terça-feira, maio 08, 2007

No Iraque, tal como em Portugal, a verba destinada ao investimento evapora-se...

Num caso passado com a administração americana do Iraque, que se teme vir a repetir e Portugal com os dezasseis mil milhões de euros que vão ser enterrados na Ota e nos TGVs, desapareceram 8,8 mil milhões de dólares que serviriam para reanimar a economia iraquiana.

No dia 6 de Fevereiro o Chefe da Coligação no Iraque, Paul Bremer, compareceu perante a Comissão do Congresso norte-americano por não conseguir dar conta do dinheiro. Que aconteceu ao dinheiro Sr. Bremer?

Bremer: Não sei. Os ministérios iraquianos não tinham registos de folhas de pagamento.


O republicano Darrel Issa, entre outros senadores, desvalorizou o assunto:

Darrel: gostaria de esclarecer a Comissão acerca da verdadeira relevância de 12 mil milhões de dólares. Parece certamente muito dinheiro quando falamos em notas de cem transportadas em empilhadoras...


Jon Stewart, do Daily Show, tem mais pormenores:

Vídeo - 5:31m

12 comentários:

Diogo disse...

12 razões para dizer NÂO à OTA. Se ainda não assinaste a petição, fá-lo agora:

Petição

antimater disse...

Há coisas que saem "caras"...

inominável disse...

gostei do embaraco da "má gestao"... dos melhores Dailys Shows...

augustoM disse...

Mas em notas de mil, é a décima parte do volume e se houvesse notas de dez mil era centésima e assim sucessivamente, até o volume desaparecer. E tudo uma questão de relactividade.
Um abraço. Augusto

xatoo disse...

O desaparecimento destes 12 mil milhões de "dólares" não tem a mínima importância. Trata-se de uma pequena parte daquela carrada que foi fabricada propositadamente e que seguiu num avião especial dos yankees logo após a invasão (uma vez que no local deixou de haver dinheiro fiável, (aliás, no Iraque deixou de haver seja o que fôr de fiável, excepto a presença dos mercenários armados)
Semanas depois já havia arcas cheias de "dólares" escondidas nos locais mais incríveis - alguém se recorda daquele marine que foi apanhado com um baú deles escondido numa casa bombardeada?

Carlinhos Medeiros disse...

Diogo, aposto que os que comeram essa dinheirama toda, foram os mesmo capitães de areia e mercenários, que levaram a "democracia americana" para o Iraque.

Abraços.

brit com disse...

Acabou de ser nomeado para o Prémio Blog Com Tomates pelo Luikki. Parabéns.
Visite http://blogcomtomates.blogspot.com para mais informações.

fa disse...

A ti não te faz diferença e a mim dá-me um jeitão

Caros Amigos

Estou a participar num concurso dos Correios, com uma proposta de um selo evocativo da vida e obra de Zeca Afonso.

Usando dois itens fundamentais da vida do Zeca, a música e a luta pela liberdade.

Conto com o vosso voto.

http://aquihaselo.com/Vote.aspx?idUser=2367

Nota: o sistema é um email, um voto, por isso podem votar tanta vezes como os email's que tenham.

contradicoes disse...

Oh amigo Diogo, claro está que o dinheiro foi também vítima de um ataque à bomba dos tantos que pelo Iraque se registam. E obviamente que
o Bremer não se pode lembrar, pois sendo imensos os ataques ali registados que não é humanamente possível o homem lembrar-se em qual foi o que destruiu o saco azul que mudava de sítio por razões de segurança.

Anónimo disse...

já agora:

http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_digital/news.asp?section_id=15&id_news=81123

py

Renato TouzPin disse...

http://filhosdapoesia.blogspot.com
Gostei do blog. Vamos trocar links??
Abraços poéticos...

Anónimo disse...

wonderful issues altogether, you just received a emblem new reader.
What might you recommend about your publish that
you simply made some days ago? Any positive?



My weblog stainless steel initial pendants