segunda-feira, julho 20, 2009

Jon Stewart - Estes bloggers linchadores não têm credenciais, fontes, ética, editores ou responsabilidades... Não têm credibilidade, só factos!


Jon Stewart: Há cinco anos, se ouvissem a palavra blogger, partiriam do princípio que se tratava de uma derivação ou truncagem referente a alguém que mantém um weblog e teriam razão! Boa malha, inquiridos hipotéticos!

Os repórteres internautas, ou bloggers, já são reconhecidos e agora, após terem desempenhado um papel fulcral na revelação do escândalo "Rather-gate", na CBS News, os bloggers arrecadaram mais dois troféus de Media.

Por exemplo, Jeff Gannon, um repórter destacado para a Casa Branca cujo estilo jornalístico despertou a nossa curiosidade durante a conferência de imprensa do Presidente, há duas semanas:

Jeff Gannon: Os líderes democratas do senado pintaram um quadro muito sombrio quanto à economia dos EUA. O Sr. Presidente afirmou que ia ajudar estas pessoas. Como vai trabalhar com pessoas que parecem ter-se divorciado da realidade?

Jon Stewart: Alguns ouviram a pergunta e interrogaram-se: Quem é este Jeff Gannon, paladino da verdade, que torce o braço do Presidente atrás das costas, apenas para mais facilmente o poder estimular por trás?

Os sites Ameriblog e Daily Kos investigaram este Jeff Gannon e descobriram que, ao que parece, ele se chama James Guckert. Ele é "repórter" num site de direita intitulado "Talon News", que apenas transcreve comunicados da Casa Branca e dos republicanos.

Um repórter a soldo dos republicanos que usa um pseudónimo para ter acesso à sala de imprensa da Casa Branca não é uma história muito interessante. A menos que o cavalheiro em questão [James Guckert] seja também proprietário de sites pornográficos gay, incluindo o Hotmilitarystue.com, onde o seu perfil indica que ele tem, e cito: 1:80m, 90 quilos, cabelo castanho curto, olhos verdes, e um pénis com mais de 20 cm circuncidado.

Uma analista de Media da CNN revelou de que forma a CNN desvendou esta história.

CNN: Fizemos esta descoberta. Ou melhor, um dos bloggers fez a descoberta e nós soubemos através do blog "Ameriblog.com", um site liberal. Até mostrávamos as fotos, mas são ousadas e preferimos não o fazer.

Jon Stewart: Foi a CNN a mostrar o motivo por que os blogs são mais interessante que a CNN. Esta e outras deram azo a grande agitação nos três canais noticiosos:

Debate na Fox News: Quero voltar ao que disse o Bob. Você está a defender estes bloggers linchadores, que divulgam estas notícias, 1/10 das quais são inventadas? Eles não usam provas ou fontes fidedignas. É esse o jornalismo que advoga? Na sua maioria são pessoas que não têm credenciais, não têm fontes, ética, editores ou responsabilidades.

Jon Stewart: Ao contrário dos jornalistas dos canais por cabo que têm… credenciais! Com mais informações sobre o papel dos bloggers nos media, tenho aqui o nosso perito em media, Stephen Colbert. Stephen, fazes parte dos media tradicionais. És um repórter dos media tradicionais, qual é a tua opinião sobre estes repórteres dos novos media?

Stephen Colbert: Jon, a grande maioria dos bloggers são repórteres responsáveis que abordam temas de nicho de forma séria, como histórias sobre a séria "Gilmore Girls", truque giros que os seus gatos fazem, ou fotografias das personagens de "Gilmore Girls" vestidas de gatas. Até aqui, tudo bem. O que eu não posso é com os bloggers agressivos. Gente com computador que recolhe, compila e divulga factos verídicos, que depois são lidos pelo público. Não têm credibilidade, só têm factos. Poupem-me!

Jon Stewart: A Internet como meio de comunicação pode ser uma novidade, mas o que os bloggers fazem, tal como tu descreveste, é muito semelhante ao que fazem os jornalistas.

Stephen Colbert: Ao que fazem os jornalistas, Jon? Como jornalista, acho que sei qual é o meu papel. Não fico sentado em casa em frente a um computador. Estou todos os dias na Casa Branca a esfalfar o coiro, a transcrever os seus comunicados, a repetir os seus argumentos.

Jon Stewart: Mas desde que estes bloggers corroborem os seus factos, porque haverias de te opor a este tipo de cobertura política?

Stephen Colbert: Porque não se trata de cobertura política, Jon! Eles divulgam informações sobre os repórteres. A primeira regra do jornalismo é não fales sobre jornalismo! Eles têm de aprender a não falar dos jornalistas, ninguém gosta de bufos. Se querem divulgar alguma coisa, porque não usam a sua genica para investigar esta Administração? Alguém devia fazê-lo. Nem imaginam o que eles andam a tramar!

Jon Stewart: Stephen, quer tu gostes, quer não, estes bloggers já conquistaram alguma legitimidade.

Stephen Colbert: É verdade Jon. E essa é a nossa única esperança. Com legitimidade, os bloggers serão considerados os nossos pares. E isso implica acesso, estatuto, dinheiro e poder. E se aprendemos alguma coisa com os media tradicionais, foi que isso fomenta a complacência ou coisa parecida...


21 comentários:

Ana Camarra disse...

Diogo

uma reflexão que faz falta, a brincar estão aí coisas muito sérias....

beijos

O Trigo e o Joio disse...

Já fui jornalista durante 5 anos e o que aprendi do jornalismo foi isto:
- Os jornalistas, salvo raras excessões, são o veículo de comunicação da versão oficial dos factos, ou seja, transmitem à letra, aquilo que os políticos dizem e normalmente não estão autorizados pelos respectivos directores dos orgãos em que trabalham, a pisar o risco, com o risco de perderem o emprego.

- Os jornalistas, adoram chamar-se a si próprios de jornalistas e não perdem uma opurtunidade para o demonstrarem.

- Os jornalistas pensam que são uma classe aparte e intocáveis, porque se acham com o poder de intervir em favor ou desfavor de certos políticos, sem se aperceberem que na realidade os donos dos respectivos orgãos em que trabalham, são quem na realidade está por detrás de determinados assuntos, abordados pelos seus empregados.

O que este tipo diz nesta entrevista é tão só, a frustração de uma classe profissional, que se vê ultrapassada por um leque de pessoas bem informadas e que trazem ao de cima, uma versão dos factos que não é abordada pelo jornalismo corrente.
Não é por acaso, que a administração sionista de Barack Obama, tem em marcha um programa para "atacar" os blogs que lhe sejam incómodos.

alf disse...

Agora que a verdade jornalistica estava já toda controlada, tinha de surgir a internet e os malditos bloggers!! Condicionar os jornalistas até é fácil, como é fácil controlar tudo o que dependa do dinheiro. O que é terrível de condicionar são as pessoas que agem sem ser por dinheiro e não dependem deste!!!

a ciência também foi tornada completamente subsidio-dependente para ficar completamente controlada.

Claro que a blogoesfera também é um pau de muitos bicos, onde muitos interesses se jogam... mas ao menos goza de uma certa liberdade de expressão... por enquanto e nalgumas partes do mundo..

Diogo disse...

Ana, os tipos do Daily Show puseram a «liberdade mediática» a nu. Acho este sketch extraordinário, tanto a nível de mensagem como de humor.


O Trigo e o Joio, os jornalistas são pagos por entidades que desconhecem e que lhes ditam o que têm de expressar. Se não o fizerem vão para a rua. Portanto, o que nos chega é pior que nada. São catadupas de mentiras deliberadas.


Alf, é precisamente essa a grande vantagem da Internet. A esmagadora maioria escreve e opina à borla. E o poder económico não gosta.

Zorze disse...

O comentário do o Trigo e o Joio é de uma síntese meridiana acerca da questão do jornalismo.

Quanto ao assunto dos bloggers, não nos podemos esquecer, que anda tudo por aqui. Políticos, jornalistas e outros com os mais variados perfis como muito bem mostra o sketch de Jon Stewart.

Abraço,
Zorze

Anónimo disse...

nao tem nenhuma teoria da conspiraçao sobre o homem na lua?

Diogo disse...

Anónimo disse... «nao tem nenhuma teoria da conspiraçao sobre o homem na lua?»


Qual homem na lua?

ailhadosamores disse...

Alf
Grande frase!!!

"Condicionar os jornalistas até é fácil, como é fácil controlar tudo o que dependa do dinheiro. O que é terrível de condicionar são as pessoas que agem sem ser por dinheiro e não dependem deste!!!"

ailhadosamores disse...

Portanto, é necessário meditar, reflectir, dialogar sobre isto… e se há algo a criar a partir disto:

"Isto" é "as pessoas que agem sem ser por dinheiro e não dependem deste!!!"

Há muito a fazer a este respeito. Muito a reflectir, e descobrir a este respeito. E depois, a fazer.

ailhadosamores disse...

Portanto, é necessário meditar, reflectir, dialogar sobre isto… e se há algo a criar a partir disto:

"Isto" é "as pessoas que agem sem ser por dinheiro e não dependem deste!!!"

Há muito a fazer a este respeito. Muito a reflectir, e descobrir a este respeito. E depois, a fazer.

ailhadosamores disse...

O Trigo e o Joio disse:
"- Os jornalistas, salvo raras excessões, são o veículo de comunicação da versão oficial dos factos, ou seja, transmitem à letra, aquilo que os políticos dizem e normalmente não estão autorizados pelos respectivos directores dos orgãos em que trabalham, a pisar o risco, com o risco de perderem o emprego.
…sem se aperceberem que na realidade os donos dos respectivos orgãos em que trabalham, são quem na realidade está por detrás de determinados assuntos, abordados pelos seus empregados. "

Trigo e Joio, obrigada por exprimir tão bem aquilo de que claramente me apercebi há umas dezenas de anos, e a principal razão porque então dispensei o ritual de ler jornais, ver televisão, e notíciários.

Esse jejum é necessário para uma percepção mais profunda do que se passa mundo fora. :)

xatoo disse...

há muito a fazer por aqueles que não dependem do dinheiro.
ah ah ah. como?
criar um partido que não dependa de dinheiro?
ou fazer um pogrom final a tudo que seja banqueiro?

Apache disse...

Esta malta dos blogues é tramada, pá. Até nos comentários, quando um gajo chega para dizer alguma coisa de jeito, já os tipos anteriores disseram tudo. Resta-me subscrever os comentários do “O Trigo e o Joio” e do “Alf”.

Anónimo disse...

Diogo disse... «qual homem na lua?»

O Neil Armstrong!

Já ouviu falar? ou é uma farsa para nos enganar?

Diogo disse...

Ilha dos Amores, temos mesmo de arranjar soluções para um mundo quase todo a soldo, onde jornalistas e políticos estão por conta. Penso que há soluções.



Xatoo, «criar um partido que não dependa de dinheiro? ou fazer um pogrom final a tudo que seja banqueiro?»

Criar uma democracia que não dependa de dinheiro. A Internet pode ser a solução ideal para a democracia directa. Os jornais e as televisões também estão a levar pancada da grossa.



Anónimo, o homem foi à lua? Como podemos ter a certeza? O Neil Armstrong não seria o primeiro mentiroso que eu já vi na televisão...

xatoo disse...

quem se lembra do Oh Boy! de Walter Cronkite e da sensacional repotagem em directo realatada pelo convicto salazarista José Mensurado, lembra-se também de algumas dúvidas que persistem desde essa altura:
Como é possível uma bandeira flutuar na Lua se não há vento?
Como se explica uma pegada no solo lunar se não há humidade na Lua?

Anónimo disse...

Como é possível uma bandeira flutuar na Lua se não há vento?

Xato, antes de mandar bocas informa-te para não fazeres figura de ignorante. Há por aí muita informação disponível que explica o fenómemo. É uma questão de a consultar.

O Trigo e o Joio disse...

Com a descrisção que fiz dos Jornalistas, não que dizer que sou contra eles, tão só penso que muitos deles estão empaturrados na sua profissão e isso denota falta de bom senso.
Nós não vemos os Engeheiros, embora gostem de ser tratados como tal, constantemente a dizer: Os Engenheiros jantaram com o Presidente da Républica, ou foram chamados a visitar esta ou aquela fábrica.
Vemos os Médicos ou Advogados, constantemente a lembrarem-nos da sua profissão e dos amigos que têm nesta ou naquela posição profissional?
- Não.
Essa é uma tendência muito peculiar dos Jornalistas.
Eu até tenho alguns amigos Jornalistas que são humildes, mas também conheço outros que são exacatmente aquilo que descrevo.
Uma das razões porque deixei de fazer jornalismo, esteve baseada na impossibilidade de fazer determinadas perguntas incómodas e isso no jornalismo português só se pode fazer se o político fôr para abater, caso contrário....
Apesar de fazer estas críticas, sou um leitor assíduo de jornais e revistas e adoro documentários.

Anónimo disse...

Ainda bem que gostas do Jon Stewart, ele também deve gostar de pessoas como vocês:

http://www.thedailyshow.com/watch/tue-march-23-1999/this-week-in-hate---world-white-web

Louco disse...

A propósito Diogo, você sabe porque o video DS - CNN Fear Factor não está mais disponível? quando eu tento acessá-lo aparece a mensagem de que o vídeo não está mais disponível para o meu país (Brasil)

Louco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.