segunda-feira, setembro 01, 2014

A Hidra Financeira tem meia dúzia de cabeças a soldo mas os portugueses são dez milhões. A estes seria muito mais fácil cortar literalmente as cabeças da Hidra do que sofrer os cortes impostos por ela. Estamos à espera exatamente de quê?


1 - O roubo aos cidadãos para oferecer aos «pobres» Bancos



**************************************

2 - A resposta cidadã aos políticos vendidos à Banca



Quando os cortes começam a atingir os corruptos «cortadores».
(As duas últimas imagens são uma composição minha no Photoshop)

Um cidadão mais afoito corta uma das cabeças da Hidra Financeira. Que muitos outros lhe sigam o exemplo ou vamo-nos a sujeitar, de braços cruzados, a continuar a ser vampirizados pela mais asquerosa escumalha do planeta?

**************************************

A «Austeridade» não passa de uma fraude imensa

Isto irá continuar até que uma percentagem significativa da população acorde de vez e compreenda que tem de ser ela mesma (a população) a proceder aos verdadeiros cortes.

Já não é segredo para ninguém que as populações, graças à violência de uma Máfia Financeira, estão hoje a ser conduzidas ao empobrecimento, à precariedade, ao desemprego, ao desespero, às pensões de miséria, à doença, à fome, ao suicídio e à morte.

E é forçoso perceber que os poderes que nos deveriam defender – o Executivo, o Legislativo, o Judicial e o Mediático – estão de corpo e alma nas mãos de uma Máfia Financeira. (com a Justiça (aquela que não está igualmente a soldo) e a Polícia de mãos atadas graças a uma legislação confeccionada à medida dos interesses dessa Máfia).

Os habitantes de um bairro nova-iorquino que se juntam para aniquilar um bando mafioso (que nunca é apanhado porque tem no bolso os políticos, os juízes e os polícias locais), estão a utilizar a violência de uma forma justa.

Permitir, de braços cruzados, em nome de um pacifismo «politicamente correcto», que crimes que destroem países inteiros sejam perpetrados por máfias financeiras coadjuvadas por políticos corruptos, legisladores e juízes venais e comentadores mediáticos a soldo, isso sim, é um crime monstruoso.



Quando os portugueses perceberem que cortes devem, de facto, ser feitos,
empunhe-se, não a tesoura mas o machado. E que as cabeças comecem a rolar!


***************


Paulo Morais, professor universitário - Correio da Manhã – 19/6/2012

[...] "Estas situações de favorecimento ao sector financeiro só são possíveis porque os banqueiros dominam a vida política em Portugal. É da banca privada que saem muitos dos destacados políticos, ministros e deputados. E é também nos bancos que se asilam muitos ex-políticos." [...]

[...] "Com estas artimanhas, os banqueiros dominam a vida política, garantem cumplicidade de governos, neutralizam a regulação. Têm o caminho livre para sugar os parcos recursos que restam. Já não são banqueiros, parecem gangsters, ou seja, banksters."

4 comentários:

Glorioso disse...

O governo começou muito tarde a cortar nas gorduras do Estado essencialmente nos salários e reformas devia ter sido logo em 2011. Claro que tem a oposição do TC, defensor dos privilegiados. Só há folga quando o dinheiro sobre e em Portugal ainda não sobra mas faltam 7 mil milhões.

Pedro Lopes disse...

Uma ode á democracia.

Número de ex-governantes que se transformaram em banqueiros por governo pós 25 do A:

http://2.bp.blogspot.com/-FkXKTcMW9yg/VAeiiFVEsPI/AAAAAAAANeo/Kc5cKsPN4xk/s1600/graf_barras.png

Palmas.

Só os governos de Macaco Silva deram 30 banqueiros!

Maravilha!!!

Pedro Lopes disse...


"Globalization is all about wealth. It knows the price of everything and value of nothing. Without borders the world will become - is visibly becoming - a howling desert of traffic fumes, plastic and concrete, where nowhere is home and the only language is money."
- Peter Hitchens

Armando disse...

Já vem a caminho, tudo aquilo que andas a desejar há uns tempos.
Neste momento ainda só existe mesmo na Síria e no Iraque, mas descansa que se tiveres a sorte de viver mais uns vinte anos, vais assistir ao corte de muitas cabeças.
Essas que tu andas a pedir que sejam degoladas há muito e muitas outras entre as quais a tua por incitamento à violência e por injurias a Alá.
Cria juízo pois já tens bem idade para tal!...
Mas estás sempre em tempo de te inscreveres na guerra santa, contra os malefícios ocidentais.
Convém dizer que prefiro de longe os defeitos a ocidente do que as virtudes propaladas por fanáticos a oriente.