domingo, dezembro 18, 2005

A instauração da democracia no Iraque


O Iraque trocou o programa «Comida por Petróleo» dos tempos de Clinton por «Democracia por Petróleo» de Bush. Pena é que o número de mortos tenha decuplicado com o programa actual. Mas tudo tem um preço e a afluência às «urnas», sobretudo de mulheres e crianças, aumentou exponencialmente.

4 comentários:

Biranta disse...

Lá no Iraque deve ser como cá. Almeida Santos dizia que "a democracia é um luxo; paga-se cara!"... Lá pagar caro, a gente paga; agora ter é que não temos... Não apenas a democracia, também a justiça, a educação, a saúde, as repartições.
No Iraque também é assim: trocam petróleo por democracia... ficam sem o petróleo e recebm, em troca, actos de genocídio e terrorrismo.... Ganda democracia!!!
No tempo de Saddam,uma grande parete tinha segurança... Agora a insegurança é para todos... Deve ser a isso que os americanos chamam democracia (ser igual para todos)

augustoM disse...

Os meios justificam os fins... PETROLEO.
Um feliz Natal e a concretização de todos os sonhos em 2006.
Um abarço.Augusto

Carlos Narciso disse...

amigo comum trouxe-me aqui. gosto do blog. parabéns.

contradicoes disse...

Os únicos que ainda poderão ter dúvidas quanto aos verdadeiros objectivos da invasão, serão todos aqueles que manifestaram o apoio a Bush os quais deverão continuar a pensar ser esta uma forma de combater o terrorismo e de implantar a democracia. Quando afinar nem uma coisa nem outra. Com um abraço do Raul