terça-feira, setembro 14, 2010

O Presidente do Irão, Mahmoud Ahmadinejad, é de origem judaica

.
Daily Telegraph - Mahmoud Ahmadinejad revelou ter um passado judeu

Ahmadinejad a mostrar documentos durante as eleições. Estes documentos mostram que o anterior nome da sua família era judeu.

Uma fotografia do Presidente iraniano a segurar o seu cartão de identidade durante as eleições em Março de 2008 mostram claramente que a sua família tem raízes judaicas.

Uma vista mais aproximada do documento revela que Ahmadinejad era anteriormente conhecido como Sabourjian – um nome judeu que significa tecelão [cloth weaver].

A pequena nota rabiscada no cartão sugere que a sua família alterou o seu nome para Ahmadinejad quando se converteu para abraçar o Islão depois do seu nascimento.

Os Sabourjians tradicionalmente procedem de Aradan, o local de nascimento do Sr. Ahmadinejad, e o nome deriva de "tecelão do Sabour", o nome do manto usado pelos judeus do sexo masculino durante certas orações na Pérsia. O nome está até na lista dos nomes reservados para os iranianos judeus, compilada pelo Ministério do Interior do Irão.

Peritos sugeriram ontem que o historial do comportamento do Sr. Ahmadinejad de ataques carregados de ódio aos judeus poderia ser uma sobrecompensação para esconder o seu passado.

Ali Nourizadeh, do Centro de Estudos Árabes e Iranianos, afirmou: "Este aspecto dos antecedentes do Sr. Ahmadinejad explica muito sobre ele."

"Todas as famílias que se convertem a uma religião diferente adoptam uma nova identidade condenando a sua antiga fé."

"Ao fazer declarações anti-Israel, está a tentar libertar-se de quaisquer suspeitas acerca da suas conexões judias. Ele sente-se vulnerável numa sociedade radical Xiita."

Um perito em judeus iranianos que vive em Londres disse que o facto de o nome terminar especificamente em "jian" (Sabourjian) mostrava que a família era de judeus praticantes.

Daily Telegraph - O Irão tem a maior comunidade de judeus do Médio Oriente fora de Israel. Conquanto a comunidade judaica enfrente uma discriminação limitada, goza de uma ampla liberdade para exercer os mesmos direitos que os muçulmanos gozam na república islâmica.

"Ele alterou o nome por motivos religiosos, ou, pelo menos, os seus pais fizeram-no," afirmou o judeu nascido no Irão que vive em Londres. "Sabourjian é um nome judeu bastante conhecido no Irão."

Um porta-voz da embaixada israelita em Londres disse que não se podiam tirar conclusões sobre os antecedentes do Sr. Ahmadinejad. "Não é nada sobre qual o qual tenhamos falado," disse Ron Gidor, um porta-voz.

O líder iraniano não negou que o seu nome tenha mudado quando a sua família se mudou para Teerão nos anos 1950. Mas nunca revelou a origem do que foi alterado ou nunca se referiu directamente à razão para a mudança de nomes.

Parentes de Ahmadinejad tinham afirmado antes que tinha sido uma mistura de razões religiosas e pressões económicas que forçaram o seu pai Ahmad, ferreiro de profissão, a mudar de nome quando o Sr. Ahmadinejad tinha quatro anos.

O Presidente iraniano cresceu e tornou-se um engenheiro qualificado com um doutoramento em gestão de tráfego. Serviu na milícia dos Guardas Revolucionários antes do seu nome constar da política de linha dura na capital.

Durante o debate presidencial deste ano na televisão ele foi incitado a admitir que o seu nome tinha mudado, mas Ahmadinejad ignorou a questão.

Contudo, Mehdi Khazali, um blogger da Internet, que exigiu uma investigação às raízes do Sr. Ahmadinejad foi preso este Verão.

O Sr. Ahmadinejad tem feito regularmente críticas ferozes a Israel, questionou o seu direito a existir e negou o holocausto. Diplomatas britânicos abandonaram uma reunião das Nações Unidas no mês passado, depois do Presidente iraniano ter denunciado o genocídio perpetrado por Israel [contra os palestinianos] como 'bárbaro e racista'.

Daily Telegraph - Mahmoud Ahmadinejad chama ao genocídio dos judeus perpetrado pelos nazis, 'um mito'.

Benjamin Netanyahu fez uma denúncia inflamada do líder iraniano na mesma reunião das Nações Unidas: "Ontem, o homem que afirma que o holocausto é uma mentira falou neste pódio," disse ele. "Seis meras décadas depois do holocausto, dá-se legitimidade a um homem que nega o assassínio de seis milhões de judeus, enquanto promete riscar do mapa o Estado de Israel, o Estados dos judeus. Que vergonha. Que insulto à Carta das Nações Unidas."

O Sr. Ahmadinejad tem falado sistematicamente sem rodeios sobre a tentativa nazi de destruir a raça judaica. "Eles [os judeus] criaram um mito hoje a que chamam o massacre dos judeus e consideram-no um princípio acima de Deus, das religiões e dos profetas," declarou Ahmadinejad numa conferência sobre o holocausto organizada em Teerão em 2006.


Comentário

O historial do comportamento do Sr. Ahmadinejad de ataques carregados de ódio aos judeus, dever-se-á, como afirmam certos peritos, a uma tentativa de afastamento de quaisquer suspeitas acerca da sua origem judia, ou, mais prosaicamente, estará o Sr. Ahmadinejad a sujeitar-se entusiasticamente aos jogos de Washington na sua "Guerra ao Terrorismo"?
.

17 comentários:

Armando disse...

É preciso ser-se muito ignóbil para negar as suas origens ao ponto de querer causar a morte a uma Raça/Religião inteira. Já tenho pensado muitas vezes que este homem tem uma agenda oculta. O seu ódio ao povo judeu deriva do judeu que ele vê cada vez que se olha ao espelho. Que vergonha! Em vez de contribuir para um Irão pacífico, cria caos e ódio. Talvez os iranianos lhe reservem o mesmo destino que ele deseja para o povo judeu. Ahmadinejad merece ser exposto como um cobarde.

Bilder disse...

Ou talvez alguem da propria raça(mesmo que não 100% como muitos hoje em dia)seja mais capaz de conhecer e compreender os seus patricios!?

ARTHUR SIONISTA disse...

Cultura nunca é demais!






OS SOBRENOMES ESPANHÓIS TERMINADOS EM 'EZ'

Um pouquinho de cultura no vasto campo da rica gramática da língua espanhola:

O sufixo ' EZ ' ao final dos sobrenomes espanhóis provém de uma raís hebraica sefardita e tem a conotação de 'Filho de...’ ‘Filho de Lope'


Desta forma:

Álvarez significa 'Filho de Álvaro'
Rodríguez 'Filho de Rodrigo'
González 'Filho de Gonzalo'
Martínez 'Filho de Martín'
Hernández 'Filho de Hernan'
Benitez 'Filho de Benito'


Só existem duas exceções gramaticais a esta regra:

Hugo ChávEZ,
e
Evo MoralEZ:

Estes são: "Filhos da puta mesmo"...

Anónimo disse...

a que vens agora, desde alguns dias para ca? viraste a casaca e aderes ao obscurantismo judeu?

o pa, ve la onde te metes, nao sejas parvo como o revisionista em linha.

Jorge disse...

Diogo estou nessa, é mais um falso inimigo dos judeus, está a fazer jogo duplo, não passando de um infiltrado a soldo dos americanos.

Quando os Ayatolas e os “verdadeiros” revolucionários descobrirem, vamos ver o gajo a ser linchado na praça pública, para bem da revolução islâmica e do mundo dirão eles…

Anónimo disse...

Um documentário importante para todos os negacionistas:

http://video.google.com/videoplay?docid=-6076323184217355958&hl=en

Conceição disse...

Ola Diogo

isto faz-me lembrar um certo Adolph Hitler, de ascendia Judaica.........

ricardo disse...

conceiçao, pelos teus ultimos comentarios acho que voce deve selecionar melhor tua leitura e praticar sexo de vez em quando tah meio carente..................mande uma foto conforme for posso quebrar o teu galho

Anónimo disse...

Palhaço sionista:e o Noam Chomski,já agora o Fidel Castro cuja mãe era de ascendência religiosa judaica,e o Markus Wolf.Cumprimentos à ralé fascista/racista

Anónimo disse...

O proselitismo judaico revelado,ou seja, o mito racista dessa religião desmascarado.Razão tinha o Karl Marx

Zorze disse...

É um facto que estas discussões sejam muito apaixonantes, ao ponto, de se matar e discriminar.

Mas à luz da inteligência e da lógica, a discussão da origem, onde se nasceu, a morfologia adquirida geneticamente é das maiores estupidezes do povo que habita este planeta.

Mas sem dúvida, dá azo para as pessoas se entreterem com isso, promoverem debates, engendrar manipulações, guerras e tudo o que possa dar vantagem.

Abraço.

P.S.: Ahh! E junte-se a religião, então temos o caldo perfeito para a cegueira, em que a humanidade sempre viveu.

Daniel Simões disse...

Olá, Diogo.
Tem como mudar o meu nome de Macillum para Daniel Simões na coluna esquerda do seu blogue, por favor? Grato.

RICHARD disse...

voces jah perceberam que quando convem fazem surgir um monte de gente que nao eh judia como sendo, realmente conveniente, provar que eh bom nada.............

Fly disse...

Dividir para conquistar. Aqui está um bom exemplo desta máxima da corja. Enquanto andam todos a discutir se o presidente iraniano é de origem judaica, ou se o chavez é filho da puta e está a soldo da cia, a corja lá vai levando a sua agenda avante.

Anónimo disse...

sim, que conversa eh essa? o diogo, ve la por onde andas e a quem estas a servir.

Anónimo disse...

qual será a razao para que os judeus e os homosexuais sempre encontrem "sinais" de suas proprias "caracteristicas" nos outros?

Anónimo disse...

entao, segundo o esterco "artur sionista", don afonso henriques era judeu?