terça-feira, novembro 20, 2012

As Revoluções de hoje só serão possíveis caçando, um a um, os criminosos que estão a conduzir o país ao actual holocausto social e económico, utilizando para isso pequenos grupos ad hoc, a funcionar em rede, indignados e bem informados


Grupos ad hoc de cidadãos profundamente indignados, corajosos, bem informados e com elevada consciência social, terão de caçar paulatinamente os criminosos que estão a conduzir o país ao actual holocausto social e económico, apanhando-os um a um, desprevenidos e indefesos, seja no café, no emprego, no jogging, no barbeiro, no automóvel ou onde quer que se encontrem, e justiçá-los à medida das suas responsabilidades.

Caçar paulatinamente os ladrões do povo, apanhando-os um a um e justiçá-los...

Os criminosos são a máfia financeira, os donos e administradores de empresas que parasitam o Estado, os políticos corruptos, os legisladores a soldo, os propagandistas venais, etc. A limpeza metódica desta cáfila (que o receio tornará difícil revezar), fará inevitavelmente desabar a pirâmide que detém o poder.

A sociedade está hoje instantaneamente ligada entre si pelas actuais tecnologias de informação e telecomunicações - Internet e telemóveis. É actualmente possível a troca rápida de informação entre muitos milhares de cidadãos sob as mais variadas formas - redes sociais, blogues, e-mails, texto, voz, fotos e vídeos.

As populações, recorrendo a estas novas tecnologias e podendo comunicar mais rápida e directamente uns com os outros, têm a capacidade de registar a teia de ligações, de influências e as agendas dos ladrões que os estão a conduzir à ruína, bem como montar um sistema de vigilância que lhes monitorize os passos e os localize em tempo real.


Confrontos, como os que têm acontecido até agora, entre multidões de manifestantes por um lado e grupos de polícias e militares (também eles vítimas) por outro, são contraproducentes e nada resolvem, deixando os criminosos a sorrir com as rédeas do poder firmemente nas mãos.

Ouve-se muitas vezes dizer que "a violência gera violência", que "a violência nunca consegue nada", ou que "se se usar a violência para nos defendermos daqueles que nos agridem, ficamos ao nível deles". Todas estas afirmações baseiam-se na noção errada de que toda a violência é igual.

A violência pode funcionar tanto para subjugar como para libertar. Contra a violência económica e financeira que nos tem a todos atirado para o desespero, repliquemos com a violência que for necessária para desparasitar de vez o país desta cáfila de assassinos de colarinho dourado.

Quando sonegado de todas as entidades que o deveriam defender, um povo tem todo o direito de utilizar a violência contra a Máfia do Dinheiro, acolitada por políticos corruptos, legisladores venais e comentadores a soldo, e cujos roubos financeiros descomunais destroem famílias, empresas e a economia de um país inteiro.

Num país em que os políticos, legisladores e comentadores mediáticos estão na sua esmagadora maioria a soldo do Grande Dinheiro, só existe uma solução para resolver a «Crise»... Somos 10 milhões contra algumas centenas de sanguessugas... e não há buracos suficientes para elas se esconderem...


***************************************


Existe uma pirâmide criminosa que governa hoje o planeta.
Do topo para a base:



1Meia dúzia de indivíduos que detêm e controlam
uma força financeira centralizada a nível mundial.

******


2 – Os "Banqueiros" - testas de ferro colocados à frente dos bancos, instituições estas que aparentam ser independentes mas que não passam de agências do monopólio financeiro mundial.


******


3 – Os "Capitalistas e Administradores" - supostamente donos e gestores de grandes empresas (que são propriedade da Banca) e que subsistem, na sua maioria, penduradas nos contratos com os Estados ou dos favores destes.


******


4 – Os "Governantes" - indivíduos que são colocados no governo pela Banca para servir os interesses desta, que subsidia e apoia dois partidos (que são o mesmo) e que se revezam eternamente no poder (PS e PSD, no caso português). Estes "governantes", após a sua passagem pelo poder, têm um lugar garantido na administração de um banco ou de uma empresa (naturalmente controlada por um banco).


******


(E tantos outros...)

5 – Os "Comentadores Mediáticos" – sujeitos, normalmente com elevadas posições académicas, pagos (pela Banca) para tornar consensual, através dos jornais e das televisões, toda a propaganda que a Banca pretende fazer passar por realidade.


***************************************


O Monopólio Financeiro Mundial

Existe no mundo de hoje, ao que tudo indica, uma força financeira centralizada operada por meia dúzia de homens que está a levar a cabo um jogo gigantesco e secretamente organizado, tendo o mundo como tabuleiro e o controlo universal como aposta.

Hoje ninguém acredita que a finança seja nacional nem ninguém acredita que a finança internacional esteja em competição. Existe tanta concordância nas políticas das principais instituições bancárias de cada país como existe nas várias secções de uma empresa – e pela mesma razão, são operadas pelas mesmos poderes e com os mesmos objectivos.



Provas da existência de um Monopólio Financeiro Mundial:

a) O facto do Banco Central Europeu ("forçado pelos próprios estatutos") estar impedido de emprestar directamente aos Estados Nacionais, sendo-lhe apenas permitido emprestar aos bancos a um juro próximo do 0%, que, depois, emprestam aos Estados, Empresas e Famílias a juros muitíssimo superiores.

b) Os célebres "bailouts" - dinheiro dos contribuintes oferecido gratuitamente pelos governantes aos bancos (supostamente na falência devido à "Crise Financeira") e considerados demasiado grandes para falir (e cuja queda se estima fosse um desastre para o sistema financeiro).

c) A capacidade mágica que os bancos possuem de criar dinheiro a partir do nada ao conceder crédito (necessitando apenas de uma reserva mínima), e digitando simplesmente essa quantia no teclado de um computador e creditá-la na conta de depósitos à ordem da família, empresa ou Estado que pediu emprestado. Dinheiro que não existia antes em lado nenhum!


Estas fraudes colossais implicam um conluio entre as instituições financeiras que não seria possível sem um comando único.

Certamente, as razões económicas já não conseguem explicar as condições em que o mundo se encontra hoje em dia. Existe um super-capitalismo financeiro que é totalmente sustentado pela ficção de que o dinheiro é riqueza. Existe um super-governo financeiro que não é aliado de governo nenhum, que é independente de todos eles, e que, no entanto, mexe os cordelinhos de todos eles.

Todo este poder de controlo foi adquirido e mantido por uns poucos homens a quem o resto do mundo tem permitido obter um grau de poder desmesurado, indevido e perigoso. Às populações é imperativo engendrar uma forma de arrancar à força o controlo mundial desse grupo de financeiros internacionais que forjam a seu bel-prazer a economia e a política e controlam o mundo através disso.


***************************************


Chris Gupta: Esta fraude consiste na fundação e financiamento pela elite do poder de dois partidos políticos que surgem aos olhos do eleitorado como antagónicos, mas que, de facto, constituem um partido único. O objectivo é fornecer aos eleitores a ilusão de liberdade de escolha política e serenar possíveis sentimentos de revolta contra a elite dominante.

Os testemunhos seguintes demonstram como a Banca domina o poder político através da fraude dos dois partidos (a seu soldo) e que se revezam eternamente no poder:



Miguel Sousa Tavares - Expresso 07/01/2006

«Todos vimos nas faustosas cerimónias de apresentação dos projectos [Ota e o TGV], não apenas os directamente interessados - os empresários de obras públicas, os banqueiros que irão cobrar um terço dos custos em juros dos empréstimos - mas também flutuantes figuras representativas dos principais escritórios da advocacia de negócios de Lisboa. Vai chegar para todos e vai custar caro, muito caro, aos restantes portugueses. E o grande dinheiro agradece e aproveita



******


Paulo Morais, professor universitário - Correio da Manhã – 6/11/2012

Os aumentos de impostos que nos martirizam e destroem a economia têm como maiores beneficiários os agiotas que contrataram empréstimos com o estado português. Todos os anos, quase dez por cento do orçamento, mais de sete mil milhões de euros, destina-se a pagar juros de dívida pública.

Ainda no tempo de Sócrates, e para alimentar as suas megalomanias, o estado financiava-se a taxas usurárias de seis e sete por cento. A banca nacional e internacional beneficiava desse mecanismo perverso que consistia em os bancos se financiarem junto do Banco Central Europeu (BCE) a um ou dois por cento para depois emprestarem ao estado português a seis.

Foi este sistema que levou as finanças à bancarrota e obrigou à intervenção externa, com assinatura do acordo com a troika, composta pelo BCE, FMI e União Europeia. [...] Mas o que o estado então assinou foi um verdadeiro contrato de vassalagem que apenas garantia austeridade. Assim, assegurou-se a continuidade dos negócios agiotas com a dívida, à custa de cortes na saúde, na educação e nos apoios sociais.

[...] A chegada de Passos Coelho ao poder não rompeu com esse paradigma. Nem por sombras. O governo optou por nem sequer renegociar os empréstimos agiotas anteriormente contratados; e continua a negociar nova dívida a juros incomportáveis.

Os políticos fizeram juras de amor aos bancos, mas os juros pagámo-los nós bem caro, pela via dum orçamento de estado que está, primordialmente, ao serviço dos verdadeiros senhores feudais da actualidade, os banqueiros."



******


Paulo Morais, professor universitário - Correio da Manhã – 19/6/2012

[...] "Estas situações de favorecimento ao sector financeiro só são possíveis porque os banqueiros dominam a vida política em Portugal. É da banca privada que saem muitos dos destacados políticos, ministros e deputados. E é também nos bancos que se asilam muitos ex-políticos." [...]

[...] "Com estas artimanhas, os banqueiros dominam a vida política, garantem cumplicidade de governos, neutralizam a regulação. Têm o caminho livre para sugar os parcos recursos que restam. Já não são banqueiros, parecem gangsters, ou seja, banksters."



******


Fernando Madrinha - Jornal Expresso de 1/9/2007:

[...] "Não obstante, os bancos continuarão a engordar escandalosamente porque, afinal, todo o país, pessoas e empresas, trabalham para eles. [...] os poderes do Estado cedem cada vez mais espaço a poderes ocultos ou, em qualquer caso, não sujeitos ao escrutínio eleitoral. E dizem-nos que o poder do dinheiro concentrado nas mãos de uns poucos é cada vez mais absoluto e opressor. A ponto de os próprios partidos políticos e os governos que deles emergem se tornarem suspeitos de agir, não em obediência ao interesse comum, mas a soldo de quem lhes paga as campanhas eleitorais." [...]

38 comentários:

PEDRO LOPES disse...

Porra ó Diogo, um gajo até fica mal disposto só de olhar para essas trombas todas. Até fiquei enjoado.

Mas a sério, mais um excelente artigo, a rondar os 100% de verdade.

Anónimo disse...

Tira o Vasco Pulido Valente que esse não mereçe tar nesse saco,pois ainda tem alguma independência de pensamento.

PEDRO LOPES disse...

O Vasco Pulido Valente é um pantomineiro como os outros.
Bate bem nos políticos, de forma fluída e sarcástica. Mas nunca lhe ouvi uma opinião sustentado contra a essência deste regime e as suas bases. Contra a máfia da banca, contra a maçonaria e contra as negociatas obscuras, nem contra a venda ao desbarato do pais.
É a minha opinião.

Diogo disse...

Obrigado Pedro Lopes.

Não há um único dia em que o «governo» não anuncie um novo corte, um novo aumento de impostos, um novo sofrimento para os portugueses. Estes já começaram a perceber que estes «sacrifícios» estão a arruinar o país e as pessoas e a encher simplesmente a mula aos bancos.

É por isso que as manifestações, os cartazes, os discursos, as canções de intervenção e até as pedradas à polícia são inúteis. É segredo está em ir atrás dos verdadeiros responsáveis e limpar-lhes o sebo, um a um.

António disse...

Conclusão: os partidos do arco do poder são instrumentos do capital financeiro para defender os seus interesses.

PEDRO LOPES disse...

"Conclusão: os partidos do arco do poder são instrumentos do capital financeiro para defender os seus interesses."

São os do arco do poder e os 2 marxistas de "protesto" que também comem da mesma manjedoura que os outros.

Anónimo disse...

"São os do arco do poder e os 2 marxistas de "protesto" que também comem da mesma manjedoura que os outros."
Ainda bem que lembraste esses é que o Diogo esqueceu.
E até podia substituir aí uma foto de um comentador e colocar o outro amigo dos pedófilos um tal de Daniel Oliveira que em breve vamos ver a xuxar no PS. O Balsemão é um amigalhaço pá. e as lacostes como não são da feira são caras pá.

Anónimo disse...

Sabem qual é a "coincidência" de toda essa gente?

Todos apoiam e defendem a democracia...

Porque será?

Humm,Humm?

Quandos os portuguezinhos perceberem isso é meio caminho andado para sairem da escravatura.

Diogo disse...

Pedro Lopes – Também não acredito na democracia representativa. De qualquer forma, os 2 marxistas de "protesto" pouco têm comido da manjedoura e não tiveram qualquer influência nas «políticas» tomadas.


Anónimo 23:31 – Porque é que o Daniel de Oliveira é amigo dos pedófilos?


Anónimo 13:19 – Exacto! Quando os portugueses perceberem o truque dos dois partidos do poder que não passam de um único partido a soldo.

Anónimo disse...

Calma Diogo
O Alentejo será nosso outra vez

http://www.youtube.com/watch?v=u4U5SLLR6DE

Anónimo disse...

"nas «políticas» tomadas"

Atenção que os danos dos marxistas na sociedade civil mexe com a economia e de que maneira.

Diogo disse...

Caros Anónimos – 14:52 e 17:41,

Enquanto o homem tiver de trabalhar, considero-me um social-democrata do tipo escandinavo.

Quando a máquina substituir o homem no trabalho, seremos todos obrigatoriamente comunistas.

Enquanto houver vampiros a sugarem as sociedades, é dever de cada cidadão da Terra persegui-los e matá-los.

Anónimo disse...

Diogo,o sistema nos nordicos não deu certo,apenas está melhor,perdão,MUITO MELHOR que os sistemas mediterrâneos porque eles são MUITO MENOS corruptos.

Mas elas fizeram asneira da grossa com o sistema de segurança social apostando na natalidade de não- nativos,muitos islâmicos e terceiro mundistas negros,para assegurar a velhice dos nordicos nativos e suas reformas,e a coisa não se vai resolver com pinças,longe disso.

Há escolas com 30 alunos e só 3 são suecos,sim só 3.

Escolas são queimadas,bibliotecas idem,jornalistas suecos e dinamarqueses ameaçados por difamar o islão,mulheres suecas são as preferidas de violação dos imigrantes pretos do terceiro-mundo com médias de violação elevadissímas.

Obviamente isso não dá nos mainstream media,porque a itenção deles é sempre alienar as pessoas.

Se pensas que isso se vai resolver com democracia está mesmo a leste.

Mas concordo contigo no que diz respeito,e parece-me ser isso que queres dizer,que a nível de organização e respeito pelo dinheiro dos contribuintes,e qualidade de vida,sem dúvida que os Nordicos são os melhores da Europa.

"Quando a máquina substituir o homem no trabalho, seremos todos obrigatoriamente comunistas."

Mas depois sais-te com coisas destas...
Pah..Eu não percebo como és capaz de escreveres posts tão bons e alguns comentários idem e dizeres bacoradas destas digna de um alf.

O comunismo não respeita a propriedade privada.

Gostarias de ver a tua propriedade privada devassada ou roubada Diogo?

O comunismo não respeita qualquer profissão liberal e acha que tem o direito de sufocar com impostos terroristas todo o profissional liberal.

O comunismo não reconhece o conceito aristocrático de organização de liderança,mas sim uma casta vinda de baixo que alcança o poder à base da força e demagogia usando a plebe como seus peões para quando se econtrar no poder aplicar a mais selvagem da escravatura,capitalismo selvagem com base na porradinha,assassinatos,perseguições,etc...

O comunismo na europa está na mão de judeus,os mesmos que se dizem o povo escolhido do seu deus "jeová" e que a nós os "goym" nos compete ser seus escravos.

Isso não mexe contigo Diogo?
Ou aceitas ser escravo em nome do "proletariado internacional"?

Olha o que tu foste misturar...
O comunismo com avanço tecnológico.

Realmente o casamento perfeito para uma ditadura neo marxista tecnológica.

Diogo,comunismo é a maior merda que pode haver.

Anónimo disse...


#Diogo,comunismo é a maior merda que pode haver.#

Um mundo de escravos que se querem tornar senhores. Basta ver a sua implementação nos vários países por onde essa doença passou...
Mas o capitalismo para lá caminha, pois este, sobretudo o que se vive hoje, tem as suas origens no mesmo ( ou pior) viveiro: Os párias

PEDRO LOPES disse...

N,
Só por curiosidade, o que achas do Hugo Chavez?

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

O chavez protege os interesses dos venezuelanos efectivamente mesmo afrontando o capitalismo internacional.

Mas é maçon,é bastante demagogo,e não respeita a propriedade privada.

Para além do mais na Venezuela as taxas de assassinatos é das maiores que há,e obviamente que muitos desses assassinatos dito por "arrufos" ou "questões de droga" são capaangas do chavez a montar cenários para silenciar dissidentes.

Uma sociedade a roçar a perfeição tem pouca criminalidade.

Logo o modelo da Venezuela não é do meu gosto.

chavez é digamos uma especie de comunista "nacional".

Do mal o menos ele é nativo(Índio)e efectivamente põe os interesses do seu povo acima de tudo.

Agora,considero o chavez necessário.

Quanto mais o mundo for multipolar em termos de força política e militar melhor para as liberdades em geral das pessoas e para o equilibrio de poderes.

Os eua enquanto tiverem sob o controle dos sionistas não são de todo confiáveis.

Na Europa caba à Alemanha se libertar do sionismo e voltar a reerguer-se e a Rússia se comportar como uma potência que efectivamente está longe de se comportar à altura de uma potência.

Um País como a Rússia se quer se afirmar não pode vacilar em apoiar movimentos anti-democracia cosmopolita,pois só esses terão a visão e lealdade e ambição de quererem incorporar a Rússia numa futura Europa baseana no Arianismo NS.

Neste momento a geopolítica mundial está resumida a um autêntico circo de show off e demagogia e vista curta.

Andam todos a querer expandir poder e capturar recursos mas sem qualquer finalidade ou designio maior e sólido.

De que adianta expandir influência se por dentro se destroem completamente com liberalismo moral,sociedade multicultural exagerada,sem quaisqueres valores de lealdade ou identidade,e materialista?

É uma autêntica pirâmide de areia.

Os impérios fazem-se primeiro de tudo assentes numa ideologia e espiritualidade maior.
Depois é que se afirmam como algo maior através do poder bélico,da arquitectura bela e inovadora,da arte superior,da raça melhor,etc etc...

Foi assim com Roma ante de se degenerar,e com o Nazismo.

Os eua colonizados pelos sionistas não têm a grandeza que um império deve ter.

A unica coisa que expandem é a usura,ganância,miscigenação,materialismo,indecência,destruição da arte,degeneração comportamental,etc etc..

É toda uma involução que obviamente vai levar a um tombo e dos grandes,o pior é que vai sobrar para os "aliados" que se fiaram nessa forma de império inferior.

Os unicos neste momento que têm as bases para dar o salto civilizacional mais rápido é a China.

Porque no dia que evoluam para um estado NS,eles já tem homogeneidade racial,têm um vasto território,grande numero populacional que bem conduzido pode formar os melhores cientistas,investigadores,artistas,empresários,militares,hackers,etc etc...

A China está no seu cantinho a ver todos os outros a se espalharem ao comprido e pronta a fazer o xeque-mate.

Eu até acho a China necessária para equilíbrio de poderes,o problema é que o equilibrio só se consegue se houvesse algo Europeu com o mesmo peso e potencial e não há porque anda tudo ainda com a demência da democracia.

Os pseudo líderes europeus políticos andam literalmente a preparar o suicídio colectivo do todos os Europeus.

N disse...

A Europa democrática jamais conseguirá competir com o gigante Chinês,com o islamo-fascismo sem fronteiras e com o sionismo internacional.

Esta postura de querer ficar no "guarda-chuva" americano é errada,primeiro porque eles estão a se auto-destruir,segundo porque eles enquanto forem colonizados pelos judeus não são de todo confiáveis,e terceiro porque quando houver a derrocada nós ficaremos completamente à merçê,carne para canhão dos rivais e inimigos.

A Rússia mais que ninguem devia antecipar esse cenário,primeiro porque precisa da Europa,e segundo porque a China é "parceiro estratégico" da Rússia,mas se um dia cresce demais e com aquele território todo ao lado,a Rússia é obviamente apetecível,pois isto da geografia é que manda.

Agora o palco de todas as disputas irá ser Africa,é o digamos "teste de ensaio".

O Mundo não pára,e os mais fracos ficam para trás.

Daí que Portugal não pode andar nisto da 3ª Republica enquanto uns andam no espaço e com armas tectónicas.

E por isso eu defendo um golpe militar nacionalista para ontem em Portugal.

Enquanto não me fartar de me sentir numa ilha de macacos irei sempre lutar para isso.

No dia que chegar à conclusão definitiva que os Portugueses não vão lá e as chefias militares estão se a cagar completamente para isto,emigro e bazo daqui para fora.

Já fiz as bases da ideologia,já partilhei o conhecimento e sabedoria fruto de ANOS de estudo ,já escrevi poesia para inspiração,não recebi nada,nem um centimo,pelo contrário,perdi imenso, portanto outro que prossiga o plano que já tem a papinha toda feita.

A minha consciência está tranquila a respeito de ter feito bastante pelo País e pelas gerações futuras.

E tivesse ajuda REAL e faria muito mais.

Nenhum barco chega a bom porto com um gajo a remar sozinho.

Os portuguezinhos que pensem bem no que escrevi,pois tenho o "terrível hábito" de acertar antes do tempo.

PEDRO LOPES disse...

N,

Em relação ao Chavez também partilho mais ou menos dessa visão.
Mas há que perceber que um pais que antes dele tinha 90% de pobres, não pode ser erguido por politicas liberais. Neste caso acho adequado o Socialismo pois a maioria da população sendo pobre não tem capacidade nem formação para ser empreendedora, logo tem de o estado a desenvolver a economia.
Na Europa já é diferente. Defendo maior liberdade de iniciativa privada .

O Putin de vez em quando fala numa união económica desde Lisboa até Vladivostok.
E em termos de cenários meramente geo-estratégicos era uma solução que acabaria com essas ameaças da China e dos EUA.
Para tal a Europa teria que virar costas ao EUA e por um travão na expansão amarela.
Uma União Euro-Asiática de Lisboa até Vladivostok seria completamente imbatível a todos os níveis.
Nem Americanos, nem chineses, nem islamo-fachistas teriam qualquer hipótese contra esta união.
Na EU + Rússia existe tudo. Melhores recursos humanos, recursos naturais em abundância etc.

Relembro que o Poder Americano é apenas o papel(Dolar).
O desenvolvimento tecnológico americano foi sempre feito maioritariamente por estrangeiros bem pagos.
O Chefe do programa espacial americano era um Alemão(Von Braun) e o do programa espacial Soviético era um Russo(Korolev).

Mas em todo o caso eu não gosto de projectos federalistas.
Isto teria de ser feito sem grande perda de soberania.
Uma união de Nações soberanas, com regras bem definidas em termos de trocas comerciais..............





Anónimo disse...

Oh Carlinhos e Cpnhia, eu hoje estou de bom humor e vou-te apresentar 1 tipo que já conheço há 2 anos e é constantemente iradiado do YT pelas suas convicções e pelo que diz...o que diga-se de passagem, é musica para os teus ouvidinhos.

http://www.youtube.com/watch?v=Dp-K163VhP4&feature=related

Depois diz que não percebo nada...esta é de borla.
Os livrinhos que tu andas a ler,fui eu q os escrevi.

Almeida

Anónimo disse...

Ó almeida o gajo do video aqui postado diz algumas coisas de jeito,mas outras nem tanto.

A analogia dos senhor dos aneis face à ordem sionista já é muito batida.

Até o termo "the all seeing eye" está lá.

Sauron,sauroman é tudo analogia ao culto de Saturno.

Mas no que diz respeito a raça/etnias não são todas contra os orcs por exemplo.

Lutam ao lado dos orcs uns mais escurinhos e o proprio simbolismo de lutarem com elefantes é muito relevante também.

Do dito do lado dos "bons" vemos pelos trajes,arquitectura,armas e traços faciais que são Celtas,Vikings,Germânicos,por aí...

Raças/etnias da Europa central e ocidental.

Mas não vou digavar mais sobre o filme,pois isso agora é irrelevante.

Quanto ao NS é de facto Racialista,o que quer dizer que pode ser aplicado por negros numa nação negra,por chineses numa nação chinesa,por eslavos numa nação eslava,etc etc...

O que é muito diferente de pôr todos ao molhe no mesmo País como nos eua fazem.

O NS não defende nada disso.

Alías o autor do video contradiz-se pois fala de cultura nacional,ora esta só é possivel quando a comunidade/povo é da mesma etnia ou esmagadoramente maior em percentagem e a elite obrigatoriamente tem que ser toda da raça/etnia raiz da nação,senão não há cultura alguma,apenas uma sub-cultura cosmopolita.

E o NS tinha divisões de outras raças sim que não caucasiana europeia.

Unidas contra o judaísmo internacional para poderem preservar a independência da sua nação respectiva.

E o gajo do video está equivocado noutra coisa.

O NS não dizia que a raça nordica era superior às outras,mas às outras de inferior nível.

Tanto que Hitler respeitava muito a cultura chinesa e o seu povo por se tratar de um povo milenar e com grande identidade e grande história,isto por exemplo.

Agora o NS no tempo do Hitler falhou foi ao não ter posto os Eslavos no grupo de elite racial/etnico.

Agora nunca negou que há raças inferiores,e nem pode pois isso é mais que ideológico,é sobretudo histórico e cientifico até.

Os negros por exemplo no desporto são tão bons como nós,mas a nível intelectual são em geral muito mais burros,espiritualmente com muito menos potencial,e nunca em milhares de anos produziram uma civilização,uma invenção digna,ou até mesmo um grande pensador,poeta,pintor,estadista.

Se derem exemplos de hoje,que não há mesmo assim,mas se vier haver é preciso ver quem inventou a escrita com que o negro aprendeu a falar e a escrever,as faculdades onde aprendeu,o computador em que estudou,o sistema comercial que o permite ter bens de primeira qualidade,os carros e aviões para ele se deslocar,etc etc...

O negro sem o branco não era nada,nada mesmo.

Até os Índios se mostraram superiores a eles ao longo destes séculos.

Até os astecas mostraram uma superioridade civilizacional que os negros nunca mostraram.

Quanto aos judeus,espiritualmente são do mais degenerado que há.

Ao longo de milhares de anos e por onde passaram só criaram corrupção,usura,mentira,vigarices,prostituição,pornografica,pedofilia...

Como os nazis diziam e bem,os judeus como povo são diferentes de nós não só em sangue mas sobretudo em espírito.

Anónimo disse...


Algo que até os judeus concordam que realmente somos diferentes,diferem é na visão distorcida que têm deles proprios que eles é que são superiores a nós.

Mas eu nem gosto de simplicar tudo apenas e só à raça,pois o que não faltam são brancos europeus burros e brancos europeus corruptos.

Alías,Portugal é um belo exemplo...

De nada adianta se não houver alma Ariana.

O "nobre povo",heroi do mar,e valente que falta ser o que canta,e pegar como diz e bem nas armas,mas não contra canhões mas contra os "mações"(assim rima).

Agora que não haja duvidas,as raças existem,tal como existem nos cães e noutros animais.

E tal como na naturaza não-humana,há os mais aptos,os mais inteligentes,os mais belos,os mais fortes,os mais criativos,etc etc...

Nada é igual.

Até numa mesa de um café 4 indíviduos inclusive da mesma raça e etnia sentam-se e conversam e há um mais inteligente,outro mais burro,outro com honra,outro sem honra,um espiritualmente avançado,outro espiritualmente degenerado,um possuidor de mais sabedoria,outro cheio de ignorância,e isto num micro-univerno humano de 4 indiviudos numa mesa de café.

Quanto mais inseridos num universo de biliões de pessoas e com várias raças e etnias à mistura.

Os homens não são iguais,nunca foram e nunca serão e daí a democracia ser uma involução pois impõe uma falsa realidade de que somos todos iguais quando não somos.

Valer cada um de nós um voto independentemente de.... é uma aberração.

Anónimo disse...

P.S. Ó almeida,eu já sei que te vais entusiasmar por te darem troco ao teu post e vais a seguir dizer uma enormidade de merda e bacoradas e insultos tipicos de míudo estupido como costumas fazer.

Eu só te respondi porque depois os mais incautos que vão ver o video que puseste,seguem à letra aquilo tudo e depois só serve para os confundir ainda mais.

E para isso já bastam os partidos do sistema, os media,os opinions makers e os agentes de desinformação.

Aviso-te já que se vieres com o teu paleio de merda do costume ficas a falar sozinho.

Anónimo disse...

Tu é que és de uma raça inferior, frustrado do C#####Ho.

"O negro sem o branco não era nada,nada mesmo."
Oh animal, em que parte da história
é que perdeste que os humanos descendem de Africa e dos Africanos?

Queres ver que agora é ao contrário e alguns sairam queimados?
És mesmo idiota!
levaste um baile da Zazzie no portadaloja com a tua história dos Arianos e que eramos de descendencia Celta,Romana etc...que meteste a viola no saco,calaste o apito e saiste de fininho para ninguém ver.
Ès uma figurinha que só faz rir pah...doente mental.

" Quanto aos Judeus são do mais degenerado que há "
Oh meu grande cromo..quase todos os grandes nomes da invenção são judeus...se tu ainda não morreste de constipaçao, agradece ao judeu, monte de merda.
Agora sim, acredito que há raças inferiores...pois devia de existir uma categoria de sub especie humana só para ti e os da tua laia.

Almeidinha que te estraga a peidinha.

P-S
Oh diogo pah, gabo-te a sapiencia

Almeida

Anónimo disse...

"O negro sem o branco não era nada,nada mesmo."
Oh animal, em que parte da história
é que perdeste que os humanos descendem de Africa e dos Africanos?"


Almeida meu símio,Africa é um continente onde há arabes,negros,mulatos,berberes,etc etc...

Só o facto de confundires um continente com uma raça diz tudo.

Fazes-me lembrar aqueles idiotas que dizem que brasileiro é uma raça...

"levaste um baile da Zazzie no portadaloja com a tua história dos Arianos e que eramos de descendencia Celta,Romana etc...que meteste a viola no saco,calaste o apito e saiste de fininho para ninguém ver."

Não cromo,eu respondi mas a "maquina" apagou o comentário.

Depois não me dei ao trabalho de responder outra vez porque a burra da zazzie é daquelas fundamentalistas cristãs iguais aos comunas que negam os campos gulag e o holodomor e são capazes do maior terrorismo e desonestidade intelectual só para terem a sua razão.

A zazzie diz que os Lusitanos nunca existiram e que o cristianismo não tem qualquer ligação judaica.

Vou discutir isto para quê?
É inutil...

E pronto.

Obrigado por teres dito mais merda atrás de merda e pelos teus insultos primários,principalmente pelo gosto que manifestas sempre por cú masculino,isso indicia algo que não vais ser um pai muito confiável ao pé de um filho,não vá a lhe mudares a fralda dar-te o desejo que tantas e tantas vezes manifestas aqui.

Só reforças a minha tese de que não se pode deixar pessoas como tu votar e decidir o destino de uma nação.

Agora pára lá um bocadinho de brincar com o magalhães e vires aqui postar merda atrás de merda ok cromo?

PEDRO LOPES disse...

A propaganda Gay de mansinho lá vai endoutrinando os pobres tugas.

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/para-os-portugueses-antes-um-presidente-jovem-do-que-homossexual-1574664

Isto significa que em breve teremos primeiros ministros e presidentes Gays por essa Europa fora. E já ha muitos.
E mais tarde quem for heterosexual é considerado um perigoso extremista.
Este artigo é muito subtil, não é directo a promover os Paneleiros, mas causa nos incautos que ainda são hetero alguma espécie de culpa e de atrasado civilizacional.





PEDRO LOPES disse...

O Tal Vasco Pulido a escrever umas coisas pantominas sem qualquer relevância. Fala na IIG, no pós-guerra e portanto e mistura umas balelas para dizer no fim que o empobrecimento de Portugal é algo que temos de aceitar e compreender, e que se já estivemos bem foi apenas uma mera ilusão.

http://www.publico.pt/opiniao/jornal/71-anos-25635452

Este Vasco Pulido Valente é um granda FILHO DA PUTA.
É mais um badameco que nunca sai de casa, lê um jornaleco e umas revistas e com isso julga que conhece bem o mundo e deve achar que por escrever com uma prosa sofisticada que o que diz é mais verdadeiro que outros.
É um palhacito insignificante.

Anónimo disse...

"Isto significa que em breve teremos primeiros ministros e presidentes Gays por essa Europa fora."

Estás equivocado Pedro.

Já temos o paulo portas que além de panão é também pedófilo e que além de não estar preso ainda lhe deram o cargo de ministro de negócios estrangeiros que é para dar um "boa imagem" nossa.

É pena é para a interpol haver pedófilos de primeira e de segunda,já que quando o paulo portas sai do país eles podiam dete-lo perfeitamente.

Cada povo(de merda) tem a forma de regime que merece(democracia).

Anónimo disse...

O vpv esqueçe-se é de referir que o nazismo travou o comunismo de entrar na europa ocidental.

O comunismo que escravizava os trabalhadores,executava a nata nativa das sociedade,mandava os os nativos para campos de concentração,a míseria era tal que as mulheres calçavam sarapilheira,nem sapatos tinham em condições,provocou exterminios em massa pela fome,como o holodomor,etc etc...

Que os ignorantes não percebam que o nazismo à epoca foi a nossa salvação(ocidente europeu) do comunismo ok...

Agora quando os que não são ignorantes tentam ignorar isso ou reescrever a história então é mesmo terrorismo intelectual.

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=YA6IDXC4yXw

PEDRO LOPES disse...

Já temos o paulo portas que além de panão é também pedófilo e que além de não estar preso ainda lhe deram o cargo de ministro de negócios estrangeiros que é para dar um "boa imagem" nossa.

Sim, e também Sócrates pega de empurrão.
Mas o que eu quis dizer é que no futuro isso será amplamente divulgado e propagandeado e quem criticar esses políticos já sabe que leva logo com o rotulo de "homofóbico", mesmo que a critica seja por motivos de má governação.
Hoje isso do Portas e do Socrates sabe-se apenas por portas e travessas.

Diogo disse...

Pedro Lopes e outros,

10% de toda a população mundial é homossexual e está uniformemente distribuída por classes, sexos, raças ou religiões. Estar a criticá-los é tão estúpido como criticar um indivíduo por ser careca ou ser um bocado surdo.

Que eu gostaria que o Paulo Portas e o Sócrates acabassem os seus dias na fogueira como a Joana D'Arc (sem desprimor para esta), com várias centenas de desempregados e precarizados a beber cerveja, a rir de esperança e a aplaudir a iniciativa e esperar que se estenda a muitos outros na banca, na governação, na deputação e nos media.


Um aviso: a partir de agora, qualquer comentário que fale em arianos é apagado.

PEDRO LOPES disse...

10% de toda a população mundial é homossexual

Diogo,
Atenção a isto. Eu nunca defendi a perseguição a homossexuais, nem á sua criminalização.
Eu oponho-me sem rodeios é a promoção e propaganda gay que podemos assistir diariamente na TV, jornais, reality shows, cinema etc.
Para mim a homossexualidade se for apenas natural é apenas uma característica fisiológica que se desvia da normalidade, como por exemplo ser canhoto.
E não vemos ninguém a promover os canhotos não é?
Nem um canhoto tem de chegar a casa de dizer ao pai "Pai, perdoa-me, mas tenho de assumir que sou canhoto". "Filho não acredito", "não me apareças mais em casa". Isto não acontece, certo?

Diogo,

Eu conheço poucos homossexuais, mas tenho a certeza que a maioria concorda com isto que eu digo.
A agenda gay, no seu topo, nem sequer vem de gays.
Eles por norma nem querem muita publicidade. É apenas uma de muitas estratégias do poder obscuro mundial de avacalhar e enfraquecer as sociedades.

simon disse...

e como foi possível em Portugal um inútil destes, perguntam-se uns, falando do presidente, enquanto outros já respondem, refastelados, ora, porque assim nós existimos, ps's, psd's, cds's, o rayo que os parta, à máfia e maçonaria, e mais o patriarca, o bispo do porto e don joseph ortiga ...

Thor disse...

exacto. eu concordo com o Pedro Lopes. para já duvido de que 10% da população mundial seja homossexual, mas também não defendo perseguição a gays, o que me oponho é à propaganda homossexualista e ao dar aos gays os mesmos direitos do que os hetero, como se fosse tudo o mesmo e em pé de igualdade.
estar a reinvindicar direitos especiais apenas porque pegam de empurrão, isso é que sou contra.
querem-se comer, comam-se entre 4 paredes e não chateiem, nem exigam direitos como "casamento" e outras merdas... já para não falar na inquisição totalitária anti-"homofóbica" (conceito criado pelos marxistas culturais)
quem não gosta de paneleiragem tem todo o direito a isso, a criticar e à sua opinião livre, chateie quem chatear!
era o que faltava agora uma ditadura do politicamente correcto.



"Pedro Lopes – Também não acredito na democracia representativa. De qualquer forma, os 2 marxistas de "protesto" pouco têm comido da manjedoura e não tiveram qualquer influência nas «políticas» tomadas"


os 2 marxistas de "protesto" podem ter tido pouca influência, mas o marxista de governo (PSD) já não é bem assim...
estas políticas destrutivas são marxistas, de extrema-esquerda. até o próprio Marques Lopes do programa "Eixo do Mal" o disse uma vez, para "gozo" do Daniel Oliveira.

isto são uns gajos de extrema-esquerda que ali andam infiltrados, até o Gaspar é primo do Louçã, e acho que nem é independente, acho que tem passado de esquerda.

é bastante conhecida a táctica das tesouras, típica da "democratreta", que consiste em chamar "direita" a tudo o que não seja extrema-esquerda, para afastar a verdadeira oposição.
então a esquerda discute com a própria esquerda, criando uma rídicula encenação "democrática" de fachada para enganar a manada.

o PSD sempre teve marxistas infiltrados, como é disso exemplo o Durão Barroso, o Pacheco Pereira e em 1974 até se quis inscrever (sem êxito) na Internacional Socialista.

Thor disse...

""Quando a máquina substituir o homem no trabalho, seremos todos obrigatoriamente comunistas."

Mas depois sais-te com coisas destas...
Pah..Eu não percebo como és capaz de escreveres posts tão bons e alguns comentários idem e dizeres bacoradas destas digna de um alf."


exacto. o Diogo desconhece o que é o Comunismo e suspeito que a tua explicação de nada vai valer...




"Agora o NS no tempo do Hitler falhou foi ao não ter posto os Eslavos no grupo de elite racial/etnico"


concordo. o Hitler tinha uma embirração pelos eslavos que não percebo bem.
tudo bem, podiam ser inferiores aos alemães e germânicos em geral, não estarem ao mesmo nível, mas achei a embirração dele excessiva.




"

Quanto ao NS é de facto Racialista,o que quer dizer que pode ser aplicado por negros numa nação negra,por chineses numa nação chinesa,por eslavos numa nação eslava,etc etc...

O que é muito diferente de pôr todos ao molhe no mesmo País como nos eua fazem."


exacto. e foi mesmo isso que o NS fez. há cartazes que mostram voluntários de vários países, incluindo negros africanos, para lutarem contra o marxismo internacionalista. o NS pode ser aplicado a pretos, chineses, àrabes, etc, perfeitamente. desde que seja em nações de pretos, chineses, àrabes, etc, o que for







Thor disse...

"O Putin de vez em quando fala numa união económica desde Lisboa até Vladivostok.
E em termos de cenários meramente geo-estratégicos era uma solução que acabaria com essas ameaças da China e dos EUA."


é aqui a nossa divergência.
o Putin não acaba nada com a ameaça da China. pelo contrário, aumenta-a e potencia-a mais.
o Putin defende o império russo, a restauração da URSS.
ele é influenciado pelas ideologias do Dugin que defendem também um projecto eurasiático, ou seja, incluem também a China nessa plataforma ou união com a Europa Ocidental.

lamento desapontar-vos, mas esse é apenas uma das plataformas do governo mundial sionista.
o próprio Putin é um cripto-judeu sionista.
não acaba com a ameaça da China coisa nenhuma, pelo contrário, aumenta-a.
o islamo-fascismo já citado, faz parte do governo mundial, mas a Eurásia (com a China inclusive) também.
e nisso, o Putin e o Dugin andam juntos.