terça-feira, setembro 13, 2016

«Zero: Uma Investigação ao 11 de Setembro» é provavelmente o melhor documentário jamais feito sobre o embuste do "ataque terrorista islâmico" de 11 de Setembro de 2001 nos EUA.


«Zero: Uma Investigação ao 11 de Setembro» é o documentário mais fundamentado e abrangente que demonstra as mentiras da versão oficial sobre o "ataque terrorista" do 11 de Setembro nos EUA.

Este documentário não é aconselhável a pessoas com menos de dois dedos de testa e que abominam as "teorias da conspiração", como se a própria versão oficial dos acontecimentos não fosse, ela própria, uma teoria da conspiração: uma teoria em que dúzia e meia de islamistas, provenientes das cavernas do Afeganistão, conspiraram para atacar a América, utilizando aviões comerciais como mísseis e iludindo completamente a mais eficaz defesa militar e a mais poderosa força aérea do planeta.

Um documentário que ninguém deve perder



Zero: Uma Investigação ao 11 de Setembro [Zero: An Investigation into 9/11] defende uma tese central – que a versão oficial dos eventos que rodearam os ataques do 11 de Setembro não pode ser verdadeira. Este documentário explora as mais recentes provas científicas e revela dramaticamente novas testemunhas que conflituam directamente com a versão do Governo norte-americano.

Este documentário-inquérito, que reagrupou um painel inédito de especialistas da associação americana ReOpen911 [Reabrir o inquérito ao 11 de Setembro] - centenas de cientistas, arquitectos, pilotos, engenheiros, políticos e militares, beneficia, igualmente, da participação excepcional de Dário Fo, Prémio Nobel da literatura em 1997, e de Gore Vidal, escritor e argumentista norte-americano.

O documentário, já projectado em dezenas de salas de cinema e Itália, foi difundido, extra-competição, no Festival do Cinema de Roma (em 2007) onde recebeu críticas unanimemente positivas, retomadas pelo conjunto da imprensa italiana:

Il Corriere della Sera - «Organizado principalmente via Internet, o movimento pela verdade sobre o 11 de Setembro reúne cada vez mais personalidades, políticos e cientistas através do mundo. Apoiando-se tanto num trabalho de recolha de informação por um lado e de crítica racional por outro, as incoerências, as omissões e as manipulações da versão oficial [do 11 de Setembro] foram amplamente postas em evidência. Um conjunto de contradições, de lacunas e de omissões duma gravidade impressionante. Confirmando que a versão oficial mete água por todos os lados.»

A tragédia do 11 de Setembro de 2001 permitiu a justificação de duas guerras ilegais, o aumento drástico dos orçamentos militares, e também colocou em causa a questão das liberdades individuais. Este acontecimento moldou a geopolítica deste princípio de século. Portanto, a colocação em causa da teoria do complot islamita é cada vez mais aceite no mundo.


Os oradores convidados no debate sobre o documentário no Parlamento Europeu


O euro-parlamentar socialista Giulietto Chiesa exibiu, em Fevereiro de 2008, no Parlamento Europeu, o documentário "Zero: Uma Investigação ao 11 de Setembro".

Não obstante terem sido enviados convites a todos os 785 parlamentares europeus, e a cerca de um milhar de jornalistas, só seis parlamentares, e nenhum jornalista italiano, vieram ver o documentário.

Chiesa atribuiu a falta de interesse dos parlamentares e dos meios de comunicação europeus à influência e ao controlo da informação por parte dos Estados Unidos.



.

12 comentários:

Thor disse...

o documentário não é mau, mas dizer que é o melhor...acho bastante exagerado.

já vi documentários melhores, como o Missing Links e outros.

Diogo, sei que concordamos na questão da ausência de aviões, mas enquanto não admitires a ti mesmo a realidade inegável da participação sionista/mossad/israel, e apenas culpares o governo americano, "elite", etc vais andar a léguas da verdade. os judeus fizeram o 9/11. judeus de DENTRO e FORA dos EUA. foi sobretudo um ataque judaico. claro que vários traidores também participaram e ajudaram, mas foi sobretudo uma conspiração sionista.

ah o próprio Bush tem antepassados judeus recentes, e segue o talmud. é pelo menos um judeu parcial. o PNAC que queria um "novo Pearl Harbor" em Set.2000 tambem era dominado por judeus, como Paul Wolfowitz, Richard Perle, Bill Kristol, Douglas Feith, etc

o leasing e segurança do Wtc era dominada por judeus, Larry Silverstein, Jules Kroll, Michael Chertoff...

várias carrinhas israelitas da mossad apanhadas no próprio dia e no dia a seguir. centenas de agentes israelitas apanhados em acções de espionagem dentro dos EUA, antes e depois do atentado. tudo provado...

vais enfiar a cabeça na areia para não ver, Diogo?

Diogo disse...

Thor, mas Israel, os sionistas e a mossad para quê?

Quem demoliu os prédios e depois limpou o local (o Ground Zero) para que não ficassem vestígios foi a empresa de demolições controladas: Controlled Demolition, Inc.

Wikipédia: A Controlled Demolition, Inc. (CDI), fundada por Jack Loizeaux em 1947, é uma empresa sediada em Phoenix,Maryland, especializada na utilização de explosivos para criar uma demolição controlada de uma estrutura. A 22 de Setembro de 2001, a organização ficou encarregue de entregar um plano preliminar para a limpeza dos escombros do World Trade Center após os ataques a 11 de Setembro de 2001.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Controlled_Demolition,_Inc.

Foram americanos que fizeram e coordenaram os vários vídeos onde aparecem os “aviões” a embaterem nas torres. Evidentemente que foi necessário o conluio de muitos técnicos e comentadores dessas televisões.

E foi necessário o conluio da Administração Federal da Aviação dos Estados Unidos (FAA) e do NORAD Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte para afirmarem que tinham detectado os “aviões piratas nos radares”.

E foi necessário o conluio de todas as agências de informação americanas (CIA, FBI, NSA, etc.) para sustentarem a estória.

Agora, eu pergunto-te, a tecnologia americana a todos os níveis não é muito mais avançada que a israelita? Para que diabo precisavam eles da mossad?

Diogo disse...

Thor,

https://deeppoliticsforum.com/forums/showthread.php?1473-Building-a-Case-Against-Controlled-Demolition-Inc#.V9gUFlsrK70

We know the buildings came down from explosives. Now who might have done it?

When the buildings came down on 9/11 immediately the speculation arose that it was a controlled demolition. Many of us waited in anticipation for someone in the demolition industry to come forward and speak to that possibility. None came forward.

The most qualified person in the world to do so would have to be J. Mark Loizeaux, president of Controlled Demolition, Incorporated (CDI). Strangely, as we will see, Mr. Loizeaux did come forward, one day after the collapses, and was perhaps the first person to go on record that the collapses occurred simply due to the plane crashes and subsequent fires, and exactly as with the NIST report, he completely ignored WTC7.

Controlled Demolition, Incorporated is seen as a world leader in the use of explosives to implode structures to allow their safe and efficient removal. CDI is a small company based out of Phoenix, Maryland, a scant 50 miles from the nations capitol.

The company is privatly held- no SEC filings, no stockholders, and no board of directors. It´s a small family company started by Jack Loizeaux in 1947 and passed on to his two sons and his grand daughter. Available documents indicate that the company employs some 15 to 20 people.

Thor disse...

Diogo, não tens emenda possivel... em primeiro lugar que provas tens de que essa empresa demoliu o Wtc? a tua imaginação? porque sim? porque te apetece?

as carrinhas israelitas está provado. é matéria de facto, não de "opinião". há provas fisicas. não é passivel de discussão sequer...

http://antizionismo.blogspot.pt/2015/12/as-carrinhas-bomba-israelitas.html
https://www.youtube.com/watch?v=Y8EweNlo8LA

aconselho que leias este livro chamado "methodical deception"...
http://2.bp.blogspot.com/-DUIGena0ZyA/ViGFMhDqVmI/AAAAAAAAHy0/WnA5GFigOTo/s1600/QZTq08s.jpg

e vem lá provas...provas MESMO, não conversa fiada e "wikipédias", de que israelitas disfarçados de "estudantes de arte" instalaram explosivos dentro do Wtc com bastante antecedência.

http://3.bp.blogspot.com/-hY-zjIF93dA/ViGFVghnv8I/AAAAAAAAHy8/eMBKzl2x4Co/s1600/2BFKkEu.png



"Agora, eu pergunto-te, a tecnologia americana a todos os níveis não é muito mais avançada que a israelita?"

não. e mesmo a americana como o NSA e etc é completamente dominada por judeus sionistas.
e depois, não percebes ou não queres perceber, que as tais estações de tv cumplices que simularam as imagens dos "aviões", são completamente controladas por judeus sionistas também.



"Para que diabo precisavam eles da mossad?"

não é "precisavam" disto ou daquilo, Diogo. NÃO foram os americanos que fizeram aquilo, e que mataram os seus proprios cidadãos. mete isso na cabeça. NÃO foi uma empresa de demolição americana que, sem mais nem menos, demoliu 2 torres com 110 andares e matou os seus próprios cidadãos! e se acreditas nisso, és completamente maluco!

é por isso que a mossad entrou Diogo. porque foi ELA que fez o atentado e que matou 3000 pessoas, juntamente com os judeus e neoconservadores "americanos" (maioritariamente judeus), porque a mossad não apenas tinha todos os meios tecnológicos e mais alguns, como tinha a vontade e não tinha, nem tem quaisquer problemas em matar seja quem for, quanto mais cidadãos anónimos de um pais que nada lhes diz!

houve elementos da Cia ou Fbi que participaram (e lembro que o Fbi que falaste, também é controlado por judeus) mas foi sobretudo um atentado da mossad e não dos americanos que quiseram matar os próprios cidadãos para beneficiarem com isto ou aquilo. essa narrativa é ridicula de uma ponta a outra. ate porque foram os judeus quem mais se beneficiou com o 9/11, não a "América".

Santon disse...

Já debatemos isso exaustivamente nos últimos anos.

Quem mais lucrou com o 11/9 ?

Foi israel, seus principais inimigos e ameaças foram destruídos.

Kadafi, o líder anti-sionista da áfrica magrebina e negra, ele impedia os radicais da Al-Qaeda de tomarem o magrebe como fazem agora. Kadafi também impedia a migração em massa. Morreu em uma guerra estranha e sem sentido da NATO.

Arafat, morto de "câncer", bem como Hugo Chavez, que amaldiçoou israel e financiou o Hezbollah.

O Egito perdeu suas lideranças anti-sionistas com o avanço da irmandade muçulmana, organização de teor saudita - portanto sionista. O Egito que era um dos maiores inimigos de israel hoje é lacaio, foi necessário recolocar o exército o lacaio Sisi- judeu - no lugar dos radicais. Isto é mais um desdobramento da primavera árabe.

O plano Yinon é a chave Diogo, para entenderes o que se passa, é um plano oficial do governo de israel. Todos esses acontecimentos que ocorrem no oriente médio, morte de Saddam - o único a bombardear israel,- tudo isso está no plano Yinon datado dos anos 80.

O 11/9 foi necessário a israel para justificar a ocupação do Afeganistão-Iraque e então formar com os sunitas radicais este exército de mercenários chamado ISIS, e remodelar o oriente médio em termos favoráveis a israel.

Este é o objetivo de israel: http://www.globalresearch.ca/articlePictures/The%20Project%20for%20the%20New%20Middle%20East.jpg

Estados sectários e fracos em torno de israel tornado a entidade sionista uma potência regional sem adversários, este é o único objetivo do 11/9.

Anónimo disse...

Um artigo muito interessante que eu li recentemente sobre a participação dos maçons judeus no 11 de setembro é esse aqui:

http://cantinhodoprimorodrigo.blogspot.com.br/2013/02/a-estranha-onipresenca-de-israel-nos.html

Anónimo disse...

Um artigo muito interessante que eu li recentemente sobre a participação dos maçons judeus no 11 de setembro é esse aqui:

http://cantinhodoprimorodrigo.blogspot.com.br/2013/02/a-estranha-onipresenca-de-israel-nos.html

Thor disse...

porra, é tudo tão flagrante que chega a meter dó como é que supostos "truthers" e "investigadores" não percebem uma coisa tão básica...

http://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/sociopol_911zion_01.htm

https://www.youtube.com/watch?v=75EJxiiV3G0
https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=BErs985eIos
https://www.youtube.com/watch?v=Huf2Kz7bV2k

https://4.bp.blogspot.com/-8jPq_rzOtsY/VAFmCtR1M3I/AAAAAAAACSQ/sjB1Vyuv00E/s1600/threeoffivedancingisraelis.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-FZ9LKiKodNE/VAFmC9q3M6I/AAAAAAAACSU/z-_buDsVzqc/s1600/dancing-israelis-9-11.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-dEfclCPaRJk/VAF0J7-8tUI/AAAAAAAACS0/ZVFp6_1mYL4/s1600/ex-italian_president_francesco-cossiga_911_mossad_cia.gif
https://4.bp.blogspot.com/-c5gY_l0Ynlc/VOBr6rHGKJI/AAAAAAAAEeo/ELZMqt0jOig/s1600/7f5605c486ae8c63c1b3b1a3a95d835b767f430e.jpg

https://1.bp.blogspot.com/-vvsrroggoUo/VOB1nOkSuqI/AAAAAAAAEe4/N2siRGD8d2g/s1600/odigo-says-workers-were-warned-of-attack-haaretz-daily-newspaper-israel-news.png

https://1.bp.blogspot.com/-GZ8KDtT8zmg/VOB2ZojTjVI/AAAAAAAAEfA/DzOFU_CeVXA/s1600/children302075703903%2B(2).jpg

http://4.bp.blogspot.com/-ew0JVYiFcMU/VOB9XBjJzGI/AAAAAAAAEfs/EZ8hYIK65nc/s1600/Isser%2BHarel.jpg

e isto é muito mais macabro do que pode parecer aos Diogos desta vida, porque foi tudo preparado e previsto com muitas décadas de antecedência, para não ir mais longe...

Anónimo disse...

Thor, leia o artigo que eu coloquei:

http://cantinhodoprimorodrigo.blogspot.com.br/2013/02/a-estranha-onipresenca-de-israel-nos.html

É esclarecedor!

Thor disse...

já li, mas isso é apenas a pontinha do icebergue. há muito mais.

é tudo tão descarado, que só me pergunto como é que não me apercebi há muito mais tempo e como é que só comecei a ler rumores de envolvimento sionista-mossad prai em 2008, ainda por cima inicialmente nem dava quase crédito nenhum (burro!!)

opá, foram apanhadas 3 carrinhas israelitas da mossad, duas nesse dia, e outra no dia seguinte a tentar explodir a ponte que liga Nova Iorque a Nova Jersey. nem um muçulmano foi apanhado. só judeus israelitas!
tá tudo dito! nem é preciso mais nada, embora já conhecesse praticamente tudo o que foi mencionado nesse artigo: operação Odigo, Zim, Silverstein, etc

Diogo disse...

Israel é apenas uma base militar dos EUA. Foi povoado por judeus de terceira categoria que foram forçados a ir para Israel e, mais recentemente, por judeus russos que aqui encontraram melhores condições de vida do que numa Rússia que está de pantanas.

(O transatlântico alemão MS St. Louis, em 1939, tentou encontrar um abrigo para 937 refugiados judeus alemães. Depois de terem sido impedidos de entrar em Cuba, Estados Unidos e Canadá, tiveram de regressar à Europa e muitos seguiram para Israel)

Do meu post anterior:

Nalguns aspectos claramente demarcados, o actual apoio dos Estados Unidos ao governo israelita corresponde aos interesses próprios americanos. Numa região onde o nacionalismo árabe pode ameaçar o controle de petróleo pelos americanos assim como outros interesses estratégicos, Israel tem desempenhado um papel fundamental evitando vitórias de movimentos árabes, não apenas na Palestina como também no Líbano e na Jordânia. Israel manteve a Síria, com o seu governo nacionalista que já foi aliado da União Soviética, sob controlo, e a força aérea israelita é preponderante na região.

Como foi descrito por um analista israelita durante o escândalo Irão-Contras, onde Israel teve um papel crucial como intermediário, "É como se Israel se tivesse tornado noutra agência federal [americana], uma que é conveniente utilizar quando se quer algo feito sem muito barulho." O ex-ministro de Estado americano, Alexander Haig, descreveu Israel como o maior e o único porta-aviões americano que é impossível afundar.

O alto nível continuado de ajuda dos EUA a Israel deriva menos da preocupação pela sobrevivência de Israel mas antes do desejo de que Israel continue o seu domínio político sobre os Palestinianos e que mantenha o seu domínio militar da região.

Na realidade, um Estado israelita em constante estado de guerra - tecnologicamente sofisticado e militarmente avançado, mas com uma economia dependente dos Estados Unidos, está muito mais disposto a executar operações que outros aliados considerariam inaceitáveis, do que um Estado Israelita que estivesse em paz com os seus vizinhos.

Israel recebe actualmente três mil milhões de dólares por ano em ajuda militar dos Estados Unidos.

taawaciclos disse...

Boas! Infelizmente não aprendemos nada com este circo.

Continuamos a construir arranha-céus com recurso a aço em vez de usarmos papel de passaporte.

Assim não nos safamos!

voza0db