terça-feira, novembro 02, 2010

É chegado o momento da desparasitação!



Esta imagem mostra o momento dramático, num futuro próximo, no qual um grupo de políticos a soldo da Banca e acolitados por dezenas de jornalistas venais é cercado e fuzilado à queima-roupa por uma turba constituída por pobres, desempregados, precarizados, jovens sem futuro, indivíduos com salário mínimo e idosos com pensões de miséria.


***************************************

Quanto a políticos a soldo da Banca

Miguel Sousa Tavares - Expresso 07/01/2006

«Todos vimos nas faustosas cerimónias de apresentação dos projectos da Ota e do TGV, [...] os empresários de obras públicas e os banqueiros que irão cobrar um terço dos custos em juros dos empréstimos. Vai chegar para todos e vai custar caro, muito caro, aos restantes portugueses. O grande dinheiro agradece e aproveita

«Lá dentro, no «inner circle» do poder - político, económico, financeiro, há grandes jogadas feitas na sombra, como nas salas reservadas dos casinos. Se olharmos com atenção, veremos que são mais ou menos os mesmos de sempre.»


***************************************

Quanto a jornalistas venais

Mário Soares no "Prós e Contras" - 27.04.2009

"Toda a comunicação social está concentrada
nas mãos de meia dúzia de grupos económicos"



Mário Soares: [...] Quer dizer, toda a concentração da comunicação social foi feita e está na mão de meia dúzia de pessoas, não mais do que meia dúzia de pessoas.

Fátima Campos Ferreira: Grupos económicos, é?

Mário Soares: Grupos económicos, claro, grupos económicos. Bem, e isso é complicado, porque os jornalistas têm medo. Os jornalistas fazem o que lhes mandam, duma maneira geral. Não quer dizer que não haja muitas excepções e honrosas mas, a verdade é que fazem o que lhes mandam, porque sabem que se não fizerem aquilo que lhe mandam, por uma razão ou por outra, são despedidos, e não têm depois para onde ir...

Fátima Campos Ferreira: Sr. Dr., mas então onde fica aí a liberdade de expressão?

Mário Soares: Ah, fica mal, fica mal, como nós sabemos. [...] Evidentemente que os jornais e os jornalistas e mesmo as televisões têm o cuidado de pôr umas florzinhas para um artigo ou outro. Uma vinda à televisão ou outra, etc., para disfarçar um pouco as coisas, mas não é isso o normal. Se a senhora se der ao trabalho, como eu tenho feito, de apreciar o que é, de uma maneira objectiva e isenta, a comunicação social, e como todos se repetem, ou quase todos os grupos se repetem a dizer as mesmas coisas, uns piores que outros, outros melhores, outros mais... mas todos se repetem, incluindo a televisão oficial, bem, a senhora perceberá...


***************************************

Quanto à Banca,
proprietária da Política, dos Media e de tudo o mais


Fernando Madrinha - Jornal Expresso - 1/9/2007

[...] Centenas e centenas de famílias pedem conselho à Deco porque estão afogadas em dívidas à banca. São pessoas que ainda têm vontade e esperança de cumprir os seus compromissos. Mas há milhares que já não pagam o que devem e outras que já só vivem para a prestação da casa. Com o aumento sustentado dos juros, uma crise muito séria vem aí a galope.

Não obstante, os bancos continuarão a engordar escandalosamente porque, afinal, todo o país, pessoas e empresas, trabalham para eles. Daí que os manda-chuvas do Millenium BCP se permitam andar há meses numa guerra para ver quem manda mais, coisa que já custou ao banco a quantia obscena de 2,3 mil milhões de euros em capitalização bolsista. Ninguém se rala porque, num país em que os bancos são donos e senhores de quase tudo, esse dinheirinho acabará por voltar às suas mãos.

[...]

Quer dizer, as notícias fortes das últimas semanas - as da tal «silly season», em que os jornalistas estão sempre a dizer que nada acontece - são notícias de mau augúrio. Remetem-nos para uma sociedade cada vez mais vulnerável e sob ameaça de desestrutruração, indicam-nos que os poderes do Estado cedem cada vez mais espaço a poderes ocultos ou, em qualquer caso, não sujeitos ao escrutínio eleitoral. E dizem-nos que o poder do dinheiro concentrado nas mãos de uns poucos é cada vez mais absoluto e opressor. A ponto de os próprios partidos políticos e os governos que deles emergem se tornarem suspeitos de agir, não em obediência ao interesse comum, mas a soldo de quem lhes paga as campanhas eleitorais. Quem pode voltar optimista das férias?
.

12 comentários:

Bilder disse...

O senhor Soares é muito bom a analisar os podres da nossa sociedade,por isso mesmo devia esclarecer melhor os portugueses o que significa(ao contrário dos interesses da Republica de Portugal) a tal Republica Universal promovida pelo GOL.
Será a mesma Republica(nova ordem mundial)em forma de governo mundial promovida pelos senhores do CFR,Trilateral Bilderberg etc!?

Rick disse...

Sim é verdade que o ex-presidente Soares como "bom" socialista promoveu as ideias maçónicas do grand oriente,aliás foi como maçon que pediu ajuda ao maçon americano(outro rito ou loja maçónica)Clinton na questão de Timor!
E Clinton consta que é membro do CFR(que foi a exemplo da Trilateral fundado e promovido por Rockefeller) e já esteve no Bilderberg grupo transatlantico(Balsemão é membro de elite) em cujas reuniões anuais já esteve Barroso e(entre outros)Sócrates...
Isto anda mesmo tudo ligado!

Diogo disse...

Aos possíveis comentadores deste post, venho afirmar que não simpatizo com nenhum daqueles a quem dei a palavra sobre o assunto no artigo: o Sousa Tavares, o Mário Soares e o Fernando Madrinha.

O objectivo foi também mostrar que alguns políticos a soldo (como o Mário Soares) e jornalistas venais (como o Sousa Tavares e o Fernando Madrinha), quando lhes foge a boca para a verdade, conseguem expor o roubo colossal a que a população está sujeita por uma corja que domina o país.

Rick disse...

Caro amigo,é precisamente por eles terem conhecimento do que falam que o post é muito bom!
Agora a questão é que alguns luminários falam agora da situação financeira, económica ,politica e social como se não tivessem a sua quota parte no desenvolvimento da coisa ou seja... do monstro!

Anónimo disse...

Ilustra que qualquer deles e os outros que defendem o pavilhão da caveira sabem bem da marosca que se pratica sobre a população.
Não são inocentes.

Aldo Luiz disse...

A humanidade está sofrendo uma massiva hipnose. Estamos sendo hipnotizados por tele-jornais, políticos, professores, doutrinadores, religiosos pregadores, nosso país e o mundo estão conduzidos por inacreditáveis doentes, psicopatas de carteirinha. E não há tribunal que os julgue e puna.
Há um abismo entre o que nos contam que está acontecendo e o que realmente está acontecendo que é absolutamente inaceitável.

Anónimo disse...

A corja que engana o povo está de serviço na SIC.
Este Mendonça Ferreira é um inacreditável.
Até o Sousa Tavares lhe dá 10-0!

Anónimo disse...

Gostava tanto que o PSD amanhã num volte-face de honra votasse contra o Orçamento e o governo caísse. Assim ainda recuperaria alguma da honra perdida e ia deixar as baratas governamentais bem tontas

Anónimo disse...

Lá tirem, seus cobardolas, julgam talvez que me atingem, me apanham, bem enganados, daqui a pouco, quando eu quiser, entro num banco, em alguma empresa público-privada, heil, hitler, aqui estou eu para gerir o negócio, eu e o das finanças, tão finório, que a seguir a mim foi quem mais deu para o peditório.

E lá liga a simulacros de fusilamento, o socratório.

Daniel Simões disse...

Compatriotas,

se o povo não sair agora para as ruas e estalar uma revolta nas cidades mesmo sem se saber para onde ir, quem colocar no poder e que sistema instaurar, a Alma Portuguesa está reduzida a quê???

Talvez aquele vibrar do Clarim que refere Fernando Pessoa no seu livro "Mensagem" esteja começando a elevar o seu som até aos picos do inaceitável, empurrando o povo, pelo desespero e pelas ânsias de recuperar a sua missão lusitana, até à revolta, desta vez, não parisiense, mas puramente lisboeta, portuense, ou coimbrense.
Seja lá o que for, que venha, pois a hora chegou!!!

Anónimo disse...

Falta no boneco a coorte Cavaquista,essa imensa mole de vermes,parasitas,escroques,CORRUPTOS!Venha esse dia para correr com a escória-elite!!!!

Zorze disse...

Sem esquecer a elite que coordena as marionetas.
Basta ver quem possui o dinheiro...

Abraço.