segunda-feira, janeiro 05, 2015

Ao longo de anos e enquanto governante Sócrates garantiu ganhos milionários a alguns dos maiores grupos económicos, em particular na Finança e nas Obras Públicas



Sócrates - o sorriso beatífico estampado na fácies enquanto
espera o inevitável arquivamento do processo


*******************



Paulo Morais - Professor Universitário


Artigo de Paulo Morais - Correio da Manhã - 22/12/2014

Beija-mão às grades

O ex-primeiro-ministro José Sócrates, preso em Évora, inaugurou uma nova prática: a de conceder audiências na cadeia. As peregrinações de inúmeras figuras públicas à penitenciária de Évora, sob a capa aparente de visitas de apoio e solidariedade, mais não parecem do que exercícios de vassalagem.

Ao longo de anos e enquanto governante Sócrates garantiu ganhos milionários a alguns dos maiores grupos económicos, em particular na Finança e nas Obras Públicas. Todos aqueles que Sócrates beneficiou estarão agora a ir à cadeia beijar-lhe a mão. Será uma questão de gratidão. Por lá passaram e continuarão a passar os concessionários das parcerias público-privadas (PPP), a quem Sócrates garantiu rendas obscenas em negócios sem risco. Assim, não será de estranhar que o todo-poderoso Jorge Coelho, presidente durante anos do maior concessionário de PPP rodoviárias, o grupo Mota-Engil – tenha rumado a Évora. Também lá esteve em romagem José Lello, administrador, durante os governos socialistas, da construtora DST, que muito ganhou também com PPP.



Jorge Coelho, José Lello e Pinto da Costa

Não deixa de ser curioso que cheguem apoiantes de todos os setores que Sócrates tutelou. O líder do futebol português, Pinto da Costa, foi mais um dos que manifestou o seu apoio público. Afinal, Sócrates foi o ministro do desporto que trouxe o Euro 2004 para Portugal. Um Euro que valeu muitos milhões de euros aos clubes de futebol e seus dirigentes. Mais um gesto de vassalagem.

Para ser visitado e apoiado, a Sócrates bastará enviar a convocatória. Todos aqueles cujos podres Sócrates conhece, os que usufruíram de benefícios ilegítimos pelas suas decisões – todos aparecem ao primeiro estalar de dedos. Todos temem Sócrates, pois sabem que se ele resolver falar, desmorona o seu mundo de promiscuidades entre política e negócios.

Com estas convocatórias e manifestações de apoio, o ex-primeiro-ministro pretende manipular a opinião pública, vitimizando-se; bem como condicionar a Justiça, através da sua manifestação de força e influência.

Mas o que não faz e deveria fazer é aproveitar o acesso direto aos media para explicar quais os bens de fortuna que lhe permitiram, sem rendimentos compatíveis, manter, durante anos e depois de sair do poder, uma vida de ostentação.

18 comentários:

Atento disse...

O pinto da costa foi lá por outros motivos que envolvem também o rui pedro soares.

Já para não falar que se a PJ prendeu o pinócrates, prender o menezes(quiçá o futuro 45) é "peanuts", e aí a coisa aquece para ele.

Não é só negociatas com dinheiro da câmara de Gaia, mas é sobretudo negócios de droga.
Por alguma razão Gaia faz de "armazém" para a branca que vem da Colômbia e do Brasil e que depois é distribuída pela cidade do Porto.

pinto da costa tem razão para estar preocupado, penso eu de que...

Anónimo disse...

Porque não acredito no Holocausto?! Parte 1/5
https://www.youtube.com/watch?v=8gCSuT9cWY4

https://www.youtube.com/watch?v=emeKaMu61DI

https://www.youtube.com/watch?v=SpfrnAEAm4k

https://www.youtube.com/watch?v=wUa8SrCabO0

https://www.youtube.com/watch?v=7aRB3tsf5Nc

Pedro Lopes disse...

Não falem mal do pinotes.

Não se esqueçam que foi ele o autor da legislação que permitiu haver praias de nudismo em Portugal.

O Povo há muitos anos que andava desesperado por não haver praias de nudismo.
Nas ruas e cafés só se ouviam pessoas a resmungar por não haver praias de nudismo. Muita gente entrou em depressão crónica.
Até que o "Cristiano Ronaldo" da politica tuga apareceu e conseguiu aprovar a lei que permitia finalmente ao povo libertar-se das amarras e poder ir mostrar o cu para as praias.


"Já para não falar que se a PJ prendeu o pinócrates, prender o menezes(quiçá o futuro 45) é "peanuts", e aí a coisa aquece para ele."

Se prenderem todos os traidores e corruptos os números tem de passar a ter 4 dígitos.
Mas o mais certo é que quando o Bosta for primeiro-ministro é libertarem-no e ainda ir a tempo de se candidatar ás presidências.
Se o Cavaco pode ser Presidente porque não pode o pinotes?
Ou o Tino de Rãs?Ou a Teresa Guilherme?Ou o Goucha?
Olha, Olha, isto é uma democracia pá!



Thor disse...

o mais curioso é que o pinócrates ou sócretino, nem sequer foi o primeiro a ser detido numa merdocracia...

http://1.bp.blogspot.com/-hE8UEEAxabM/VImCOeduNXI/AAAAAAAAOT8/Z4hntNeczic/s1600/Diabo.jpg

é caso para dizer:
mais merdocracia!

João disse...

Mais um artigo para encher.
Todos sabemos as panelinhas q existem nas chamadas "democracias" ocidentais.
Podiamos acrescentar os submarinos.
Mas n vale a pena.
É dar muita confiança a essa classe burguesa cheia de privilegios
e que n têem uma pinta de moral.
Que morram os demais.
N têem nada a ver com a escumalha escravizada.

Diogo disse...

É bom ver que cada vez mais, no jornais e nas televisões, nas redes sociais, aqui e acolá, mais gente a pôr o dedo na ferida e a chamar os bois literalmente pelos nomes.

Esta informação vai chegando a cada vez mais gente, à medida que há cada vez mais pessoas com ligações à Internet. Mais tarde ou mais cedo haverá uma reação.

Abraço

João disse...

Olá Diogo

A maquina economica dos interesses n dá hipotese.
Repara no caso da grecia.
Para a Alemanha já n há CEE.
A grecia pode sair.
Ainda vai haver meia dúzia de parvos políticos como os nossos q vão continuar a pagar a divida soberana.
Isto é, juros q nunca mais param e são incomportáveis.
N tenhas ilusões.
Enquanto o capital dominar nada muda.
A alternância politica dos partidos do capital e do sistema vai continuar.
Deixa de sonhar.

Diogo disse...

Caro João,

O mais importante de tudo é que a informação se vai disseminando - via Internet e depois de boca a boca (aos que a ela não têm acesso). Costumo ver o «Opinião Pública» na SIC Notícias e há cada vez mais gente a saber das traficâncias que se fazem.

A abstenção (que significa o descrédito da classe política) aumenta de eleições para eleições.

O sentimento de que a coisa só lá vai com violência cirurgicamente aplicada está a aumentar. Porque ninguém quer uma guerra civil. Todos querem é que os mafiosos paguem pelos seus crimes.

Eu não sonho com nada. Observo os acontecimentos, as reacções das pessoas, e deduzo a partir desses dados.

A grande diferença é que enquanto há vinte anos atrás toda a gente só tinha acesso à propaganda dos jornais e das televisões, hoje têm a Internet, onde todos falam directamente com todos. E isso é uma mudança radical. A OPINIÃO já não é um monopólio do Dinheiro. Muito pelo contrário...

menvp disse...

As 'bolhas especulativas' são um assunto perfeitamente identificado e amplamente estudado... todavia, no entanto, devido à falta de informação (que os mestres-em-economia deveriam ter transmitido às pessoas) milhares de pessoas contraíram empréstimos para comprar casa... que depois (com o fim da bolha imobiliária) desvalorizaram...
.
Mais: foram mestres-em-economia [com o silêncio cúmplice de (muitos outros) mestres/elite em economia] que enfiaram ao contribuinte autoestradas 'olha lá vem um', estádios de futebol vazios, nacionalização do BPN, etc, etc, etc...
.
CONCLUINDO: Por muitos mestres-em-economia que existam por aí... QUEM PAGA NUNCA PODE DEIXAR DE TER UMA PALAVRA A DIZER!!!
{'http://fimcidadaniainfantil.blogspot.pt/'}
.
.
.
.
Fim da Cidadania Infantil!
.
Votar em políticos... sim mas... votar não é passar um 'cheque em branco'!
--->>> OS POLÍTICOS QUE APRESENTEM IDEIAS/PROPOSTAS (DE FORMA TRANSPARENTE) QUE PODERÃO SER, OU NÃO, VETADAS POR QUEM PAGA (vulgo contribuinte).
[ver blog 'Fim-da-Cidadania-Infantil']
Leia-se: os políticos e os lobbys pró-despesa/endividamento poderão discutir à vontade a utilização de dinheiros públicos... só que depois... a 'coisa' terá que passar pelo crivo de quem paga (vulgo contribuinte).
-> Resumindo: deve existir o DIREITO AO VETO de quem paga!!!
.
.
P.S.
Uma opinião um tanto ou quanto semelhante à minha:
Banalidades - jornal Correio da Manhã:
- o presidente da TAP disse: "caímos numa situação que é o acompanhar do dia a dia da operação e reportar qualquer coisinha que aconteça".
- comentário do Banalidades: "é pena que, por exemplo, não tenha acontecido o mesmo no BES".

Diogo disse...

Menvp,

Você afirma no seu blog que «A democracia directa também não é solução (é processo de decisão pesado/lento)...», mas «democracia semi-directa sim».

Porque é que a democracia directa é um é processo de decisão pesado/lento?

Com a evolução exponencial dos computadores, do software e das telecomunicações a democracia directa tem, já hoje, todas as condições para funcionar de forma ágil e expedita a 100%.

Representantes eleitos, nunca mais! São a presa mais fácil que existe para os Possuidores do Dinheiro.

Abraço

Armando disse...

Tenho mais consideração pelas prostitutas que andam no engate em Monsanto do que por putas masculinas que se deixam possuir por prostitutos que frequentam o prostíbulo chamado CM, mais adequadamente chamado de correio da manha, em que só os manhosos acreditam que ali se dizem verdades.

Diogo disse...

Caro Armando,

Sem dúvida que todos os jornais e televisões estão apinhados de prostitutos a soldo do Grande Dinheiro. Mas também é verdade que estes «Media» abrem algumas (muito poucas) excepções a comentadores não vendidos para darem uma sensação de imparcialidade. É o caso de Paulo Morais. Sejam os corruptos do PS, do PSD, do CDS ou de qualquer outro partido, este homem chama os bois pelos nomes e demonstra claramente as suas falcatruas.

Já sei da sua condescendência pelo «inefável» Sócrates. Quanto a mim, e pelo que sei, este tipo já devia há muito ter sido fuzilado...

simon disse...

E a nação francesa não merecia isto, vai à Líbia pôr fogo ao regime, dar cabo de ror de gente, salta à Síria, matar árabes, por tirar partido disso, centenas deles, não merecia perder assim uma dúzia de humoristas sorridentes .

menvp disse...

«Porque é que a democracia directa é um é processo de decisão pesado/lento?»
.
O cidadão comum tem os seus afazeres diários... leia-se, não consegue estar atento a tudo e mais alguma coisa... leia-se, não procura os 'casos-bagatela', isto é, procura concentrar a sua atenção naquilo que considera mais importante.

Thor disse...

mas não merecia 'isto' o quê?
não houve atentado.
foi uma encenação da mossad e do governo francês...
o mais provável é nem ter morrido ninguém, pois não houve qualquer sangue.

http://hyperborea-land.blogspot.pt/2015/01/ataque-de-paris-pode-ter-sido-fabula.html

não caiam em esparrelas e false flags cinematográficas.

Diogo disse...

Simon – Não é bem a nação francesa que anda a espalhar morte pelo Médio Oriente. São os seus dirigentes corruptos a soldo dos complexos militares-industriais. E foi esta mesma cáfila que assassinou agora estes jornalistas franceses. Para atirarem as culpas aos muçulmanos e acirrarem a «guerra ao terrorismo» (que tantos lucros tem dado).


Menvp – A Democracia Directa é isso precisamente: «o cidadão comum procura concentrar a sua atenção naquilo que considera mais importante». Não tem de estar a votar em tudo e mais alguma coisa (nem devia poder). Um cidadão de Oeiras não vai votar se em Faro deve ser construído um lar de idosos ou um viaduto.
Um cidadão poderá votar naquilo que lhe diz respeito – a nível local, a nível de freguesia, a nível de concelho, a nível de distrito, a nível nacional e a nível europeu. Mesmo assim, são muito mais decisões do que as que tem de tomar agora? Pois são. Mas é sinal de que está a tornar-se um cidadão de pleno direito, com um papel assertivo na sociedade e não apenas zero à esquerda que, de quatro em quatro anos, vai pôr uma cruzinha num caixote para eleger «representantes» corruptos.


Thor – Regra nº 1: qualquer atentado contra civis inocentes é sempre obra do Estado. Este destina-se a atirar as culpas aos muçulmanos e acirrar a «guerra ao terrorismo».

Thor disse...

nem mais, Diogo.

Pedro Lopes disse...

Vai ser criado um parlamento Europeu só para "Brancos", ou "Arianos".

Várias vozes já se expressaram contra o que consideram ser uma atitude gravíssima de racismo e xenofobia, numa Europa que se quer cada vez mais aberta, tolerante e democrática.

http://www.dailyslave.com/jews-create-jews-only-parliament-for-europe/

Oh, carago... enganei-me.
Afinal não é nada de grave.
Desculpem.