segunda-feira, julho 27, 2009

Sabão Humano - uma nódoa difícil de remover na história do Holocausto Judeu

Sabão alegadamente produzido a partir de gordura humana


Uma das mais pavorosas reivindicações dos defensores do Holocausto Judeu foi a história da produção de sabão a partir dos corpos das suas vítimas judias por parte dos alemães. Esta acusação foi «provada» no principal tribunal de Nuremberga de 1945-1946, e foi oficialmente confirmada por numerosos historiadores nas décadas seguintes. Mais recentemente, contudo, como parte de uma ampla retirada dos aspectos mais obviamente insustentáveis da história «ortodoxa» do extermínio judaico, historiadores do Holocausto admitiram de má vontade que a lenda do sabão humano era uma mentira da propaganda de guerra. Permanecem, contudo, ainda alguns restos desta lenda:

The Mount Zion Foundation - Fundação do Monte Sião, foi fundado inicialmente em Jerusalém, Israel, em 1949, pelo Director Geral do ministério de Assuntos Religiosos, Dr. S. Z. Kahane. A fundação foi formada para ajudar a manter os valores materiais e culturais, a dignidade e a glória de Monte Santo do Sião. Na Câmara do Holocausto [The Chamber of the Holocaust] da Fundação do Monte Sião pode ler-se o seguinte:

Cinzas e sabão dos Mártires Judeus cujas palavras agonizantes proclamaram a sua fé na vinda do Messias. [Ashes and Soap from the Jewish Martyrs whose dying words proclaimed their faith in the coming of the Messiah].


«Em tributo à sua memória, neste lugar estão enterrados pedaços de sabão feitos de gordura humana de Judeus, parte dos seis milhões de vítimas da barbárie Nazi ocorrida no século vinte. Paz aos seus restos


No cemitério Judeu de Sighetu (terra natal de Elie Wiesel na Roménia), encontra-se um monumento que de acordo com as inscrições contém barras de sabão proveniente de Judeus mortos. [Inside the Jewish cemetery in Sighetu is a monument which according to the inscription contains bars of soap made from dead Jews.]


«Aqui descansam quatro barras de sabão, os últimos restos terrestres de vítimas Judias do Holocausto Nazi.» [Grave marker in Atlanta's Greenwood Cemetery. It reads, "Here rest four bars of soap, the last Earthly remains of Jewish victims of the Nazi Holocaust."]


Transcrições do Tribunal Internacional Militar de Nuremberga.

19 de Fevereiro de 1946 - (IMT Vol. 7 Blue Series) - Promotor Soviético Rudenko

Promotor soviético Rudenko: «No Instituto Anatómico de Danzig, foram levadas a cabo experiências semi-industriais na produção de sabão a partir de corpos humanos e curtume de pele humana com fins industriais. Apresento ao Tribunal , como Prova Número USSR-197 (Documento Número USSR-197), o testemunho de um dos participantes directos na produção de sabão humano. É o testemunho de Sigmund Mazur, que foi assistente de laboratório no Instituto Anatómico de Danzig.»



Comentário

No entanto, a verdade e o bom senso acabaram por vir ao de cima: The Jerusalem Post (5 de Maio de 1990) - Yad Vashem, o Memorial do Holocausto de Israel, confirmou na semana passada as recentes declarações do Professor Yehuda Bauer, um eminente historiador do Holocausto, em que este afirma que os Nazis nunca fizeram sabão a partir de gordura humana.

30 comentários:

xatoo disse...

Há qualquer coisa entre o regime de Cuba e Israel que me cheira a esturro. Fiquei de pé atrás quando soube que a maior exploração de citrinos do mundo é em Cuba e propriedade de um judeu ex-director da Mossad

Zorze disse...

Esta história do sabão, desconhecia-a completamente.

Abraço,
Zorze

alf disse...

Esta história do holocausto alimenta-se da ideia de que havia um objectivo de exterminar judeus especificamente; ora talvez fosse interessante começar a referir as outras raças e povos que foram parar aos campos de concentração e ainda aqueles que não tiveram essa sorte e foram mortos no local.

E também não se perdia nada em referir os mortícinios que se fazem numa guerra como, por exemplo, as povoações francesas que foram esmagadas por bombardeamentos aliados na preparação para o desembarque do dia D, uma chacina desmedida; ou as chacinas feitas no avanço alemão sobre a russia, ou as chacinas feitas pelos russos, nomeadamente de polacos. Isso serviria para mostrar que dentro das monstruosidades que se praticam numa guerra, um campo de concentração é um esforço quase humanitário.

A insistência na história dos judeus serve para retirar à guerra toda a sua carga de horror, esquecer os muitos milhões de pessoas que morreram na guerra e que não eram judeus.

Apache disse...

Sabão crá-crá...

ailhadosamores disse...

E das mentiras anteriores, temos que aprender a ver as novas mentiras.

É isso, Alf…

ailhadosamores disse...

"The Nazis did however use the skin and hair of humans to make various products.

The Nazis carried out many atrocities, and there was no need to add false allegations"

ailhadosamores disse...

Concordo tanto com o Alf.

Filipe disse...

«How many people know that at Nuremberg the Germans were accused of:

- vaporizing 20,000 Jews near Auschwitz with "atomic energy";

- killing 840,000 Russian POW's at Sachsenhausen in one month (with special pedal-driven brain-bashing machines, no less), then disposing of them in mobile [sic] crematoria;

- torturing and killing Jewish prisoners to the tempo of a specially composed "Tango of Death" in Lvov;

- steaming Jews to death like lobsters at Treblinka;

- electrocuting them en masse at Belzec;

- making not only lampshades and soap but also handbags, driving gloves, book bindings, saddles, riding breeches, gloves, house slippers, etc. from the remains of their victims.»

Fonte: Made in Russia: The Holocaust, by Carlos W. Porter. Historical Review Press, 1988

Filipe disse...

Carlos Porter, o autor do livro cujo excerto copiei, foi obviamente perseguido pela Justiça.

Ao ser intimado por um tribunal alemão, em vez de comparecer ele respondeu-lhes assim: http://www.cwporter.com/ggvp.htm .

É claro que o tribunal não aceitou as razões, e voltou a intimá-lo. Ele respondeu assim:

«It is my duty to inform you that in disputing or denying the credibility of my cranial injuries caused by the PEDAL-DRIVEN BRAIN-BASHING MACHINE described in the Nuremberg Trial transcript, you injure my dignity as a human being, causing me serious psychic disturbances and emotional anguish.

I feel humiliated and insulted. You will be hearing from my lawyer about this. I also suffered severe radiation burns on 9 October 1997 while handling the German World War II atomic bomb described in the Nuremberg trial transcript and am still radioactive.»

Ana Camarra disse...

Diogo

Aí está uma daquelas vendida como verdade absoluta....


beijo

Diogo disse...

Xatoo, o caso de Chávez também me cheira a esturro.


Zorze, o Filipe, uns comentários abaixo, dá-te uma listagem completa.


Alf, A insistência na história dos judeus não «serve para retirar à guerra toda a sua carga de horror, esquecer os muitos milhões de pessoas que morreram na guerra e que não eram judeus.» Serve para tornar a questão judaica num dogma. Algo que não pode ser discutido.


Apache, pois é!


Ilha dos Amores, talvez as atrocidades nazis não tivessem sido tantas como isso. Daí a necessidade de inventar umas tantas.


Filipe, os nazis utilizaram um autêntico arsenal de armas de destruição maciça contra os judeus. É um milagre o facto de terem sobrevivido tantos.


Ana, mais uma mentira a somar a tantas outras…

Filipe disse...

Diogo:

Sem dúvida, é um milagre tantos judeus terem sobrevivido. Tal como a Europa sobreviveu - graças ao apoio desinteressado dos nossos amigos americanos, inspirados pelo filantropo Marshall.

Pelo caminho, os nossos aliados americanos tornaram o dólar no padrão universal, com que "pagam" a sua imensa dívida externa, e o petróleo - e ai de quem ponha isto em causa! Leva nos cornos. Mas enfim, a Alemanha lá conseguiu uns dinheiritos, para ir pagando a Israel, as ignomínias do seu passado.

A Alemanha até tentou renegociar a dívida, não conseguiu, construiu uns monumentos caros em Berlim, enfim, TALVEZ um dia, a dívida fique saldada. Talvez.

Mas na nossa memória, jamais ficará saldada! Não há dinheiro algum, que pague o sofrimento dos Judeus. Sim, até recebem o dinheiro, mas nunca fica pago.

O Obama visitou Buchenwald (da famosa foto da porta da "câmara de gás", desmentida depois), na companhia de ELIE WIESEL - o tal que esteve em Auschwitz, e escreveu o seu best-seller "Night", sem mencionar qualquer câmara de gás - e estes discursos dizem tudo sobre as simpatias trocadas:
http://www.huffingtonpost.com/2009/06/05/obama-buchenwald-speech-t_n_211898.html

A Merkel foi, é claro, democraticamente eleita - e a Alemanha é o principal país da UE. A mesma UE, que planeia reeleger o Durão Burroso. A pessoa certa, no lugar certo.

Filipe disse...

Errei: a "famosa" foto da porta da câmara de gás, depois desmentida, não foi em Buchenwald: foi em Dachau.

Ei-la: http://www.nizkor.org/hweb/camps/dachau/images/gas-chamber-door.jpg

No entanto, Buchenwald também era considerado um campo de "extermínio", até que por espantosa coincidência, todos os campos de "extermínio" fora do controlo soviético, foram desmentidos.

Felizmente, tivemos um julgamento justo e imparcial - Nuremberga - para ajuizar a verdade...

alf disse...

Os Judeus não tinham um território para defender ou onde tivessem de enfrentar um problema de sobrepopulação, como aconteceu com os outros povos à excepção dos ciganos. Assim, nunca tiveram de entrar em guerras, enquanto o resto do mundo viveu sistematicamente em guerras. Embora vítimas de perseguições e expulsões, não sofreram outras coisas.

(Aliás, interrogo-me sobre uma coisa: os judeus não faziam serviço militar na alemanha? Os que estariam no exército foram enviados para campos de concentração?)

Assim, a experiência destas gueras mundiais terá sido algo novo e inesperado para eles. Para eles, é uma experiência única, da qual se julgavam ao abrigo por não terem pátria. Não tinham direitos em parte nenhuma, mas também não tinham deveres. Além de que eram uma classe «de cima», ao contrário dos ciganos.

Com o «holocausto» perceberam que o facto de não terem pátria não os coloca ao abrigo destas coisas e optaram por passarem a ter uma; e agem agora exactamente como aqueles que sempre a tiveram, porque agora, como os outros, têm de defender o seu território com unhas e dentes porque a sua sobrevivência está dependente dele.

Bem, isto foi o pensamento da manhã...

O Trigo e o Joio disse...

Já li que Castro é de origem judaica. No mesmo artigo li que ele se chamou a sí próprio de Marrano.
Guevara, também era de origem judaica, filho de pais russos que mudaram o nome para Guevara, para poderem imigrar para a Argentina.
Mas não se surpreendam com os comunistas, Lenine, Estaline, Trotski e muitos outros herois comunistas soviéticos eram de origem judaica e não são os únicos, há mais, como Roosevelt, Churchil, Einsenhower e imagine-se que até do próprio Hitler se suspeita, como pertencente ao clã Rothchild, tendo sido ajudado na conquista do poder e a soldo da Iluminati, organização sob o controle Rothchild.
Não há fumo sem fogo e no caso de Castro, são muitos os sites a tentar desmentir as suas origens.
Quando tiver tempo farei uma compilação de sites sobre esta temática.

xatoo disse...

Alf
"os judeus não faziam serviço militar na Alemanha?"
Há um livro por aí intitulado "Os Soldados Judeus de Hitler" - havia várias divisões, e fizeram-no com convicção. Hitler estava a ajudá-los com o plano de emigração para a Palestina. O militarismo esteve sempre presente na raça. Nem as crianças escapam. Visitando o museu judaico de Berlim, cheguei à conclusão que foram eles que inventaram o paradigma da disciplina militarizada nas escolas - isto é, foram os mentores da "Mocidade Portuguesa" adaptada da mesma prática nas juventudes nazis e fascistas (na Alemanha e na Itália, respectivamente)
.

alf disse...

xatoo, obrigado pela informação, não fazia ideia nenhuma.

Como é que isso «encaixa» com a perseguição aos judeus? Os judeus militares já podiam ser judeus? Estariam aí protegidos da «opinião pública»? Quem perseguia os judeus eram os nazis ou era a «opinião pública» alemanha que, como se sabe, há muito que não suportava a arrogância de muitos judeus alemãos? Era o regime ou era o povo?

Vítor Ramalho disse...

Um dia saberemos toda a verdade,por enquanto ainda temos aturar a da NOva Ordem Mundial e todos os seus Holocontos.

Anónimo disse...

Caro alf
Uns falam de cem mil outros de cento e cinquenta mil. Isto para não falar de outras nacionalidades.

http://www.rense.com/general43/jewserved.htm

http://www.google.com/search?q=Hitler%27s+Jewish+Soldiers&ie=utf-8&oe=utf-8&aq=t&rls=org.mozilla:pt-BR:official&client=firefox-a

Carlos

Anónimo disse...

So, what just іѕ аurawаve аnyway, and so pay foг thе
suсceѕs that it's one of the nearly debilitating sensations that we come across in lifetime.
Have a look at my web page ; http://www.playchat.ro/

Anónimo disse...

http://acheterviagragnerique1.net/ commander viagra
http://comprarviagragenerico1.net/ viagra
http://acquistareviagragenerico1.net/ acquistare viagra
http://kaufenvaigragenerika1.net/ viagra kaufen

Anónimo disse...

Tiptop fun and plot ρlay thгough LAN and TCΡ/IP
connectivity. Games generally dіsсussion lookup game can be foundhere.
It is not а paѕsage, it is an Elеctriс а Νame ofOnline Gamesthat your ѕmall fry
can Toу. These Hanԁ-held gameѕ
gave nascеnce to some otheг inteгlingual
rеndition of real dіdn't Receive for the endgame softcore experience, and it is an excellent gain. Thither are many websites that lineament, Despite the fact that Pacman does not Feature any of the features of today's pop videο gamеѕ.


Μу ѕіte ... motorcycleice.com

Anónimo disse...

Do you have еnjoy more building сomplex
games. nigh сhіldгen arе now captive in plaуing online gameѕ merely Feаture to tog uр the ρuppіes
with your own vogue. Playегs looκ to roll up thаt deаl of veгsatilе plot catеgorіes under avаilablе οnlіne gamеs.

When new gamеs Iѕѕue forth into thе gгοсerу, they Νormallу do
іnterеsting training аctivities meant
for kiԁs. gгadatіon 2. Ϲlick the іnstаlleг
and Οpt the dеѕiгeԁ ρamphlet of your chοosing,
Own ρrоven but how harmful theѕe games сan be.



Feеl free to ѕurf tο my ωebsitе digidev.w-m.co

Anónimo disse...

This is good equipment for your car or truck.

This application system offers a two 7 days totally free demo prior to invest in.


Feel free to surf to my web site obd logger

Anónimo disse...

The firm has two automotive diagnostic computer software plans and
one insert on features package. The difficulty can be major or straightforward to retrieve.


Also visit my page ... http://omp-040.openmark.it

Anónimo disse...

When I initially commented I clicked the "Notify me when new comments are added" checkbox
and now each time a comment is added I get several e-mails with the same comment.
Is there any way you can remove people from that
service? Bless you!

Stop by my webpage ... anti cellulite treatment

Anónimo disse...

Hey! I just would like to give a huge thumbs up for the nice information you will have here on
this post. I shall be coming back to your weblog for more soon.



Feel free to surf to my blog - cherry mx blue switch

Anónimo disse...

I was recommended this website by my cousin.

I am no longer certain whether this submit is written through him as
no one else realize such distinct approximately my problem.

You are amazing! Thank you!

Also visit my website: new cellulite treatment

Anónimo disse...

Howdy just wanted to give you a quick heads up. The words in your article seem to be running off the screen in Firefox.
I'm not sure if this is a format issue or something to do with browser compatibility but I thought I'd post to let you
know. The design and style look great though! Hope you get the
issue solved soon. Thanks

Feel free to surf to my web-site :: cellulite treatment reviews

Anónimo disse...

Admiring the time and effort you put into your blog and detailed information you present.

It's nice to come across a blog every once in a while that isn't the same out of date rehashed information.
Excellent read! I've bookmarked your site and I'm including your RSS feeds to my Google account.


My blog :: best cellulite treatment