sexta-feira, fevereiro 10, 2012

Dedicado às inteligências deste rectângulo que defendem que a «Dívida Soberana», dê por onde der, tem de ser paga aos Agiotas Internacionais…

.
.

21 comentários:

N disse...

Tem que se fazer uma auditoria para ver o que se deve exactamente,a quem se deve,e o porquê de se dever.

Só depois disso é que se veria o que se deve ou não pagar.

Tem que se procurar alternativas fontes de emprestimo,perguntar á Russia quanto nos cobraria de juros por exemplo.

Depois é preciso ver para que é que se está a pedir emprestado.

É preciso estrategias de desenvolvimento,é preciso paradigmas diferentes dos que anteriormente foram testados e FALHARAM.

É preciso nova gente a liderar,porque esta é comprovadamente incompetente e corrupta.

São parte do probelema e jamais serão por isso a solução.

Porque o que está acontecer é pedir emprestimos para comprar coisas que mandamos vir de fora,porque não temos industria.

A maior parte do que vem emprestado é para dar dinheiro a outros Países.

Pedimos emprestimos com juros que nem sequer temos como pagar porque não existe economia,nem politicas nem forma de regime adequada á situação.

Estes filhos duma puta o que estão a fazer é a privatizar tudo a preço de saldo para ganhar dinheiro para pagar durante um certo tempo.

Vai dar para "respirar" melhor apenas por um tempo curto,depois quando o dinheiro das privatizações acabar,ainda iremos estar pior,pois voltaremos á estaca zero sem dinheiro só que depois tambem sem as joias da coroa entretanto privatizadas.

O que está acontecer nem sequer se pode chamar de politica estupida,de vista curta.

Isto é SAQUE.

O País está a ser vendido a retalho,pois esta canalha politica não passam de empregados de quem opera por detrás dos fmi e dessa mafia toda capitalista e internacionalista.

Isto já foi planeado com muitas decadas de antecedência,o dinheiro do saque vai para off shores da canalha politica,eles com a crise ganham o pretexto para diminuir ainda mais os salarios e subsidios,e ainda têm o bonus da emigração nativa ser substituida por terceiro mundistas que ainda aceitaram condições salariais mais baixas ainda e não incomodarão muito politicamente porque estão se completamente a cagar para isto porque isto não é a sua Pátria.

O capitalismo está bem vivo,apenas se está a transformar lentamente no "end goal", que é atraves do marxismo cultural induzido nas massas e com a democracia ao seu serviço na fase final aplicarem o capitalismo selvagem de estado.

O liberalismo e o marxismo são as duas faces do polvo,trabalham as duas para o mesmo "end goal".

Um estado policial apátrida,uma sociedade bovina de consumidores e uma super elite a praticar capitalismo selvagem de estado.

N disse...

Só derrotando a democracia que é o veículo que transporta o virús(partidos) é que se pode alterar o plano deles.

A maçonaria tem que ser corrida de toda e qualquer esfera de poder,policial,politica,serviços secretos,faculdades,de tudo mesmo.

As ditas oposições como os comunas do pcp e os neo hippies do bloco de esquerda fazem parte do sistema.

O cenário está feito para quando a tensão social subir,essas organizações marxistas igualitárias receberem apoios financeiros para canalizarem o descontentamento evitando assim uma revolta genuína ou espontânea do povo e assim dificil de controlar.

A unica via confiavel e de salvação para Portugal é uma revolta NACIONALISTA.

Porque são os unicos que não compactuam com esses agiotas globalizadores,apátridas e promotores da doença do igualitarismo.

Há que por a tropa obrigatoria novamente para criar uma nova juventude,com novos valores anti liberais,valores de lealdade,responsabilidade,etica e de Patriotismo.

Dinamizar toda a industria alimentar,pescas pricipalmente,e libertar as micro,pequenas e medias empresas da garras dos belmiros e outros exploradores que secam tudo á volta como eucaliptos e usam esses lucros da exploração para financiar os psd e afins que depois em troca do financiamento partidario promovem ainda mais a desiguldade tremenda que há dos lucros finais do produto,que faz que quem tem o trabalho todo a produzir é sempre o parente pobre.

N disse...

Portugal tem que ter auto suficiencia alimentar.

Nem que se ponha gente das prisões a trabalhar em troca de redução de penas,é preciso alguem para sujar as mãos com urgencia porque tamos a correr contra o tempo.

Rendimentos minimos tem que ser fiscalizado e quem andou abusar do sistema penhorar lhes os bens todos.

Se não tiverem bens para ser penhorados,por lhes a trabalhar até pagarem o que usufruiram ilegalmente.

A nivel de justiça é preciso um corpo de elite para limpar a merda da corrupção do País,e que tenha "carta branca" para uso total de violência necessaria,e total rectaguarda do novo poder politico do novo regime para que possam trabalhar sem haver sabotagem.

Eu daquilo que vejo a PJ tem gente lá dentro com fibra para isso.
É a força mais independente e provou isso com os faces ocultas,casas pias e etc e mais não fez porque como todas as organizações em Portugal há muitas toupeiras lá dentro a sabotar,a liderança é fraca e o poder politico corta lhes as pernas.

Era preciso por a PJ a par das Forças Armadas Portuguesas comos os mais importantes bastiões de defesa do novo regime e com meios financeiros,humanos e morais para actuarem porque a chaga da corrupção tem que ser arrumada de uma vez por todas,pois está infiltrada por todo o País e destroi a economia por complecto.

N disse...

O interior é preciso não só povoar,mas através da criatividade e com os meios que hoje há em materia de tecnologia pode se fazer variadas tarefas administrativas lá.

Há empresas que devem gozar de certas vantagens e ajudas por parte do estado no novo regime,para se deslocalizarem para lá,e empregar jovens que queiram lá ficar e optarem por uma vida mais sossegada,mais barata, e que se instalem lá e tenham filhos lá.

É preciso um boom de natalidade nas proximas decadas senão caminhamos para um autêntico genocidio racial e para uma insustentabilidade das futuras reformas para as pessoas mais velhas.

Não basta ajudas do estado,é preciso todo um paradigma novo de comportamentos sociais que têm que ser aplicados nos locais de ensino e nos media sob controlo do estado.

O liberalismo social e o relativismo moral têm que ser encarados como ideologias inimigas da Nação.

Isto é um processo que vai levar decadas mas tem que se começar o mais depressa possivel.

Tudo o que é sector privado,medias e organizações não governamentais financiadas pelo judaísmo e outras disfarçadas de organizações de defesa dos direitos humanos tudo farão para sabotar qualquer ideologia estatal que vise recuperar a decência.

Por isso é preciso criar escola de regime semi militar estatais cuja educação seja firme e não seja permeavel a más influências e prepare as novas juventudes com espirito de aço impermiável á corrupção moral que os media tanto gostam de injectar nas mentes mais frageis e nos corpos mais fracos de espirito.

N disse...

Essas escola devem ser mistas em sexo.

Se é preciso criar um novo homem também é de igual forma necessario e vital criar uma nova mulher.

É preciso criar leis de icentivos á natalidade apenas para quem é da raça raiz da nação.

A miscigenação escolhida voluntariamente por qualquer individuo da raça raiz da Nação seja homem ou mulher não deve ser proíbida mas nesse caso não há qualquer icentivo ou ajuda do estado.

O homossexualismo tem que passar a ser proibido exercer fora das casas particulares,e qualquer manifestação publica desse comportamento aberraconal ou qualquer forma de propaganda ao mesmo deve ser punido com prisão psiquiátrica ou expulsão do País e retirar da nacionalidade.

Pedofilos e violadores devem ter sempre pena maxima consoante as novas leis do novo regime,castração quimica e obrigação de trabalhos forçados,seja na metalurgia ou agricultura ou qualquer outra area a estudar.

A banca tem que tar ao serviço do estado e do povo e aplicar juros decentes.

Os juros actuais são criminosos e não podem ser tolerados num novo regime.

menvp disse...

Os povos em dificuldades... não se podem andar por aí a queixar... porque... «não são filhos de nenhum cabo especialista»!
De facto, há séculos e séculos que o NEGÓCIO DA DÍVIDA é a mesma coisa:
- sempre que um agiota quer 'deitar a luva' aos bens de alguém... o agiota acena com empréstimos... que sabe que não vão conseguir pagar... até porque, frequentemente, o agiota 'trata' de complicar a vida ao devedor!
RESULTADO FINAL: quem foi atrás do aceno de empréstimos (feito pelo agiota) fica espoliado dos seus... e o agiota fica com os seus bens!
Hoje em dia, mega-agiotas não se limitam a acenar a famílias... eles acenam a países inteiros!
[uma obs: a Goldman Sachs chegou ao ponto de camuflar a dívida grega... para que depois... mega-agiotas pudessem deitar a luva a activos gregos (e não só: consequências do chamado 'efeito dominó'!) a preço de 'saldos'(empresas estratégicas para a soberania nunca deveriam ser vendidas)]
É ALTURA DE ANALISAR:
1- em Portugal, quem é que andou a silenciar 'Medinas Carreiras'?
2- em Portugal, quem é que nos ANDOU A EMPURRAR para o Negócio da Dívida?
.
.
.
P.S.
Sem dúvida que o objectivo final de tudo isto [Biliões para os banqueiros = Dívidas para as populações] é a implosão das soberanias!...
.
P.S.2.
Em vez de se andar a perder demasiado tempo com idiotas úteis... há, isso sim, é que abrir os olhos para isto: AMEAÇAS... era uma coisa já esperada...

N disse...

Devemos apostar em fabrico proprio de material militar e evitar ao maximo a importação continua de material de guerra para tudo e mais alguma coisa.

Devemos apostar não só para consumo interno mas para venda a parceiros estrategicos com intresses comuns.

Portugal tem tambem que começar alcançar o espaço e não ficar demasiado para trás como presentemente se passa pois o espaço será a proxima fronteira da humanidade.

Isto e muito mais que não é dito,isto é apenas uma "amostra" digamos, são medidas que efectivamente podem nos potencializar a sério e sairmos desta situação humilhante e sem saída como nos encontramos no presente.

É preciso deitar abaixo o circo(democracia) e começar mas é a contruir uma Nação a sério,sustentavel,ambiciosa,poderosa,inovadora e que encha de orgulho os do presente mas especialmente as futuras gerações.

É preciso a 4ªa Republica.

Este regime podre,corrupto e esgotado tem que levar o golpe final.

Há vontades,há ideias,há inteligência e criatividade.

O que está a faltar é coragem.

Quando houver coragem para mudar,as coisas fazem se.

Essa coragem nasce dentro de cada um de vós.

Anónimo disse...

http://www.cmjornal.xl.pt/capa.aspx?channelid=00000020-0000-0000-0000-000000000020&contentid=fc27fbf8-baea-40f7-bd27-cee55f77b0e4

Vivemos no surrealismo democratico onde qualquer cidadão se apanha a empregada em casa a roubar 10 euros despede a,mas se vir a canalha politica roubar milhoes durante decadas continua a confiar nela...

Qualquer pessoa com dois dedos de testa percebe que esta situação actual é ridícula.

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=BRH_v8oqki8&feature=channel_video_title

Anónimo disse...

Miguel Relvas:Prémio Nobel da Vigarice.
Este não engana.....chiça!

Anónimo disse...

Estes comentários fascistas do N,se devem ao antisemitismo do dono do blog.Lamentável.............
A conspiração judaico-bolchevique atraio-los como se fossem insectos......

N disse...

Ultimo anonimo a unica coisa lamentavel aqui és tu,que não passas de um desperdicio de oxigenio.

Voçês sempre que são desmascarados lá vem a lenga lenga de chamar fascistas aos outros.

E é que nem sabem o que é o fascismo.

Bom bom é a democracia dos drones no ar a vigiar as pessoas,medida acabadinha de aprovar nos eua exportador maximo da democracia e "liberdades",ou o acta,os chips etc...

Há liberdade e tolerância para todos na democraCIA....

Excepto todos os que não queiram ser escravos voluntarios ou que questionem as coisas ou que cometem a heresia de quererem que a sua Pátria seja soberana e não uma colonia de neo escravos.

Talvez a solução para o ultimo anonimo seja mesmo o pcp e os seus modelos de paraísos comunas da koreia do norte,laos e vietname e afins...

Ali é que é bom ser trabalhador,ah caralho!

Não haja duvida nenhuma que o comunismo é mesmo a ideologia que defende os trabalhadores.

Talvez o ultimo anonimo seja bloquista e deva ter a albânia como referência.

Mas agora nem isso...

A visão do bloco para o país é legalizar todas
as drogas,legalizar a prostituição porque eles como defensores dos "direitos humanos" não haja duvida que tráfico humano é algo perfeitamente digno e aceitavel numa sociedade humanista,adopção de miudos por casais panões,tornar obrigatorio levar no cú,acabar com o exercito porque "não serve para nada",e trocar o hino por uma musica reggae ou coisa do genero.

A crise de natalidade devem ser os panões que vão começar a por ovos,e a economia ia começar a bombar com uma nova geração de alunos altamente qualificados,disciplinados e responsaveis que passariam a juventude toda na borga com todo o tipo de drogas disponiveis facilmente em qualquer estabelecimento.

Provavelmente o be recomendaria papas de heroina nos infantarios pois de pequenino é que se torce o pepino que era para os míudos começarem logo a se habituar a essa "sociedade saudavel".

E como o exercito "não serve para nada" o be formaria milicias hippies que com os seus cachimbos de agua meteriam lixivia e passariam a ser o maior terror para outros exercitos com medo de ficarem com a farda tingida com os borrifos de agua com lixivia.

Para anular ataques aereos de qualquer força inimiga,a força area entretando desmantelada pelo be porque "não serve para nada " era substituida pela tactica de varias sede do be começarem a fumar droga em massa e canalizariam a fumaria para os ceús e isso criaria uma nuvem de fumo que cegaria os aviões inimigos fazendo os despenhar.

E como segundo o be Portugal "não precisa para nada " de submarinos,mesmo que sejamos um País rodeado por mar na costa litoral toda,e tenhamos a maior zona exclusiva maritima da zee,isso não intressa nada,pois segundo o muito respeitavel e sério partido do be a patrulha e segurança das aguas poderia se fazer quiçá com motas de agua com revolucionarios marxistas com um ak47 ao braço e uma camisola com cara do trostky que era para meter respeito a submarinos e navios de guerra de outras nações...

Para distribuir a riqueza era facil,matar todos os ricos,todos sem excepção nem qualquer critério.

É a receita dos bloquistas...

Para dinamizar o turismo nada melhor que o projecto sem fronteiras do be para entrar cá tudo o que é do terceiro mundo,deliquentes,seropositivos e islamicos radicais.

Certamente esse ambiente fantástico iria atrair todos os turistas do centro e norte da Europa ansiosos que estariam por ser assaltados,violados,infectados com hiv,ou perseguidos por qualquer barbudo islamico por ser "infiel".

Esse novo paradigma turistico do be ia ser um sucesso e encher os cofres para Portugal que ia ser uma maravilha...

Só mesmo num circo democratico é que se pode gastar dinheiro dos contribuintes e tempo de antena para partidos com ideologias tão ridiculas como o be.

O que vale é que o circo cada vez tem menos bananas para distribuir e a macacada com fome vai começar abrir a pestana.

N disse...

E não fiques convencido a pensar que esta resposta foi toda para ti cromo.

Foi mesmo para todos da tua laia que vierem a seguir.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Estes fascistas devem ser as pessoas mais infelizes que existem...

A juntar ao anti-semitismo deste blog, é a última vez que me vejo por aqui.

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=AElZEM7esWU&feature=autoplay&list=PL468ABFBC2FB52A5D&lf=results_main&playnext=2

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=0qL4HmwiVz0&feature=player_embedded#!

Ver coisas sérias.

Anónimo disse...

“A ruína de uma nação só pode ser impedida por uma tempestade de paixão; mas só os apaixonados podem despertar paixão nos outros” - Adolf Hitler

alf disse...

há os que pensam numa sociedade melhor e os que apenas servem interesses de alguns

mfc disse...

O chato é que ainda temos que pagar bilhete para ver este filme que não escolhemos ver!!

Zorze disse...

Um há de estar certo. Pelo o que se está a ver na Grécia, não deve ser muito difícil perceber quem.

Abraço.