segunda-feira, setembro 08, 2014

São cada vez em maior número os portugueses que consideram que Cavaco Silva não possui densidade psicológica suficiente para desempenhar o cargo de Presidente da República.



Aníbal António Cavaco Silva - Presidente da República Portuguesa

Não obstante a habitual frontalidade com que Cavaco aborda todas as questões políticas (por mais melindrosas que possam ser), a transparência dos seus discursos, a facilidade e a disponibilidade que demonstra em explicar aos portugueses os prós e os contras das medidas governamentais, e o seu papel de contrapoder aos excessos do Governo PSD + (cds), o número de portugueses que considera Cavaco um peso morto não pára de aumentar.


*******************************


De realçar a notável semelhança nas expressões entre o nosso actual Presidente e uma múmia de Guanajuato (México) com cerca de três mil anos. Se olvidarmos os microfones e a entourage do Presidente, quase se poderia dizer que se trata da mesma pessoa...


Expressão tipicamente cavaquista no esclarecimento ao país da necessidade de mais cortes

14 comentários:

Anónimo disse...

Tretas.Cavaco foi eleito duas vezes pelos portugueses.
Tem origens humildes,o que causa dor de corno a muita gente.
Sampaio ou Soares é que tinham densidade.
Nunca um PR foi tão perseguido.A razão é porque não saíu do partido do costume e que domina a imprensa.Os restantes vão por arrasto,mas o povo escolheu.
Dava jeito ter sempre um Sampaio à mão para desmanchar os resultados eleitorais quando não agradam.

Pedro Lopes disse...

Não sei o que é pior.
Termos um cavaco, ou haver gente que o aprecia.
Não só que o aprecia mas que consegue ver diferenças entre este cavaco e os criptp-judeus e traidores como o sampaio e o soares.

Ó anónimo, aqui já não se fala nessas coisas. O PPD é melhor que o PS? O seguro é melhor que o costa?Vá discutir isso para blogues de parolos.

Tudo está podre. Portugal está desde o 25A ocupado por uma escumalha venosa judaico-maçónica do mais abjeto de toda a história de Portugal.

Anónimo disse...

O ladrão do bpn parece que ontem teve um pesadelo.

Acordou todo suado e disse:

"Fds, sonhei que tinha uma auditoria atrás de mim."

José M. disse...

Amigo Diogo, não concordo nada com os elogios que o meu amigo faz a Cavaco Silva. Acho que ele devia sair pela porta pequena , mas depois de haver alguém com idoneidade suficiente que disse-se em público todos os seus erros cometidos, que são bastantes. O último dos últimos, foi depois de ter dito que nunca se enganava, raramente tem dúvidas, etc. etc. e que tinha informações privilegiadas, vir agora dizer que espera que o governo lhe tivesse dito tudo, pois que as suas informações eram limitadas. Isto a propósito do BES.

Para mim, o caso BES e BPN só aconteceu devido à excessiva colaboração que ele, Cavaco, teve com o Governo e seus amigos banqueiros.

Alguém que o pusesse em sentido, no seu lugar, até porque ele só é presidente de metade dos portugueses. 50%

Um abraço, José M.

Pedro Lopes disse...

Daqui a uns 50 anos, se Portugal ainda existir(o que duvido), qual será a memória que ficará do macaco silva? Que lugar ocupará na história essa prosaica figura?

Será visto como um Dom Afonso Henriques?Como um Dom João II?
Como um Marquês da Pombal?

Talvez...

Será visto como uma figura consensual por defender tudo e acima de tudo o silêncio total para não incomodar os mercados financeiros e assim tentar salvar Portugal?
Se sim então é porque daqui a 50 anos Portugal ainda será uma democracia.

Diogo disse...

Caro José Mouquinho,

Eu sou da opinião de que Cavaco Silva deveria ser investigado em virtude das fortes suspeitas criminais que impendem sobre ele (e a sua entourage de corruptos).

E Cavaco não é presidente de metade dos portugueses.

Nas últimas eleições presidenciais, a abstenção + brancos + nulos somaram 56,4%.

Cavaco só teve 23,1% dos votos. E destes, quantos idiotas terão votado nele?

Portanto, caro Mouquinho, nem um quarto dos portugueses votou na múmia paralítica.

Abraço

N disse...

"Nas últimas eleições presidenciais, a abstenção + brancos + nulos somaram 56,4%."

E isto dados oficiais(aldrabados portanto).
Porque a abstenção foi maior na realidade.

Ou seja, a maior parte da população rejeitou todos os candidatos, como já vem rejeitando todos os partidos(logo a democracia).


Portanto temos dois tipos de argumentos:

Aqueles que dizem que somos todos iguais(grande lol), e o que interessa é a quantidade dos votos, independentemente de quem vote e seu valor moral, nível intelectual, nível de sabedoria, se é nativo ou não,etc...

Aqueles que como eu que afirmamos que não somos todos iguais, e que a democracia não é uma forma de regime legitima.


Ora se por enquanto(infelizmente para a Nação e todo o seu povo) vinga a democracia e toda a retórica da "legitimidade da maioria", então estamos perante um contra-senso.

Pois a maioria populacional vem rejeitando a democracia.
Logo a democracia ,seus partidos, no fundo a 3ªRepúlica, perde assim a legitimidade, legitimidade essa que lhe foi tirada pela maioria populacional(a abstenção).

Thor disse...

apaga, apaga que vais longe, dioguinho :)
o tema do tópico é o macaco silva e eu comentei sobre ele lol

Diogo disse...

Caro Thor,

Isto é uma caixa de comentários, não é um cano de esgoto. Ou os comentários têm alguma substância e a linguagem é aceitável ou o comentário é apagado.

Pedro Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Lopes disse...

O obscurantismo democrático - A Era das trevas.

1 - Dois actores de péssima qualidade(Bosta e Seguro) passam uma hora num debate sobre NADA, sobre coisa nenhuma, apenas uma mera esgrima de palavras soltas ao acaso e sem a ponta de um corno de interesse para os Portugueses.

2 - A seguir aparecem comentadores "sérios" a rodos a comentar um debate que era sobre nada e onde nada foi dito. Mas os comentadores ainda assim conseguem manter uma conversa ente eles sobre o nada durante bastante tempo, fazendo parecer que o debate tinha algum conteúdo.

Se aparecesse por aqui um ET, que não conhecesse ainda a humanidade iria julgar que estes seres estavam com graves doenças psiquiatras ou que a humanidade estaria num nível de desenvolvimento primitivo, ou mais grave que a humanidade estaria a caminhar rapidamente para o abismo

Anónimo disse...

Tu ainda vês esses debates?

Boicota meu amigo.
Boicotes é que é preciso.

Pedro Lopes disse...

"Tu ainda vês esses debates?"

Não. O problema é que ás vezes a TV está ligada, a gastar electricidade.
Ao passar por um quiosque vêem-se as fuças desses actores de novela sempre em grande destaque.
E até por vezes se ouvem conversas de outras pessoas sobre essa charada democrática da liderança do PS. Por incrível que pareça o Bosta agrada a muitos Portugueses.

É como andar numa rua que não é limpa há anos. Uma pessoa por mais que tente evitar acaba sempre por pisar em cocó de cão.

Anónimo disse...

Os cães são mais fieis que os políticos.

Cuidado com as comparações...
Mais respeito pelos cães sff...