sexta-feira, fevereiro 01, 2008

John Bolton e a proliferação nuclear

Jon Stewart recebe, no Daily Show, o ex-embaixador americano na ONU, John Bolton, a quem coloca algumas questões complexas:

Jon Stewart: O Irão e a Coreia do Norte estão sempre a vir ao de cima. Novamente, é uma questão de coerência. O Paquistão e Israel têm armas nucleares. Quase parece um paradoxo. Enquanto tentam fazer armas nucleares, nós vamos atacar-vos e impor sanções. Mas se as obtiverem... nós damo-vos auxílio.

Jon Stewart: Mas, quando fala da Coreia e do Irão está a falar da China e da Rússia. Porque na verdade, eles é que estão por trás dos regimes de proliferação. Eles é que têm a tecnologia e a dão a esses países. Então, é com eles que devíamos lutar!


Vídeo (legendado em português):




3 comentários:

Paulo disse...

Bolton foi exposto como um reputado mentiroso. Basta dizer que é apologista dos neocons. Tem tanto de estúpido como de tosco.

Bom carnaval.

xatoo disse...

neocon é pouco para definir esta besta.
Bolton, a quem chamam o "missel teleguiado" é consultor do "Likud Think Tank" em Washington - um lobie Sionista chamado Jewish Institute for National Security Affairs (JINSA)
não hajam dúvidas, o Lidador é que tem razão: os judeus estão sempre por trás de tudo.
logo,
se Bolton é ideólogo de um estado religioso fundamentalista, como antes foi do Center for Security Policy (CSP) é um fulano que acredita que a nova ordem do mundo deve ser uma aplicação tout court das profecias da Biblia. Nada mais racional não será?

PintoRibeiro disse...

Sem tempo, sem tempo, passei para deixar um abraço,