terça-feira, julho 09, 2013

Hitler – um judeu que passou de besta a bestial e vice-versa em menos duma década


Diário de Notícias – 06/07/2013:




Jornalista do Folha de São Paulo:

"Quem viu não esquece. Eu vi e não esqueci. O anúncio que para mim é inesquecível é o do Jornal Folha de são Paulo, de 1988, chama-se Hitler e foi criado pela agência W/Brasil (hoje WmcCann)."

"Vi-o pela primeira vez numa palestra do Washington Olivetto onde ele apresentava este e outros anúncios enquanto falava sobre os prémios que recebera. Este filme foi premiado com o Leão de Ouro em Cannes no ano de 1988 e eleito um dos cem melhores de todos os tempos, num trabalho publicado em 1999 por Bernice Kanner."

"O filme inicia-se com uma tela em que há apenas alguns pontos pretos num fundo branco. O narrador (voz off) começa a enumerar diversos grandes feitos que são atribuídos a 'este homem'."

"Este homem pegou numa nação destruída recuperou a sua economia e devolveu o orgulho ao seu povo. Nos seus quatros anos de governo, o número de desempregados desceu de 6 milhões para 900 mil pessoas. Este homem fez crescer o produto interno Bruto em 102%, e o rendimento per capita duplicar."

"Aumentou o lucro das empresas de 175 milhões de marcos para 5 mil milhões de marcos. Reduziu uma hiperinflacção em 25% por cento por ano. Este homem adorava música e pintura. E, quando jovem, imaginava seguir a carreira artística."


Em contrapartida, através do zoom out da câmara, o pequeno ponto preto que aparecia na tela, com o passar dos segundos, transformava-se numa retícula formando um retrato a preto e branco. O rosto pertence a uma das mais importantes figuras da história do século XX, o chefe de Estado nazi alemão Adolf Hitler.

"O filme termina com a frase: «é possível contar um monte de mentiras dizendo só a verdade»."




Comentário

Eu diria que não é possível contar a verdade toda contando apenas partes dela. Vamos ao que não foi contado:

- Nem um super-economista com poderes cósmicos e super-capa bordada a cifrões poderia recuperar uma economia desta maneira em apenas quatro anos.

- Um tal desenvolvimento em tão curto espaço de tempo (quatro anos) só seria posível com um investimento maciço de dinheiro judeu (que era quem domina a finança) na economia alemã.



A Finança Judia abraça o Mundo num sufoco mortal


Ao contrário de Hitler, o nosso Vítor Gaspar passou da bestial a besta em apenas dois anos


Mesmo o ex-ministro Vítor Gaspar, um caniche a soldo da Finança Judaica, levou dois anos (com a ajuda das políticas trapaceiras do seu antecessor - o vigarista Sócrates) a destruir economicamente um país.

Mas uma coisa é apenas destruir a economia de um país. Outra, é reconstruí-la e depois destruí-la numa guerra viciada à partida. Num caso e noutro, a força por trás de tudo: o Controlo Financeiro Mundial Judaico.



Vítor Gaspar - apanhado inadverdidamente pela populaça no Chiado

179 comentários:

N disse...

Tu não percebes que naquela altura havia muito capital não judaico.

Já te foi explicado que industriais Germânicos ao verem a ameaça judia-comunista a ganhar terrenos nas massas,optaram por apoiar Hitler não porque morriam de amor por ele,mas porque era preferível andarem bem comportadinhos mas continuarem com suas empresas, do que verem os judeus comunistas e a plebe a roubar-lhes tudo,a matar os mesmos e depois instalar a ditadura do proletariado,que na verdade nem é ditadura do proletariado,mas sobre o proletariado,pois quando a escumalha comunista se apanha no poder transforma-se ela própria na oligarquia que depois acaba por oprimir os ditos proletários bem mais que no anterior regime.

Tu não percebes que a disciplina de um povo naquela altura não é comparável com esta sociedade de párias.
Ali sujaram todos as mãos.

E ele não fez tudo sozinho,tinha um bom colectivo em seu redor,gajos de grande valor,ele era por assim dizer o mais criativo,com mais alma dentro dele e com grande capacidade de argumentação e uma voz à homem mesmo.
Mas nenhum barco chega a bom porto só com um gajo a remar sozinho.

Até o teu amigo Ford que odiava os judeus e não lhe faltava dinheiro investiu no nazismo alemão.

Tu queres à força toda dizer que Hitler era judeu como a rita rato diz com muita convicção que nunca houveram campos gulag na ex urss.

Enfim...

Diogo disse...

A Alemanha (e respetivo poder financeiro) estava de pantanas no princípio dos anos trinta. Só um grande um grande poder financeiro exterior tinha capacidade para recuperar economicamente a Alemanha e armá-la.

Só os judeus tinham posses para isso tudo. Daí o «milagre» de Hitler…

Pedro Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Lopes disse...

Esta teoria, a ser verdadeira, seria de uma sofisticação perfeita.

Eu não entendo porque motivo, se a Alemanha em 1930 estava nas mãos do judeus, que sentido faz reconstruir-la para a voltar a destruir? Se já a controlavam pelo poder financeiro e jornais porque raio haviam de arriscar um plano tão ardiloso sujeito a correr mal?

E vejo aqui outra incongruência:
No regime soviético o governo era claramente composto por muitos judeus(80%), porque razão na Alemanha não os havia(tirando essa suposta teoria de Hitler o ser).
Se eles controlavam ambos porque esconderam mais no Alemão do que no soviético?

Então se os judeus controlavam a Alemanha, a urss e os EUA, não podiam criar logo o estado de Israel sem necessidade da guerra?


E mais, uma economia não se recupera, simplesmente injectando dinheiro. Tem de haver um plano económico bem delineado e superiormente aplicado.

N disse...

"E mais, uma economia não se recupera, simplesmente injectando dinheiro"

ÓBVIO!

Caso contrário tens inflacção que é o que o obongo faz nos eua e por isso o dolar não vale o valor que lhe é dado.

Há dívida?Então imprime mais.

Já o mugabe tem a mesma escola econômica que o obongo.

http://grupolegio.blogspot.pt/2013/02/hyperinflation-nation-nacao-da.html

(Embora não concorde com tudo o que é dito nos vídeos,apesar de tudo explicam de forma razoavelmente boa a demência que vai nos eua a nível econômico).

Agora vejam a diferença de como Hitler encara a economia e o dinheiro:

http://omsilanoican.blogspot.pt/2013/06/adolf-hitler-o-homem-que-escolheu-honra.html

Ver o ultimo vídeo.

http://omsilanoican.blogspot.pt/2012/09/blog-post_25.html

Ver o segundo vídeo.

Thor disse...

hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha
hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

:D :D :D :D :D

Hitler "judeu" hahahaha :D :D :D

fonte do Diogo: Folha de São Paulo hahahaahahahahahahaahahahahahahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahahaha xD xD xD xD xD

oh Diogo tenho mesmo que rir e levar isto para a brincadeira e para o gozo, porque se for levar a sério, vou ter que ser mal-criado e eu não quero isso.

oh Diogo, Folha de São Paulo?????
tu tens alguma ideia, por mais pequena que seja, do que é essa Folha de São Paulo??

a Folha de São Paulo é um baluarte da propaganda comunista!
a Folha de São Paulo mente com todos os dentes que tem na boca, e omite o que não lhe interessa.
tem ainda menos credibilidade do que os telejornais portugueses e internacionais.

a Folha de São Paulo, p.exemplo, omitiu durante 16 anos a existência de uma ligação do PT (partido brasileiro de esquerda) e do Lula às Farc.
omitiu o foro de São Paulo, que é uma reunião anual com os líderes da esquerda e extrema-esquerda latino-americana.

é claro que a esse pasquinzeco interessa-lhe dizer que Hitler era judeu, para desviar atenções de que o Lula ou a Dilma, esses sim, são judeus. para desviar atenções de que os ideológos marxistas, esses sim, eram judeus (Hess, Marx, Engels, Kautzky, etc)

Diogo, trazer merdas da Folha de São Paulo, uns fdp que protegem traficantes de droga, terroristas, assassinos, comunistas, pedófilos e afins, retira-te o mais pequeno vestígio de credibilidade, e estou a ser muito simpático, porque já disse que não quero ser mal-criado.

Hitler não era judeu.
não eram só os judeus quem tinha dinheiro, isso é de um RÍDICULO ATROZ.
o N já deu o exemplo do Ford, falta o Prescott Bush que não era judeu e entrou com o dinheiro para o Hitler e vários outros...
Hitler era ALPINO, não era racialmente judeu, mas para isso tinhas que ter a mais mínima noção básica antropológica/racial.

Thor disse...

"Nos seus quatros anos de governo, o número de desempregados desceu de 6 milhões para 900 mil pessoas."


isto não é nada "impossível" nem nada de transcendente, já que essa queda abrupta do desemprego, deveu-se principalmente à militarização da Alemanha. é claro que isso custou dinheiro, mas não era dinheiro "judeu", e sobretudo não foi só por causa de dinheiro, e sim de disciplina e outras coisas.

Pedro Lopes, o regime soviético era composto por 80% de judeus, e não era só a cúpula, era em quase todos os cargos, departamentos, etc. era tudo dominado por judeus.

no regime NS não só não havia judeus, como eles eram marginalizados e perseguidos na Alemanha.
mas este Diogo semi-marxista, quer à viva força meter Hitler como judeu, mesmo não tendo nada de judeu, nem racialmente, nem religiosamente...só porque o homem foi financiado e recuperou a economia alemã, era "judeu" e pronto.

é tipo dogma auto-probatório (wishful thinking). não precisa de prova, pois já está provado à priori hehehehe

Hitler recuperou a economia, isso custa dinheiro, e só os judeus têem dinheiro, logo Hitler era judeu.
é este o raciocínio "probatório" do Diogo.
é de um absurdo tão grande, mas tão grande, de um rídiculo tão atroz que é mesmo como eu disse. só levando isto para a paródia e para a brincadeira.
isto não é para levar a sério.
são delírios e desejos pessoais misturados na centrifugadora e...voilá, eis o resultado pretendido e definido à priori.

Diogo disse...

Pedro Lopes disse... «Eu não entendo porque motivo, se a Alemanha em 1930 estava nas mãos do judeus, que sentido faz reconstruir-la para a voltar a destruir? Se já a controlavam pelo poder financeiro e jornais porque raio haviam de arriscar um plano tão ardiloso sujeito a correr mal?»

Diogo: Os judeus quiseram sempre um mundo em conflito constante. É a forma de se apoderarem de mais e mais poder. Daí estarem sempre a criar blocos antagónicos (financiados por eles) para combaterem entre si. A Segunda Guerra, tal como a Primeira, são dois bons exemplos.

A criação do Estado de Israel, na realidade uma base militar norte americana ao pé do Canal do Suez e dos países do petróleo, ficou com muito mais credibilidade aos olhos da opinião pública mundial depois do holoconto.

É bom lembrar que, embora os judeus dominem a Finança e, através dela, a Política, os Media, as Leis e a Justiça, eles continuam a ser apenas meia dúzia. Um safanão nesta fortaleza (através da informação disseminada pela Internet, por exemplo,) e a fortaleza judaica pode ruir como um baralho de cartas.



N disse... «E mais, uma economia não se recupera, simplesmente injectando dinheiro" - ÓBVIO! Caso contrário tens inflação…»

Diogo: A injecção de dinheiro pode ter dois efeitos diferentes, caso seja para investimento reprodutivo, ou caso seja apenas para consumo.

2 - No segundo caso, o desenvolvimento é muito pequeno – alguma subida na procura até a subida dos preços estabilizar novamente.

1 – No primeiro caso (investimento produtivo), a produção de bens e serviços aumenta consideravelmente e o nível de preços não sobe. Os salários e os lucros sobem e a capacidade de consumo aumenta – isto provoca mais investimento (caso os juros dos empréstimos não sejam usurários.

Diogo disse...

Thor disse... «Hitler "judeu" hahahaha … Hitler recuperou a economia, isso custa dinheiro, e só os judeus têm dinheiro, logo Hitler era judeu. É este o raciocínio "probatório" do Diogo.»

Diogo: http://www.jewishvirtuallibrary.org/jsource/Holocaust/hitlerjew.html

Jewish Virtual Library:

Adolf Hitler: Was Hitler Jewish?
One of the most frequently asked questions about the Holocaust and the Nazi party is whether Adolf Hitler was Jewish or had Jewish ancestors.

Though the idea may seem preposterous to some, the question seems to stem from the remote possibility that Hitler's grandfather was Jewish. Hitler's father, Alois, was registered as an illegitimate child with no father when born in 1837 and to this day Hitler's paternal grandfather is unknown. Alois' mother, Maria Schicklgruber, is known to have worked in the home of a wealthy Jew, so there is some chance, however small, that a son in that household got Hitler's grandmother pregnant.

In 1933, the London Daily Mirror published a picture of a gravestone in a Jewish cemetery in Bucharest inscribed with some Hebrew characters and the name Adolf Hitler but it is now known that this Bucharest Hitler could not have been the Nazi leaders grandfather. At the time, though, this picture sufficiently worried Hitler that he had the Nazi law defining Jewishness written to exclude Jesus Christ and himself.

In 2010, the British paper The Daily Telegraph reported that a study had been conducted in which saliva samples were collected from 39 of Hitler's known relatives to test their DNA origins and found, though inconclusively, that Hitler may have Jewish origins. The paper reported: "A chromosome called Haplogroup E1b1b1 which showed up in [the Hitler] samples is rare in Western Europe and is most commonly found in the Berbers of Morocco, Algeria and Tunisia, as well as among Ashkenazi and Sephardic Jews ... Haplogroup E1b1b1, which accounts for approximately 18 to 20 per cent of Ashkenazi and 8.6 per cent to 30 per cent of Sephardic Y-chromosomes, appears to be one of the major founding lineages of the Jewish population." Again, this study, though scientific by nature, is inconclusive.

Similar "allegations" of Jewish ancestry have been levied against Iranian leader Mahmoud Ahmadinejad who regularly claims that the Holocaust never happened.

N disse...

Diogo se encontraste isso na net então é porque é "verdade".
Enfim...

"Diogo: A injecção de dinheiro pode ter dois efeitos diferentes, caso seja para investimento reprodutivo, ou caso seja apenas para consumo.

2 - No segundo caso, o desenvolvimento é muito pequeno – alguma subida na procura até a subida dos preços estabilizar novamente.

1 – No primeiro caso (investimento produtivo), a produção de bens e serviços aumenta consideravelmente e o nível de preços não sobe. Os salários e os lucros sobem e a capacidade de consumo aumenta – isto provoca mais investimento (caso os juros dos empréstimos não sejam usurários."

Se quisermos aprofundar é bem mais complexo do que isso.

Por exemplo:De que adianta puxar pelo consumo e fazer disso a grande estratégia se mais de 60% do que comemos é importado?

Outro exemplo:Investimentos públicos onde os materiais são também maioritariamente importados.

Por exemplo quando falam na retirada do euro,alguma dessas iluminadas mentes brilhantes têm em sua posse o plano de recuperação da economia num eventual novo regime?

Ou vamos sair do euro sem um plano já estabelecido de onde investir,para quê investir,quanto é preciso investir?

Já pensaram que depois de sair do euro haverá materiais que precisaremos e que iremos pagar em escudos completamente desvalorizados?

Um bom plano econômico e já pensei nisso para Portugal(embora não seja economista,mas também não sou muitas outras coisas e mostro saber mais que a maioria) assenta:

Na produção nacional.
Auto-suficiência alimentar tem que ser um imperativo.
Turismo obviamente tem que ser potencializado,rural e marítimo,e a Marinha pode perfeitamente se ocupar de desenvolver todo o tipo de potencial do mar,pois actualmente já faz várias coisas e já ajuda muito com poucos meios.
Eles com autonomia e meios maiores, podem perfeitamente ajudar na vertente empresarial pois têm o conhecimento da costa como ninguém.

Depois a luta contra a corrupção(o grande cancro da economia) terá que ser sem tréguas mesmo.
Aqui o corrupto terá que ser odiado por toda a nação,todo o corrupto terá que sentir a reprovação de toda a sociedade,pois o corrupto é um cancro que destrói Portugal e desgraça os Portugueses.

N disse...

Abolição dos partidos democráticos que além de dividirem o país,fazem constante sabotagem interna e cujas doutrinas econômicas além de não servirem os interesses nacionais são até mesmo anti-nacionais.

Desígnio nacional terá que ser um objectivo de uma nova república.

O espírito comunitário será também desenvolvido para criar uma sociedade mais nacionalista e menos egocêntrica,individualista e cosmopolita.

O espírito comunitário permite entre muitas outras coisas fomentar os comércios locais,potenciar festivais identitários e o próprios convívios das comunidades irá servir também para potenciar a probabilidade de relações entre homens e mulheres ajudando assim à maior probabilidade de futura reprodução.

A nível escolar os cursos profissionais terão que ser potencializados e melhorados os que prestam,e muitos outros criados visando as necessidades nacionais.

Escolas militarizadas devem ser criadas por toda a nação.
Disciplina e liberdade responsável passam a ser a regra.

Liberalismo comportamental,movimentos hippies,movimentos gays e outros tipo de comportamentos sub-humanos não serão aceites em escolas públicas do novo regime.

A banca terá que ser nacionalizada,disso não abdico,não tolero esses abutres armados em donos da nação.
A nacionalização da banca permite o fim da usura,o fim dos abutres banqueiros a controlar por detrás dos bastidores,e grandes e melhores oportunidades para empresários criarem empregos.

A propriedade privada de gente de bem terá que ser SAGRADA.
Penas pesadas e indemnizações pesadas serão castigo para quem se armar em democrata ou marxista e querer invadir propriedade privada,seja fisicamente ou através de engenhocas tecnológicas.

No começo do regime não poderá haver milagres repentinos,mas eu ideologicamente não defendo política de baixos salários porque um trabalhador muito mal pago simplesmente não se esforça, e além do mais tal oferta salarial tende a captar mão de obra muito pouco qualificada.

Quanto a recibos verdes e coisas do gênero,acharei um meio termo inicial tanto para favorecer a juventude como não cortar as pernas a empresas que depois ficam agarradas a incompetentes.

Todo o trabalho será valorizado,TODO.
Seja físico,seja intelectual,seja misto,seja o que for.
Se contribui para a nação é trabalho de valor e como tal terá que ser valorizado monetariamente e a nível social.

Aqueles trabalhos mais pesados como agricultura e pescas por exemplo terão o maior dos respeitos da minha parte e irei trabalhar a fundo aí para potenciar todo o sector.

A nível militar defendo começar a fabricar armas nossas.
Não podemos ter esta inaceitável dependência de tudo e mais alguma coisa,até a merda da ração vem de castela,uma vergonha o que esta 3ª república de traidores,corruptos e pedófilos anda a fazer com as Forças Armadas Portuguesas.

Tropa obrigatória novamente para civis normais,mas uma tropa semi-obrigatória para mais novos durante um certo período das férias não lhes fazia mal nenhum.

N disse...

Quanto a países que tenho em vista relações econômicas para ajudar alavancar a economia,tenho isso para mim em mente mas é algo que não convém alongar muito aqui....

E depois quero a Nação dividida com 2 tipos de arquitectura.

A mais "moderna" por assim dizer será transformada com futurismo identitário.

O mundo rural será INTOCÁVEL e servirá para outro tipo de arquitectura que tenho em mente.

Desse modo faço a nação oferecer 2 tipos de vida para os seus cidadãos e 2 tipos de turismo completamente antagônicos.

Haverá sempre escolha para os cidadãos nacionais,seja para vida permanente ou para retiro durante fins de semana ou férias.

Não quero cidadãos nacionais constantemente deprimidos porque se sentem sem escolha e com um estilo de vida que não suportam.

Não deixarei nunca o avanço tecnológico descaracterizar esta Nação Lusitana.
Mesmo que por todo o mundo estejam todos a fazer edifícios iguais e apostarem em sociedades sem identidade,cheia de apátridas e onde o cosmopolitismo é regra,estou-me mais é a cagar para isso,a Nação Lusitana irá sempre ser identitária.

E além do mais com o Golden Dawn a tomar conta da Grécia futuramente terei ali um aliado que tal como eu partilha da máxima "blood against money".

Resumindo,num estado NS Lusitano a economia real é a que me interessa,não a especulativa,e a economia real deve estar ao serviço das pessoas e estas ao serviço da nação que por sua vez é o colectivo nacional organizado.

O dinheiro não será o "deus" da nação,tem tão pouco a democracia a religião das massas.

Pedro Lopes disse...

N,

Estes últimos posts são de grande qualidade. Eu concordo com a grande maioria dessas propostas.

Acrescentaria talvez(e julgo que também concordas) o repovoamento do interior e respectivo desenvolvimento económico.
Quanto ao grandes centros urbanos eles devem ter menos população e com isso podem ser mais organizados, mais limpos e onde se voltaria a sentir conforto e segurança. A grande Lisboa tem zonas que são feissimas, com bairros construídos ao acaso. E no resto do pais já é assim um pouco por todo o lado.

"Todo o trabalho será valorizado,TODO."

Importantíssimo. Mas atenção aqui a um aspecto. Há certos trabalhos que já quase não há Portugueses a querer aceitá-los. Tipo construção civil, ou limpeza das ruas, ou outros considerados socialmente baixo. E a solução não é mandar vir imigrantes para esses trabalhos.
Portanto aqui teria de passar por fomentar outra cultura e mentalidade e claro, melhorar os salários para essas profissões de forma a que fique sempre bem acima do subsidio de desemprego. Embora numa nova Republica eu gostava que o desemprego andasse sempre no zero e fosse isto também um objectivo fundamental. Todo o trabalho valorizado, e toda a gente ter trabalho.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

"Acrescentaria talvez(e julgo que também concordas) o repovoamento do interior e respectivo desenvolvimento económico."

Claro,já falei nisso também noutros posts mais antigos,hoje com a internet pode-se perfeitamente criar lá empresas dos mais variados ramos, com nova juventudade que opte por uma vida que na minha opinião é de maior qualidade.

Comida caseira,natureza abundante,menos barulho,menos transito,mais privacidade,basta teres um grupo de bons amigos e uma casa com aquilo que precisas para distraíres e na minha opinião o mundo rural é muito melhor para os jovens.

Qualquer coisa pegas no carro e vais ver o Benfica e contactas com uma sociedade diferente.

Eu pessoalmente,não estivesse agora preso ILEGALMENTE por ser dissidente político,e era para lá que ia viver.

Podia perfeitamente me sustentar abrindo uma empresa ou envergando pela escrita e escrever livros de política,ficção ou poesia.
Podia criar música também,etc etc...

Já para não falar que me estão a dever uns bons milhões de euros de indemnização,dívida que não abdicarei e que levarei até ao fim custe o que custar até a obter,seja a bem,a mal ou a muito mal.

Mesmo a nível artístico,uma nova geração de artistas nacionais de cariz identitário pode perfeitamente usar o interior para viver e ao mesmo tempo local de trabalho.

Escola semi-militarizadas colocadas estratégicamente também serviriam de dinamização social.

"Há certos trabalhos que já quase não há Portugueses a querer aceitá-los. Tipo construção civil, ou limpeza das ruas, ou outros considerados socialmente baixo. E a solução não é mandar vir imigrantes para esses trabalhos."

A propaganda liberal-capitalista e marxista querem fazer crer que só existe a solução de imigrantes terceiro-mundistas para esses trabalhos mas isso é FALSO.

Em mais 800 anos sempre nos desenrascamos com isso sem precisar de terceiro-mundistas.

É uma questão de valorização monetária e social desse tipo de trabalhos.

É essencialmente uma questão de mentalidades a mudar.
É muito mais nobre um Lusitano varrer uma rua e contribuir para a sociedade onde está inserido com trabalho produtivo e útil,do que um verme especulador que ganha milhões sem fazer um caralho e à custa de "trabalho" não-produtivo.

Mas a merdocracia valoriza o canalha em vez do honesto,o traidor à Pátria em vez do Patriota,o homossexual e pedófilo em vez do heterossexual saudável, e andou a criar uma ilusão,principalmente à juventude, de que é possível o país viver só de serviços e que a fama deve ser o objectivo máximo de um jovem, e que quem não é famoso é porque não presta.

É a geração à qual chamo "geração mtv".
Cheia de esterco na cabeça e que agora está aprender da pior maneira o resultado da propaganda e mentiras democráticas a que foram sujeitos durante mais de 30 anos.

Pedro Lopes disse...

"Comida caseira,natureza abundante,menos barulho,menos transito,mais privacidade,basta teres um grupo de bons amigos e uma casa com aquilo que precisas para distraíres e na minha opinião o mundo rural é muito melhor para os jovens.
"

Eu conheço bem as duas realidades, urbana e rural.

Agora as minhas pequenas férias são sempre passadas no interior. Não há cá Algarves para ninguém.

Gosto imenso da região entre as serras da Lousã e a serra da estrela. Há vários rios e ribeiros com boas praias fluviais com água cristalina. Há caminhos pedestres abundantemente para desenferrujar as pernas e sentir o cheiro forte do mato e da terra.
Essa zona ainda está bem conservada. Não se vê ali muita degeneração. Mas está estagnada economicamente tal como a maioria do interior.


"Qualquer coisa pegas no carro e vais ver o Benfica e contactas com uma sociedade diferente."

Shhh!!! Nesse caso só ia uma vez por ano, que é quando o Benfica vai Alvalade levar no pêlo!!!.

Thor disse...

"http://www.jewishvirtuallibrary.org/jsource/Holocaust/hitlerjew.html"


hehehe sim essa fonte é mesmo muito "credível" e "isenta".
basta olhar para ela para perceber isso hahaha
sei que arranjas melhor que isso, Diogo.
mesmo nessa fonte, fala em "possibilidade".
Schlikgruber não é nome judeu.

também já vi noutras fontes tão "credíveis" como essa, de que Hitler seria neto bastardo de um Rothschild...mas mesmo levando isso a sério, se era neto BASTARDO, então não teria ligações de sangue.

enfim, o Diogo não filtra mesmo o trigo do joio...se aparece na internet é verdade...nem olha para a fonte. se diz, é porque é verdade.
também devemos acreditar em tudo o que vem nos jornais e na TV hahaha
o Diogo não conhece o significado da expressão "desinformação".


quanto ao "estudo" do The Daily Telegraph, é obviamente um estudo encomendado pela escumalha anti-nazi que quer meter Hitler à força toda como judeu, marroquino, etc, manipulando as pessoas com informações falsas.
nem o haplogrupo E1b1b1 é exclusivamente judeu (sefardita ou outro), nem é raro na Àustria e outros países vizinhos, e nem a sua presença prova algo acerca das origens étnicas. mesmo que essa merda desse haplogrupo fosse "judeu", não provaria que Hitler é judeu, pois pode ser uma linhagem muito antiga. quem conhece o assunto da genética, que não é o teu caso, Diogo, sabe que um haplogrupo é apenas uma linhagem paterna (ou materna em alguns casos) que pode ser muito antiga e estar diluída.
pode representa acerca da constituição factual do ADN autossomal, que é o que realmente determina a etnia.
mas o Diogo acredita na propaganda do Daily Telegraph.

Thor disse...

"Shhh!!! Nesse caso só ia uma vez por ano, que é quando o Benfica vai Alvalade levar no pêlo!!!."


hahahaha já lixaste o homem ;)

o N fala da população portuguesa e assume que toda a gente adora o benfica (qualquer coisa, vais ver o benfica...)
na realidade, só mais ou menos um terço da população é do benfica, e há muitos que são apenas "simpatizantes"...

não é a propaganda vermelha dos 6 ou 7 milhões, num país que só tem 10,5 milhões e isto já inclui imigrantes, etc, já para não falar em crianças, recém-nascidos, e gente que não quer saber de futebol...

Diogo disse...

N - «Se quisermos aprofundar (a injecção de dinheiro na economia) é bem mais complexo do que isso. Por exemplo:De que adianta puxar pelo consumo e fazer disso a grande estratégia se mais de 60% do que comemos é importado?»



Diogo: As fronteiras económicas actuais são muito mais porosas do que eram nos anos trinta do século passado. As empresas estão ramificadas em vários países. Importação e exportação fazem cada vez menos sentido – o que interessa é a capacidade de produção e consumidores para ela. Seja lá onde for.


Politicamente, defendo cada vez mais a democracia directa e a divisão da Europa em regiões e sub-regiões. Serão, cada vez mais os cidadãos a tomarem as decisões no espaço que lhes diz respeito – optar por uma escola ou um viaduto, por exemplo.

Por outro lado, a evolução tecnológica continua a desenvolver-se a ritmos exponenciais. Isto significa que a substituição do homem pela máquina no trabalho também ocorrerá a esses ritmos. A inteligência artificial fará o paradigma civilizacional em que vivemos dar uma volta de consequências inimagináveis.

O destino do trabalho e dos países de hoje será o caixote do lixo da história.

Thor disse...

"Despite the claims, Adolf Hitler was not Jewish."


hehehe até a própria fonte "isenta" do Diogo, o diz.

se ele fosse "judeu" porque é que haveria de querer recuperar a economia da Alemanha?
o que é que os judeus ganhavam com isso, se a opulência dos judeus, sobretudo banqueiros, se fez precisamente graças à bancarrota da Alemanha?
não faz o mínimo sentido.
e já nem vou falar na história da perseguição aos judeus.

ele pode até ter recebido dinheiro judeu para colaborar na questão do estado sionista, mas não recebeu sobretudo dinheiro judeu, e não recuperou a economia alemã graças a isso. (e isso não servia os interesses judeus; dos banqueiros e etc)

Diogo disse...

Caro Thor, não percebo o «hehehe…»

Fui buscar este texto a um dos poucos sites que nunca reconheceria Hitler como judeu.

Eles acabam o artigo com uma certeza: "Despite the claims, Adolf Hitler was not Jewish."

Mas não explicam onde vão buscar essa certeza. Aliás, no texto é referido que:

« Alois' mother, Maria Schicklgruber, is known to have worked in the home of a wealthy Jew, so there is some chance, however small, that a son in that household got Hitler's grandmother pregnant.»

E,

«In 2010, the British paper The Daily Telegraph reported that a study had been conducted in which saliva samples were collected from 39 of Hitler's known relatives to test their DNA origins and found, though inconclusively, that Hitler may have Jewish origins.»


Thor: « se ele fosse "judeu" porque é que haveria de querer recuperar a economia da Alemanha?»

Porque a Alemanha para ser forte militarmente tinha de ser forte economicamente. A partir daí, é o jogo habitual: os judeus criam sempre dois blocos para lutar enquanto lhes comem as entranhas.

N disse...

Thor como é óbvio falei na questão de ir ver um jogo do Benfica como exemplo de uma rotina em que sai do mundo rural para um mundo mais "moderno" por assim dizer.

Podia ter dado outro exemplo,mas dei este.

O Pedro Lopes é sportinguista e encarou a coisa normal,mandou a boca normal que até já esperava,na boa.

Mas tu,já sofres da doença dos touros(e eu até gosto de touradas),que não podem ver a cor de Marte à frente que ficam logo muito incomodados.

Fizeste um post só por causa disso,com tanta coisa importante que disse,mas como já sabes que eu riposto sempre que atacam aquilo que eu amo já te vou responder fofo.

"o N fala da população portuguesa e assume que toda a gente adora o benfica (qualquer coisa, vais ver o benfica...)
na realidade, só mais ou menos um terço da população é do benfica, e há muitos que são apenas "simpatizantes"..."

Independentemente dos números,posso-te dizer com CERTEZA que são maioritariamente os contribuintes nacionais.

Espero que esta resposta te chegue.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

"Diogo: As fronteiras económicas actuais são muito mais porosas do que eram nos anos trinta do século passado. As empresas estão ramificadas em vários países. Importação e exportação fazem cada vez menos sentido – o que interessa é a capacidade de produção e consumidores para ela. Seja lá onde for."

Então para ti tanto faz a forma como fica a balança importação/exportação...

"Por outro lado, a evolução tecnológica continua a desenvolver-se a ritmos exponenciais. Isto significa que a substituição do homem pela máquina no trabalho também ocorrerá a esses ritmos. A inteligência artificial fará o paradigma civilizacional em que vivemos dar uma volta de consequências inimagináveis."

Mas então como é?Assim sendo para quê deixar o terceiro-mundo se reproduzir de forma descontrolada?

Diogo.
A tecnologia é uma faca de 2 gumes,ou é utilizada por gente espiritualmente nobre ou o uso da mesma resultará em total tirania.

Este será sem dúvida o maior desafio do futuro,o não abdicarmos da privacidade e deixarmos de ser humanos.

E lembro que muitos cientistas alertaram já que o nível intelectual das pessoas hoje é mais baixo do que há séculos atrás devido ao facto de hoje as pessoas terem tudo à mão e os processos serem todos simples,o que faz com que o cérebro não se exercite como dantes.

Teoria que eu concordo em absoluto.


Quanto à tecnologia em geral Diogo, ela não será usada para o bem da humanidade global em nome de uma pseudo paz mundial dos "cidadãos do mundo" e outras utopias hippies de quem não percebe nada disto.

A tecnologia será usada pelas maiores potências para domínio global.
Quem ficar muito para trás simplesmente será escravizado ou aniquilado.

Agora comparem com a época dos descobrimentos onde estávamos "taco a taco" com todas as outras potências e hoje não temos arma nuclear para dissuasão,armas tectônicas,projecto espacial e tudo o que temos nas Forças Armadas Portuguesas é obsoleto e insuficiente.

A factura democrática Portuguesa é um atestado de óbito às futuras gerações,ou se a derruba e se começa apear caminho ou Portugal não sobrevive no futuro.

Volto a dizer que qualquer miúdo esperto que saiba jogar "comand&conquer" ou qualquer outro jogo de estratégia percebe a simplicidade desta lógica,e a importância vital do orçamento para a Defesa Nacional como garante da modernização dos equipamentos e do aumento de efectivos humanos,e estes cada vez melhores humanos.

Sobrevivência,é simples.

Thor disse...

"« Alois' mother, Maria Schicklgruber, is known to have worked in the home of a wealthy Jew, so there is some chance, however small, that a son in that household got Hitler's grandmother pregnant.»"


isto, que eu nem sei se é verdade, não prova que a avó ou o avô dele fossem judeus.
o facto (que nem sei se é real) de uma avó dele trabalhar na casa de um judeu ricaço, não prova que Hitler tivesse familiares judeus.
isto é a coisa mais óbvia do Mundo.




"E,

«In 2010, the British paper The Daily Telegraph reported that a study had been conducted in which saliva samples were collected from 39 of Hitler's known relatives to test their DNA origins and found, though inconclusively, that Hitler may have Jewish origins.»"


e eu já comentei esta farsa deste estudo encomendado, Diogo.

Thor disse...

"Thor: « se ele fosse "judeu" porque é que haveria de querer recuperar a economia da Alemanha?»

Porque a Alemanha para ser forte militarmente tinha de ser forte economicamente."


e porque é que a Alemanha forte militarmente haveria de interessar aos judeus?
se no Tratado de Versailles, os judeus impuseram precisamente à Alemanha condições de redução de armamento, de número de militares e etc, porque é que a Alemanha forte militarmente interessaria aos judeus??




"A partir daí, é o jogo habitual: os judeus criam sempre dois blocos para lutar enquanto lhes comem as entranhas."

não nego que os judeus usem a táctica dos dois blocos.
mas o facto de os judeus usaram essa táctica, não prova que Hitler era apenas mais um bloco dos judeus.
isso é simplesmente rídiculo se pensarmos que ele meteu judeus em campos de concentração - não os matou, mas prendeu-os.
é rídiculo se pensarmos que ele levantou uma economia devastada e carcomida precisamente pelos judeus (banqueiros e etc).
é ridiculo se pensarmos que ele foi atacado de todos os lados, pelas forças vendidas e fiéis ao sionismo (escória aliada, e urss)

é ridículo sob todos os aspectos possíveis e imaginários.

Thor disse...

Alois's son Adolf Hitler, following the rumours that his paternal grandfather was a Jew, in 1931 ordered the SS (Schutzstaffel) to investigate the alleged rumours regarding his ancestry; they found no evidence of any Jewish ancestors.[9] After the Nuremberg Laws came into effect within the Third Reich, Hitler then ordered a genealogist by the name of Rudolf Koppensteiner to publish a large illustrated genealogical tree showing his ancestry; this was published in the book Die Ahnentafel des Fuehrers ("The Pedigree of the Leader") in 1937, which concluded that Hitler's family were all Austrian Germans with no Jewish ancestry and that Hitler had an unblemished "Aryan" pedigree.[10][11] As Alois himself legitimized Johann Georg Hielder as his father and the priest changed this on his birth certificate in 1876 this was considered certified proof for Hitler's ancestry, thus Hitler was considered an Aryan.[10]

http://en.wikipedia.org/wiki/Alois_Hitler#Biological_father

Thor disse...

DNA

In 2010 Jean-Paul Mulders's and historian Marc Vermeeren used samples from Adolf Hitler's distant relatives to try and trace the Hitler family's haplogroup. Their conclusion was that it belongs to the Haplogroup E1b1b (Y-DNA). This haplogroup originated in East Africa about 22,400 years ago.[22]
The largest Y-chromosome testing organization for genealogy and ancestry purposes (‘Family Tree DNA’) later announced that the interpretation of the Hitler family ancestry given by certain media outlets based on the information released by Jean-Paul Mulders and historian Marc Vermeeren was "highly questionable". Family Tree DNA’s Chief Y-DNA Scientist, Professor Michael Hammer said that “scientific studies as well as records from our own database make it clear that one cannot reach the kind of conclusion featured in the published articles.”
Based on Family Tree DNA records, some 9% of the populations of Germany and Austria belong to the haplogroup E1b1b, and among those, about 80% are not associated with Jewish ancestry.

http://en.wikipedia.org/wiki/Alois_Hitler#DNA


percebes, Diogo? uma coisa é o sensacionalismo desses artigos com estudos e conclusões manipuladas/deturpadas...outra coisa é a ciência a sério.

esse haplogrupo NÃO é "judeu", ao menos cerca de 80% dele.
e abunda na Àustria. não é "raro", cerca de 9% da população Àustriaca tem esse mesmo haplogrupo.

além disso, um haplogrupo é uma linhagem que pode ser mais recente, como mais antiga e perdida no tempo, daí que tem pouco a ver com a constituição do ADN em si.

Pedro Lopes disse...

"é rídiculo se pensarmos que ele levantou uma economia devastada e carcomida precisamente pelos judeus (banqueiros e etc)"

Outra aspecto a lembrar é o facto de Berlim antes dos Nazis era o maior antro de promiscuidade a nível mundial.

Casas de putas por todos os lados, teatros onde passavam peças com sexo gay, drogas de vários tipos, decadência geral. E esses teatros eram maioritariamente dos judeus.
Porque haviam eles de querer este hara-quiri simulado?

E havia até zonas da Alemanha onde Alemães não podiam entrar, porque eram explorados por companhias inglesas ou americanas.

Não vejo grande lógica nesta teoria.
Normalmente eles são bons a destruir, não a construir.

Fada do bosque disse...

Bem... se Hitler não levantou a economia alemã, alguém me pode dizer onde arranjou ele tanta tonelada de ouro para pagar a Salazar?... ou então alguém me garanta que isto é mentira:

(... ) Inicialmente os serviços de inteligência dos aliados estimaram que Portugal tinha recebido cerca de 120 toneladas deste ouro, porém, ao fim de algum tempo, os aliados estimaram que na realidade a quantidade verdadeira de ouro entregue a Portugal por Hitler era de cerca de 400 toneladas. Ao fim de alguns anos em negociações lentíssimas, os aliados e o governo de Salazar chegaram a um acordo, ou seja, Portugal teria apenas de devolver quatro toneladas do ouro nazi e poderia ficar com o resto.(...)

http://historiamaximus.blogspot.pt/2012/06/portugal-e-o-ouro-nazi.html

Thor disse...

mas quem é que disse que Hitler não levantou a economia alemã, Fada do Bosque??
lol mais atenção nessas leituras que fazes...estás a ler coisas que não existem.

Fada do bosque disse...

Eu li vários comentários e pareceu-me que negaram isso que o Diogo colocou... se não foi, peço desculpa.

Thor disse...

negaram que o Hitler era judeu, ou que a Alemanha só se ergueu graças ao capital judeu.

mas ninguém negou que Hitler recuperou a economia alemã; negar isso seria de loucos.

Fada do bosque disse...

Exactamante... e se a Alemanha se ergueu graças ao dinheiro judeu, fez muito bem.

Thor disse...

""Todo o trabalho será valorizado,TODO."

Importantíssimo. Mas atenção aqui a um aspecto. Há certos trabalhos que já quase não há Portugueses a querer aceitá-los. Tipo construção civil, ou limpeza das ruas, ou outros considerados socialmente baixo. E a solução não é mandar vir imigrantes para esses trabalhos.
Portanto aqui teria de passar por fomentar outra cultura e mentalidade e claro, melhorar os salários para essas profissões de forma a que fique sempre bem acima do subsidio de desemprego."


obviamente que a solução era melhorar os salários, para haver mais gente a aceitar esses trabalhos.
mas é claro que isso iria contra a lógica capitalista liberal do lucro desenfreado a qualquer preço; por isso mandar vir mão-de-obra barata (quase escrava) para serem explorados e ainda criticam os portugueses que não querem ser explorados/esfomeados por eles, ou mandam-nos imigrar, etc, etc
- aii os imigrantes fazem os trabalhos que vocês não querem (mentira. muitas vezes até querem, mas não nessas condições, por isso vão para França, Suiça e Alemanha fazer o mesmo, mas a ganharem mais, sem ser explorados)

é esta a "lógica" capitalista, totalmente incompatível com o nacionalismo.

Anónimo disse...

"negar isso seria de loucos."

E achas que faltam dementes ou mentirosos compulsivos que neguem isso?

Ainda há pouco a fazer zapping vi falarem em solução patriótica constituída por traidores à Pátria e "salvação nacional" por quem afundou a nação.

Se isto não é propaganda para símios e dementes então o que será?

Isto já ultrapassou há muito o tolerável...

Pedro Lopes disse...

"Ainda há pouco a fazer zapping vi falarem em solução patriótica constituída por traidores à Pátria e "salvação nacional" por quem afundou a nação."

É um chorrilho de idiotas em todos os canais a aplaudir a solução "ponderada" e "sábia" do chefe de estado.

É a chamada "Magistratura de influência". Esta frase irrita-me tanto, tanto, tanto......

Anónimo disse...

Os idiotas não são eles Pedro Lopes.
Eles são precisamente o que fazem a propaganda para enganar os idiotas.

Os idiotas são quem os ouve e quem acredita neles.

alf disse...

O Hitler passou a besta apenas porque perdeu a guerra e apenas porque não soube proteger os judeus. Se se tivesse limitado a queimar os ciganos e os russos (os "comunistas"), muitas das pessoas que hoje o bestializam estariam a incensá-lo.

Quanto à economia, podíamos aprender com ele - tb estava sob o controlo de uma "troika" e deu a volta à situação. Uma das coisas que ele fez, as Memo bills, já expus no meu blogue. Não foi o dinheiro judeu que fez crescer a Alemanha, foi o saber fazer que possuíam e as medidas que o Hitler tomou. Dinheiro também entrou aqui muito e não crescemos nada, não é verdade? A gestão do Hitler foi genial e não podemos confundir isso com outras coisas que hoje se censuram mas na época não

Pedro Lopes disse...

O Hitler era um tirano do mais cruel que pode haver.

Felizmente deu-se o desembarque aliado na Normandia que acabou com a tirania na Europa.

Eis uma foto da época desse grande evento:

http://25.media.tumblr.com/eece8677a4ef41bc96ef0bdd4fcbb521/tumblr_mkjunmdA2L1rjeuo8o1_1280.jpg

N disse...

Essa imagem tem um pequeno erro Pedro Lopes.

É que quem andou a derramar sangue,suor e lágrimas na guerra não foi a escumalha judia banqueira,gay,pedófila, e todo o tipo de sub-humanidade.

Quem andou mesmo a derramar sangue foi a nata Europeia contra a nata Europeia.

Os judeus ficaram como de costume por detrás dos bastidores a usar soldados Arianos Europeus para atingir os seus fins políticos.

Isto claro,tudo graças a políticos traidores ao serviço dos judeus como o cabrão do maçom churchill e roosevelt.

E sem esquecer os merdia,especializados em enganar e manipular civis e militares diariamente para serem bons escravos para o povo escolhido de jeová.

Não é por acaso que muitos dos que combateram pelos aliados acabaram por admitir mais tarde:"Lutamos do lado errado".

É pena é que muitos Europeus continuem ainda cegos a lutarem ao serviço do sionismo,traindo o seu próprio povo,as suas próprias nações,os seu antepassados,e até a si próprios.

E quando o caso não é cegueira é mercenarismo,o que é bem pior,pois um mercenários não tem alma e nem escrúpulos.

Daí que também cada vez mais os democratas queiram a "privatização" das Forças Armadas.



Anónimo disse...

mario soares.....judeu?

Thor disse...

eu também não sabia...mas já desconfiava.
o Balsemão, esse eu sabia.
o Soares não sabia, mas achava qualquer coisa de estranho no fenótipo dele...e há um tempo atrás, vi-o ao vivo, e ele pareceu-me menos ariano do que na TV.
ele ia com uma boina escura, como esta:

http://www.argentinapolo.com/images/xGonzalo.jpg

Diogo disse...

Thor - «fenótipo»?

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/966168-historiador-israelense-defende-que-povo-judeu-e-invencao-do-sionismo.shtml

Historiador israelita defende que povo judeu é invenção do sionismo

Na carteira de identidade do historiador israelense Shlomo Sand, no lugar reservado à nacionalidade está escrito que ele é judeu.

Sand, 64, solicitou ao governo que seja identificado de outro modo, como israelense, porque acredita que não existe nem um povo nem uma nação judeus.

Seus motivos estão expostos em "A Invenção do Povo Judeu". Best-seller em Israel, traduzido para 21 idiomas e incensado pelo historiador Eric Hobsbawm, o livro chega agora ao Brasil (Benvirá).

O autor defende que não há uma origem única entre os judeus espalhados pelo mundo. A versão de que um povo hebreu foi expulso da Palestina há 2.000 anos e que os judeus de hoje são seus descendentes é, segundo Sand, um mito criado por historiadores no século 19 e desde então difundido pelo sionismo.

"Por que o sionismo define o judaísmo como um povo, uma nação, e não como uma religião? Acho que insistem em ser um povo para terem o direito sobre a terra. Povos têm direitos sobre terra, religiões não", diz à Folha, por telefone, de Paris.

Olivia Grabowski-West/Divulgação

O historiador israelense Shlomo Sand, autor de "A Invenção do Povo Judeu", lançado no Brasil pelo selo Benvirá

"Na Idade Média a palavra povo se aplicava a religiões: o povo cristão, o povo de Deus. Hoje, aplicamos o termo a grupos humanos que têm uma cultura secular -língua, comida, música etc. Dizemos povo brasileiro, povo argentino, mas não povo cristão, povo muçulmano. Por que, então, povo judeu?"

Valendo-se de fontes e documentos históricos, a tese de Sand, ele mesmo admite no livro, não é em si nova (cita predecessores como Boaz Evron e Uri Ram). "Sintetizei, combinei evidências e testamentos que outros não fizeram, pus de outro modo."

Ele compara: até meados do século 20, "a maioria dos franceses achava que era descendente direto dos gauleses, os alemães dos teutões e os italianos, do império de Júlio César". "São todos mitos", afirma, "que ajudaram a criar nações no século 19".

Neste século 21, sustenta, não há mais lugar para isso.

"Não só o Brasil é uma grande mistura. A França, a Itália, a Inglaterra são. Somos todos misturados. Infelizmente há muitos judeus que se acham descendentes dos hebreus. Não me sinto assim. Gosto de ser uma mistura."

Thor disse...

oh Diogo, quando largares as fontes e a propaganda judaica para ludibriar e enganar gentios ingénuos como tu, talvez comeces a raciocinar bem e a sair da Matrix...


http://hyperborea-land.blogspot.pt/2010/02/politicamente-incorrecto.html

http://1.bp.blogspot.com/-sJAXy3DqC3o/UY4XOMjZf6I/AAAAAAAAAQE/JcifL43ENPo/s1600/Jared+Diamond+Israel.jpg

http://forward.com/articles/155742/jews-are-a-race-genes-reveal/?p=all

http://www.haaretz.com/jewish-world/jewish-world-news/dna-links-prove-jews-are-a-race-says-genetics-expert-1.428664



com isto não estou a dizer que todos os judeus são o mesmo, o que estou a dizer é que eles têem características próprias.
claro que há uns mais misturados com khazares, outros mais com europeus (como o Soares, Balsemão e outros), mas têem características próprias e é falso que não haja nada de racial neles.

isso é PROPAGANDA para enganar tolinhos semi-marxistas como o Diogo.

os judeus são um grupo etnocêntrico e racista supremacista anti-goyim.
negar isto, é negar a realidade.

Thor disse...

"http://www1.folha.uol.com.br/"


oh Diogo marxista, não tens outras fontes sem ser a folha de São Paulo descaradamente marxista??

não admira que não consigas sair da matrix...
depois não queres ser considerado marxista.
qualquer dia trazes aqui artigos do "Avante", não?



Thor disse...

"Não só o Brasil é uma grande mistura. A França, a Itália, a Inglaterra são. Somos todos misturados."


sim, propaganda marxista da mais pura que existe, e tirada de fonte despudoradamente marxista, mas o Diogo acha mesmo que fez boa figura com isto.
só mesmo alguém muito alienado, é que podia vir aqui com esta propaganda multiétnica, de fontes esquerdistas e esperar ser "levado a sério".
não há palavras para isto...

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Thor, o sampaio é cripto-judeu e passa bem por "Europeu Ariano".
Não vás muito por aí...

Nem todo têm o nariz da maya ou a feiosidade judia do balsemão com judeu chachado na testa.

E mesmo o holland,o sarkozy e a lagarde por exemplo, só se topam pela curva do nariz,mas muitos deles até já fazem plásticas para se infiltrarem melhor.

Olha o salgado banqueiro corrupto...

Há uns que se topam mais facilmente,outros mais miscigenados com genes Arianos,e outros que se converteram ao judaísmo e nem eram judeus do ponto de vista racial e étnico.

O judeu caracteriza-se sobretudo pela falta de caracter e tendência para vigarice,pelo falta de gosto no que diz respeito ás artes,e sobretudo pela tendência de degeneração e indecência,característica esta aliás, superior a todos os outros povos do mundo.
O adultério como regra,o sadomasoquismo,o homossexualismo,a pedofilia,a zoofilia e todo o tipo de liberalismo moral sempre foi incentivado,propagandeado e até financiado pelo sujo judeu.

"Ele compara: até meados do século 20, "a maioria dos franceses achava que era descendente direto dos gauleses, os alemães dos teutões e os italianos, do império de Júlio César". "São todos mitos", afirma, "que ajudaram a criar nações no século 19".

Neste século 21, sustenta, não há mais lugar para isso."

Diogo,tu às vezes és mesmo "verdinho".

Isso é desinformação com carga ideológica igualitária e anti-nacionalista e pró-globalizadora.

Primeiro, ele MENTE quanto ao que ele diz serem "mitos".

E depois quem é esse monte de merda israelita para dizer que não há lugar para isso,a Europa é o continente dele por acaso?

Aqueles que dizem "somos todos iguais" são precisamente os mais fracos e que querem parasitar sobre os mais fortes e capazes,e nativos obviamente.

http://www.youtube.com/watch?v=YKAYodwVAcQ

Vejam isto,a diferença de QI e como essa mesma diferença é mais de 80% questão genética e não de "ambiente em redor" ou "oportunidades" ou o "calor" e outras tretas como já ouvi aqui.

Vai até ao sétimo vídeo,mas basta ver os cinco primeiros.

Chineses,Japoneses,Koreanos em primeiro lugar.
Arianos Europeus em segundo Lugar.
Arábes,Indianos,Judeus(originais da ásia) em terceiro lugar.
Os ditos "hispánicos" do América do sul em quarto mais muito próximo dos terceiros.
Depois em quinto os pretos.

Mas atenção que é a "média" de QI.

Obviamente há excepções e gajos que superam a média do seu grupo como os super génios e claro que há o oposto também, os super burros(Em Portugal há muitos destes infelizmente,e todos valem um voto nas urnas,ainda mais infelizmente).

E depois há outra questão menos "científica" que é a questão espiritual e como esta permite atingir um elevado nível de consciência quando está evoluído espiritualmente.

Mas que não é estudado por esses cientistas mas é altamente relevante.

Depois outra questão que é a "escola da vida",pois de nada adianta seres inteligente se não fores esperto também, senão és sempre comido pelos corruptos e vigaristas pois falta-te a "escola da rua", a "velha escola".

E assim sendo,um colectivo inteligente não é significado linear de avanço superior civilizacional pois se esse colectivo não for também esperto é enganado pela escumalha política e acredita na democracia e assim sendo entra em involução.

N disse...

Eu acho piada é ver os ditos "progressistas" que no passado acusavam(e bem,pois esse argumento é valido) os conservadores de estes através do cristianismo proibirem o avanço da ciência.

Mas eis que são agora os ditos "progressistas"(que nem são sequer progressistas genuínos) que tentam proibir a ciência sempre que esta estuda questões raciais e genéticas.

O politicamente correcto é a nova inquisição,agora feita pelos que se auto-intitulam "progressistas".

Aqui o que se trata é a tentativa a todo o custo de esconder o facto de os Asiaticos do Este e os Arianos Europeus serem os povos superiores a todos os outros a nível de inteligência.

Thor disse...

"Thor, o sampaio é cripto-judeu e passa bem por "Europeu Ariano".
Não vás muito por aí..."



por acaso, não é bem assim.
o Sampaio tem o cabelo um pouco esquisito, e além disso a cabeça dele é muito desproporcionada em relação ao resto do rosto, o que só pode ser uma característica extra-europeia.
mas pronto, eu sei que ele tem muito sangue europeu e irlandês, mas não parece ariano puro, nem por sombras.

Thor disse...

"
E mesmo o holland,o sarkozy e a lagarde por exemplo, só se topam pela curva do nariz,mas muitos deles até já fazem plásticas para se infiltrarem melhor."


olha isso das plásticas é inteiramente verdade, como no caso do vosso "querido" Putin.
o Sarkozy não é só pelo nariz, ele cabelo e aquelas feições não são lá muito europeus.




"Olha o salgado banqueiro corrupto..."


esse já me parece mesmo ariano a sério, ao contrário do judeu Sampaio que tem realmente características de judeu (cabelo e formato da cabeça, p.ex)

Thor disse...

""Ele compara: até meados do século 20, "a maioria dos franceses achava que era descendente direto dos gauleses, os alemães dos teutões e os italianos, do império de Júlio César". "São todos mitos", afirma, "que ajudaram a criar nações no século 19".

Neste século 21, sustenta, não há mais lugar para isso."

Diogo,tu às vezes és mesmo "verdinho".

Isso é desinformação com carga ideológica igualitária e anti-nacionalista e pró-globalizadora."



isso nem desinformação é, mas propaganda pura e dura.
claro que o marxista do Diogo engole tudo o que a Folha de São Paulo marxista diga.
e ele apresenta essas fontes, sem o mínimo de pudor, mesmo depois de eu já ter explicado o que é essa Folha de São Paulo.
o Diogo pensa que somos atrasados mentais.

Thor disse...

"e outros que se converteram ao judaísmo e nem eram judeus do ponto de vista racial e étnico."



sim, tens toda a razão. deve ser os casos dos banqueiros Salgado e Fernando Ulrich, por exemplo.

mas há uns que se topam logo que são judeus étnicos, como o Miguel Esteves Cardoso, p.exemplo. que "só" por acaso, dizia-se simpatizante do Bloco de Esterco.

depois há os "duvidosos" ou os misturados.
eu desconfio muito do Louçã e do Jerónimo de Sousa - aliás, o Jerónimo é pró-judeu e sionista. parece judeu pelo fenótipo e além disso, o nome "Jerónimo", parece ser um nome de origem judaica.


http://www.publico.pt/politica/noticia/jeronimo-de-sousa-classifica-como-extrapolacoes-inaceitaveis-reaccoes-a-artigo-do-avante-1519404

Thor disse...

onde há capitalismo, socialismo ou comunismo (sobretudo os dois últimos), podem ter a certeza absoluta de que há pelo menos alguns judeus, um punhado deles.

Pedro Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Thor,eu respeito a tua visão das coisas,mas eu não partilho de um certo "exagero" teu a caracterizar racialmente.

Acho que essa retórica tira alguma credibilidade ao movimento,mas ok,eu respeito a tua visão.

"onde há capitalismo, socialismo ou comunismo (sobretudo os dois últimos), podem ter a certeza absoluta de que há pelo menos alguns judeus, um punhado deles."

Não concordo muito com esta visão Thor.
O comunismo dito "europeu",é na realidade todo ele judeu.
Mas por exemplo na China é nacional-comunismo.

O dito socialismo marxita(que não é realmente socialismo), esse sim é totalmente judeu,sendo controlado pela maçonaria mais "esquerdista".

O capitalismo é normal haver muitos judeus,dado que estes controlam o grande capital,especulativo ainda por cima.

Mais que as ideologias até, é a forma de regime que serve os seus interesses,que são opostos aos nossos,que é sinonimo de colonização sionista.

Falo pois da democracia.
Quanto mais sionista o país e quanto mais covarde é o seu povo , mais democrático é o país então colonizado e escravizado.

Quanto mais soberano o país,quanto mais corajoso o povo, mais nacionalista e menos democrático..

"eu desconfio muito do Louçã"

Não davas para detective pah;)
Esse é como aquele reclame do algodão,"não engana".

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

O jerónimo de sousa é um terrorista intelectual.

A "barbárie" nazi acabou com a usura,nacionalizou a banca,deu liberdade ao seu povo,casas mobiladas de graça para os trabalhadores,empréstimos sem usura que não podiam exceder um quinto do rendimento,escolas onde funcionava a meritocracia e quer os jovens fossem ricos ou pobres nada interessava,todos tinham iguais oportunidades para mostrarem o seu valor e se potenciarem,acabou com o desemprego e subiu salários,acabou com a prostituição,homossexualismo,pedofilia e afins,inovou a nação Germânica a nível científico de forma extraordinária,fez todas as mulheres Alemãs se potenciarem num equilíbrio espiritual a roçar a perfeição,incutiu valores como a decência,lealdade,camaradagem,perseverança e patriotismo nos seus cidadãos,embelezou as cidades com arquitectura fantástica e esculturas magnificas,etc etc...

E tudo isto, pegando o país na merda,a nível econômico e espiritual, e em poucas dezenas de anos levantou-o e transformou o mesmo numa potência mundial.

Já a ideologia do terrorista intelectual jerónimo,a merda do comunismo, escravizou,massacrou,assassinou em massa os povos que geria,os policias comunistas violavam em massa mulheres Eslavas nas prisões,as que estavam livres calçavam sarapilheira tal era a "abundância" e qualidade de vida,os trabalhadores eram escravos,escravos literalmente,a nível de arte nada fizeram(o que é natural,pois alguém feio por dentro não cria nada bonito por fora),propriedade privada não existia,todos as pessoas eram roubadas à cara podre pelo estado tirano,agricultores mortos aos milhares,etc etc...

É este o "paraíso" comunista que o terrorista intelectual jerónimo quer trazer para a nação Lusitana.

E há muitos idiotas úteis que vão no paleio dele.

E todos eles podem votar,valem todos um voto,e a maioria até são não-nativos, ou nativos traidores que ainda não lhes chegou a alta traição do Ultramar e terem acabado com um Império de séculos à custa de muito sangue,suor e lágrimas.

A impunidade leva à insolência...

Tivessem eles pago a sério pela alta traição do Ultramar e não ladravam como ladram.

Thor disse...

"eu desconfio muito do Louçã"

Não davas para detective pah;)
Esse é como aquele reclame do algodão,"não engana"."


ok ;) então significa que acertei em cheio e que o gajo é judeu.
já havia um ou outro rumor disso, mas se tu confirmas, então agora é que tenho mesmo a certeza.

Thor disse...

"E todos eles podem votar,valem todos um voto,e a maioria até são não-nativos, ou nativos traidores que ainda não lhes chegou a alta traição do Ultramar e terem acabado com um Império de séculos à custa de muito sangue,suor e lágrimas."


eu concordo que a descolonização foi mal feita, por motivos traidores e errados (dar territórios à urss).
mas nessa questão do império, não estou de acordo contigo, N.
não deveríamos ter nenhum império em Àfrica.
não estou a dizer que os EUA ou a URSS não eram/são piores.
não estou a dizer que a esquerda portuguesa não traiu o país em prol da URSS.
não digo que a descolonização não foi mal feita.

mas dito tudo isto, não posso concordar com o império em si.

Thor disse...

"O comunismo dito "europeu",é na realidade todo ele judeu.
Mas por exemplo na China é nacional-comunismo."



na China não é nacional-comunismo.
quanto muito, é capital-comunismo (um misto dos dois)

e se não tiver judeus, é agora. porque mesmo no tempo do Mao, havia lá alguns judeus, no Departamento do Exército Vermelho da China, como por exemplo, W. N. Levitschev e J. B. Gamarnik."

Thor disse...

mas já que falas nisso, aqui tens:

http://jewishfaces.com/china.html


não só no tempo do Mao, mas também recentemente.
é claro que há judeus na China.

como eu disse, onde há comunismo, socialismo, etc, mesmo que não seja comunismo PURO, podem ter a certeza absoluta de que há judeus.

não existe comunismo "independente", comunismo 100% chinês ou 100% russo.
isso é uma falácia total.

essa da China ser "nacional"-comunista, outra falácia, porque isso não existe.
existir até existe, mas não é nacionalismo, isso é aquela ideologia imperialista do Dugin para formar um bloco russo-chinês ou euro-asiático totalmente hostil e anti-ocidental.

e é claro que isso não escapa do controlo e do dedinho dos judeus.

se querem acreditar acreditem, se não querem tudo bem. para mim é igual.
eu tenho vindo a avisar, sei do que falo. a China e a Rússia são perigosos.
Putin é perigosíssimo.
o tal "nacional-comunismo" é um embuste.
o seu mentor é um porco sionista do mais anti-branco que pode haver.

eles lançam essa propaganda do comunismo chinês não-judaico, e a mesma coisa para a rússia, e vocês acreditam.
ok, estão no vosso direito.

Thor disse...

"Thor,eu respeito a tua visão das coisas,mas eu não partilho de um certo "exagero" teu a caracterizar racialmente.

Acho que essa retórica tira alguma credibilidade ao movimento,mas ok,eu respeito a tua visão."


exagero? mas o J.Sampaio é neto de uma judia de marrocos.
ou não sabias?
nem sequer é de uma judia daquelas já "europeizadas", "arianizadas", etc, mas sim de uma judia de marrocos.
e eu "exagero"?

Anónimo disse...

http://legio-victrix.blogspot.pt/2013/07/a-democracia-e-o-problema-nao-solucao.html

N disse...

"eu concordo que a descolonização foi mal feita, por motivos traidores e errados (dar territórios à urss)."

Não te esqueças dos americanos,nós fomos duplamente traídos,os comunas alinhados com a administração judia da ex urss,e os sociais democratas,liberais e neo-conservadores alinhados com a casa branca e sua administração também judia.

Portugal foi tramado pelo judaísmo internacional,a questão acima de política ou partidária,foi racial/religiosa de um grupo etnocêntrico(judeus) contra nós(Lusitanos).

A propaganda e a imensa ignorância política que varria de forma transversal toda a sociedade fez com que tudo fosse muito fácil para os traidores internos.

"não deveríamos ter nenhum império em Àfrica."

Meu amigo, há uma coisa chamada "ditadura geográfica".
Na altura foi o mais certo,embora o império devia ter sido acautelado com leis contra miscigenação e outro tipo de autonomia aos territórios.

"na China não é nacional-comunismo.
quanto muito, é capital-comunismo (um misto dos dois)"

Thor,comunismo é capitalismo selvagem de estado.
Nacional-comunismo é capitalismo selvagem de estado mas a elite é nacional do ponto de vista racial e étnico e não admite interferências.

O caso da China é o único aplicar nacional-comunismo.

O chavez tentou algo semelhante,só que claro que a venezuela não é do ponto de vista racial como a China e por isso foi uma mescla ideológica,que apesar de tudo,em abono da verdade,ele defendeu o seu povo contra interesses estrangeiros,nomeadamente os americano-sionistas.

Mas a nível econômico na Venezuela foi um autentico desastre,como não podia deixar de ser dada a pouca sabedoria,pouca inteligência,muito demagogia,visão a curto-prazo,abolição arbitrária da propriedade privada,perseguição tirana a dissidentes,etc...

Valeu pelo recuperar do orgulho patriota e pouco mais,o resto foi tudo uma cagada.

A China,essa sim,um dia que vire um estado NS Chinês,cuidado com aquilo...

E quando eu digo "nacional" ao designar "nacional-comunismo" não tem nada haver com nacionalismo Thor.

Nacionalismo(genuíno) obrigatoriamente nasce de uma ardente paixão pela nação e pelo seu povo.
Quem ama o seu povo não o escraviza,daí que qualquer comunismo,mesmo que "nacional-comunismo" nada tem de nacionalismo.

Nacionalismo sem liberdade não é nacionalismo a sério.

E por liberdade não falo da falácia de votar,que isso não é liberdade nenhuma.

Mas sim liberdade política,liberdade econômica,respeito pela propriedade privada de pessoas de bem,o não admitir sequer a possibilidade de chipar pessoas ou envenenar as mesmas com vacinas com vírus como actualmente faz este regime democrata,terrorista,corrupto,pedófilo e anti-nacional aos cidadãos nacionais Lusitanos.

N disse...

E mais,o nacionalismo vê nos seus militares os melhores dos seus cidadãos étnicos,vê neles o bastião da etnia e como tal o humanismo não pode estar de fora.

Os soldados num regime nacionalista sabem que se porventura tiverem que arriscar a vida será mesmo pela pátria,e não por banqueiros.

E sabem que protegem um regime com ideologia nobre e propósito nacional maior.

Os soldados num regime comunista funcionam como tiranos armados que oprimem o seu próprio povo.

Os soldados num regime democrata são meras chicletes humanas dos banqueiros,onde lhes mandam morrer no quinto do caralho e nada tem haver com pátria,mais,até vão mesmo lutar para expandir poder e influência de poderes anti-nacionais,que conspiram e sabotam essa mesma pátria desses mesmos soldados.

E eu já disse e volto a dizer,que é incompatível a defesa da democracia com a defesa da Pátria,já que a democracia dá cabo da Pátria e portanto temos um paradoxo legal e moral.

Eu que não tenho a coluna de plasticina sei bem de que lado estou, obviamente pela Pátria e contra a democracia.


Thor disse...

"na China não é nacional-comunismo.
quanto muito, é capital-comunismo (um misto dos dois)"

Thor,comunismo é capitalismo selvagem de estado.
Nacional-comunismo é capitalismo selvagem de estado mas a elite é nacional do ponto de vista racial e étnico e não admite interferências.

O caso da China é o único aplicar nacional-comunismo."



eu sei que comunismo é capitalismo selvagem de estado, N, mas no caso da China é praticamente uma economia de mercado, ou seja é capitalismo LIBERAL e não capitalismo de estado.
só o resto, a estrutura, o governo e tudo o mais, é que se mantém como sistema comunista, mas não a economia.
daí eu ter dito capital-comunismo (aberto ao capital liberal)

ok, entendi agora o que quiseste dizer com o nacional-comunismo, e que não tem a ver com nacionalismo e sim com os líderes serem chineses e não judeus ou estrangeiros.

mas, cuidado, porque por trás dos bastidores continuam a existir judeus. atenção.
não te fies nessa de não admitirem interferências

Thor disse...

""eu concordo que a descolonização foi mal feita, por motivos traidores e errados (dar territórios à urss)."

Não te esqueças dos americanos,nós fomos duplamente traídos,os comunas alinhados com a administração judia da ex urss,e os sociais democratas,liberais e neo-conservadores alinhados com a casa branca e sua administração também judia.

Portugal foi tramado pelo judaísmo internacional,a questão acima de política ou partidária,foi racial/religiosa de um grupo etnocêntrico(judeus) contra nós"


pronto. sim, mas eu também falei dos EUA mais à frente, não foi só da URSS.
isso tudo é verdade, mas mantenho que o império em si, não devia ter existido.
Àfrica para os africanos, Europa para os Europeus.

Pedro Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Lopes disse...

O Thor ás vezes parece-me demasiado obsessivo. Mas até pode ter razão. Há coisas que não sabemos bem como são processados nos bastidores.

Tentando fazer uma análise com algum fundamento, baseado neste quadro da Wikipédia:

http://en.wikipedia.org/wiki/Jewish_population_by_country

Ora bem, isto não significa automaticamente que mais judeus -> mais Sionismo, mais poder sionista.

Mas pode ter algum valor.
Reparem bem:
Nos EUA, há 6 milhões, quase tantos como em israel, logo a probabilidade de estarem mais entranhados no poder é maior.

É porque para controlar um pais grande não basta controlar um ponto de poder.
Eles nos EUA estão no poder financeiro(Bancos, bancos centrais, wall street, etc), no poder mediático(Cadeias de TV, Jornais, entretenimento etc), nas ONGs(que promovem a panascagem, o aborto, as drogas etc etc), nas escolas e universidades etc....

Ou seja, isto que vemos na América é visível, e cruzando com o link da wiki podemos(ou não) establecer algumas conclusões).

Agora para o Thor, basta que haja um judeu num pais e pronto esse pais está sob o jugo dos sionistas. Isso pode não ser assim tão linear.

A China actualmente a mim não me serve de referência, nem acho que um dia se tornem NS como diz o N.
A China é globalista e tenta através do mesmo afirmar-se e tentar tirar partido do mesmo.
Eu gostava de ver a china voltar para a sua cultura e filosofia ancestral adaptada ao mundo actual.
Agora a China hoje é 100% capitalista, com o pormenor de ser governada pelo partido comunista chinês, mais nada.

Não gosto do ajoelhar dos nossos governantes á China, e o resultado disso é milhares de lojas chinesas por todo o pais, ocupando lugares que deviam e podiam ser de Portugueses e do seu comercio tradicional.

Quanto á Rússia que o Thor odeia, eu só digo que não me agrada ideologicamente essa Rússia capitalista do Putin, mas ainda assim não acredito que esteja completamente sob controlo sionista. É porque há coisas que não batem certo.
A Rússia que os judeus gostavam era a Rússia do Ieltsin, e das máfias dos oligarcas. Hoje continua a haver alguma dessa tralha mas é bem menor.

E na Rússia não vejo que tenham problemas em prender judeus. Vejam os casos de uns 6 ou 7 oligarcas metidos na choldra e que a UE espuma pela boca contra essas prisões feitas na Rússia.
A perseguição a Nacionalistas Russos é sempre de criticar mas é a mesma que fazem á tralha da estrema-esquerda, tipo Navalnys etc. E muita da oposição Russa é financiada pela CIA, tenha ela o rosto que tiver.

É pá, mas isto é apenas uma análise, onde obviamente posso estar enganado.

Pedro Lopes disse...

Continuando...


Em todo o caso eu acho que os Nacionalistas Europeus não devem agarrar-se muito á china ou á Rússia.

São países que defendem os seus interesses, e fazem numa perspectiva globalista. Eles não são nacionalistas em si, são apenas calculistas e jogam no mesmo tabuleiro que os globalistas/Sionistas.
Ainda assim se realmente lutarem contra o poder global sionista já não é mau.


Os Europeus devem para já virar-se para sí mesmos. o Modelo do Aurora Dourada é o modelo a seguir.
São autónomos, não são financiados por nenhuma potência estrangeira. É esse o modelo. Pode-se pensar em boas relações com Moscovo mas não podem deixar nunca de ficar dependentes deles.

Thor disse...

"Agora para o Thor, basta que haja um judeu num pais e pronto esse pais está sob o jugo dos sionistas. Isso pode não ser assim tão linear.

A China actualmente a mim não me serve de referência, nem acho que um dia se tornem NS como diz o N.
A China é globalista e tenta através do mesmo afirmar-se e tentar tirar partido do mesmo.
Eu gostava de ver a china voltar para a sua cultura e filosofia ancestral adaptada ao mundo actual.
Agora a China hoje é 100% capitalista, com o pormenor de ser governada pelo partido comunista chinês, mais nada.

Não gosto do ajoelhar dos nossos governantes á China, e o resultado disso é milhares de lojas chinesas por todo o pais, ocupando lugares que deviam e podiam ser de Portugueses e do seu comercio tradicional.

Quanto á Rússia que o Thor odeia, eu só digo que não me agrada ideologicamente essa Rússia capitalista do Putin, mas ainda assim não acredito que esteja completamente sob controlo sionista. É porque há coisas que não batem certo.
A Rússia que os judeus gostavam era a Rússia do Ieltsin, e das máfias dos oligarcas. Hoje continua a haver alguma dessa tralha mas é bem menor."



oh Pedro, mas de onde tiraste a ideia que eu "odeio" a Rússia?
muito pelo contrário, eu gosto da Rússia, adoro mesmo.
simplesmente não confundo a Rússia com a meia-dúzia de biltres judeus que a governam, incluindo Putin.
é assim tão díficil distinguir Rússia e Russos de Putin e quejanda escumalha avulsa?

quanto à China ser capitalista, dou-te razão, porque é verdade e já o disse. só o resto do sistema ainda se mantém comunista, mas a economia é capitalista liberal (não de estado)

a China até se podia tornar NS, mas para isso precisava de se libertar do comunismo e da influência dos judeus.

mesmo sem os judeus, iria ser díficil a transição para um sistema NS.

eu não disse que basta haver um judeu na China, para que a China esteja sob jugo dos sionistas, mas quando esses judeus estão nos bastidores, ou seja, têem poder, como já provei aqui --» http://jewishfaces.com/china.html
então faz algum sentido dizer que a China está debaixo do jugo do sionismo.
até porque a China, como tu disseste e bem, é globalista, não só através dos mercados, mas a nível expansionista mesmo. faz ainda parte do bloco russo-chinês, cujo "ideólogo" é o sionista Dugin, que tu (Pedro) já conheces de gingeira.
o bloco russo-chinês é visceralmente anti-ocidental. mas de uma forma completamente hostil.
não é, como vocês pensam, um "rival" da américa sionista e etc, etc.
não. é só mais um bloco sionista como os EUA, a UE ou outro qualquer!

tudo o que faz parte do esquema globalista, está debaixo da pata dos sionistas.
reconhecer isto, não quer dizer que não tenha solução ou que esteja tudo mal.

Thor disse...

e já agora, só por curiosidade, lembro-me que o N uma vez disse que o Mao nunca "apaneleirou" a China, nem nada dessas merdas.
ora, o N desconhece que o Mao era um pedófilo que comia miudinhos e miudinhas à força, sob pena de pagarem com a vida ou a liberdade.

Pedro Lopes disse...

"oh Pedro, mas de onde tiraste a ideia que eu "odeio" a Rússia?"

Pois, não era isso que eu queria dizer. Neste contexto de conversa referia-me obviamente ao poder instalado na Rússia e não á Rússia em sí.

"o bloco russo-chinês é visceralmente anti-ocidental. mas de uma forma completamente hostil".

É hostil a este ocidente. Com um ocidente com Auroras Douradas por todo o lado teriam de mudar de estratégia.
Achas que este Ocidente Sionista(refiro ao poder) pode ser admirado em algum lado a não ser Israel?

O Dugin não é sionista Thor. Pode ser uma merda mas já o ouvi malhar no sionismo e em Israel. Agora pode ser isso que tu dizes anti-ocidente, e ele nem sequer é nacionalista.

N disse...

Vocês estes últimos posts disseram umas boas bacoradas.

Vamos lá pôr alguma lógica e razão nisto...

A China é globalista do ponto de vista comercial,e não do ponto de vista cultural,racial e de costumes.
Percebem a diferença?

Eles são os que estão a jogar melhor no tabuleiro mundial.

Ela exporta seus produtos,mas não importa liberalismo,materialismo exacerbado,multiculturalismo,homossexualismo,democracia liberal,etc...

Vocês têm ainda dúvidas que a China é soberana?

A China não precisa de ameaçar partes do mundo belicamente para já,nem lhe interessa isso agora,pois eles estão a fazer o papel de formiga enquanto os ocidentais se armam em cigarras.

Eles vão usando a Koreia do Norte,e encenando um teatro que a Koreia do norte lhes foge do controle e tal e que o Kim é meio doido, mas é tudo tudo encenação.

A China usa a Koreia do norte como um buldog e vai soltando a coleira de vez em quando.

Com isto vão estudando qual a propaganda dos ocidentais face a ameaças dos Koreanos,qual a dimensão do dispositivo militar dos ocidentais deslocado para a zona,qual a rapidez de prontidão,quais os custos no seu orçamento,qual o peso da opinião pública,etc etc...

"lembro-me que o N uma vez disse que o Mao nunca "apaneleirou" a China, nem nada dessas merdas.
ora, o N desconhece que o Mao era um pedófilo que comia miudinhos e miudinhas à força, sob pena de pagarem com a vida ou a liberdade."

Ó Thor desconheço se ele era pedófilo ou não,nem sei as tuas fontes e a sua credibilidade,mas é bem possível que fosse,nomeadamente com miúdas,já que tiranos por norma não têm qualquer escrúpulos.

Mas ele não doutrinou nem permitiu homossexualismo nas massas percebes?

Nenhum estadista,seja honrado ou tirano,tem a demência de apaneleirar o seu povo porque isso é suicídio moral,um povo forte é um povo viril,e não amaricado e demente mental.

Agora se ele enrabava meninos a nível privado era um filho da puta como é óbvio,mas não era burro no que diz respeito a gerir o povo colectivamente e a incutir tais prácticas.

Eu sou contra o homossexualismo por questão ideológica e religiosa.
Vai contra os meus ideais e princípios,vai contra a minha fé,vai contra a lógica e razão,e vai mesmo contra as leis da natureza.

E até mesmo por feitio pessoal,também sou contra em me aproveitar do poder governamental para usar pessoas do povo para prazer sexual,porque isso além de desonroso,não é digno de um imperialista ou de um conquistador.

A real conquista relativo a uma mulher é quando tu escolhes uma,superior a todas as outras,que rejeita os outros homens em geral,e tu a conquistas pela tua personalidade.

Conquistar pela força uma mulher,ou conquistar uma que seja igual a tantas outras,ou facilmente conquistada por outros homens isso a mim não me diz nada mesmo.

"O Dugin não é sionista Thor."

O Dugin é uma personagem muito esquisita e parece-me sofrer de esquizofrenia ideológica e alguma demência mesmo.

Ele é anti-Ocidente sim,e fala do Ocidente ao referir-se ao americanismo mas depois toma-nos a todos por americanos.

Não considero nada bom para a Rússia fazer dele um grande intelectual para o povo o seguir.

Depois entra em delírios e diz que a estátua da liberdade nos eua é a Deusa infernal Hécate AHAHAHAHAH.

Quando li isso desmanchei-me a rir.

Depois ao mesmo tempo fala na necessidade da Arianização da Rússia(que eu concordo),mas depois já fala que é preciso uma espécie de "nacional-bolshevismo"(seja lá o que isso for) e que é preciso uma harmonia anti-racista entre os diferentes povos.

E depois a última vez que li ou vi alguma coisa dele, foi quando ele apresentou a "quarta teoria política",que segundo ele era uma criação dele para além do liberalismo,comunismo,Fascismo e NS.

Bem,quando ouvi o que ele disse,que foi uma enormidade de TRETAS,sem qualquer consistência mínima,uma coisa super vaga mesmo,depois disso, nunca mais perdi tempo a ler o que ele diz.

Já não lhe passo cartão...

Thor disse...

"A China é globalista do ponto de vista comercial,e não do ponto de vista cultural,racial e de costumes.
Percebem a diferença?"


do ponto de vista comercial e não só; do ponto de vista territorial também.
mesmo que fosse só do ponto de vista comercial já era muito.
e pensa comigo, N, se são globalistas do ponto de vista comercial, também o são do ponto de vista racial, porque quando abrem lojas cá ou noutros países, vêem para cá.
e isso é imigração, colonização.
a sua concorrência desleal, com mão-de-obra semi-escrava afecta não apenas os mercados, mas a qualidade de vida dos nativos e ajuda o capitalismo selvagem a enfiar cá mais uns "escravos", não só chineses como terceiro-mundistas (africanos e etc)

está tudo ligado. não se pode diferenciar uma coisa da outra.

Thor disse...

"O Dugin não é sionista Thor."

O Dugin é uma personagem muito esquisita e parece-me sofrer de esquizofrenia ideológica e alguma demência mesmo.

Ele é anti-Ocidente sim,e fala do Ocidente ao referir-se ao americanismo mas depois toma-nos a todos por americanos.

Não considero nada bom para a Rússia fazer dele um grande intelectual para o povo o seguir.

Depois entra em delírios e diz que a estátua da liberdade nos eua é a Deusa infernal Hécate AHAHAHAHAH.

Quando li isso desmanchei-me a rir.

Depois ao mesmo tempo fala na necessidade da Arianização da Rússia(que eu concordo),mas depois já fala que é preciso uma espécie de "nacional-bolshevismo"(seja lá o que isso for) e que é preciso uma harmonia anti-racista entre os diferentes povos."



sim, ele é doente. ele é anti-branco (verdadeiro significado de anti-racista) apoia os negros, os panteras negras e outras merdas, além de querer ressuscitar a URSS.
é anti-Ocidental ASSUMIDO.

eu não sei se a estátua da liberdade é a deusa Hécate, agora que é simbologia maçónica, que foi oferecida aos EUA pela França, isso é.

eu nunca o vi falar da "arianização" da Rússia, pelo contrário ele repudia o racialismo, e não esconde isso.
-----------------------

Pedro, ele é sionista sim. como globalista anti-ocidental e anti-branco, é lógico que está ao serviço do sionismo.
mas não só isso. sobre israel, ver aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=3NX_UHKvUEY

Thor disse...

""o bloco russo-chinês é visceralmente anti-ocidental. mas de uma forma completamente hostil".

É hostil a este ocidente. Com um ocidente com Auroras Douradas por todo o lado teriam de mudar de estratégia.
Achas que este Ocidente Sionista(refiro ao poder) pode ser admirado em algum lado a não ser Israel? "


é hostil a qualquer ocidente, Pedro.
não sofras dessa ilusão de que o bloco russo-chinês é "anti-sionista".
estás a partir de uma conclusão prévia e determinada à partida.

Thor disse...

http://www.gnosticliberationfront.com/the%20Jews%20and%20Eurasia.htm

Pedro Lopes disse...

"não sofras dessa ilusão de que o bloco russo-chinês é "anti-sionista".

Nunca me ouviste dizer isso dessa forma. Só disse que não me parecem sob jugo do sionismo tal como estamos nós na Europa e nos EUA.

Quanto ao Dugin, cagemos nesse gajo.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thor disse...

mas o Dugin é importante, porque afinal de contas é ele o mentor do Putin. o Putin representa o pensamento do Putin, do Limonov e outros gajos. anda tudo ligado, eles adoram-se.


"Só disse que não me parecem sob jugo do sionismo tal como estamos nós na Europa e nos EUA."


talvez um pouco menos, ou mais disfarçadamente/tacitamente, mas estão na mesma.

http://en.metapedia.org/wiki/Grigori_Voitinsky
http://en.metapedia.org/wiki/Mikhail_Borodin
http://en.metapedia.org/wiki/Adolph_Joffe
http://en.metapedia.org/wiki/Israel_Epstein
http://en.metapedia.org/wiki/Sidney_Rittenberg
http://en.metapedia.org/wiki/Sidney_Shapiro
http://en.metapedia.org/wiki/Michael_Greenberg

...e ainda Mark Gayn, Jakob Rosenfeld, Nathan Gregory Silvermaster, Solomon Adler, Manfred Stern, Ruth Kuczynski ou Eva Sandberg.
tudo judeus comunistas da China...alguns ainda estão vivos ou morreram recentemente.

N disse...

Thor,não leste bem o que eu disse.

"A China é globalista do ponto de vista comercial,e não do ponto de vista cultural,racial e de costumes.
Percebem a diferença?"

"Ela exporta seus produtos,mas não importa liberalismo,materialismo exacerbado,multiculturalismo,homossexualismo,democracia liberal,etc..."

Foi isto que eu escrevi.

A China tira as vantagens da globalização,mas as desvantagens não absorve,deixa para os outros.

Foi isto que eu disse.

Já os ótarios,ou seja, os países democráticos Europeus,levam com as desvantagens só.

Porque como a Globalização está feita favorece sobretudo a China,Índia e o Judaísmo internacional.

A China está a fazer o papel dela,a aproveitar o facto de os Europeus serem ótarios.

E ninguém pode acusar de ser a China a sabotar as nossas políticas,ou os nossos políticos serem Chineses.

A globalização está de tal modo feita para favorecer o judaísmo pois este com a globalização e modelo de consumismo e cosmopolita destrói as nações Europeias do ponto de vista racial,moral e espiritual,e quando mais consumista for a população mais dependente dos empréstimos dos bancos que eles controlam,quanto mais cosmopolita mais os judeus andam à vontade,quanto mais mais multirracial mais dividida estará a nação Europeia Ariana.

O judeu sujo sim,controla a globalização através da politica graças aos politicos traidores internos.

A China está a jogar o jogo dela,
está a foder todos ao mesmo tempo,e com ambições próprias.

E volto a dizer,TODOS os problemas dos Europeus derivam do judeu.

Baixos salários através da imigração massiva.
Islão a expandir aqui dentro.
Globalização sem regras.
Baixa natalidade nativa.
Forte emigração nativa.
Dívida dos estados.
Corrupção grotesca.
Traição nacional por parte dos governos nacionais.
Atentados false-flag.
Usura.
Injecção de dinheiro dos contribuintes nos bancos corruptos.
Liberalismo moral doutrinado pelos média.
Informação falsa,e ate mesmo terrorista por parte dos média.
Escutas e videovigilâncias ilegais em roda livre,e ninguém vai preso nem pagam o que estão a dever, apesar de já haverem queixas e quer pela lei nacional e internacional o acto de terrorismo tecnológico cometido pelos arguidos ser ilegal.
Justiça nacional paga pelo dinheiro dos contribuintes mas que caga na cara dos cidadãos nacionais,caga no juramento que faz e está ao serviço da escumalha política.
Envenenamento dos cidadãos através de programas de vacinas.
Pedofilia,homossexualismo e todo o tipo de depravação propagandeada e financiada até por for forças anti-nacionais.
Etc etc...

Tudo isto são CONSEQUÊNCIAS do PROBLEMA ORIGINAL.

Principal problema---»judeu.
Consequências desse problema--»Tudo o que está acima escrito.
Regime que favorece o problema---»Democracia.

É possível resolver as consequências sem aniquilar o problema?
Resposta:Não.

É possível dentro da forma de regime corrupta e divisionista acabar com a corrupção e unir a nação para dar cabo do problema?
Resposta:Não.

Como atingir o problema?
Como nos livrarmos da desgraça dos Portugueses e de Portugal?
Resposta:Mudando de regime para termos meios para voltarmos a ser livres,soberanos e construirmos uma nação de acordo com os nossos valores e interesses.

Thor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thor disse...

"Foi isto que eu escrevi.

A China tira as vantagens da globalização,mas as desvantagens não absorve,deixa para os outros.

Foi isto que eu disse."



N, mas isso é óbvio e nunca esteve em causa.
a China obviamente que não importa multiculturalismo ou multirracialismo para si, e sim para os outros.
isso nunca esteve em causa ou em discussão.

o judeu só inveja o goyim porque sabe que é a única raça superior a eles, já os chineses não invejam. não da mesma forma, pelo menos.

Thor disse...

e olhem que mesmo assim, o regime do Mao exterminou uns 70 milhões de chineses...
já nem vou falar no Pol Pot e outros do género no Oriente.

Thor disse...

"o Putin representa o pensamento do Putin"


errata: o Putin representa o pensamento do Dugin (...).

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Thor o Putin parece-me demasiado esperto para seguir o Dugin à Letra.

O Putin para mim é um homem que ainda não se encontrou a si próprio,que busca e vagueia dentro de si constantemente numa angustia pessoal que tenta esconder.

Ele em tempos admirava a união soviética, mas depois admitiu que a mesma retirou liberdade ao povo.

Ainda recentemente admitiu que mais de 80% do poder bolchevista era judeu.

Ele proíbe o casamento gay nos próximos 100 anos na Rússia,mas ainda reprime demasiado os nacionalistas.

Ele próprio já meteu muito ao bolso que não devia,mas os que o criticam e o chamam de corrupto são piores que ele, pois são pagos pelos eua,o que faz deles igualmente corruptos mas também traidores.

Ele autoriza a venda do livro dos protocolos dos sábios de sião, mas ao mesmo tempo diz aos magistrados para punirem quem questionar o holoconto na Rússia.

O Putin é daqueles casos que usamos o termo para um futebolista, "passou ao lado de uma grande carreira".

Faz constantemente a "esparregata",seja porque despertou tarde e o seu passado tem ainda esqueletos no armário,seja porque é mal acompanhado e receia perder poder e então não segue um caminho mais honrado que por vezes gostaria de seguir.

Ele vai lutando por uma juventude Russa mais saudável,seja Straight Edge ou profundamente religiosa dentro do cristianismo ortodoxo ou até mesmo pagã,recuperando até os antigos Cossacos e dando-lhes autonomia.

Ele nota-se que ainda vai tendo algum sentido de estado e que vai fazendo realmente alguma coisa pela sua nação, que há uma parte dentro dele que ainda tem algum valor.

Ele não é um canalha a 100% como todos os políticos do ocidente.

A ideia que me dá é que começou a despertar tarde e os erros do passado perseguem-no e são difíceis de perdoar,principalmente para muitos nacionalistas que sofreram pesadas repressões.

Até podem argumentar que a Rússia merece melhor que o Putin,mas então que mostrem a alternativa.

Eu não vislumbro nenhum líder carismático,etnicamente Eslavo,leal e honrado,com capacidade de argumentação,alto nível intelectual e com movimento por detrás dele,para se afigurar uma alternativa a Putin.

Porque mais vale mil vezes o Putin,do que aquela merda daquela oposição que é paga pelos eua.

Fora os nacionalistas genuínos Russos que são anti-sionistas,mas esses parecem-me ter muito músculo(o que é óptimo),mas pouca massa cerebral.

O Golden Dawn é também por essas que é o melhor movimento nacionalista da Europa.

Tem o músculo,mas também o cérebro,o número e a alma.

Pedro Lopes disse...

"Eu não vislumbro nenhum líder carismático,etnicamente Eslavo,leal e honrado,com capacidade de argumentação,alto nível intelectual e com movimento por detrás dele,para se afigurar uma alternativa a Putin."

Eu não conheço muito bem os movimentos Nacionalistas Russos. Mas parece-me que há muita divisão. Demasiados grupos e correntes, o que não ajuda. O Jorinovski é um maluco sem credibilidade nenhuma e tenta ocupar indevidamente um espaço que devia ser dos Nacionalistas a sério.

Essa fragmentação ocorre também em alguns países Europeus, tipo Itália ou Espanha. E eram dois países onde os Nacionalistas podiam florescer bem e começar a ocupar o espaço á esquerda marxista e a direita capitalista.

Thor disse...

"Ele em tempos admirava a união soviética, mas depois admitiu que a mesma retirou liberdade ao povo.

Ainda recentemente admitiu que mais de 80% do poder bolchevista era judeu."

lol mais uma cortina de fumo, para desviar atenções dele próprio e do seu governo/sistema.
até o porco sionista Churchill disse o mesmo nos anos 20 sobre o bolchevismo, mas nada disse sobre o lado dele (capitalismo liberal) e depois até se aliou à escumalha estalinista.
só se deixa ludibriar com o teatro quem quer.
Churchill via maçonaria óbvio que tinha links com a esquerda judaica e com o capitalismo igualmente judeu.
e Putin um FSB/KGB, que critica o sistema bolchevista judeu, obviamente que tinha ligações ao mesmo, além de ele próprio ser um judeu.
teatrinho do mais básico e primário para "adormecer" os incautos.





"Ele proíbe o casamento gay nos próximos 100 anos na Rússia,mas ainda reprime demasiado os nacionalistas."


lol outra cortina de fumo para os incautos.
conceder num assunto de menor importância ou importância secundária (gays) para continuar a foder os nacionalistas e a encher a Rússia de imigrantes de outras raças (mesmo que expulse "ilegais" - outra cortina de fumo)

só cai nessas tácticas quem for ingénuo.

Thor disse...

"
Ele próprio já meteu muito ao bolso que não devia,mas os que o criticam e o chamam de corrupto são piores que ele, pois são pagos pelos eua,o que faz deles igualmente corruptos mas também traidores.

Ele autoriza a venda do livro dos protocolos dos sábios de sião, mas ao mesmo tempo diz aos magistrados para punirem quem questionar o holoconto na Rússia.

O Putin é daqueles casos que usamos o termo para um futebolista, "passou ao lado de uma grande carreira".

Faz constantemente a "esparregata",seja porque despertou tarde e o seu passado tem ainda esqueletos no armário,seja porque é mal acompanhado e receia perder poder e então não segue um caminho mais honrado que por vezes gostaria de seguir.

Ele vai lutando por uma juventude Russa mais saudável,seja Straight Edge ou profundamente religiosa dentro do cristianismo ortodoxo ou até mesmo pagã,recuperando até os antigos Cossacos e dando-lhes autonomia.

Ele nota-se que ainda vai tendo algum sentido de estado e que vai fazendo realmente alguma coisa pela sua nação, que há uma parte dentro dele que ainda tem algum valor.

Ele não é um canalha a 100% como todos os políticos do ocidente."



eu acho precisamente o contrário, ele é um canalha a 100% e ainda pior que os outros, precisamente porque não se assume e engana muitos incautos como vocês, fazendo concessões aqui e ali, em assuntos de menor premência e importância, para depois ir fodendo o essencial.
é perigoso porque engana, manipula, disfarça e vai levando a sua avante.
a mente do indíviduo é psicopata.
um indíviduo que muda de nome e faz plásticas para ser aquilo que não é; já diz tudo.
um indíviduo da KGB/FSB, já diz tudo.
um indivíduo que tem como mentor e dá ouvidos ao Dugin (mesmo que não o siga a 100%) já diz tudo.
os crimes que ele cometeu contra os nacionalistas, já diz tudo.

é um doente, um psicopata e um camaleão perigosíssimo.

se ele meteu ao bolso, então é igual aos outros...
não interessa se meteu menos, ou se é menos corrupto.
um ladrão não deixa de ser ladrão, só porque houve outros que roubaram mais.
se ele denuncia outros corruptos e ladrões, deve ser porque não quer concorrência na ladroagem e na corrupção.
ou, pior ainda, como forma de "limpar" a sua própria imagem de corrupto e lançar a cortina de fumo de que é "honesto" e combate a corrupção.

enfim, um indíviduo doente, maquiavélico e psicopata ao extremo.

o que acho estranho é que haja nacionalistas, como vocês, que ainda não viram isto, e vão fazendo elogios ao homem, porque fez assim ou fez assado.
só o facto do gajo ser cripto-judeu e FSB/KGB, já era o suficiente para vos fazer ficar com os dois pés atrás.
mas...

Anónimo disse...

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=24&did=114679

A pouca vergonha democrática não tem limites..

N disse...

"Essa fragmentação ocorre também em alguns países Europeus, tipo Itália ou Espanha. E eram dois países onde os Nacionalistas podiam florescer bem e começar a ocupar o espaço á esquerda marxista e a direita capitalista."

Itália tens a Casa Pound que é um bom movimento,e além disso Itália é um gigante adormecido pois uma parte considerável da população é mesmo muito criativa,a nível artístico são do melhor que há,tem grandes pensadores,a juventude é apaixonada como se pode ver nos estádios mesma na 3ª divisão Italiana onde enchem aquilo e acompanham os seus clubes quer faça chuva ou sol,é também uma juventude guerreira,e além do mais eles foram criadores de um dos maiores e melhores impérios feitos até hoje,e esse legado histórico exige responsabilidade aos do hoje mas igualmente serve de inspiração.

O povo Italiano sofreu uma grande lavagem cerebral por parte dos média italianos e depois as máfias a dividir o país também não ajuda,mas volto a repetir que a Itália é um gigante adormecido.

espanha não é uma nação Pedro Lopes.
espanha é um conjunto de nações e portanto o nacionalismo lá é uma faca de dois gumes,pois se eles defendem a autodeterminação dos povos então a Catalunha por exemplo tem o direito de ser independente,assim como os Bascos e outros que assim o queiram.

espanha vai-se aguentando com pão e circo,porque aquilo está colado a cuspe.

"para "adormecer" os incautos."

Ó Thor,então ilumina-nos com a tua sabedoria e mostra-nos a alternativa ao Putin que tu tanto odeias.

E espero que tenhas noção que estamos a falar da maior nação Europeia a nível geográfico e com o maior arsenal nuclear.

Ou achas isto são coisas menores,e que portanto qualquer gajo serve para assumir o poder na Rússia?

Não estamos a falar em expulsões da casa dos segredos Thor.

Estamos a falar da maior Potência na Europa.
E estamos a falar somente numa etnia(Eslava) que é também "somente" a maior da Europa e que a Rússia e todas as outras nações Eslavas são vitais para um movimento pan-europeu NS.

Thor disse...

"Ó Thor,então ilumina-nos com a tua sabedoria e mostra-nos a alternativa ao Putin que tu tanto odeias."



nacionalismo e nacionalistas.
aqueles que o Putin tanto odeia e tanto persegue. pronto.

eu sei que o processo não é simples, mas já que pediste alternativa, é essa.

se ele não perseguisse nacionalistas, já era um começo, e talvez eu pudesse reconsiderar a minha opinião sobre ele.
se ele se preocupasse com a identidade racial da Rússia, talvez a minha opinião sobre ele fosse diferente.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Thor,uma alternativa não pode ser só uma vontade.

Os nacionalistas nem sempre são alternativa séria ao poder.

Tem que haver ideias.
Tem que haver uma dinâmica.
E tem que haver um LÍDER nato.

Eu conheço o programa e as ideias do Golden Dawn a fundo e por isso apoio a 100% o movimento.
E sei que eles são um genuíno movimento nacionalista popular sem "racismos sociais".

Por exemplo o PNR,qual a sua política face à propriedade privada?
Eu nada sei em relação a isto...
E não chega dizer "respeitamos a propriedade privada", pois isso dizem todos,até na constituição diz,mas na practica não é respeitada,é violada até, e ainda ninguém foi preso nem tentaram chegar a acordo com valores indemnizatórios.

Qual o desígnio nacional que propõem?
Eu nada sei em relação a isto...

Para dar a volta a isto vai ser preciso uma grande CRIATIVIDADE,se eles não a mostram sequer na sua propaganda(embora tenham melhorado alguma coisita) como poder confiar que a terão para levantar a nação?

Para o PNR todos que se manifestem contra o governo na rua de forma mais violenta são comunistas?
É que já li discursos dos mesmos com esse tipo de racismo social.

Como se faltasse legitimidade para o povo fazer acção directa contra este regime tirano e anti-nacional..

Como ficamos a nível de liberdade?
Estado policial?
Trocar de cela maçônica para uma cela católica?
É esse o seu conceito de liberdade?
Serem eles os donos das chaves da cela?

Eu não considero o PNR meu rival e por isso mesmo não lhes ataco no meu blog,e até são eles que mais vantagens ganham dos meus ataques aos outros partidos.

Mas não consigo me identificar com o PNR...

Daí eu defender um golpe militar nacionalista em Portugal.
É que não há mesmo outra alternativa SÉRIA e REALISTA.

Não se pode aplicar formulas iguais em Países com movimentos completamente diferentes.

Mesmo a FN Francesa que não é o ideal nacionalista que defendo,pois parece-me mais "nacional-conservadorismo" que outra coisa,mas é sem dúvida uma necessidade urgente para a França.

Mas se já o Golden Dawn é muito,mas muito melhor que a FN Francesa,esta última apesar de tal,comparada com o PNR,é tipo um elefante à beira duma pulga.

Com as especificidades do povo Português(muito mais hipnotizado pelos média que o resto dos Europeus em geral,mais manso,e mais culturalmente marxista),a juntar a isso a falta de dinâmica do PNR e outro tipo de liderança que seria preciso,e por fim mas não menos importante que é o aspecto do nível de oferta salarial que vai ser o caralho manter jovens nativos aqui ou ir buscar imigração Ariana qualificada no futuro,bastará uns anos de democracia e teremos o terceiro-mundo aqui em força e ao contrário da Alemanha ou França por exemplo que têm nível salarial para mudarem de paradigma e importar mão de obra Ariana e qualificada,nós por nosso lado iremos estar literalmente com os culhões agarrados.

Eu não dramatizo em relação a isto tudo para vincar de forma mais forte o meu JUSTIFICADO ódio por esta 3 ªRepública.

Eu tenho a mais profunda convicção que Portugal morrerá como nação com mais uns anos de democracia e que essa morte poderá ser sem retorno,dado os escassos recursos,sermos um país pobre,geograficamente pequeno,militarmente obsoletos comparados com outros rivais(e quanto mais a economia rastejar e a corrupção reinar a tendência é mesmo para a extinção progressiva das Forças Armadas Portuguesas),e a nível de natalidade estamos a morrer como povo nativo,não vale a pena tapar o sol com a peneira.

N disse...

Para além da mais baixa taxa de natalidade nativa de sempre,os poucos que entretanto nasceram nas últimas décadas estão a bazar daqui para fora,o que ainda piora a situação.

Sem golpe militar nacionalista a curto prazo Portugal como nação morrerá.

E dada a situação actual catastrófica causada pela escumalha democrata,os fins justificam os meios.

Não se deve olhar a meios para atingir tal fim,pois o fim mais que um objectivo justo e nobre,é sobretudo um objectivo de sobrevivência nacional.

Esta é a minha posição e defendo-a perante quem quer que seja,eu sei que estou certo,mesmo que mais de 80% dos dissidentes nacionais digam que estou errado,eu não vou dizer que 2+2=5 para estar de bem com uma maioria dissente cega e sem capacidade de perceber o "grande quadro".

Thor disse...

" N disse...
Thor,uma alternativa não pode ser só uma vontade.

Os nacionalistas nem sempre são alternativa séria ao poder."



sim.
mas uma coisa é o reconhecimento dessa realidade.
outra coisa é dizer que, só por causa disso, o que está no poder é bom.

se o Paulo Portas estivesse no poder absoluto (neste momento até é "vice"), dir-se-ia que ele era o melhor que havia e que não há alternativa?
que sentido faz isso?
Paulo Portas e Putin são da mesma àgua...pouca diferença há entre eles.

Thor disse...

além disso, o nacionalismo na Rússia já é um movimento grande e até tem alguma expressão eleitoral...
porque não considerá-lo uma alternativa a médio/longo prazo?

Thor disse...

"Eu conheço o programa e as ideias do Golden Dawn a fundo e por isso apoio a 100% o movimento.
E sei que eles são um genuíno movimento nacionalista popular sem "racismos sociais"."


o que é que entendes por "racismo social"?? não entendi.
o Aurora Dourada é um bom movimento, de facto.
mas quem diz que o nacionalismo russo não presta?

eu não vou é apoiar FNs, Wilders e outros...pelo menos enquanto não mudarem.
agora, nacionalistas russos têem todo o meu apoio.
tal como o PNR, BNP e outros...

N disse...

Thor tenho particular ódio pelo paulo portas pedófilo.

De acordo com a minha religião,a tortura é o castigo que acho justo para um pedófilo.

Caso não seja tortura através da justiça divina,então através de novas leis aprovaria castração química,pena máxima de prisão,e não uma prisão qualquer mas de trabalhos forçados.

Caso os tribunais falhassem,a justiça divina entraria em acção.
Nenhum pedófilo ficaria a rir-se impunemente numa nação sob o meu controle garanto-te.

E podes querer que se eu mandasse num regime autoritário,era derramado sangue pedófilo nesta nação como nunca o foi.

Aquilo que eles fizeram a milhares de miúdos inocentes ia ser bem menos terrorifico comparado com o que lhes faria se alguma vez lhes pusesse as mãos em cima.

"além disso, o nacionalismo na Rússia já é um movimento grande e até tem alguma expressão eleitoral...
porque não considerá-lo uma alternativa a médio/longo prazo?"

E quem disse que eu não os apoio?
Mas não vejo um líder que consiga congregar o movimento.
O movimento a nível de braço armado é muito bom,altamente disciplinado,e boa capacidade de mobilização.
Mas é preciso um líder de top a encabeçar o movimento.

Eu até admiro profundamente o nacionalismo Eslavo pois é revolucionário,mais disciplinado e mais solidário dos que os restantes em geral.

Posso-te garantir que tenho textos meus e poesia minha traduzida em Russo e Sérvio e lido nos seus movimentos,e eles respeitam o que eu penso e escrevo e eu respeito-os a eles.

Mas criticas constructivas só ajudam a melhorar o movimento.
Eu se puxo por eles,é porque acredito no seu potencial e acho que podem dar mais.

"o que é que entendes por "racismo social"?? não entendi."

Racismo social é quando o PNR considera através dos seus comunicados oficiais que todos os que entraram em confronto com a policia naquela manifestação mais quentinha e que se alastrou para bem longe das câmeras e da frente do bordel da assembleia,eram todos "comunistas" ou "parasitas".

Havia muita gente anti-comunista ali,mas que está na merda,está farta de ser roubada,está farta de ser pisada,está farta de injustiça,está farta de paz podre,está farta da "estabilidade titanic" e practicou acção directa.

Um partido nacionalista popular não pode estar contra o seu próprio povo quando este se revolta com TODA A RAZÃO.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Anda tudo a fazer de símio teleguiado.

Tem algum jeito esta propaganda de "salvação nacional"?

Então os filhos da puta que nos levaram à catástrofe actual são os que se apresentam como salvadores?

Quem é o símio que atura isto?
Que filha de puta de imprensa de merda é esta que tenta fazer do povo Português todos otários?

E mais,então os filhos da puta que nos levaram à catástrofe actual,ainda para mais em tempos de vacas gordas,querem agora fazer de salvadores em tempos de vacas magras?

E o que é isso de governo de salvação nacional?
A soma de todos os partidos?
Mas então isso não é a própria negação da democracia?
Ou melhor...
O admitir que realmente as coisas só funcionam com partido único?

E assim sendo,então qual a utilidade dos partidos democráticos?
Ou melhor,qual a utilidade da democracia?

Não estou à espera que as minhas questões sejam levantadas pelos jornalistas,pois jornalismo a sério,nem existe em Portugal.

Mas se forem debatidas nos quartéis militares já fico contente.

Pedro Lopes disse...

Quanto ao PNR, também é o meu entendimento que não têm grande pujança.

Há um motivo que pode ser criticável, que é a indefinição ideológica e em particular o deixar-se colar demasiado á direita. E em geral um ausência de propostas em muitas áreas.

O outro motivo julgo que seja o financiamento.
É um partido que vive apenas dsa cotas dos militantes.
Não há empresários Portugueses Nacionalistas a ajudarem-nos, nem tem a mama que os outros recebem o OE.

Um partido como o PNR necessita de algum financiamento para poder organizar as acções de propaganda, que tem de ser de rua pois os média vão ignorá-los sempre.

As TShirts, as bandeiras, as deslocações etc, tudo isso custa dinheiro.

O Aurora Dourada nesse aspecto, como em todos os outros é mestre.

Os seus 18 deputados, apenas ficam com o equivalente ao salário de um soldado Grego para sí próprio, e o resto á para o partido.

E o Aurora Dourada já quase funciona como um segundo Governo. Não é só propaganda, é distribuição de alimentos, de medicamentos, de assistência a comerciantes gregos, de homenagens a antigos patriotas Gregos, é o abrir novas sedes regionais etc.

Quanto aos Nacionalistas Russos acho que há diversos factores para não terem a merecida expressão.
Por um lado parece-me haver vários movimentos em vez de um só. O que só por si dificulta e limita o crescimento.

Por outro lado há o partido do Jirinovski a atrapalhar e a abandalhar, tentado ocupar aquele espaço de forma aporcalhada.

E claro obviamente temos de culpar o Kremlin por cortar-lhes o pio quando necessário. E ainda há aqui outro factor que tem a haver com a história e o legado da II Grande Guerra, e a propaganda a que o povo russo foi exposto durante décadas.

Thor disse...

vocês também têem que dar um desconto ao PNR, têem que perceber que é um partido jovem, só foi criado em 2000, ao contrário de outros partidos nacionalistas europeus, que já têem 30 ou 40 anos, nalguns casos.



"Racismo social é quando o PNR considera através dos seus comunicados oficiais que todos os que entraram em confronto com a policia naquela manifestação mais quentinha e que se alastrou para bem longe das câmeras e da frente do bordel da assembleia,eram todos "comunistas" ou "parasitas".

Havia muita gente anti-comunista ali,mas que está na merda,está farta de ser roubada,está farta de ser pisada,está farta de injustiça,está farta de paz podre,está farta da "estabilidade titanic" e practicou acção directa.

Um partido nacionalista popular não pode estar contra o seu próprio povo quando este se revolta com TODA A RAZÃO."



certo. mas se o PNR vê lá nos manifestantes gente com camisolas do assassino Che Guemerda, gente a cantar o "Grândola Vila Morena". gente vestida de vermelho, com estrelinhas e símbolos comunistas, o que é que queres? que o PNR não dê nomes aos bois?
e alguns são mesmo parasitas, ou vais negar essa realidade?

N e Pedro, o PNR não está colado à "direita" capitalista. se vocês tomassem atenção aos comunicados iam ver que o PNR fala muito mais da escumalha neoliberal, dos bancos e das negociatas, do que da escumalha marxista.

o próprio PNR farta-se de defender estado social, justiça social...agora é claro que uma coisa é estado social, outra é parasitismo.
o PNR sempre se afastou dos termos direita vs esquerda, e se calhar até sem motivo, pois o PNR pode ser encaixado na Direita, mas não na "direita" neoliberal.

portanto essa vossa crítica não procede. o PNR defende os reformados, pensionistas, etc, etc, não tem nada a ver com os outros partidos que se borrifam para isso e só defendem a escumalha "bankster".
por ter chamado marxistas a marxistas (coisa que nenhum partido em Portugal tem coragem de fazer, muito menos os "neoliberais") não quer dizer que está alinhado ao "neoliberalismo".
isso não tem sentido rigorosamente nenhum, pois para isso era preciso que os neoliberais em Portugal tivessem coragem de tocar na escumalha marxista, e vocês sabem tão bem como eu, que não têem coragem, não querem e nem podem.

Thor disse...

"
E o Aurora Dourada já quase funciona como um segundo Governo. Não é só propaganda, é distribuição de alimentos, de medicamentos, de assistência a comerciantes gregos, de homenagens a antigos patriotas Gregos, é o abrir novas sedes regionais etc."


e apagarem fogos florestais, criarem mílicias para combater a criminalidade imigrante e defender os gregos, criarem centros de emprego só para gregos nativos, etc, etc

o AD está a fazer um excelente trabalho.

Pedro Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Lopes disse...

"e apagarem fogos florestais"

E a fazer replantação de florestas.

Pedro Lopes disse...

"vocês também têem que dar um desconto ao PNR"

Foi o que eu fiz no ultimo post quando apontei o factor financiamento.

E quando disse que era bom haver empresários portugueses a financia-los, é porque sei que os nossos empresários são vitimas desta escumalha democrática que deitou fogo ao pais.

Só gostam deste regime maléfico os empresários parasitas, do grande capital, os que jogam golfe com os ministros, os que os acolhem quando saem do governo. E claro a malta judia da banca.
Os outros empresários são carne para canhão tal como são os trabalhadores em geral.

A maioria das pessoas não pode ajudar o PNR, agora alguns empresários que ainda tenham algum negócio podiam e deviam dar uma ajudinha.

E julgo que se o PNR tivesse mais apoio, e mais militantes, talvez a própria qualidade e profundidade ideológica fosse melhorando.

N disse...

"OCDE diz que desemprego chegará a 18,6% em 2014

O nível de desemprego vai ser pior do que diz o Governo, avisa, novamente, uma instituição internacional. Desta feita é a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) que aponta para uma taxa de 18,6% da população ativa em 2014"

Bem-vindos à realidade!

http://omsilanoican.blogspot.pt/2013/06/a-realidade-supera-propaganda.html

N disse...

"vocês também têem que dar um desconto ao PNR, têem que perceber que é um partido jovem, só foi criado em 2000, ao contrário de outros partidos nacionalistas europeus, que já têem 30 ou 40 anos, nalguns casos."

O Golden Dawn quantos anos tem?
Há 7 anos foram 6 bravos com uma faixa contra o grupo terrorista sionista bilderberg numa altura em que reinava o medo na sociedade e quase ninguém tinha coragem de afrontar os traidores que estão no topo.

Chamaram-lhes "meia dúzia de marginais".
Hoje são centenas de milhares já...

"gente vestida de vermelho"

Tu deves ter um complexo contra o vermelho só pode.

Esparta foi vermelha.
Roma foi vermelha.
Nazismo foi vermelho.

O NPD é vermelho,preto e branco.
O Golden Dawn é vermelho,preto e branco.Sendo o vermelho e preto predominante.
As milícias do Svoboda são vermelhas e pretas.
O Slavonic Union é vermelho e branco.
O "Blood and Honour" é vermelho,preto e branco.

Já viste a quantidade de movimentos nacionalistas com vermelho?
Já reparaste que os maiores impérios e civilizações de topo tinham o vermelho predominante?

O vermelho não é exclusivo dos comunas.

Vermelho a nível mitológico é também a cor do manto de Zeus.
É a cor do manto de Júpiter.
É a cor de Marte,Ares e Mercúrio.

E na antiga Atlântida a casta sacerdotal Ariana vestia de vermelho e preto.

O preto,branco e vermelho tem uma grande significado para os movimentos Arianos.

"e alguns são mesmo parasitas, ou vais negar essa realidade?"

Pah,muitos dos que entraram em confrontos com a policia pelas ruas e ruelas em redor da assembleia NUNCA usufruíram de qualquer subsidio estatal em TODA A VIDA.

Querem é um país livre,social,justo e nacional.

Falo de Nacionais-Anarquistas ou Nacionalistas Autônomos.

N disse...

"N e Pedro, o PNR não está colado à "direita" capitalista."

Thor,nunca me viste dizer que eles estão colados à direita capitalista.
Eu leio todos os seus comunicados está descansado.

Mas estão demasiados colados a uma direita clerical e policial.

Até na simples questão da propaganda,um pequeno exemplo:

Custa assim tanto fazer vídeos caseiros em vez de se chorarem por migalhas de audiência para com quem os despreza e humilha(dou-lhes razão na questão rtp,mas não concordo com o modo como estão a lidar com a situação).

Custa assim tanto terem um site como deve ser?
Não conseguem recrutar gajos que manjem de informática?
Olha a Marinha Portuguesa com um site excelente que tem.
Não conseguem do mesmo gênero,façam um como o do Golden Dawn.

Há grande incompetência na liderança do PNR,e podem-se iludir e dizer que não por uma questão de fé cega,mas a realidade mostra que num país pobre,super corrupto,com taxas de desemprego das maiores da Europa,com taxas de emigração nativa forçada das maiores da Europa,com a mais baixa taxa de natalidade nativa da Europa(a par da bósnia),não conseguem capitalizar o descontentamento.

E a culpa decerto não é de quem não faz parte do partido,como muitas vezes parecem fazer crer nalguns comunicados,sacudindo a água do capote.

N disse...

Esqueci-me de referir o Casa Pound,também ele vermelho,preto e branco.

Anónimo disse...

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/pobreza-severa-atinge-860-mil

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=BWJUpFhqyuQ

Thor disse...

N, não tenho complexo nenhum com o vermelho.

que não é exclusivo dos marxistas, todos sabemos.

mas não queres que acredite que naquele contexto, as camisolas e bonés vermelhos, por vezes com estrelinhas de cinco pontas e aliadas a bandeiras ou estampagens do Guemerda e cânticos esquerdistas, estão associadas ao "nazismo" ou a "esparta", queres?

estou a falar do contexto, não da côr em si, isoladamente.

WOLF disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Não foram apenas esses que estiveram lá Thor.
Estás a generalizar.

Nacionais-Anarquistas e Nacionalistas autônomos não usam merdas do che guevara nem cantam a merda da grândola.

Devo dizer que muitos dos idiotas da esquerda caviar que usam adereços do che guevara,nomeadamente pretos do indymedia,liberais de esquerda e gays,decerto nunca leram ou estudaram muito bem o que che guevara pensava deles como grupos colectivos.

Nesse dia teve de tudo Thor,pessoas com razão de se revoltarem,umas independentes,outras manipuladas pela esquerdálha marxista,outras que para além de revoltarem têm solução,e outras que apresentam como solução uma ditadura estalinista ou aquilo que o be defende,seja lá o isso for,porque o be para mim ainda tem menos credibilidade que o pcp e este para mim não tem nenhuma mesmo,mas estes ao mesmo eu sei o que propõem para a nação.

O be eu nem consigo bem definir ideologicamente como já expliquei aqui:

http://omsilanoican.blogspot.pt/2012/10/a-impossibilidade-da-democracia_2293.html

A demência de alguns coros e palavras de ordem nas manifestações:

http://omsilanoican.blogspot.pt/2012/11/a-imaturidade-politica-dos-portugueses.html

JPA disse...

N;

Um partido Monárquico servia-lhe?

Atentamente
JPA

N disse...

JPA,já foi debatida a questão da monarquia aqui.

"Só que dantes o dinheiro não tinha o peso dos dias de hoje,especialmente na dista "casta superior".
Havia uma considerável quantidade de homens com nobreza de espírito e patriotismo como hoje são muito raros.

Hoje a esmagadora maioria vende-se,até mesmo as monarquias europeias que eram o alvo da maçonaria venderam-se em troca do seu "status quo".

Desde que possam continuar aparecer nas capas de revista e a manter privilégios, a maçonaria ganhou assim livre-transito para poder à vontade foder os países desses mesmos reis e rainhas,países que juraram defender.

É por isso que não sendo anti-monárquico de forma sectária,a verdade é que também não sou monárquico nem nunca o serei,pois prefiro a meritocracia e tenho a mais profunda convicção que um estadista nacional que saia do seio do povo e saiba o que é estar na merda,passar fome,e lutar contra tudo e todos em clara inferioridade de números e meios,é digamos, o "rito" perfeito para forjar o espírito nobre.

Já para não falar na questão militar,onde chefias militares eram muitas vezes escolhidas por afinidades familiares com a família real e não por mérito.

O resultado dessa forma anti-meritocrata resultava muitas vezes em derrotas humilhantes e graves consequências para os respectivos exércitos.

Números de baixas enormes e derrotas bélicas que podiam ter sido evitadas não fosse a merda da cultura da "cunha" ao invés de um sistema meritocrata."

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Isto é que eu penso e devidamente argumentado.

Devo dizer no entanto,que da minha parte me sentaria com monárquicos genuinamente Patriotas sem qualquer problema a discutir o País.

E até há um monárquico em Portugal que tenho particular empatia, o Gonçalo Pereira Ribeiro Telles.

Tenho-o como um homem de grande craveira intelectual,aprecio muito a sua preocupação com a natureza,e apercebo-me que o homem é um erudito no que diz respeito a toda a lógica do ordenamento do território.

Embora não goste de ver homens que se digam Patriotas e que convivam com escumalha como o traidor soares.

Mas pode ser que a idade funcione como o vinho e agora sejam mais maduros.

JPA disse...

N;

Há gente tão boa como você em todos os quadrantes políticos, em todas as religiões, na maçonaria, etc.
Que tal como você morreriam por este rectângulo, e até por o restante que já tivemos.
Não ponha tudo no mesmo saco.

Cumprimentos
JPA

JPA disse...

N;

Outra coisa muito importante:
Um líder tem que ter formação e conhecimentos para liderar. A maioria desses que passam sacrifícios como os que refere, dão em bandidos.

Atentamente
JPA

Pedro Lopes disse...


na maçonaria????????

JPA,


É mais provável um morto falar do que um maçon morrer por este rectângulo.

O maçon não tem pátria, faz parte dos seus ensinamentos satânicos.
Ele temd e obedecer á sua seita acima de tudo e mais alguma coisa incluindo se necessário do que a familia.

JPA disse...

Pedro Lopes:

Tenha calma nas suas observações.
Já muitos caíram pela nação.
Devem ser respeitados.

Atentamente
JPA

N disse...

JPA, de bandidos está assembleia cheia,e vieram todos de jotas e de vida muito fácil.

Não me atire areia para os olhos.

Quem rouba uma carrinha de valores se for apanhado vai preso.

Quem rouba o banco por dentro,depois rouba os contribuintes para tapar esse mesmo roubo,e depois ordena austeridade para cima do povo,aproveita então para comprar sectores chave da nação,enriquece ainda mais,e depois da nação precisar de empréstimos devido à política terrorista e sabotadora, os bandidos então emprestam novamente,com usura claro.

Mas não vão presos,e até vão às televisões(que se tornaram centrais de propaganda para a maior das escumalhas) dar conselhos de ética e de conduta ao povo.

Entretanto mandam nos partidos por detrás dos bastidores.

Podíamos falar também no grau de culpabilidade de um roubo:

http://omsilanoican.blogspot.pt/2012/06/democraciaimoralidade.html

N disse...

E você fala de "formação",mas isso é muito vago...

A bandidagem tem formação acadêmica se é a isso que se refere,mas não tem formação moral.

E mesmo a acadêmica deu nisto:
http://1.bp.blogspot.com/-g-DtccIcUe8/UcyHemmJKhI/AAAAAAAADyM/tCW0ED08aUk/s1600/Realidade+democr%25C3%25A1tica.JPG

O bilderberg marcelo rebelo de sousa tem grande formação e até diz ler 4 livros por dia.

Mas tem já uma boa idade,grande propaganda ao dispôr,partido por detrás e mesmo assim quando fala não passa fronteira.
Para além de quando morrer,ninguém se irá lembrar dele,a não ser por ser um papagaio aborrecido.

Eu com 29 anos actualmente o que escrevo é lido em vários continentes.

E não tenho maquina de propaganda ao dispôr,partido e financiamento por detrás, nem o colinho dos média(nem quero).

A teoria da "formação" é muito relativa.

Pedro Lopes disse...

"A teoria da "formação" é muito relativa."

Era um bom tema de discussão.

Para mim é mais ou menos assim, antigamente as pessoas possuíam pouca ou nenhuma informação e formação.
A sua formação e informação era apenas aquela que era transmitida de pais para filhos, de amigos e de percepção natural, empírica.
No entanto faziam monumentos que ainda hoje não se sabe como era possível serem concebidos sem máquinas pesadas. Mas pronto, isto fica para outra altura.

Hoje as pessoas em geral possuem muita informação, o que á partida é bom. Mas.... há dois problemas:
1 - Muita informação é falsa, pseudo-verdadeira e outra também demasiado mutável.
2 - Por outro lado pode haver muita informação e mesmo a que é verdadeira é necessário saber aproveitá-la, saber interpretá-la.

Há muita gente que lê milhares de livros mas aquilo não se traduz em nada. É informação quantitativa apenas, não qualitativa.

O Marcelo pode engolir uma biblioteca inteira que nunca sairá da cepa torta.

JPA disse...

N;

Repare. Eu não critico, nem condeno a sua posição. Antes pelo contrário admito-a e respeito-a.
Possivelmente será o modelo que surgirá num futuro, quiçá próximo, pois este sistema, corrompe, está corrompido e não serve.
No entanto tenho muito medo que se caía em extremismos, pois quando fala ou evoca figuras conhecidas, está a condenar também milhares de desconhecidos, que são gente séria e boa. Sei o que digo.
Espero de si, algum cuidado, caso um dia chegue a liderar. Pois uma árvore doente não representa que toda a floresta o seja, tem é que ser tratada ou eliminada.

Atenciosamente
JPA

N disse...

"Espero de si, algum cuidado, caso um dia chegue a liderar."

Mais importante que eu,é o movimento e a ideologia em si,daí eu partilhar todo o conhecimento e sabedoria,caso contrário seria egoísta e não o partilhava para só eu o possuir e estar em vantagem em relação a outros.

Quanto a "extremismos",já disse aqui,se o sionismo é escravatura radical,então o Arianismo é liberdade radical.

Não me interessam homens "nins",pois tal como nos rios,até os peixes mortos viajam a favor da corrente,mas só os mais fortes de espírito é que viajam contra ela.

Se o actual sistema de escravatura e traição nacional é conservado por todos os partidos democráticos,então a nossa postura só pode ser revolucionária e radical,pois não queremos conservar isto,a escravatura não é de todo negociável,e por isso não somos conservadores,somos tradicionais,mas tradicionais revolucionários.

JPA disse...

N,

Até Deus vomita os "mornos".
Continua sem querer ver.
Só parte para a violência, quem se defende ou não tem capacidade de demonstrar a sua razão.
Hitler não necessitou de violência para chegar onde chegou. O resto é história (muito dela contada pelos que ganharam).
O seu modelo está condenado ao insucesso. Também ainda é novo, esse calor passa-lhe.

Atenciosamente
JPA

N disse...

JPA a independência nacional ao longo dos mais de 800 anos nunca foi feita através de "diplomacia".

E a violência é legitimada a partir do momento que o dialogo não funciona e a lei também não.

Diálogo já usei,e no que diz respeito à lei já apresentei queixa contra partidos,um órgão de comunicação,maçonaria, opus dei e variadas "personalidades".

Quando a lei não funciona a constituição é muito clara:

"Título 1 – Princípios gerais.

Artigo 21.º - (Direito de resistência)

Todos têm o direito de resistir a qualquer ordem que ofenda os seus direitos, liberdades e garantias e de repelir pela força qualquer agressão, quando não seja possível recorrer à autoridade pública."

E quanto à defesa da Pátria também o é:

"Título 10- Defesa Nacional

Artigo 276.º - (Defesa da Pátria, serviço militar e serviço cívico)

A defesa da Pátria é direito e dever fundamental de todos os Portugueses."

Qualquer coisa ouça o hino,se o sentir talvez encontre lá a resposta.

"Também ainda é novo, esse calor passa-lhe."

No dia que passar é porque estou morto por dentro.

Quase 40 anos de mansidão do povo Português,manifestações pacificas e apatia generalizada há de me dizer se tem valido a pena.

Que o povo Lusitano não se revolte e qualquer dia está em filinha para ser chipado à porta da sede de um qualquer partido,dando a primeira noite de núpcias das suas mulheres a um democrata, e indo almoçar e jantar à sopa dos pobres.

Anónimo disse...

http://omsilanoican.blogspot.pt/2012/06/queda-de-roma.html

"Tolerância e apatia,são as últimas virtudes de uma sociedade moribunda"
Aristóteles.

JPA disse...

N;

A Tolerância é uma virtude, embora o seu limite seja a estupidez.
Saber estar e saber fazer é o que se espera de um líder. Achas-te preparado para tal?

Atenciosamente
JPA

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

Meu caro JPA,eu não faço questão de ser o "rosto" principal de um novo regime.

O mais importante é a ideologia e toda a simbologia identitária que permita a eternidade do ideal NS Lusitano.

Se me perguntares se tenho qualidades inatas que deviam ser aproveitadas pela nação eu respondo-te que sim.

Mas tenho a versatilidade de por exemplo num novo regime,ter um cargo relativo à propaganda NS,ou estar ligado à cultura,ou à parte ocultista,ou ao desporto,ou ser conselheiro,ou até nem sequer fazer parte do poder e acordar com o novo estadista que é mais que justo depois de tudo o que fiz em prol da nação,pedir para "desaparecer" do sistema,ter uma casa no meio rural sem ninguém saber,arranjar uma boa mulher e ter filhos e não querer que ninguém me chateie,e depois lá até posso desenvolver o meu processo criativo e escrever doutrina política,ou continuar como conselheiro até.

O que se espera de um Líder é que ele ame o seu povo e não o trate como símio.

Depois as capacidades do líder são tão melhores quanto melhores forem as "3 legitimidades"(critério que não abdico para reconhecer legitimidade a um estadista nacional)

"A) Legitimidade Intelectual(Grande nível de inteligência e criatividade que permita resolver/antecipar os problemas da nação de modo a potenciar a mesma e assegurar a sua eterna sobrevivência).

B) Legitimidade Moral(Ser incorruptível, ser portador de grande honra e servir a nação com lealdade, dedicação e altruísmo).

C)Legitimidade Racial(Obviamente para liderar o seu povo, o líder tem que ser inequivocamente da raça-raiz da nação e ter como missão o desenvolvimento do povo como etnia e garantir que o mesmo se potencie a todos os níveis de modo a que possa sobreviver face a todos os desafios e perigos no presente e certamente no futuro)."

Eu pessoalmente por convicção devidamente fundamentada prefiro que a nova elite Lusitana saia do meio militar.

Entendo-me melhor com eles,e eles pela cultura de guerra inapta à "profissão" tendem a ter vista mais larga das coisas, são mais fortes psicologicamente,mais disciplinados,mais leais e para mim a casta guerreira será sempre a mais importante.

Até porque qualquer Militar pode perfeitamente perceber de economia,de artes,de desporto e de política.

Já por isso eu partilho tudo o que penso,porque não quero que aconteça a cagada que aconteceu no 25 de abril devido à ingenuidade política da maioria, deixaram-se comer pelo traidor balsemão e pelo traidor soares e não passaram de peões do bilderberg e do judaísmo internacional.

Hoje a sua formação e maturidade política é muito,mas muito maior.

JPA disse...

N;

Na realidade, quer um "Salazar" saído das escolas militares.
Vai ver, que tanto anda, que vai querer um "Rei".

Atenciosamente
JPA

N disse...

Acerca de Salazar já respondi ao Pedro Lopes noutro blog.

Aqui fica a transcrição do texto:

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Espectro-Politico-Europeu.png

Estás a vêr no canto inferior direito onde diz "conservadorismo"?

É naquele "espaço" político que consistiu o regime de Salazar.
O regime nunca foi Fascista,aliás, o próprio Salazar na sua concepção ideológica condenava o Fascismo e até perseguiu na altura aquilo que ele considerava de Fascistas em Portugal.

O Fascismo abraça uma espiritualidade nativa e anti-submissa.

O regime de Salazar consistia num estado clerical.

O Fascismo adopta uma arquitectura do ponto de vista estética,muito inovadora,identitária,misturando o clássico com o futurismo.
Se vires os edifícios desse tipo na Itália Fascista,ou as estátuas e monumentos,ou as academias militares vês a diferença.

O regime NS de Hitler então nem se fala, conseguiu misturar clássico com futurismo de forma absolutamente fantástica,com toques de misticismo e esoterismo pagão Germânico e alguns toques de Gótico.

O Regime de Salazar foi uma autêntica nulidade no que diz respeito a isso, a criatividade era escassa ou quase nula.

O Fascismo ou NS são anti-capitalistas,a exploração e demasiada pobreza a roçar a miséria são absolutamente realidades indignas de um estado nobre.

Salazar foi nacional-capitalista,foi sério no que diz respeito à honestidade,foi responsável no que diz respeito ao não deixar dívidas para as proximas gerações,mas foi algo desumano e até manipulador no mau sentido em usar a igreja para psicológicamente as pessoas aceitarem a miséria social,porque afinal de contas,o seu "deus" cristão viveu de forma miserável,e portanto viver assim,comer e calar,é segundo o cristianismo um comportamento divino.

O Fascismo e NS obviamente dão importância ao ser e não ao ter,ao que o homem vale por dentro e não por fora,mas quando podes ter as duas coisas simultaneamente então esse homem deve ser o líder,pois o estadista é o rosto da nação e como tal tem que ter uma imagem viril,porque ele representa o seu povo étnico.

Salazar não tinha imagem viril nem nada que se pareça,a sua própria vozinha é do meu ponto de vista incompatível para assumir a figura de um estadista.

O Fascismo e NS pensam nesses pormenores todos na escolha de um estadista.

O regime de Salazar incutiu decência no meio feminino mas sobretudo à base de submissão cristã.
A democracia por seu lado doutrina a libertinagem feminina que diminui a mulher em muito na sua dignidade.

O Fascismo e NS buscam a superação da mulher,com as características diferentes da do homem e portanto através de superação diferente,mas buscam sobretudo complementar o homem e a mulher não através da submissão mas através da superação.

No Fascismo e NS a mulher vale tanto como o homem,repara que no NS as mulheres que ficavam em casa a cuidar dos filhos era-lhes proporcionado aulas de pintura,música,ginástica,filosofia,etc para a mulher NS aproveitar o tempo que tinha para soltar o seu processo criativo.

As proprias esculturas NS e Fascistas realçavam a beleza da mulher nativa,e até mesmo o paganismo possui divindades femininas.

O regime de Salazar nunca se preocupou com isso nem nada que se pareça.

Hitler e Mussolini antes de chegarem ao poder tinham sido presos,tiveram variados confrontos contra a polícia e opositores,andavam à porrada em nomes dos seus ideais,seus espíritos tinham sido forjados na rua entre os mais rijos e fortes.


N disse...

Salazar não passou por essas provas e talvez se explique o inaceitável comportamento dele ao não ir visitar e ir ao terreno onde os Soldados Lusitanos combatiam heroicamente por Portugal.
Só para as pessoas terem noção,os militares Lusitanos chegavam muitos vezes a passar muito tempo a comer plantas e raízes e até a beber mijo depois de "filtrado", devido à falta de água.
E mesmo assim varriam de forma eficaz o inimigo.

Não é como hoje em dia onde uns vão de charutos,chapeus à cowboy,com portáteis e skype para falarem com a familia regularmente e não falta alimentos,água,munições e cuidados médicos.

Os soldados Lusitanos que combateram heroicamente,sem fugir,e sem desistir,e tudo em nome de Portugal e até mesmo pela reputação da sua boina,foram heróis.

Salazar não esteve à altura de tais heróis.

Como vês Pedro Lopes,o Fascismo e NS nada tem a ver com nacional-capitalismo de cariz conservador clerical.

A unica coisa comum é ser anti-democrático e anti-marxista.

Salazar apesar de tudo está na categoria de estadista,foi um razoável estadista do meu ponto de vista,não um grande estadista nem nada que se pareça.

Mas à beira desta escumalha democrática corrupta,pedófila,vigarista e traidora foi um GIGANTE.

E por isso é que respeito Salazar apesar de não ser admirador da sua concepção ideológica.

Porque apesar de tudo, ele traidor e corrupto não foi.Ninguém pode acusar o homem disso.

E a lealdade é algo imprescindível para liderar uma nação.

Esta escumalha da 3ª republica eu mais que nojo deles,tenho é mesmo ÓDIO."

Espero que fique mais esclarecido.
Sou NS,não sou nacional-capitalista conservador de raiz clerical.

Não quero um "Salazar" ou um "Rei".
Quero um Lusitano com as legitimidades acima descritas no post mais acima e que garanta Verdade,Justiça e Liberdade ao povo Lusitano.

Mais claro não posso ser....

Pedro Lopes disse...

"Como vês Pedro Lopes,o Fascismo e NS nada tem a ver com nacional-capitalismo de cariz conservador clerical."

Eu acho que a minha opinião sobre o Salazar é parecida com a tua, isto do ponto de vista ideológico. Porque do ponto de vista prático temos de olhar um pouco para o contexto Português dos anos 30 e da correlação de forças que existiam na sociedade(Igreja, partidos, sector empresarial, colónias etc).

Aquilo que eu disse é que ele seriam bom para um regime Nacional Socialista, não como líder mas como um bom ministro ou outra função.

É necessário juntar os melhores, mesmo que haja algumas diferenças de cariz ideológico.

JPA disse...

N;

Gostei da dissertação, que foi realmente clara.
Salazar tinha algumas vantagens sobre os outros lideres de então, um povo de excelência e a sua própria inteligência. Ele era de longe o mais inteligente de todos. E para si que gosta dos regimes musculados, fique a saber, que em Lisboa sentavam-se à mesa MI, CIA, KGB, Mossad, etc, mas todos estavam controlados pela PIDE.
Ele conseguia negociar vantajosamente com Hitler, Churchil, Roosevelt, sem ter que tomar partido de nenhum deles.
Podia não ter os melhores princípios na sua opinião, mas como era crente em Deus, temos que admitir que seguisse religiosamente o catolicismo.
Ele não caiu em extremismos, vamos ver o que acontece com a Aurora Dourada. Que para quem abomina a Maçonaria, não pode negar encontrar-lhe muitas parecenças.

Atenciosamente
JPA

JPA disse...

Errata;

A Mossad ainda não existia.

N disse...

"É necessário juntar os melhores, mesmo que haja algumas diferenças de cariz ideológico."

Sim,mas só no caso de aquilo que nos aproximar ser maior do que aquilo que nos diferenciar.

Eu tenho alguma incapacidade em lidar com católicos Portugueses porque estes têm como mentor o papa e este não é um líder nacional,os seus "ensinamentos","doutrinas" e "conselhos" visam os superiores interesses do vaticano,e não de Portugal.

É que isto para mim é mesmo muito claro,mas para muitos não.

Se a nova elite de Portugal na 4ªRepública tiver no seu seio católicos fanáticos e sectários a quem é que eles são leais em primeiro lugar?
Ao estadista ou ao papa?

O problema de uma ideologia nacional e uma religião não-nacional(alías,nem Europeia e nem Ariana é, pois é de origem Asiática e semita)no mesmo regime e ao mesmo tempo é este.

É que das duas uma:

Ou há uma religião étnica para garantir unidade nacional(o que eu defendo) e todas as outras religiões e seus seguidores serão respeitados desde que respeitem a nação(Portugal) onde estão inseridos e suas regras.

Ou então o regime não tem religião étnica e cria-se um vazio espiritual que será ocupado ou pelo ateísmo ou por religiões não-nacionais, e isso obviamente vai dar merda...

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

"Salazar tinha algumas vantagens sobre os outros lideres de então, um povo de excelência e a sua própria inteligência. Ele era de longe o mais inteligente de todos."

Hitler foi de longe muito superior a Salazar,nem há comparação possível.

Eu não sou etnomasoquista,pelo contrário, tento puxar sempre pelo orgulho nacional,até uso poesia nacionalista para o fazer,mas também convém ter autocrítica.

O povo Português não era propriamente de excelência...

"E para si que gosta dos regimes musculados".

Eu gosto mesmo é de um povo "musculado",pois a melhor forma de o proteger e garantir que o mesmo possa enfrentar melhor as dificuldades e inimigos é fazer do mesmo forte.

Daí eu não querer um povo Lusitano submisso,nem amaricado,nem ingênuo.

Quero que eles sejam sábios,viris e fortes de espírito.
E isto vale para homens e mulheres,adultos,idosos ou crianças.

Para mim o estado tem que ser a nação politicamente organizada,mas a nação é o meu povo étnico.

A etnia Lusitana está acima de qualquer bloco de cimento.

"Ele não caiu em extremismos".

Pois não,e vejam quantos "Salazaristas" depois defenderam Portugal...

Compare quantos seguidores do Fascismo e Nazismo existem no mundo ainda hoje,e qual a resistência que oferecerem na altura da queda de seus regimes mesmo depois de seus líderes morrerem.

"vamos ver o que acontece com a Aurora Dourada. Que para quem abomina a Maçonaria, não pode negar encontrar-lhe muitas parecenças"

Desconhece decerto que o Golden Dawn é um movimento nacionalista anti-macônico.

A maçonaria serve o judaísmo e o demiurgo.

O Golden Dawn serve o povo Grego,honra os seus antepassados heróicos,e luta contra o demiurgo.

O Golden Dawn a nível espiritual está a um nível mesmo muito elevado.
São um exemplo de superação que muitos nacionalistas da Europa deviam observar e aprender.

Pedro Lopes disse...

"São um exemplo de superação que muitos nacionalistas da Europa deviam observar e aprender."


Começa-se a sentir o cheiro a vitória, libertação, emoção, luz, verdade. Uma nova era de renascimento.


https://www.youtube.com/watch?v=zRU5Hl_O82w&feature=c4-overview&list=UUBJGZ-qUmMxOiWNhWo6iFyw

JPA disse...

N;

O Povo Português não era propriamente de excelência?
Realmente tem vindo a degradar-se, quando éramos 1 milhão tomamos conta de 1/2 mundo, agora com 10 milhões não tomamos conta do rectângulo.
Relativamente à inteligência de Salazar, diga-me como era possível ter-mos minério explorado porta com porta Ingleses e Alemães, pagando estes em conjunto a execução e o alcatroamento das estradas até aos locais das minas.
Só Salazar punha Hitler e Churchil a fazer isto. Em Portugal foram vários os casos em que isto acontecia.
Os Embaixadores sentavam-se lado a lado com normalidade em Lisboa.
Pergunto, o porquê de mais ninguém conseguir fazer tal.
Salazar admirava Hitler, tanto que pôs a bandeira Alemã a 1/2 haste como sinal de luto pela sua morte. No entanto nunca se inferiorizou perante ele ou outro qualquer.

Atentamente
JPA

N disse...

"Realmente tem vindo a degradar-se, quando éramos 1 milhão tomamos conta de 1/2 mundo, agora com 10 milhões não tomamos conta do rectângulo."

Aqui estamos a 100% de acordo.
Mas foram homens de elite que puxaram pela base,porque os homens de elite na altura eram audazes e conquistadores,em busca de um propósito maior de vida,de um desígnio nacional e tendo a glória como meta,e além disso eram não-democráticos como é óbvio.

Porque numa merdocracia e numa dinâmica igualitarista nada de grande se faz como é óbvio.

Se fosse pela vontade da manada e dos velhos do restelo os descobrimentos nem se fariam porque era "impossível" de se fazerem e "perigoso" ousar fazer.

"Relativamente à inteligência de Salazar"

Eu nunca disse que ele não era inteligente,apenas disse que Hitler era superior a ele a nível intelectual.
Não quer dizer que Salazar não fossem também inteligente,que certamente era, mas a inteligência tem vários níveis.

"Salazar admirava Hitler, tanto que pôs a bandeira Alemã a 1/2 haste como sinal de luto pela sua morte. No entanto nunca se inferiorizou perante ele ou outro qualquer."

Qualquer homem de valor admira Hitler.
Obviamente que Salazar não tinha nada que se inferiorizar,nem tal podia ser tolerado a um estadista.

Já disse que não sou Salazarista,mas há variadas coisas de Salazar que têm o meu respeito como a sua lealdade à nação,a responsabilidade no que toca à dívida e a não hipotecar a nação e futuras gerações,a sua honestidade, e ter lutado pela soberania nacional,pois naquela altura éramos soberanos,hoje não somos.
Hoje somos escravos,ainda por cima escravos bem-comportados, o que ainda é mais humilhante.

Para mim falhou na doutrina.
Falhou na componente humanista.
Falhou na criatividade.
Falhou na gerência do Império.

E devia ter esmagado a maçonaria porque era óbvio que não a esmagando ela se iria expandir tal qual ninhada de ratos com todo o tipo de apoios vindos de fora,pois a ninhada é internacionalista.

Anónimo disse...

http://blacksuninvictus.org/obamasatanicvid.html

JPA disse...

N;

Salazar proibiu a Maçonaria, no entanto perdeu mais com essa decisão do que ganhou.
Sempre houve ordens iniciáticas, se te informares sobre Golden Dawn notas que foi criada por maçons.
Queres matar o criador?

Atenciosamente
JPA

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

JPA, há uma ordem maçônica com o mesmo nome do Golden Dawn mas que nada tem a ver com o movimento nacionalista Grego.

E desde quando as ordens iniciáticas são todas maçônicas?

No meio NS por toda a Europa há varias ordens iniciáticas anti-maçônicas.

Os maçons é que se acham os pioneiros de tudo e mais alguma e MENTEM descaradamente sobre a História,copiam simbologia que não lhes pertence,e depois têm a mania que são portadores da "espiritualidade maior".

Espiritualidade maior é violar miúdos?
Trair o seu próprio povo e nação?
Ser mercenário?
Ser corrupto?
Ser proxeneta?
Usar um avental ridículo?
Apanhar no pacote?

"Salazar proibiu a Maçonaria".

Expulsou os seus membros para fora da nação pelo crime de sabotagem nacional?
Usou milícias paramilitares para caçar a escumalha?
Doutrinou no seio do povo Português o ódio à corja do avental,informando o mesmo do perigo que é a maçonaria para a sobrevivência da nação?

Quem perdeu mais que ele foi Portugal ao não ter acabo com eles em devido tempo.

Ou alguém consegue negar que esta 3ªRepública é FACTUALMENTE obra da maçonaria e que todos os crimes de corrupção,traição à pátria,roubo dos cofres nacionais,pedofilia,degeneração propagandeada,etc etc são da sua autoria?

Só quem quem manda,quem exerce o poder,e quem o exerceu desde o início do regime até agora é que pode ser RESPONSABILIZADO e ACUSADO,LOGO CULPADO da actual situação.

Os CULPADOS da desgraça nacional presente é a maçonaria.
Isto é FACTUAL,não opinativo.

Pedro Lopes disse...


Eu necessitava de ver um estudo sobre a desigualdade social no tempo de Salazar e comparada com a actual.

Se alguém conhecer algum site com isso agradeço que mo indiquem.

N disse...

Pedro Lopes,muito cuidado com esses gráficos,porque há certos aspectos a ter em conta tais como:

A falsa riqueza através da dívida.
Pois a geração de merda do 25 de abril andou(e ainda anda) a viver à custa de endividamento para cima das futuras gerações.
É a mesma coisa que ostentares riqueza com um grande carro e uma grande casa,mas o que ganhas não chega para sustentares o que tens e então metes as dívidas para cima dos teus filhos e netos.
Foi o que esta escumalha toda pós-25 de abril andou(e ainda anda) a fazer.

Ou por exemplo um miúdo neste regime que mal nasça e graças aos filhos da puta dos democratas tem uma dívida de 16 mil euros e nem sequer mexeu em dinheiro,isso faz de TODAS as crianças deste regime pobres.
Porque tecnicamente,ele é mais pobre do que o que nada tem mas que nada deve.

No Salazarismo também havia muita pobreza,mas hoje há mais só que os média escondem-na.

E apesar de tudo não havia recibos verdes,ninguém tinha sido terroristicamente endividado por parte de um estado anti-nacional de braço dado com agiotas,e as pessoas pagavam impostos mas era para desenvolvimento do país e não para serem canalizados para bpns,bpps,subsídios para terceiro-mundistas ou para fundações soares.

Muitos dos que emigraram(menos do que agora) eram quase analfabetos.

Hoje temos maior emigração nativa e ainda por cima grande parte qualificada.

Agora é inegável que o "Salazarismo" também não era propriamente um baluarte de justiça social na distribuição da riqueza.

Ele não era "Terceira-Posição".

E outro pormenor que ele falhou é que para primeiro distribuir bem a riqueza, antes de mais é preciso criar riqueza(algo que os partidos democráticos e especialmente os marxistas não percebem ou fingem não perceber).
Ora,se ele abafa a criatividade das pessoas e a iniciativa,obviamente há menos empreendedorismo de sucesso,logo menos riqueza,logo um País com mais pobres.

Pedro Lopes disse...

N,

Eu também acho que é mais ou menos o que disseste.

A questão é que muitas vezes dizem-se coisas que são exageradas e distorcidas.

Por exemplo, nos EUA também há muita pobreza. Mas é considerado um pais Rico, próspero e democrático e não se fala em pobreza.

Imagina se uma dia os EUA mudam de regime seja ele qual for. Se esse regime quiser poder perfeitamente fazer propaganda da pobreza que existe hoje e mostrar o horror que era o regime anterior. E quem diz os EUA diz Portugal ou outro qualquer.

Normalmente não se fala o que era o atraso de Portugal em 1930. Era um pais mísero, destruído, sem industria, sem ensino, sem nada.

O que eu gostava de saber, era se o progresso social e económico que foi conseguido no estado novo(apesar de insuficiente) que foi crescendo de forma lenta, se tivesse continuado até hoje, qual seria a situação em termos de vários indicadores, tipo a taxa de alfabetização, a taxa de frequência no ensino superior, o acesso á saúde, a rede de estradas, esgotos, habitação social etc.

Ou seja se nestes indicadores, crescemos mais de 1933 a 1974 ou de 1974 a 2013. Só assim se pode comparar melhor os dois regimes, embora a ditadura que teve inicio em 1974 tenha tido acesso a financiamento a rodos da UE, coisa que Salazar jamais aceitaria..

N disse...

"Por exemplo, nos EUA também há muita pobreza. Mas é considerado um pais Rico, próspero e democrático e não se fala em pobreza."

Primeiro há IMENSA pobreza escondida dos mainstream média,nos últimos anos cada vez mais são as pessoas a viver em caravanas ou até tendas.

Depois tens o país super endividado em muitos triliões de dólares.
O colapso irá ser inevitável mais tarde ou mais cedo.

Mas a maior pobreza é mesmo de espírito,aquilo é o auge da decadência,do materialismo,da demagogia,da traição,do mercenarismo,do engano.

E não há impérios eternos,nunca houve em toda a história,e muitos dos que caíram não tinham metade da decadência dos eua nem o seu tamanho e influência no mundo.

O suicídio nacional que se está a praticar ali é de tal forma surreal, que tenho a certeza a 100% que será alvo de estudo no futuro por uma civilização mais avançada,de um exemplo da época mais degradante da humanidade e da maior estupidez colectiva.

O problema é que os antigos impérios não tinham tamanho arsenal nuclear prestes a ficar nas mãos de um aglomerado de raças espiritualmente degeneradas,que possuem um ódio à raça branca que aumenta dia para dia,graças a uma propaganda sofisticada do obongo e da sua troupe.

Eu não consigo perceber,e já tentei muitas muitas muitas vezes mesmo,o porquê de alguma elite Ariana que ainda tem alguma influência nos eua deixar o seu país se tornar um esgoto a céu aberto com uma substituição populacional a caminho que irá mudar para sempre política interna e externa dos eua.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

"Normalmente não se fala o que era o atraso de Portugal em 1930. Era um pais mísero, destruído, sem indústria, sem ensino, sem nada."

E é preciso ter em conta que Salazar quando assumiu as rédeas da nação teve uns bons anos a ter que limpar a merda que a maçonaria fez, e este gráfico é elucidativo:

http://omsilanoican.blogspot.pt/2012/06/ha-imagens-que-valem-mais-que-mil.html
(Os mais atentos poderão dizer que agora ainda é pior,e têm razão).

"O que eu gostava de saber, era se o progresso social e econômico que foi conseguido no estado novo(apesar de insuficiente) que foi crescendo de forma lenta, se tivesse continuado até hoje, qual seria a situação em termos de vários indicadores, tipo a taxa de alfabetização, a taxa de frequência no ensino superior, o acesso á saúde, a rede de estradas, esgotos, habitação social etc."

Tínhamos ficado muito melhores,pois seria sustentável,e hoje teríamos uma nação mais justa,mais racialmente homogênea pois as pessoas teriam vários filhos,a própria natalidade de pelo menos 2 filhos por casal asseguraria as futuras reformas,tínhamos moeda nossa,muito provavelmente relativamente forte,teríamos indústria,teríamos seriedade na política e portanto não havia saque como há hoje.

Depois podemos especular muitas outras coisas,mas estas acima referidas derivam da economia e da decência política e estas eram factualmente positivas no Estado Novo.

"embora a ditadura que teve inicio em 1974 tenha tido acesso a financiamento a rodos da UE"

Aqui é que está algo que tem que ser recordado e AUDITADO.

A ditadura sionista,de nome democracia,proporcionou a este regime não milhões,mas MILHARES de MILHÕES a entrar e apesar disso estamos falidos e super endividados.

Até o maior dos idiotas percebe a dimensão do ROUBO dos fundos da ue que a escumalha política fez.

Mas há incautos que ainda acham que o 25 de abril foi por causa da "liberdade".

Muita gente ficou milionária à custa de muita pobreza,escravatura, fome,suicídio e emigração nativa forçada do povo Português.

E não falo dos que não nasceram...
Pois quantas crianças não nasceram nas últimas décadas não porque os pais não quisessem,mas porque a democracia está a tirar os meios para os homens e mulheres poderem ter filhos.

Impedir um homem e uma mulher de poderem ter filhos,seja pela escravatura laboral,pelo endividamento terrorista,ou até pior,pelas escutas e videovigilâncias ilegais nas suas propriedade privadas,na minha óptica, todos os culpados de tal situação deviam ser executados.

A democracia está a practicar um genocídio étnico do povo Lusitano.

JPA disse...

N;

A Golden Dawn Grega é assim tão idónea de modo a estar tão elevada a nível espiritual?
Medita N.
Consegues provar algum facto que alegas referente a esses crimes?
Pondera N.
Pois eu penso que tens de aprender muito sobre as pessoas e tens que ser muito mais tolerante, até lá não passas de um reaccionário.
O tempo ajudar-te-à a amadureceres.

Atenciosamente
JPA

N disse...

Outro pormenor que me escapou.

A riqueza individual dos cidadãos não pode ser medida como sinônimo de qualidade de vida.

Nos eua há uma classe média que até ganha bem,mas depois de 8 ou 10 horas de trabalho,passa uma ou duas horas por dia no transito,vive em cidades super poluídas,com arquitectura horrível em redor,com a indecência e a marginalidade delinquente a seduzir seus filhos e filhas diariamente nas escolas onde estudam,roubos e raptos e violações são comuns nos metros e nas ruas,privacidade não existe em nenhum lado,molestação a todos os civis que são todos potenciais "terroristas" à partida nos aeroportos,medidas absolutamente repugnantes de controle impostas que foram depois dos ataques false flag da cia e mossad nas duas torres que também serviu de pretexto para instaurar ainda mais uma sociedade securitárea e policial mercenária,etc etc,,,

Onde está a qualidade de vida então?

É essa a diferença entre uma sociedade capitalista e uma sociedade NS.

A sociedade capitalista acha que o simples materialismo chega para preencher os humanos(que para eles até nem humanos são,mas sim bovinos consumidores,ou servos).

A sociedade NS sabe que não é assim que as coisas funcionam.
Porque é verdadeiramente humanista.

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

JPA,

Queres discutir o mensageiro para não discutires a mensagem.
Isso é psicologia básica.

Estou-me a cagar para o que achas de mim.



JPA disse...

N;

Eu preocupo-me com o que as pessoas acham de mim.
Não somos o que queremos, somos o que podemos ser, e a comunidade (tribo) avalia, julga e define o que somos.
Eu, não achei nada sobre ti. Não faço juízo de valores, apenas opinei sobre o que li.
O que pretendes para a sociedade, é de excelência, no entanto a sociedade não está preparada para tal.Demora. Requer muita informação, paciência e tolerância.
À força só se factores externos acontecerem, tendo esta crise o caldo necessário para que possa acontecer. Por isso é que eu opino, que tu e as pessoas como tu, que de alguma forma almejam esse sistema, têm efectivamente que estar preparados para lidar com pessoas que simplesmente desconhecem essa filosofia.

Atenciosamente
JPA

N disse...

"O que pretendes para a sociedade, é de excelência, no entanto a sociedade não está preparada para tal".

Ao menos reconheces,já não é mau...

"Requer muita informação, paciência e tolerância".

Sabes quantas horas por dia eu estudo para partilhar essa informação?
Há quantos anos?
A paciência que tenho em explicar 99999999999999 vezes as coisas,das formas mais básicas possíveis...

E isto,preso ILEGALMENTE pelo sistema.
Sabes a sensação de tares preso ILEGALMENTE e INJUSTAMENTE,e saberes que todas as instituições que supostamente devias confiar e que foste doutrinado toda a vida para confiar são na realidade entidades terroristas que escravizam os cidadãos?

E a somar a isso,há aspectos emocionais que com o tempo vais dominando melhor,mas é sempre um ferida que às vezes abre mais e lá sangra de novo,pois nenhum Patriota genuíno está bem consigo próprio quando a nação que ama está ocupada e é roubada e traída diariamente.

É um misto de mágoa,raiva,desalento que não é fácil de gerir.
Mas o desejo de vingança ajuda,pelo menos no meu caso pessoal,é a minha natureza e não a nego,sou vingativo e a vingança sonhada dá-me alento e força para não ir abaixo e desistir.

Portanto,eu tenho muita paciência mesmo...

Quanto a "tolerância" tolero o tolerável,mas jamais tolerarei o intolerável.

"tendo esta crise o caldo necessário para que possa acontecer."

A providência não brinca em serviço...

"Por isso é que eu opino, que tu e as pessoas como tu, que de alguma forma almejam esse sistema, têm efectivamente que estar preparados para lidar com pessoas que simplesmente desconhecem essa filosofia."

Já por isso reconheço que posso ou não ter a capacidade de ser o "rosto" do novo regime,dado que não tenho grande paciência para burros,nem muito menos para lamber cús,especialmente aos média,pois jamais irei me rebaixar futuramente a quem desgraçou(e ainda continua a desgraçar) a vida a muitos Lusitanos e Lusitanas,e sei por experiência própria que embora com o tempo tenha aprendido a conter mais a raiva,em caso de ter um impostor a debater comigo e este começar a mentir descaradamente ou o assunto da pedofilia ou traição nacional vir-me à cabeça, o mais provável era passar-me em directo e espancar o mesmo à frente de toda a gente.

Mas lá está,tenho variadas qualidade inatas que podem ser aproveitadas num novo regime noutros cargos,e o principal "rosto" ser alguém que se controle melhor e tenha mais jeito como "relações públicas".

É um problema de fácil resolução.

JPA disse...

N;

Não é de tão fácil resolução como pensa. Engolir sapos não é fácil.
Quando digo que tem de aprender a conter e a dominar esse ímpeto, estou a ser o mais sincero possível, pois ao actuar violentamente faz com que perca a razão.
Este sistema, está efectivamente caduco, no entanto é nele que tem que se jogar.
Tem que se procurar o intervalo legal, onde se possa actuar, e jogar aí, depois é ir ganhando o jogo e aumentando o intervalo, até se poder instalar outro sistema.
Não sei quem é, nem porque está preso, acredito que seja por ter desafiado o sistema, andou para além do intervalo. É corajoso, mas difícil de concretizar através desse método.
Vamos informando, que é o que se pode fazer.

Atenciosamente
JPA

Anónimo disse...

170 coomentários....167 sempre dos mesmos brojessos.
A conversa é sempre a mesma...estadistas de bigode, patriotismo, nacionalismos bacocus e zé ruelas com a mania que inventam a polvora e querem mudar isto ao murro e ao carolo.

È um só rir.

È o almeida pah...aquele que vos adora comer a ...

JPA disse...

Almeida;

Então e a sua visão qual é?
Além de querer comer as peidas ao pessoal, que sabe de antemão que é para esquecer,o que mais tem para nos ensinar?

Atenciosamente
JPA

N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
N disse...

JPA, o almeida é um símio que vem aqui de vez em quando,nunca ataca o sistema mas ataca sempre quem o ataca.

Nada acrescenta a nível qualitativo,nadinha mesmo.
Os seus insultos básicos e ridículos revelam traços mais do que infantis,algo idiotas ou de retardado mental.

Chegou-se a desconfiar que era um jota qualquer com instruções dos seus chefes para vir aqui.

No entanto parece-me demasiado burro para ser um agente desinformador ou um agente provocador para transformar qualquer debate sério(e sobretudo incomodo) numa troca de insultos.

Mas até todos os cientistas para demonstrar melhor a sua teria para uma plateia, nada melhor que um exemplo práctico.

Cada vez que o símio do almeida posta aqui, só dá credibilidade à minha teoria de que é impossível funcionar um sistema onde todos valem um voto independentemente de....

Fora essa utilidade,que mais não é necessária,o almeida só está no mundo para gastar recursos, fazer poluição sonora e muito provavelmente espalhar hiv, dado os seus gostos homossexuais constantemente por ele enunciados.

Anónimo disse...

JPA
O meu comentário não era dirigido a si....que em parte, concordo com todas as nalises que fez mas principalmente a de que, para se mudar este sistema, temos que utilizar as regras do mesmo, infelizmente é assim.

Repare que tanto o Pedrinho "corno manso "Lopes tal como o "destrambelhado surdo" do estadista de bigode de acrónimo N que fala de uma terceira via....que não vejo outra sem ser a do buraco do cú dele, como um tal de SIED q quer fazer os outros acreditar q trabalha nos serviços secretos (vejam bem a panca do bicho)...no fundo, são todos o mesmo.

È como falar para alguém do Julio de matos que tem acesso sem restrição á farmaia de serviço.
Pararam nos anos 50, vivem de ilusões e acham que resolvem tudo com violencia...mas que, abominam a violência destes que estão no poder...veja bem a surrealidade destes animais.

Não é nada contra si...no entanto, se lhe posso deixar uma sujestão, não deixe a trela dos animais muito solta...que isto é bicho que preso se finge manso mas assim que solto...morde na mão que lhe dá o pão.
O Diogo devia varrer estes fachos para baixo do tapete...até eles inventarem outra identidade,claro.
Acho um piadão quando ele começa a inventar identidades para se elogiare a si mesmo...um autentico espectaculo de demencia.

Abraço JPA e ao Diogo também.

Aos do costume...
relembro-lhes que o cabo do Grupo de forcados da Moita manda-lhe um forte abraço...bem apertado.

Almeida

Anónimo disse...

"com todas as nalises"

"no fundo, são todos o mesmo."

"á farmaia de serviço"

"Acho um piadão quando ele começa a inventar identidades para se elogiare a si mesmo"

Pedro Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos disse...

Bom post Diogo
Nem os que o admiram ou odeiam concordam que hitler foi mais um joguete, um pau mandado. Outra questão é saber se estava consciente ou não da marioneta que foi. Pessoalmente acho que estava consciente e levou o plano até ao fim, como bom actor (bem treinado, adivinhe-se por quem?...).
Reestruturou-se o mudo. E para isso era preciso um grande evento que se dividiu em dois. Surge a 1ª GG para dar inicio a essa reestruturação e a 2ªGG para completar o trabalho.
Boa semana Diogo.