quinta-feira, novembro 28, 2013

Um vice-primeiro-ministro com tanto de mentiroso, como de vicioso e lariloso (ou panascoso como é costume dizer-se no Parque Eduardo VII)


"2013 será o melhor ano de sempre das exportações"
garante o Paulinho das Feiras


O vice-primeiro-ministro voltou a referir uma viragem económica para o país. As declarações de Portas foram feitas à margem da abertura de mais uma edição do "Portugal Exportador". O governante afirmou que nos últimos cinco anos, o peso das exportações no Produto Interno Bruto (PIB) passou de 28% para 41%. A economia portuguesa está em crescimento há 2 trimestres, tendo saído do buraco da recessão técnica.

[Público - Sem os combustíveis, as exportações teriam crescido 1,5% e não 4,1% até Maio. Mais de dois terços do crescimento das exportações de bens registado durante os primeiros cinco meses do ano é explicado pelo aumento da venda de combustíveis transformados em Portugal, algo que teve o contributo decisivo da entrada em funcionamento de uma nova unidade de refinação da Galp em Sines. O acréscimo de produção para exportação tem vindo a aumentar, à medida a que se assiste a uma quebra muito acentuada da procura interna.]

[As empresas exportadoras representam uma percentagem muito pequena do total de empresas portuguesas. Em Portugal, segundo o INE, existem cerca de um milhão de empresas, e menos de 0,5% é que exportam. As restantes, que são mais de 99,5%, vivem apenas do mercado interno.
]


*********************



Paulo Portas, embora radiante com o exponencial aumento das exportações dos nossos jovens mais qualificados, saliva pesaroso por ver os produtos tão do seu agrado (exceto moçoilas) terem de ir para fora do país... para tão longe dele, de São Bento, de Lisboa, do Parque Eduardo VII...


*********************



Por motivo de uma política assassina, levada a cabo por funcionários bancários que a Grande Finança colocou à frente do governo português, os maiores ativos do país - jovens licenciados, jovens com mestrados e jovens doutorados – são exportados às pazadas para países que agradecem receber por tuta e meia uma riqueza que foi paga e produzida num Estado cada vez mais pária.


*********************


Expresso – 29.11.2012

A melhor geração está de partida

Olhamos à nossa volta e vemos, todos os meses, milhares de jovens emigrar. Ouvimos amigos e filhos de amigos falar dos seus planos para partir. Não com a satisfação de quem procura novas experiências, mas com a frustração de quem sente que o País onde nasceu não lhe dá nem lhe dará no futuro qualquer oportunidade.

Comparamos muitas vezes esta emigração com a do passado. É incomparável. O que estamos a perder agora são as primeiras gerações de gente qualificada. Qualificada graças a um investimento que, no discurso dominante, é tida como um luxo incomportável.

[...] O emigrante atual é jovem, qualificado e procura carreira, e não apenas dinheiro para sobreviver no estrangeiro e depois regressar. [...] Esta vaga de emigração não terá apenas um efeito catastrófico no já desastroso equilíbrio demográfico do País. Terá efeitos profundos na sustentabilidade da segurança social, na competitividade da nossa economia, na capacidade de inovação e em todos os domínios do futuro de Portugal. Envelhece, desqualifica e atrasa o País.

[...] Estes emigrantes são sobrequalificados para o tecido empresarial português, que, por culpa própria e do Estado, não acompanhou o investimento público na qualificação do trabalho. O modelo de desenvolvimento que este governo defende, com uma aposta na competitividade pela redução dos custos de produção, não dá aos jovens emigrantes qualquer esperança de regresso. Portugal acentua todas as razões que os levam a partir.

[...] Pode até acontecer que esta seja a última vaga de emigrantes qualificados. Por uma simples razão: se o nosso modelo económico despreza a qualificação, deixaremos, com o tempo, de qualificar os nossos jovens. [...] E agora, que os nossos amigos, os nossos filhos e os nossos netos partem, porque os que sempre viram estas conquistas como "demasiado generosas" finalmente levaram a melhor, choramos por o que estamos a perder.

24 comentários:

Tiago disse...

É verdade. Este aumento resulta do aumento da exportação de refinados (nova unidade de refinação da Galp). Refinados estes que têm margem muito baixa, logo baixo valor acrescentado.

Por outro lado aumentou também a importação de crude, pelo que não contribui grandemente para a diminuição da balança comercial com o exterior nem para a criação de emprego. A maior parte destes refinados seguem para Angola, mas dentro de 3 anos com o arranque da refinaria do Lobito, esta exportação vai diminuir. E depois aparecem os mui sapientes comentadores na televisão a dizer que a austeridade afinal até está a resultar... Isto é apenas o resultado de um investimento de €1,400 milhões!

Anónimo disse...

O pedófilo paulo portas tem razão numa coisa.

As exportações estão a bombar.

Vejam a quantidade de jovens nativos que andamos a exportar lá para fora.

Depois importamos da Guiné,Cabo Verde,Angola,etc para compensar.

Não basta "africanizar" os salários e condições de vida.
Não basta "africanizar" a justiça.

Há que africanizar a nível genético e cultural.

Tudo contra a nação.
Nada pela nação.
Democracia sempre!

Lemming disse...

Alguém tem vaselina que me possa emprestar?

É que hoje vou pagar portagens novamente para tapar o buraco do bpn.

Anónimo disse...



A luta....


http://imgur.com/72BpFZw

Anónimo disse...

E que tal uma navalhada nas tripas a cada um destes abutres?

Ou então, organizar milícias nacionalistas e esquadrões da morte, para ir abatendo um por um todas estes vermes democráticos.

"O ESCÂNDALO do ANO...!"

"Subsídios de Férias e de Natal dos deputados para 2014 aumentam 91,8%!"

http://portugalglorioso.blogspot.pt/2013/11/o-escandalo-do-ano.html


"Autarcas reformados recebem subsídio extinto em 20052

http://portugalglorioso.blogspot.pt/2013/11/depois-corta-se-nos-pensionistas-para.html

Nuno disse...

Os europeus estão todos cegos. Portugal (e companhia) estão a ser efectivamente destruído, quer por uma cabala internacional, da qual Passos é o implementador, quer pela absoluta estupidez e corrupção dos portugueses. Eu emigrei, com muitas qualificações e ainda bem, ganho 1500 mas chega. Gostava de contribuir para mudar o mundo ou Portugal, mas sinceramente não sei como faze-lo.

Mafarrico disse...

A VERGONHA DESTE PAÍS!!!!!É ESTA!!!!só não compreende porque é que o AFRICANO de MASSAMÁ não emigra para a GUINÈ mais a MULHER FEIA que tem e as 2 filhas obesas!!!!FORA COM ESTE LIXO DE PORTUGAL!!!

Lemming disse...

Alguém tem vaselina que me possa emprestar?

Acabei de pagar uma multa de transito com o argumento de que estamos num estado de direito, mas o balsemão continua sem ir preso pelo crime de traição à Pátria.

Helena Simões disse...

Uns dedicam-se à exportação e outros à importação de submarinos.

PO disse...

Helena Simões,uma coisa foi a trapalhada dos negócios dos submarinos,outra coisa é a necessidade real de submarinos.

Nós somos(ainda)uma nação banhada por mar.
Temos uma zee muito maior que o espaço terrestre de Portugal.

Os submarinos não só são necessários, como até devíamos ter 4 a 5 submarinos.

Aproveitam a boleia do dizer mal do portas(que é um GRANDE FILHO DA PUTA) para falar mal dos submarinos que estão ligados à Defesa Nacional.

Que burros e ignorantes o façam, não me surpreende.
Afinal esses apenas repetem a propaganda que lhes é dada a comer.

O importante é ver donde vem essa retórica contra os submarinos em si como se não precisássemos deles.

Veio do ps logo no começo, nomeadamente através do maçom almeida santos(outro FILHO DA PUTA)e do be.

Os submarinos para além de combaterem o narcotráfico e imigração ilegal,servem para termos soberania,pois só é respeitado quem é temido.

Como a esquerdálha maçônica de braço dado com a direita capitalista de burros não têm nada, resta reflectir quais os interesses dos mesmos em enfraquecer a Defesa Nacional.

Que eles estão metidos no narcotráfico, todos sabemos já.
Desde os cartéis marxistas sul-Americanos aos Africanos e até ao kosovo(embora este seja mais por via terrestre que chega a heroína para desgraçar o nosso povo enquanto eles contam as notas).

Que eles estão metidos nos vários negócios da imigração ilegal também o sabemos.
Desde a prostituição,pedofilia,até às redes de distribuição de droga,e num nível mais alto de sabotagem na questão de substituição populacional.

Será que há planos para nos roubarem a ZEE como fizeram com o Ultramar?
Claro que há,que pergunta tão estúpida....

Qual a melhor forma de o fazer se formos a pensar como o inimigo?
Primeiro tem que se sabotar o alvo por dentro...

Donde vem o orçamento para Defesa Nacional?
Da economia...

Como está a economia?
De rastos....

Porquê?....
Corrupção,usura e divisão nacional através dos partidos.

Podemos concluir que o inimigo está a ter sucesso na sabotagem.

Qual a forma de regime que o permite?
A democracia pois claro....

Perguntem à merda democrata se têm alguma objecção contra os submarinos de israel por exemplo?

Certamente que não.

Ainda têm dúvidas para quem eles trabalham?

Anónimo disse...

"Perguntem à merda democrata se têm alguma objecção contra os submarinos de israel por exemplo?"

Não tem objecção ao facto de Israel os ter, e até acham bem, como não tem objecção ao facto de a Merkl lhos dar de borla, enquanto a nós nos abrigam a pagar divida publica a 10% de juros ou mais.

Coisas democráticas.

A democracia é mesmo o regime dos palermas, dos abutres, dos porcos, dos sacanas, dos corruptos, dos panascas, dos pedófilos etc.

Democracia = SIDA.


Anónimo disse...


Democracia = SIDA.....

Basílio Horta: "PS deve chamar PSD, CDU e CDS para o Governo assim que ganhar as eleições"

http://www.publico.pt/politica/noticia/basilio-horta-ps-deve-chamar-psd-cdu-e-cds-para-o-governo-assim-que-ganhar-as-eleicoes-1614577

É ou é a SIDA da politica e sociedade?

São capazes de se juntar todos para manter o regime ditatorial a que chamam democracia e protegerem os interesses dos banqueiros e dos parasitas das seis pontas.



Anónimo disse...

Basílio Horta: "PS deve chamar PSD, CDU e CDS para o Governo assim que ganhar as eleições"

Mas nenhuma quer uma auditoria...

Porque será?
Será porque TODOS andam a saquear Portugal e os Portugueses?

Naaaahhhhh.....

Isso é teoria dos maluquinhos das conspirações.

Os espertos são os que votam e os que acreditam na democracia.

2+2=5.

Lemming disse...

Alguém tem vaselina que me possa emprestar?

Acabei de ter um filho e ele sem saber falar,ler,escrever e muito menos mexer em dinheiro sequer,no entanto já deve mais de 20 mil euros.

Lemming disse...

Alguém tem vaselina que me possa emprestar?

Tenho 40 anos e ando a descontar para uma reforma que a continuarmos neste regime não a vou ter,ou seja,ando a descontar para o caralho mais velho,mas eu sou assim mesmo, gosto da democracia, gosto de ser corno manso todos todos todos todos os dias.

Anónimo disse...

https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/q71/s720x720/1425599_685581498141301_167699026_n.jpg

Diogo disse...

PO disse... «outra coisa é a necessidade real de submarinos»; «Os submarinos não só são necessários, como até devíamos ter 4 a 5 submarinos»; «Os submarinos para além de combaterem o narcotráfico e imigração ilegal, servem para termos soberania, pois só é respeitado quem é temido»


Diogo: São espantosos os absurdos tiques de regimes ditatoriais, da primeira metade do século XX, que vocês repetem até à exaustão. Vocês querem apanhar narcotraficantes que têm lanchas com vários motores e que atingem 80 km/h. É espantoso

DN: «À semelhança do Tridente, a guarnição do Arpão conta com 33 militares, dos quais 7 são oficiais, 10 sargentos e 16 praças. O submarino atinge uma velocidade máxima de 20 nós» - 1 nó é equivalente a: 0,51444 m/s; 1,852 km/h; 20 nós, correspondem a 37,04 km/h. Donde, os submarinos que nós comprámos atingem uma velocidade máxima inferior à metade da máxima das lanchas que são usadas no narcotráfico.

Quanto à imigração ilegal, é uma das maiores pragas das nossas costas…

E, evidentemente» para «resguardar a nossa soberania», porque, dispondo nós de cinco submarinos, não seria de ânimo leve que a marinha espanhola, francesa ou inglesa metia cá os cascos (e totalmente atemorizados).


Isto, já para não dizer que esses «Estadistas» da primeira metade do século XX estavam, tal como «os nossos representantes eleitos actuais», ao serviço da Grande FInança.


Em vez de procurarem a solução com tecnologias actuais e futuras, preferem regredim 100 anos para regimes igualmente corruptos…

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
PO disse...

O Diogo tem toda a razão.
A alta tecnologia nas mãos de apátridas e mercenários assegura um futuro libertador.

Esqueçamos valores nobres e propósitos maiores.
Isso não é "moderno".

"moderno" é virmos a ser todos chipados mas democraticamente sermos "livres" para escolher a cor do chip.

A nível de propriedade privada escutas e videovigilâncias ilegais devem ser instaladas para monitorizarem as nossas mulheres e fihas nuas e em actos de sagrada intimidade.

Perdão,disse actos e é atos que se escreve,pois todos iremos escrever com o novo acordo ortográfico,porque é "moderno",e isso é um fato(mas não o de vestir).

E como a nossa natalidade(ou falta dela) nos está a levar à extinção étnica,todos os terceiros mundistas que irão entrar aqui irão ter direito a valerem um voto,porque nós somos todos iguais,não sabiam?

E portanto vai ser "moderno" o melting pot racial e religioso que irá se formar no futuro onde traidores e gajos que nos odeiam irão votar em massa em projectos para nos destruir.

Sim,porque ser tolerante é ser "moderno".
Isso de expulsar os invasores,não tolerar traidores,e "em minha casa(nação neste caso) mando eu",isso tudo é machismo,e machismo é fascismo.

Venha a tecnologia,democracia directa e igualitarismo.
O Diogo tem toda a razão.

Perdão,democracia direta.
Lá estou a escrever de forma "retrogada".

Pedro Lopes disse...

Ó Diogo,

Tu que falas muito em tecnologia e que essa será o meio de nos libertar-nos da corja do poder financeiro, devias era também estudar e pesquisar os casos de supressão de tecnologia por parte das elites sionistas/globalistas.

Vê por exemplo, Tesla, ou outros investigadores que conseguiram demonstrar energias alternativas para carros e que foram assassinados.
Ou então investigadores com descobertas na área do tratamento do Cancro que foram silenciados.
E muitos mais casos.

E já agora, hoje em dia quem investiga e desenvolve uma nova tecnologia é pago por alguém para fazer esse trabalho. E quem lhes paga? O Governo ou corporações privadas e estes estão praticamente sempre nas mãos do capital financeiro global.


Um tecnologia que hoje na berra, é precisamente a tecnologia de bloqueio de sites. E ela será impingida sob a capa de protecção das crianças.

É verdade que a Internet está cheia de porno e outras porcarias, mas eu desconfio que a intenção dessa tecnologia é mais para bloquear outro tipo de sites, nomeadamente aqueles que divulguem informação de rotura e de verdade.

Anónimo disse...

"O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, recebe todos os meses cerca de 1400 euros por subsídio de alojamento apesar de ter um apartamento seu na área de Lisboa onde reside durante toda a semana. A assessoria de imprensa do Ministério da Administração Interna (MAI) afirma que o subsídio é legal, uma vez que o governante tem a sua residência permanente em Braga."

E depois?
Qual o problema?
Então o miguel macedo não forneceu os dados de TODOS os Portugueses ao NSA a pedido dos americo-sionistas?
Em Portugal a traição é bem paga.
Já desde 74...

Diogo disse...

Pedro Lopes,

Há tecnologia que é silenciada (até o silêncio já não for possível), há tecnologia que se pretende que fique só ao serviço de alguns, e há a tecnologia, embora desenvolvida por empresas privadas, destina-se a ser incorporada em produtos comerciais e, portanto, divulgada por todo o lado através das vendas.

Mas as tecnologias têm duas grandes características: não são estanques e evoluem a uma velocidade exponencial: desenvolvimentos aqui, reflectem-se acolá. Evoluções numa determinada área acabam por estender-se a outras. Armas consideradas inexpugnáveis ficam obsoletas passado pouco tempo. E depois os gigantes podem ser batidos por um grande número de pessoas normais:

Em 2002, a empresa RSA SEcurity disse que pagava um prémio de 10.000 dólares a quem conseguisse quebrar a sua criptografia de 64 bits. Os especialistas diziam que eram necessários 100.000 anos num pc comum. No entanto, um site que conseguiu convencer 300.000 pessoas a deixar que os seus pcs trabalhassem em colaboração, conseguiu rebentar com o código ao fim de cinco anos.

Quero eu dizer o seguinte: é verdade que existem muitas câmaras CCTV pelas ruas desse mundo a vigiar, mas há muitíssimo mais gente com telemóveis com máquinas fotográfica e câmaras incorporadas – e uma Internet onde essa informação pode ser instantaneamente divulgada.

Natya d'Avelino disse...

Olá Bom dia Diogo
Como está?
Vai-me desculpar, mas se milhares de jovens emigram, então a estupidez é dos portugueses. Porque é com esses milhares de jovens que se pode fazer algo diferente em Portugal.
beijo

Natya d'Avelino disse...

Não basta "africanizar" os salários e condições de vida.
Não basta "africanizar" a justiça.

Há que africanizar a nível genético e cultural.

Tudo contra a nação.
Nada pela nação.

CONCORDO com o anónimo, e estas coisas são fabricadas de fora !!!
Mas é possível vencer tudo isto... se vencida uma certa mentalidade portuguesa. É perante as suas fraquezas que os mesmo que criam as guerras, avançam com estes projectos e planos maquiavélicos. Se formos fortes, manda-mo-los passear.
Para isso, é preciso o consenso entre suficientes portugueses.