era cada vez mais difícil a um gentio (não-judeu) aceder ou manter-se nalguma profissão privilegiada. Nesta altura não eram os 'Arianos' que praticavam discriminação racial. Era uma discriminação que funcionava sem violência. Era exercida por uma minoria contra uma maioria. Não havia perseguição, apenas eliminação. Era o contraste entre a riqueza desfrutada e faustosamente ostentada por estranhos de gostos cosmopolitas, e a pobreza e a miséria dos alemães nativos, que tornou o anti-semitismo tão perigoso e uma força ameaçadora na nova Europa. Pedintes montados a cavalo são raramente populares, e menos ainda aqueles que acabaram do vos deitar abaixo da sela.
"


******************************************


As palavras de Arthur Bryant redigidas em 1940, em plena Guerra Mundial, parecem plagiadas de um texto de Eça de Queirós escrito sessenta anos antes:




Eça de Queirós

Cartas de Inglaterra 1877-1882

O motivo do furor anti-semítico é simplesmente a crescente prosperidade da colónia judaica, colónia relativamente pequena, apenas composta de quatrocentos mil judeus; mas que pela sua actividade, a sua pertinácia, a sua disciplina, está fazendo uma concorrência triunfante à burguesia alemã.

A alta finança e o pequeno comércio estão-lhe igualmente nas mãos: é o judeu que empresta aos estados e aos príncipes, é a ele que o pequeno proprietário hipoteca as terras. Nas profissões liberais absorve tudo: é ele o advogado com mais causas e o médico com mais clientela: se na mesma rua há dois tendeiros, um alemão e outro judeu, o filho da Germânia ao fim do ano está falido, o filho de Israel tem carruagem! Isto tornou-se mais frisante depois da guerra: e o bom alemão não pode tolerar este espectáculo do judeu engordando, enriquecendo, reluzindo, enquanto ele, carregado de louros, tem de emigrar para a América à busca de pão.

Mas se a riqueza do judeu o irrita, a ostentação que o judeu faz da sua riqueza enlouquece-o de furor. E, neste ponto, devo dizer que o Alemão tem razão. A antiga legenda do israelita, magro, esguio, adunco, caminhando cosido com a parede, e coando por entre as pálpebras um olhar turvo e desconfiado – pertence ao passado.

O judeu hoje é um gordo. Traz a cabeça alta, tem a pança ostentosa e enche a rua. É necessário vê-los em Londres, em Berlim, ou em Viena: nas menores coisas, entrando em um café ou ocupando uma cadeira de teatro, têm um ar arrogante e ricaço, que escandaliza. A sua pompa espectaculosa de Salomões "parvenus" ofende o nosso gosto contemporâneo, que é sóbrio. Falam sempre alto, como em país vencido, e em um restaurante de Londres ou de Berlim nada há mais intolerável que a gralhada semítica. Cobrem-se de jóias, todos os arreios das carruagens são de ouro, e amam o luxo grosso. Tudo isto irrita.

Mas o pior ainda na Alemanha é o hábil plano com que fortificam a sua prosperidade e garantem o luxo, tão hábil que tem um sabor de conspiração: na Alemanha, o judeu, lentamente, surdamente, tem-se apoderado das duas grandes forças sociais – a Bolsa e imprensa. Quase todas as grandes casas bancárias da Alemanha, quase todos os grandes jornais, estão na posse do semita. Assim, torna-se inatacável. De modo que não só expulsa o alemão das profissões liberais, o humilha com a sua opulência rutilante e o traz dependente pelo capital; mas, injúria suprema, pela voz dos seus jornais, ordena-lhe o que há-de fazer, o que há-de pensar, como se há-de governar e com que se há-de bater!

Tudo isto ainda seria suportável se o judeu se fundisse com a raça indígena. Mas não. O mundo judeu conserva-se isolado, compacto, inacessível e impenetrável. As muralhas formidáveis do Templo de Salomão, que foram arrasadas, continuam a pôr em torno dele um obstáculo de cidadelas. Dentro de Berlim há uma verdadeira Jerusalém inexpugnável: aí se refugiam com o seu Deus, o seu livro, os seus costumes, o seu Sabbath, a sua língua, o seu orgulho, a sua secura, gozando o ouro e desprezando o cristão. Invadem a sociedade alemã, querem lá brilhar e dominar, mas não permitem que o alemão meta sequer o bico do sapato dentro da sociedade judaica.

Só casam entre si; entre si, ajudam-se regiamente, dando-se uns aos outros milhões – mas não favoreceriam com um troco um alemão esfomeado; e põem um orgulho, um coquetismo insolente em se diferençar do resto da nação em tudo, desde a maneira de pensar até à maneira de vestir. Naturalmente, um exclusivismo tão acentuado é interpretado como hostilidade – e pago com ódio.»

44 comentários:

Pedro Lopes disse...


Muito bom texto.

Mas a malta por ai prefere dar ouvidos aos "horrores" dos nazis.
O horror provocado por estes pulhas não interessa.

O Modus operandus dessa escumalha é sempre a mesma.
Sequestro do poder financeiro e do poder mediatico em primeiro lugar. Depois assambarcam outras coisas.

Arthur Sionista disse...


Pedro Lopes,

O sucesso dos judeus não se deu exclusivamente no ramo bancário, alias as maiores instituições bancarias da alemanha eram protestantes, mas estes também eram advogados, engenheiros, cientistas, matematicos, filosofos, psicologos e médicos.........para se ter ideia um dos fatores da alemanha ter perdido a guerra foi a expulsão das maiores cabeças pensantes da alemanha, todos judeus, e estes foram muito bem aproveitados pelos aliados.......os horrores nazistas se devem ao foto de terem iniciado e fomentado um conflito de amplitude mundial, terem assassinado seus oponentes, comunistas, homossexuais e doentes mentais e terem iniciado a indústria da morte seletiva, aonde os campos de concentração não passavam de campos de morte em escala industrial contra a etnia judaica, e outras, acredite ou não BOA PARTE DOS MORTOS SEM TER NENHUMA LIGAÇÃO COM O RAMO FINANCEIRO...........de resto sugiro filtrar um pouco vosso ódio e inveja, único modus operanti que o senhor conhece é do fracasso e da passividade..........passar bem

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=CPowk1e7Xbs

Coitados,eles são apenas uma vítimas que só queriam pilhar,roubar,parasitar,degenerar,especular e sabotar as nações,pátrias e cidades onde estavam hospedados.

Pedro Lopes disse...


Arthur Sionista,

Lindo nick, sem dúvida.

Antes de debater qualquer assunto consigo, lei este artigo.
Ele contém informação factual e bem concreta.

http://zioncrimefactory.com/the-six-million-myth/

Se isto não o fizer abrir os olhos, não vale a pena discutir mais nada.

Ricardo Mallamud disse...


Quem conhece o povo alemão, sua capacidade, sua inteligência e competência, suas industrias mecânicas e automobilisticas, entre outras sabe muito bem que para sair da crise que se encontravam após a I guerra mundial, não precisavam embarcar na barca furada do nazismo a opção errada e os erros de escolha acompanharão todo o povo alemão em sua história outrora gloriosa para uma história vergonhosa e sanguinária, ......a alemanha atual, uma das maiores potências do planeta denota que para sairem da crise não precisavam abraçar ideologias racistas, ditatorias, xenófobas e anti-semitas, o erro que o povo alemão carrega e sua culpa perpetuará para sempre na história da humanidade..........outra coisa sobre o artigo em questão nesta época ERA MODA falar mal dos judeus, no brasil tinhamos os integralistas,nos EUA tinhamos ford, e assim por diante, sempre com a mesma ladainha e mantra, assim nada me causa espanto no artigo citado, artigo que ia no vácuo de tantos outros SEM SENTIDO E RAZÃO.........

Arthur Sionista disse...

Caro pedro lopes,

me passe links e sites que valham a pena ler e não as baboseiras usuais...........ao anônimo, leia ""OS JUDEUS, O DINHEIRO E O MUNDO do francês ATTALI, lá vc. encontrará todas as respostas das perseguições, expulsões, assassinatos, pogroms, guetos, inqusisições e holocaustos contra o povo judeu...........grande abraços a todos os colegas

Anónimo disse...


Ui, parece que vamos ter festa....
Aparecerão dois lemmings de uma assentada a bajular os parasitas semitas.....

PO disse...

"a alemanha atual, uma das maiores potências do planeta"

Ó cromo,a Alemanha nem sequer é soberana.
Tem tropas estrangeiras ocupar o território,os políticos lambem o aos judeus,e nem liberdade de pensamento e expressão há.

Já para não falar no genocídio étnico e na islamização e "turquização" da Alemanha que se não se levantar rapidamente e correr com o parasita judeu, corre o risco de se extinguir daqui por 50 ou 60 anos a nível étnico.

A questão do holoconto é muito fácil de explicar.

A verdade não teme investigação.

Mas o porco judeu legisla para impedir qualquer investigação ao holoconto.

O Germânico por sua vez quer investigar,mas é impedido pelo seu próprio governo, ocupado diga-se.

É a mesma coisa que eu ser uma patrão de uma empresa e ter dois trabalhadores,um Germânico e o outro judeu.
Entretanto noto que me estão a roubar na empresa e que só pode ser um deles ou quiçá os dois.
Vou ter com eles e pergunto:

"Apercebi-me de desvios de dinheiro na empresa e só pode ser um de vocês os dois,qual de vocês é?"

E os dois respondem:

"Eu não sou".

E eu digo:"Então vou pedir uma auditoria para descobrir".

E o Germânico diz:"Por mim optimo."

Já o judeu diz:" EPAH,isso não!Auditoria não,tudo menos isso".

Quem é que acham que é o ladrão da empresa?

Hum hum?

Com a história do holoconto é a mesma coisa.
Aquele que impede a investigação é o que está a mentir e tem medo da verdade.

O judeu é,sempre foi,e sempre será, um mentiroso,vigarista e manipulador.

Arthur Sionista disse...

É ANÔNIMO, PELO MENOS DOIS QUE NÃO SE ESCONDEM ATRÁS DA ALCUNHA DO ANONIMATO, HOMENS E NÃO PARASITAS, PARASITAS SÃO AQUELES QUE SE ESCONDEM POIS NÃO SÃO HOMENS O BASTANTE PARA RESPONDER PELOS SEUS ATOS, VERMES QUE PREFEREM ODIAR, ATACAR E INVEJAR E SE CONTENTAM EM FICAR NO LIMBO DE SUA INÚTIL EXISTÊNCIA.......... DE RESTO MANTENHA-SE NA SUA INSIGNIFICÂNCIA HABITUAL

Arthur Sionista disse...

PO,
vamos em partes com diz o esquartejador..........
Concordo que a Europa têm um problema sério com seus imigrantes, a grande maioria muçulmana, e realmente se nada for feito a Europa deixará de ser Europa, acredito que parte da culpa disto tenha sido A ELIMINAÇÃO DOS JUDEUS EUROPEUS DURANTE A II GUERRA MUNDIAL, os europeus fizeram um TERRIVEL troca

É mentira que o estudo sobre a II GUERRA MUNDIAL seja proibido, anualmente centenas de trabalhos de historiadores e pesquisadores sérios e competentes são publicados, E TODOS ATESTAM O HOLOCAUSTO, apenas entenda algo, o mundo e as nações civilizadas têm como principio que o racismo é um crime, e como tal deva ser extirpado e eliminado, e estes também perceberam que por trás dos trabalhos/textos/brochuras dos ditos revisionistas e/ou negacionistas há na verdade um anti-semitismo patente, há um ódio racial latente, há uma tentativa de negar o crime dos nazistas como forma de abrandar toda a filosófia anti-semita dos nazistas.............só isto, de resto achei a vossa estorinha interessante e divertida, o que pessoas como vc. e pedro lopes não conseguem responder é que os judeus não se limitam a área financeira como escrevi ácima, NUNCA TÃO POUCOS FORAM RESPONSÁVEIS POR TANTO PROGRESSO E DESENVOLVIMENTO COMO OS JUDEUS, qualquer ato revolucionario, qualquer novidade, qualquer mudança nos costumes e pensamentos, qualquer beneficio a humanidade HÁ UM TRAÇO JUDAICOS, pessoas como vc. não tem a hombridade de aceitar isto, ATÉ JESUS CRISTO era judeu.....porcos para mim são aqueles que ficam no limbo de sua inutis existência...........VCS. TÊM MUITO A APRENDER COM OS JUDEUS, enquanto isto não acontece morram de ódio e inveja

Ricardo Mallamud disse...


Arthur também gostei da historinha, o cara é tão lerdo que acho que na tua resposta você deveria desenhar.........ai vai uma piadinha bem melhor:

Um judeu esta em um café na cidade de Lisboa apreciando os pasteizinhos de Santa Clara e do Belem, quando entra um notório anti-semita......Ao ver o judeu se dirige a este e diz o seguinte:

- Acabo de retornar do Japão e lá eles não têm duas coisas: JUDEUS E PORCOS

ao que o judeu retruca:

- Sugiro então que nós dois partamos agora para o Japão assim eles terão AMBOS.....

rsrrsrsr.......entenderam ou querem que escreva mais devagar??....querem que eu desenhe???

Pedro Lopes disse...

"NUNCA TÃO POUCOS FORAM RESPONSÁVEIS POR TANTO PROGRESSO"

Exacto. Progresso tipo pedofilia, promoção da panascagem, da decadência geral, da escuta e vigilância sobre cidadão, do deboche financeiro, das dívidas publicas, da prostituição, da pornografia em todo o lado, das drogas, da miséria do caos.
Obrigadinho eih!

Na Alemanha pré-nazi, a capital Berlim era conhecida por ser o maior antro de promiscuidade do mundo. O consumo de drogas era epidémico, os teatros judeus ofereciam espectáculos de sexo gay ao vivo, a imprensa estava nas mão dos parasitas, a finança idem. A hiperinflação fazia com que um alemão pagasse 1000 marcos por uma cerveja e a segunda já custava 1500.
Que bela contribuição trazem os parasitas á Europa e EUA.

Pedro Lopes disse...



Sempre houve "invejosos". Estes então estavam todos tolhidos da cabeça com o ódio sem sentido aos parasitas.

---------------------------

«…The pan-Jewish state is the only state that can practice world governance, while all the other states can practice only national governance…Pan-Judaism is here. Enterprises change. The Jew is the same throughout the ages…»
Henry Ford

«…Certainly, the Jew is the very devil incarnate …»
William Shakespear

«The Jews are our misfortune.»
Heinrich Van Treitschke

«The Jew is by temperament anti-productive…»
Pierre Proudhon
«Marx is a Jew and is surrounded by a crowd of little, more or less intelligent, scheming, agile, speculating Jews, just as Jews are everywhere, commercial and banking agents, writers, politicians, correspondents for newspapers of all shades; in short, literary brokers, just as they are financial brokers, with one foot in the bank and the other in the socialist movement, and their arses sitting upon the German press. They have grabbed hold of all newspapers, and you can imagine what a nauseating literature is the outcome of it.»
Mikhail Bakounin

«What is the secular basis of Judaism? Practical need, self-interest. What is the worldly cult of the Jews? Haggling. What is his worldly god? Money! … What is contained abstractly in the Jewish religion — contempt for theory, for art, for history, for man as an end in himself.»
Karl Marx


«[The Jews are] such a pestilential, leprous, and publicly dangerous race that they deserved to be rooted out and destroyed even before their birth.»
Giordano Bruno

«There was never a nation more promiscuous than the Jews that never accomplished anything in arts and science and that are only remembered by a record of crimes and brutality.Every page of their chronicles will make you sick.»
Charles Fourier
«If I had power over the Jews, as our princes and cities have, I would deal severely with their lying mouth.»
Martin Luther

«I know that there are some Jews in the English colonies. These marranos go wherever there is money to be made... But whether these circumcised who sell old clothes claim that they are of the tribe of Naphtali or Issachar is not of the slightest importance. They are, simply, the biggest scoundrels who have ever dirtied the face of the earth.»
Voltaire

«The Jewish nation dares to display an irreconcilable hatred toward all nations, and revolts against all masters; always superstitious, always greedy for the well-being enjoyed by others, always barbarous - cringing in misfortune and insolent in prosperity.»
Voltaire

«Their religion permits them to rob non-Jews... This crafty race has one great principle: as long as order prevails there is nothing to be gained.»
Goethe

«…In whatever service they were allowed to enter, the Jews abused their authority...»
Friedrich II Hohenstaufen

«The Jews have to be treated as a special people. They are a state within the state. It is discouraging for the French nation to end up under the sway of the lowest of peoples. The Jews are the master robbers of the modern age; they are the carrion birds of humanity.»
Napoleon Bonaparte

«Ten thousand Christians love me and one hates me. One thousand Turks hate me and one not so much. Thousands of Jews want my death and one does not.»
Kosmas the Aetolian

«The hatred of the Jews towards us (Greeks) surpasses even the Turkish hatred.»
Adamantios Korais

«Hollywood is run by Jews.»
Marlon Brando

«One Jew more or less - What does it matter?»
Nietzsche

«The Jew is the enemy of the human race. This race must be sent back to Asia, or exterminated.»
Pierre Josef Proudhon

«You can't be a Jew and an armatolos (Greek revolutionary)»
Theodoros Kolokotronis

«The Jews are a superstitious nation…»
Perseus

«The Jews are the descendants of lepers and the Egyptians banished them as infected…»
Gaius Cornelius Tacitus

«The Jews are a pitiful nation…»
Lucius Anneus Seneca

«The Jews are world conspirators…»
Cicero

----------------------------------

Arthur Sionista disse...

Agora tá ficando bom, antes os judeus dominavam o ramo financeiro e midiático agora, dos espetáculos,prostituição, drogas, etc,etc,..............quando vc. chegar aos médicos, cientistas, professores, matemáticos, filosofos, sociologos,físicos, advogados,etc etc judeus ficarei satisfeito.............sabe quando dizem que os judeus se acham superiores, se dizem o povo escolhido e coisa e tal, toda a vez que eu vejo comentários como o teu TENHO CERTEZA QUE SOU SUPERIOR, vc. me faz sentir assim...........ESTES JUDEUS SÃO REALMENTE MUITO BONS.......pedro lopes sobre a relação de pessoas e o que falam dos judeus, fico pensando, E DEPOIS ESTA GANG VAI FALAR SOBRE O TALMUD.......rsrsr.....olha querido poderia ficar aqui o dia inteiro citando pessoas e fatos que são favoráveis aos judeus, muito provavelmente vc. esta se beneficiando agora no seu computador por algo desenvolvido por judeus,vacinas, remédios, e ai vai, mas por que vou perder meu tempo os maiores revolucionários foram judeus,......NOS NA VOSSA ÓTICA ENVIESADA E DOENTE SOMOS SUPERIORES, suas fontes de pesquisa são turvas e amargas, a época de ouro de PORTUGAL foi graças as judeus e aos cristãos novos........e ai vai, já que vc. gosta de frases ai vai uma do sultão Beyazid II, dirigente do imperio otomano no momento em que recebeu os judeus vindos da Espanha inquisitória ""O rei espanhol é erroneamente considerado um sábio, pois com a expulsão dos judeus empobreceu o seu pais e enriqueceu o nosso"

Arthur Sionista disse...


"Se as estatísticas estão corretas, os judeus constituem apenas um por cento da raça humana. Isso sugere um nebuloso grãozinho de pó de estrela perdido na imensidão na Via Láctea. Adequadamente, jamais se ouviria falar do judeu; porém se fala, e sempre se ouviu falar dele. Ele é tão proeminente no planeta quanto qualquer outro povo, e sua importância comercial é bastante fora de proporção com a pequenez de seu grupo. Suas contribuições aos grandes nomes do mundo na literatura, ciência, arte, música, finança, medicina também estão fora de proporção com seu pequeno número. Tem feito uma luta maravilhosa no mundo, em todas as épocas; e o tem feito com as mãos atadas nas costas. Os egípcios, os babilônios, os persas surgiram, encheram o planeta com som e esplendor, depois evaporaram como num sonho e sumiram; os gregos e os romanos também, fizeram muito barulho, e agora estão acabados; outros povos brotaram e levantaram sua tocha bem alto por um tempo, mas ela se queimou, e agora estão na obscuridade, ou simplesmente desapareceram. O judeu viu a todos eles, venceu a todos, sem enfraquecer suas partes, sem esmorecer suas energias, sem embotar sua mente alerta. Todas as coisas são mortais, as outras forças passam, mas ele permanece. Qual o segredo de sua imortalidade?"

Assim escreveu Mark Twain em 1898. é um belo tributo.

Pedro Lopes disse...

Ó Brasuca filo-semita,

Judeus professores, filósofos, médicos, cientistas, etc existem. Nomeadamente para subverter essas profissões. O famoso e levado ao colo por toda a imprensa, o tal Alberto Einstein não era bem um cientista mas sim um impostor que copiou os trabalhos de outros cientistas.

Nas artes? AHHHHHH.
A arte judaica é a tal arte degenerativa. Onde vemos figuras humanas distorcidas, ou uns quadros com uns rabiscos e que pretendem que tenha um significado muito profundo. A arte moderna é uma aberração judaica.

Voce só diz porcaria, fosga-se, nunca imaginei que houvesse cabeças tão cheias de merda.

Anónimo disse...

Tá apelando portuga, olha que por aqui dizem que todos da tua éspecie são BURROS...........vc. honra a classe dos portugas........foi feito uma pesquisa com mais de 100 físicos renomados em 1999, e estes elegeram einstein como o físico mas celebre da humanidade pórtuga anti-semita vc. apenas arrota e vomita o que teus patrões mandam vc, dizer, lerdinho das ideias aprenda a pensar por si só...........aproveita e diga qual foi a contribuição de Portugal e dos portugueses para a humanidade???.............já sei as padarias e os paezinhos e os docinhos............finalizo dizendo algo que todos já sabem menos o querido infante: Einstein publicou mais de 300 trabalhos científicos, juntamente com mais de 150 obras não científicas. Suas grandes conquistas intelectuais e originalidade fizeram a palavra "Einstein" sinônimo de gênio.......muito diferente de sinônimo DE BURRO

Anónimo disse...

Isto é muito simples.

Vamos fazer uma auditoria às contas do estado Português para ver quem anda a roubar,pilhar e a endividar o povo Lusitano.

Serão os Fascistas e NS?

Ou será o partido do judeu balsemão e do judeu soares?

Faça-se uma auditoria séria e independente à dívida para saber o quanto se deve,a quem se deve e o porquê de se dever.

Anónimo disse...

Ontem tive um sonho.

Filas de milhares de Portugueses sem nada a perder e desejosos de vingança às portas dos diap apresentar queixa do crime de traição à Pátria e apelarem a um mega boicote aos impostos se as queixas não andarem para a frente.

Anónimo disse...

"Artigo 308.º - Traição à pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele; ou

b) Ofender ou puser em perigo a independência do País;


é punido com pena de prisão de 10 a 20 anos."

Anónimo disse...


Os judeus são de facto a peste á face da terra.
Só de ver esta imagem dá para perceber a natureza pedófila e pestilenta destas bestas...

http://neorevivalist.files.wordpress.com/2012/02/tabooneorevivalist.jpg%3Fw%3D510

Arthur Brasileiro Judeu e Sionista disse...

Calma lá anônimo das 17:48, todas as nações e todos os povos tem seres mal formados e acabados, o tal pedro lopes fruto de um espermatozoide capenga não pode e não deve ser tabulado como o padrão do bom povo português, seres como este povoam todas as sociedades e não podemos generalizar com uma totalidade, se não estaremos caindo no mesmo erro daqueles que generalizam todo o povo JUDEU............aos demais anônimos continuem sonhando por enquanto isto é de graça e ao último anônimo que gosta de ver fotos de pênis circuncidados, me passa teu e-mail e mando algumas fotos do meu DE VÁRIOS ANGULOS para você se enpanturar, têm gosto para tudo.............boa noite amigos lusitanos

Ricardo M disse...

SHABAT SHALOM, A todos meus colegas deste seleto blog.........

Pedro Lopes disse...

Temos de reconhecer que os "escolhidos de deus" são claramente superiores em tudo.
Especialmente nisto, que são grandes promotores da mudança e do progresso.

http://www.dailystormer.com/top-israeli-jew-says-homosexual-jews-have-higher-souls-than-hetero-goyim

Agora além do liberalismo, do marxismo e do capitalismo temos em força…o Paneleirismo. Tudo trazido a nós por essa raça superior.

O Paneleirismo é uma ideologia moderna umbilicalmente ligada á democracia.
Quem é democrata é um liberal-marxista-paneleirista-leninista.

PO disse...

O mais engraçado é ver mulheres(?) ao lado da escumalha paneleira em nome da luta contra a "discriminação".

Eu pergunto se há maior discriminação em relação à mulher do que a rejeição completa da mesma como corpo e alma complementar.

O homossexualismo discrimina a mulher na sua mais natural e pura essência.

O homossexualismo é um comportamento aberracional e anti-natural.

E lembrar que por detrás do movimento panão opera o movimento pedófilo,que tem como alvos os filhos e filhas das mulheres.

Um paneleiro só serve para poluir o mundo, gastar recursos, espalhar hiv e degenerar a sociedade.

A merda tem mais valor,pois dá para estrume.

O paneleiro nem para isso.

Anónimo disse...

PANELERISMO É UM FENOMENO EMINENTE PORTUGUÊS...............obrigado por legrarem meu dia

Anónimo disse...

"José Luís Arnaut foi nomeado esta sexta-feira para o International Advisory (Conselho Consultivo Internacional) da Goldman Sachs."

Grândolaaaaa vilaaa moreeennaaaaa...
O polvoooo éée quem mais ordeeenaaaa...

Esta democracia é bué fixe!

Anónimo disse...

politicos mercenários e ladrões fazem cidadãos cabrões.
É assim a democracia no Portugal sem culhões.

Amém democracia!

Valentim,Valentim,Valentim!
Soares amigo,o povo está contigo.
Gonden Sachs!Golden Sachs!Golden sachs!


Anónimo disse...

Era injusto nossas tropas África colononizar,por isso estivemos do lado do inimigo e contra os nossos soldados a conspirar.
Hoje mandamos os mesmos para o Afeganistão irem lutar.
É assim a democracia nesta nação para acabar.

Balsemão,faz de mim o teu cabrão!
Balsemão,faz de mim o teu cabrão!

Bilderberg!Bilderberg!Bilderberg!
Faixismo nunca mais!Faixismo nunca mais!

Pedro Lopes disse...


"José Luís Arnaut foi nomeado esta sexta-feira para o International Advisory (Conselho Consultivo Internacional) da Goldman Sachs."


Jose Luis Arnaut é um ser pequeno.
Um rastejante, um ser insignificante numa républica Nacionalista. Um lambe-botas, uma falador das TV mas de onde nunca se pode ouvir um rasgo de verdade de ruptura. Um zero, bem falante, obdiente, amigo do amigo da massa. Com um bom carro, certamente, uma boa vivenda. Deve apreciar Golf, musica de merda tipo jazz etc.
É o típico homem do regime.

Anónimo disse...

"O ex-ministro português da Finanças Vítor Gaspar candidatou-se ao cargo de diretor para os Assuntos Fiscais do Fundo Monetário Internacional (FMI)"

Mas não se esqueçam que o facto do fmi pertencer aos rothshchilds,de estes terem patrocinado a traição de abril,de estes controlarem o bilderberg,de o balsemão e o soares(ambos judeus) controlarem os dois principais partidos e de estes nos endividaram ao longo de 40 anos, tudo isso são "coincidências".

Espertos são os que acreditam na democracia.

Os outros não passam de "extremistas","delinquentes","marginais".

Lembrem-se que Portugal é soberano assim como 2+2=5.

Nada de se revoltarem,é apenas a vossa nação que está a ser capturada,escravizada e assassinada e apenas os vossos descendentes que estão a ser escravizados,endividados,envenenados e forçados a emigrar.

Haverá sempre stocks de vaselina.

Anónimo disse...

http://4.bp.blogspot.com/-6uJfQ8Odf3s/T-cWRWHbX5I/AAAAAAAAAGY/lpwKE-Oyzy4/s320/390692_209902695753631_100002017059125_474666_461675463_n.jpg

Anónimo disse...


Ooops.....

http://nationalsocialradical.files.wordpress.com/2014/01/fascism-1.png?w=1000

Anónimo disse...

Olá, companheiros pela verdade de Portugal.

Vim avisar que os 2 lemmings são 1.

Já foi expulso de não sei quantos blogs aqui no Brasil.

Abraços e avante sempre.

Cobalto

Anónimo disse...

Olá, companheiros pela verdade de Portugal.

Vim avisar que os 2 lemmings são 1.

Já foi expulso de não sei quantos blogs aqui no Brasil.

Abraços e avante sempre.

Cobalto

Anónimo disse...

---- Processo de Desmarxização ---

-> Não aconselhável a pessoas do do politicamente-correctês.

"They called him Herr Wolf"

http://www.youtube.com/watch?v=WrQ3v9j179E

Anónimo disse...

La quenelle para os eleitos

http://www.youtube.com/watch?v=0r4YQ54PazA&bpctr=1389631083

Sied"

Anónimo disse...


Capitalismo + kosherismo =

http://25.media.tumblr.com/98470e800dd9a3f1f1ed852c62790da6/tumblr_mzceh2WNGD1sp6av7o1_1280.jpg

Anónimo disse...

Um dos maiores problemas da sociedade Portuguesa é a ausência de justiça(apesar de o pagamento para esta funcionar não ser nada ausente pois vem dos impostos dos Portugueses).

O pagamento dos impostos é uma imposição legal e constitucional.

Mas o crime de traição à Pátria e seu correspectivo castigo idem.

Se um Português argumentar que não paga impostos enquanto o soares e o balsemão(entre outros) não forem presos pelo crime de traição à Pátria que argumento há para o obrigar a pagar impostos?

O argumento da lei?Do estado de direito?

No dia que os Portugueses baterem o pé a este regime anti-nacional ele cai como baralho de cartas.


Pedro Lopes disse...

O Ciclo:

-> Arnaut assessoria governo para as privatizações


-> Governo vende parte dos CTT ao Goldman Sacks.


-> Goldam Sacks contrata Arnaut.


-> Gaspar trabalha com o FMI para roubar os Portugueses

-> FMI contrata Gaspar

São os ciclos naturais de uma corruptocracia democrática.

Anónimo disse...

Há 3 formas de acabar com as injustiças:

Dialogo.
Justiça.
Violência legitima.

Exemplo:Uma vitima Lusitana diz que não aceita ser roubado ou alvo de terrorismo tecnológico,dizendo aos filhos da puta dos ladrões e terroristas politicos para pararem imediatamente com seus actos caso contrário vai dar merda...

Resultado:Nulo...O Dialogo não adiantou.

Nova tentativa por parte da vítima Lusitana dirigindo-se às instalações próprias apresentando queixa-crime contra os ladrões e terroristas.

Resultado:Nulo....A justiça não funciona,o estado de direito não existe e só resta à vítima fazer justiça pelas próprias mãos.

Nova tentativa por parte da vitima e esta practica acção directa sobre instalações do ladrões e terroristas,primeiro com arrombamento,depois com fogo posto.

Resultado:Nulo...Os ladrões e terroristas políticos continuem impunes a practicar seus crimes.

Será que estão à espera de um massacre?

Devem estar,pois estão a legitimar HÁ MUITO.

Queira a providência que muitos caloteiros no futuro se ponham de joelhos a chorar e a implorar para poderem pagar o que devem para não irem presos e verem seus bens penhorados e nacionalizados,mas que já seja tarde demais.

Anónimo disse...

Meus caros amigos

Somente com a eliminação física de 10 jet set´s portugueses ........ " A ELITE PORTUGUESA " punha o rabinho entre as pernas muito rapidamente.

Elimine-se a nova geração, por exemplo:

- o filho de Balsemão bilderberg nojento
- o filho de Belmiro
- o filho de Mario Soares traficante de marfim e diamantes
- a Isabel dos Santos, que todos os meninos angolanos fugiam de Portugal rapidamente.
- etc .............

Vejam que digo matar os filhos deles, assim se mata a cobra da corrupção arrancando a cabeça deles, a próxima geração.

Lhes garanto, que com 10 eliminações, rapidamente o resto do país entra nos eixos, bem rápido.

É escusado perderem tempo em manifestações, petições ou eleições.

OS CORRUPTOS TEM QUE TER MEDO !!!!

Assina

O PATRIOTA PROVOCADOR
SÓ ASSIM SE VAI LÁ.

Marcos disse...

Sou psicólogo, o sucesso dos Judeus é quase que exclusivo dos Judeus do leste europeu com seu QI 115.

Nildo disse...

O sucesso dos judeos tem haver com sua capacidade de negociar, se existe judeos mau carater
claro que sim, porem mal carater existe em qualquer etnia, o que os alemaes fizeram foi um crime hediondo e brutal, e o fato de os judeos serem prosperos não os torna animais em abatedouro. Ha de se lembrar que havia muito mais judeos pobres do que ricos, os alemaes ´so queriam roubar-lhes aproveitando o ódio lançado.