domingo, novembro 16, 2008

A colossal gargalhada de escárnio que a «crise bancária» dirige a todos os contribuintes

Referido no Dragoscópio - Feed our Frankenstein


Daily Mail Online - 30 de Outubro de 2008

A Goldman Sachs apronta-se para distribuir um pacote de 7 mil milhões de libras em salários e bónus... depois de ter recebido uma ajuda financeira de 6 mil milhões de libras.


A sede do banco de investimentos Goldman Sachs dos Estados Unidos reservou 7 mil milhões de dólares para bónus e salários este ano.

A Goldman Sachs tenciona pagar aos seus banqueiros de topo muitos milhões de libras em bónus – não obstante ter pedido ao Governo americano uma ajuda financeira de emergência.

Este banco de Wall Street, em dificuldades, reservou 7 mil milhões de dólares para salários e bónus para o ano de 2008, soube-se ontem.

Cada um dos 433 sócios do banco está em vias de meter ao bolso um bónus de Natal em média superior a 3 milhões de libras.

A dimensão destas bonificações ultrapassam em muito as 6,1 mil milhões de libras que o Governo americano está a dar à Goldman Sachs como parte da sua ajuda financeira de 430 mil milhões de libras.

À medida que Washington despeja dinheiro no banco, este dinheiro é de imediato canalizado para os já muito abastados funcionários de topo da Goldman Sachs.

Notícias dos donativos do banco despertarão a cólera contra a cultura endémica de "recompensas pelos falhanços" no mundo da alta finança.

Os mesmos banqueiros que puseram a economia global de joelhos continuam a embolsar o mesmo tipo de recompensas que tinham durante os anos de expansão.

(...) Estas informações chegaram depois de ter sido revelado que até mesmo gestores a trabalhar para o gigante falido de Wall Street, Lehman Brothers, poderiam receber enormes pagamentos. Espera-se que o pessoal do Lehman Brothers de cerca de 10,000 pessoas dividam um bónus de 1,5 mil milhões de libras.

(...) Mesmo gestores do nacionalizado Northern Rock vão colher bónus no valor de 50 milhões de libras nos próximos três anos.

Estes pagamentos extraordinários incluem mais de 400,000 libras para o patrão do Northern Rock, Gary Hoffman, que se vai tornar provavelmente no gestor mais bem pago do sector público.



*******************


Guadian - 1 de Novembro de 2008

Bancos com ajudas financeiras pagam milhões em bónus


O Royal Bank of Scotland, que teve uma ajuda financeira de 20 mil milhões de libras do dinheiro dos contribuintes, anunciou que se estava a preparar para pagar bónus a milhares de gestores não obstante o Governo ter prometido tomar medidas duras na gestão do banco.

O Royal Bank colocou de lado 1,79 mil milhões de libras para cobrir “despesas com o pessoal” – incluindo bónus arbitrários – à sua divisão de investimento nos primeiros seis meses do próximo ano. A mesma divisão causou uma quebra nos activos de 5,9 mil milhões de libras que destruíram os lucros do banco para o mesmo período.

Vários políticos americanos pegaram na investigação do mês passado do Guardian que mostrava que seis bancos de Wall Street - Goldman Sachs, Citigroup, Morgan Stanley, JP Morgan, Merrill Lynch e Lehman Brothers – reservaram 70 mil milhões de dólares para pagamentos e bónus para os primeiros nove meses do ano.



*******************

E por cá? Neste cantinho à beira-mar socratizado?


Bernardino Soares:

«Enquanto isto, o Governo português entrega milhões aos bancos. 20 mil milhões de euros de avales para lhes garantir melhores condições de financiamento, 4 mil milhões directamente para os capitais próprios e a criação de fundos imobiliários para limpar os créditos de risco ou em incumprimento, com isenção total de todos os impostos. E, finalmente, a «nacionalização» do BPN.»

«O Governo justifica agora a nacionalização do BPN como única forma de garantir os depósitos e prevenir efeitos de contágio noutras instituições bancárias, bem como de defender os postos de trabalho. »

«Na verdade, trata-se da socialização dos prejuízos acumulados pelo BPN, que aliás começou com a injecção nos últimos meses de 435 milhões de euros pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pelo Banco de Portugal, mais o depósito em Agosto de 500 milhões de euros pela Segurança Social.»

«Os dados disponíveis apontam, certamente por defeito, para um rombo financeiro de pelo menos 700 milhões de euros, sendo previsível que haja subavaliação do passivo e sobreavaliação dos activos. Isso não impediu que o grupo onde se integra o BPN tenha em 2007, com lucros de 56 milhões de euros (reais ou ficcionados), distribuído quase 30 milhões de euros de dividentos pelos accionistas (estes bem reais)


Não há dinheiro para investir nem para criar emprego, nem para devolver aos reformados os 28 milhões de euros que o Governo retirou injustamente das suas pensões. mas já há 24.000 milhões de euros para apoiar a Banca nacional.

Imagem do esforço concertado para fortalecer os sistemas financeiros face à situação de «crise financeira» internacional:


12 comentários:

Ana Camarra disse...

Diogo

Portanto é cumulo do descaramento e da pouca vergonha....
Nada mais.

Beijos

(Naquela do figado tens razão, ainda é pior do que eu dizia)

xatoo disse...

ponto 1 - o Dragoscópio é um blogue profundamente reaccionário e anticomunista; ainda por cima, o gajo, a titulo pessoal tem a mania de se armar em carapau de corrida.
ponto 2 - a Goldman Sachs é uma das majors financeiras beneficiárias da actual ("crise") concentração capitalista (os bancos menores são incapazes de sustentar o sistema de crédito, "vão à falência" e são "comprados" ao preço da uva mijona e incorporados numa cadeia financeira monopolista cujo poder mais concentrado se coloca mais perto do centro emissor de moeda (a FED - escusado será dizer que tanto a Goldman como as FED são dirigidas por judeus)
ponto 3 - é curioso como vcs, não encontrando fontes de análise consistente na vossa área ideológica se têm de socorrer de Bernardino Soares, um Marxista, para, embora neguem a teoria, tentarem "explicar" os v/ ressentimentos contestatários dispersos não apoiados em nenhuma estrutura racional ou lógica

Diogo disse...

É verdade Ana. Mas isto não é descaramento. É um roubo programado de há muito. Não há crise financeira. Há uma recessão planeada com a pseudo-falência de alguns bancos para dar mais peso à tese da crise.


xatoo,

1 – Não comento a «posição política» do Dragoscópio. Mas tem postado algumas coisas sobre os Rothscihds que devias ler.

2 – Os bancos menores são apenas agências de bancos maiores no actual monopólio bancário. Se o polvo tiver de fechar alguns balcões para levar a cabo o objectivo maior que é a profunda recessão (estação da colheita da banca), isso não tem qualquer significado.

3 – O Bernardino Soares foi o primeiro que encontrei no Google a dizer aquilo que eu penso. Aqui não é uma questão de teoria, é uma questão de realidade.

Afonso disse...

Eu gostava de os ver com a mesma vontade quando empresas com centenas de trabalhadores vão à falência sem ninguém se preocupar. Aí não gente rica que esteve no governo para ter direito a ser salva. O poder politico tem perdido credibilidade continuamente, e esta é mais uma prova. Concordo com a posição apontada pelo jerónimo de Sousa, quando diz que o poder politico continua com vontade de privatizar empresas lucrativas, dar o que da lucro para os ricos e nacionalizar o que dá prejuizo, transferindo para os contribuintes os custos de gestão danosa praticado pelos poderosos da alta finança. É um crime esta politica e estado de coisas num país democrárico . País democrático ? já ninguém sabe o significado desta palavra " poder do povo", deixem-me rir.....

Zorze disse...

Diogo,

Mais do que triste é revoltante.
No nosso País o caso BPN ainda tem mais nabos na púcara para serem retirados. Aguardem!

Vejam hoje o ministro da economia Manuel Pinho a procurar investidores para as minas de Aljustrel.
Disse - "Não interessa quem é o investidor", portanto deduz-se que até poderia ser uma organização mafiosa.
Mas nacionalizar o BPN não houve problema. Agora ajudar mineiros que vêm aves agoirentas no horizonte é outra questão.

Xatoo, meu caro prezo-o muito, mas essa do "vocês..." é uma questão que já deveria ter sido ultrapassada.
Será que "não se pode" sublinhar o discurso de Bernardino Soares sem ser PCP?
"Os nãos se pode..." fazem-me muita confusão.

Abraço,
Zorze

contradicoes disse...

O proteccionismo vigente
favorecendo os banqueiros
não nos pode ser indiferente
face a estes bandoleiros

Injectando muito dinheiro
para assim conseguir salvar
da falência muito banqueiro
dos que nos andam a roubar

Temos pois de gritar basta
isto não pode continuar
andamos todos nós à rasca
mas na banca anda-se a roubar

Diogo disse...

Caro Contradições:

Pardas, as bancárias eminências
Queixam-se de danos excessivos
Fomentam falências fraudulentas
Nas quais somos todos comidos.

xatoo disse...

Zorze:
onde é que leu que eu afirmei sobre os vcs como "os nãos se pode..."??
como deve saber não sou "sócio" do PCP (uma das vertentes possiveis do marxismo)
ora volte lá a ler e veja que só lá está "achei curioso" pq outras explicações consistentes fora do campo do marxismo pura e simplesmente não existem.

xatoo disse...

Diogo, sobre o Dragoscópio:
a história dos Rothschilds, desde o gueto de Frankfurt até à City de Londres e ao principado Mónaco, passando pela divisão nos 5 ramos, é conhecida. O que é que os marados libertários de direita que pululam lá pelo Dragoscópio me podem acrescentar sobre o assunto? só se escreveram algum romance - mas até aí eu possa talvez antecipar a trama: por exemplo sobre a razão pq o ramo italiano dos Rothschilds foi o único que foi à falencia e pq é que os Marines Yankees se decidiram por a invasão durante a 2ªGG ser feita através do sul de Itália.
Ficção misteriosa, para quem não compreende a dialéctica histórica (uma disciplina Marxista) de como os acontecimentos se encadeiam e resultam de uma sucessão de acontecimentos pré-determinados.

Zorze disse...

Xatoo, mas que ficou sub-entendido, ficou.

Abraço,
Zorze

runescape power leveling disse...

lol,so nice

wholesale disse...

Where is Yiwu? It is a famous international trade city in Asia, the world's largest wholesale market of small commodities. You can mix lots of products into one container, the professional yiwu agent can help you.