quinta-feira, dezembro 18, 2008

Yehuda Bauer - a história de que o extermínio dos Judeus foi traçado em Wannsee, é ridícula

Palacete (Villa) onde teve lugar a Conferência de Wannsee


No Wikipedia:

A Conferência de Wannsee consistiu no debate realizado por um grupo de oficiais Nazis acerca da "Solução Final da questão Judia" (Endlösung der Judenfrage). Teve lugar a 20 de Janeiro de 1942 no palacete (Villa) de Wannsee, com vista para o lago Wannsee, a sudoeste de Berlim, e que iria conduzir ao Holocausto.

A conferência é considerada como a primeira discussão da "Solução Final" e também porque os registros e minutas da conferência foram encontrados intactos pelos aliados no final da Segunda Guerra Mundial e usados nos Julgamentos de Nuremberga.



The Canadian Jewish News, 30 de Janeiro de 1992:

Rejeitada a importância da Conferência de Wannsee

(Clicar na imagem para ampliar)


Um académico israelita especialista em Holocausto desvalorizou a Conferência de Wannsee, na qual foi dito que elevadas patentes nazis se tinham reunido num palacete nos subúrbios de Berlim em 1942 para traçar os planos da "Solução Final."

Segundo o Professor Yehuda Bauer da Universidade hebraica de Jerusalém, Wannsee foi uma reunião, "não uma conferência", e "pouco do que foi lá dito foi executado em detalhe".


Bauer discursou na sessão de abertura de uma conferência internacional que teve aqui lugar para marcar o 50º aniversário da decisão de levar a cabo a Solução Final. Mas ela não foi tomada em Wannsee, afirmou o académico nascido na República Checa.

"O público ainda repete, vezes sem conta, a história ridícula [silly story] de que foi em Wannsee que foi traçado o extermínio dos Judeus." Wannsee foi apenas uma fase no desenvolvimento do processo do assassínio em massa, disse ele.


Bauer defendeu ainda que os receios de que as memórias do Holocausto se estejam a desvanecer com o tempo são infundados.

"Quer seja apresentado genuinamente ou não, de acordo com os factos históricos ou em contradição com eles, com empatia e compreensão ou de um grande mau gosto, o Holocausto tornou-se um símbolo dominante da nossa cultura."

"Raramente se passa um mês sem que não surja uma nova produção televisiva, um novo filme, um novo teatro, um certo número de novos livros em prosa ou em poesia lidando com o assunto."

"Os Judeus mortos, em contraste com os vivos, são muitas vezes objecto de comiseração, simpatia e meditação", disse o professor.

.

9 comentários:

xatoo disse...

"Wannsee foi apenas uma fase no desenvolvimento do processo do assassínio em massa (...) a decisão de levar a cabo a Solução Final não foi tomada ali"
é pior a emenda que o soneto: o que o judeu Yehuda Bauer quer dizer com isto lá na dele é que já existia antes um deliberada intenção de executar o holocoiso - o que é completamente falso - o morticinio em massa (as epidemias,etc) só se verificaram quando as condições de subsistência do poder e da força militar nazi se agravaram à medida que o exército vermelho os começou a encurralar. Mas dessa condição degradada também se pode queixar o povo alemão, que andou muitos anos a passar fome.
a ver: "Germania Ano Zero" do Rosselini

Ana Camarra disse...

Diogo

Para além do povo alemão, como diz o comentador anterior passou horrores, ontem por causa de outra coisa totalmente diferente tropecei num dado que já me tinha esquecido, soviéticos morreram 25 milhões, é obra!

beijo

Aurora disse...

Ana Camarra, toda a gente sabe que soviético, cigano e comunista não é gente.

contradicoes disse...

Concordo com o professor quanto à simpatia e meditação que merecem os judeus mortos. Porque são os vivos que devemos ter. Aliás que o digam os palestinianos, se assim não é.

Anónimo disse...

Quem disse que xigano nã é gente?
Ãh? ãh?
As outras duas raças nã conheço?

Ana Camarra disse...

Aurora

Então não sou gente!

Ashera disse...

O Holocausto jamais será esquecido e ficará na história para todo o sempre, embora outras grandes guerras se adivinhem para greve, esta 2ª foi marcante demais, geração após geração, irá tentar dissecar cada vez mais quantas verdades e mentiras envolveram tantas vidas.
MEU QUERIDO E AMIGO DIOGO:
BOAS FESTAS!
TUDO DE BOM TE DESEJO.
Ashera

wholesale jewelry disse...

lol,so nice

Leo Gott disse...

Não tem contradição alguma.

Existe a "mania" "revisionista" de usar "quote-mining". A citação completa de Bauer pode ser lida no "Blog O Holocausto":

http://holocausto-doc.blogspot.com/2009/04/distorcoes-revis-das-afirmacoes-de.html