terça-feira, maio 05, 2015

Dr. Stefan Szende – No campo de concentração nazi de Belzec, ao invés de se utilizar câmaras de gás, os judeus eram electrocutados e incinerados numa enorme frigideira, fruto da mais avançada tecnologia nazi


Para que se veja até que nível chegou a mentira e o absurdo da História Oficial do «holocasto judeu» totalmente apoiada pelas principais Organizações Judaicas.





Stefan Szende (1901 – 1985), originalmente István Szende, foi um cientista político húngaro-sueco, político socialista, jornalista e combatente da resistência contra os nazis.

Stefan Szende optou, em 1919, por ir estudar política e filosofia nas Universidades de Budapeste e Viena e fez parte, nesse mesmo ano, do Partido Comunista Húngaro. Em 1925 doutorou-se em Budapeste e foi preso pelas suas actividades políticas. Foi condenado a oito anos de prisão, após o que emigrou, em 1928, para Viena, onde obteve um grau adicional de Doutor em Filosofia. No mesmo ano foi para Berlim, onde se juntou ao Partido Comunista Húngaro [KPO] recém-criado e seguiu com a ala minoritária de Jacob Walcher, Paulo Frolich Enderle, em Agosto de 1932, para o SAPD [Sozialistische Arbeiterpartei Deutschlands - Partido dos Trabalhadores Socialistas da Alemanha].


Stefan Szende


Stefan Szende assistiu à tomada do poder pelo partido nazi, trabalhou ilegalmente no SAPD do distrito de Berlim e editou, com Walter Fabian, a bandeira do órgão partidário do marxismo revolucionário, em Novembro de 1933. Mas foi preso pela Gestapo, detido temporariamente no campo de concentração de Oranienburgo, e depois condenado a dois anos na prisão. Após o cumprimento da pena, no final de 1935, Szende foi expulso, indo primeiro para Praga, e em 1937 para Estocolmo, onde esteve activo na direcção da SAPD, estrutura representada no grupo internacional de socialistas democráticos. Stefan Szende trabalhou de perto com Willy Brandt, August Enderle e Behrisch Arno e aproximou-se do SPD - Partido Social-Democrata [Sozial demokratische Partei Deutschlands], no qual ingressou em 1944/45.

Em 1944, apresentou pela primeira vez em língua sueca o livro "Den siste juden från Pólen" [O último judeu da Polónia], um dos primeiros livros sobre o extermínio dos judeus europeus pela Alemanha nazi. Após 1945, Szende, por razões familiares e políticas, não regressaria à Alemanha ou à Hungria, e ficou a viver na Suécia, onde trabalhou como jornalista, escritor, na educação, e como editor-chefe e proprietário da Agence Européene de Presse (AEP).


O Dr. Stefan Szende descreveu da seguinte forma o extermínio em massa dos judeus no campo de extermínio de Belzec, no seu livro "Der letzte Jude aus Pólen" [O último judeu da Polónia], (Editorial Europa Zürich/New York, 1945), um livro baseado na vivência de Adolf Folkmann, um judeu polaco, nos territórios dominados pelos nazis de Setembro de 1939 a Outubro de 1943. Este livro foi traduzido para inglês com o título "The Promise Hitler Kept" [A Promessa que Hitler Cumpriu].


Retirado das páginas 290 e seguintes de "The Promise Hitler Kept":


"A fábrica da morte englobava uma área de aproximadamente sete quilómetros de diâmetro. Esta zona estava protegida com arame farpado e outras medidas de protecção. Nenhuma pessoa se podia aproximar dali. Nenhuma pessoa podia abandonar a zona (...). Os comboios cheios de judeus entravam por um túnel nas salas subterrâneas da fábrica das execuções. Tirava-se-lhes tudo... os objectos pessoais eram separados ordenadamente, inventariados e utilizados para as necessidades da raça superior."

"(...) Os judeus nus eram trazidos para salas gigantescas. Vários milhares de pessoas de uma só vez podiam ser metidas nestas salas. Não tinham janelas e o chão era feito de uma placa de metal que era submergível. Os pisos metálicos destas salas, com os seus milhares de judeus, afundavam numa bacia de água que ficava por baixo – mas só até ao ponto em que as pessoas não ficavam totalmente debaixo de água. Quando todos os judeus sobre o piso de metal estavam com a água pelas coxas, faziam passar através da água uma corrente eléctrica."

"Após alguns momentos, todos os judeus, milhares de uma só vez, estavam mortos. Então, o piso de metal era elevado até sair da água. Sobre ele estendiam-se os corpos das vítimas executadas. Então, era enviada outra corrente eléctrica, e o piso metálico transformava-se num forno crematório, incandescente, para que todos os corpos ardessem até ficarem em cinzas. Gruas gigantescas levantavam imediatamente esta imensa urna e descarregavam as cinzas. Grandes chaminés, tipo fábrica, evacuavam o fumo."

"O próximo comboio já estava à espera com mais judeus à entrada do túnel. Cada comboio trazia de três a cinco mil judeus, e por vezes mais. Havia dias em que o ramal para Belzec trazia vinte ou mais comboios. A tecnologia moderna triunfava no sistema nazi. O problema de como exterminar milhões de pessoas estava resolvido."



Vista do antigo campo de Belzec transformado em Memorial

.

8 comentários:

Anónimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=Ky2yaNP52Ug
colocou um evangélico, mas quem mais faz uso desta tática "infantil", diria covarde, são os sionistas.

"Quando alguém não pode contra a mensagem, ataca o carteiro". Os judeus fizeram isso com Jesus Cristo. Não puderam desfazer a mensagem de amor e misericórdia de Jesus, resolveram assassiná-lo, pensando com isso que impediriam a continuidade da mensagem do Evangelho.
http://criticanarede.com/subject.htm
-------------------
http://www.marchaverde.com.br/2015/05/prisioneiro-brasileiro-completa-22-dias.html
Cadê a Dilma e o Congresso pra intervirem? Ou atirar pedras contra tanques blindados latrocidas não pode, mas fumar pedra pode?!

Anónimo disse...

Vejamos a impressionante entrevista que o judeu Harold Wallace Rosenthal deu em 1976 falando sobre "A Tirania Invisível Judaica"
http://www.macquirelatory.com/Wallace%20Interview%201967.htm
------------------------
Violação (estupro) de mulheres alemãs depois que a Alemanha perdeu a Segunda Guerra Mundial.

Mulheres Berlim, ao que parece, estavam com falta de comida, mas bem provida de veneno. Houve casos de suicídio em massa por veneno. O ator Paul Bildt e cerca de vinte outros despachou-se assim, só que ele acordou novamente e viveu por mais doze anos. Sua filha estava entre os mortos. Atestando mais uma vez para a incidência de suicídio entre os nobres, especialmente aqueles que viviam nas fazendas isoladas no Mark Brandenburg, o escritor cita uma série de casos que mostra o quão longe as famílias antigas iria para proteger a dignidade de suas filhas: a morte era preferível desonrar.
http://pictureshistory.blogspot.com.br/2009/10/brutal-mass-rape-german-women-1945-ww2-russian-soldiers-american.html
-----------------------
https://www.facebook.com/1740081279549525/videos/1844917709065881/

Thor disse...

último anónimo:

https://www.youtube.com/watch?v=GMCOKNCwHmQ

Diogo disse...

Caros Anónimos, porque é que não inventam um nickname para tornar mais fácil a conversa?

FAB29 disse...

Junto ao "maravilhoso" Szende, encontramos Benjamin Wilkomirski, Rudolf Vrba, o "nobelizado" Elie Wiesel, a "lobatizada" Misha DaFonseca, o "cara-de-madeira" Hermann Rosenblat e os "meio brazucas" Ben Abraham e Silvia Jaffe (a "Anne Frank brasileira").

Já falei de cada um deles várias vezes no meu blog. Exemplo:

http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2014/07/inuteis.html

A lista é muito mais extensa, mas só essas carimbadas já revira o estômago de qualquer ser minimamente racional.

Abraço.

Anónimo disse...

E como se a pilhagem, os estupros coletivos, a destruição indiscriminada, os fuzilamentos sumários, as expropriações territoriais nacionais não bastassem, quiseram exterminar o povo alemão. E pela "canção" abaixo, parece que o sonho ainda existe:

https://www.youtube.com/watch?v=tWA9CroNIQQ

O judeu Abba Kovner e sua facção terrorista Nakam planejavam o genocídio de 6 milhões de alemães civis e indefesos no pós-Segunda Guerra Mundial. Agiam usando uniformes britânicos e mentiam dizendo que estavam em missão militar. Mas parece que Deus não estava no lado judeu, pois que Kovner foi preso a bordo de um destróier britânico com veneno suficiente para matar os habitantes de quatro grandes cidades alemãs (e não europeias como cita postador do vídeo) através de suas fontes de água. São elas: Hamburgo, Frankfurt, Munique e Nuremberg. Curiosamente depois de apenas um ano sob custódia, o terrorista genocida Kovner foi discretamente solto e deixado aos cuidados de judeus em Israel. Nenhum deles nunca foi punido, nem Israel.

Até música homenageando o macabro intento os judeus têm https://www.youtube.com/watch?v=ugx-2tZgVJs que termina com ameaças:

"E eles trabalharam para construir um Estado judeu
Com cidades judaicas e fazendas judeus,
E armas judaicos e armas nucleares!
Agora, pode vingança colocar na prateleira
Ser retirado mais tarde em outra pessoa?
Bem, tenha cuidado como você lê este conto
Para que o seu próprio prejuízo prevalecer
Para olhar ao redor do mundo de hoje
E considerar o papel que desempenha a vingança
Para a história tem suas dívidas não pagas
E é melhor se esquecer?
Seis milhões de alemães!
Você pode dizer que foi um absurdo
Seis milhões de alemães!
Mas o que acontece com um sonho adiado?
Seis milhões de alemães!
E como eles poderiam apenas começar de novo?
Seis milhões de alemães!
Eles queriam uma coisa: Nakam! Vingança!"

Lema do Mossad: "Por meio da fraude, farás a guerra". Isso mostra que tipo de "moral" alimenta estas criaturas. Como pode um governo ou país usar um lema tão nojento e satânico e ninguém diz nada? Imagine se o Irã tem isso escrito em alguma repartição governamental.
https://apologiajudaica.files.wordpress.com/2011/03/5e811-israel_mossad_false_flag.jpg

Cobalto

Anónimo disse...

O ex-primeiro ministro "sueco" Fredrik Reinfeldt (na verdade é judeu) diz "que a Suécia pertence aos imigrantes, e não os suecos."
http://speisa.com/modules/articles/index.php/item.576/former-swedish-pm-sweden-belongs-to-the-immigrants-not-the-swedes.html

Leia também:
"O ataque da mídia judaica contra nosso povo sueco."
http://englishnews.org/european-news/the-jewish-media-onslaught-against-our-swedish-folk.html
---------------------
http://24.media.tumblr.com/c5bdff005fadd05697d81076762c1460/tumblr_muqonkpNeg1sioa0ko1_1280.jpg

Tradução: "O Partido Nacional Democrata (NPD) na Alemanha tem como meta proteger a existência e a garantir Biológicas do Povo Alemão, este objetivo é racista, nazis estão por trás. Se o povo alemão viver isso, só levará a mais fascismo e racismo. Portanto o nosso objetivo, o SPD, CDU e todos os outros partidos democráticos da Alemanha é fazer com que o povo alemão PEREÇA a qualquer custo ou método. O povo alemão DEVE ser destruído."
Stefanie Drese, social democrata (*) alemã (toda essa nomenclatura para disfarçar que é esquerdista)

E neste vídeo com o título "Democratas pedem a morte de todos os alemães !! Antigermanismo deve ser punido !!" podemos ver mais vomitança:

https://www.youtube.com/watch?v=3cpuF3FtgR0

Leiamos o artigo completo "Viva a Morte Nacional!":

http://www.sezession.de/30009/es-lebe-der-volkstod.html
------------------------
(*) "A democracia? Vocês sabem o que é? O poder de os piolhos comerem os leões." George Clemenceau

"Democracia é a arte de, da gaiola dos macacos, gerir o circo." Henry Mencken

"A democracia fundada sobre a igualdade absoluta é a mais absoluta tirania." Cesare Cantú

"O princípio da democracia é dar e receber; dar um e receber dez." Mark Twain

"O sufrágio universal, a mais monstruosa e a mais iníqua das tiranias, pois a força do número é a mais brutal das forças, não tendo ao seu lado nem a audácia, nem o talento." Paul Bourget

"O diabo foi o primeiro democrata." Lord George Byron

"A democracia é a mais severa forma de despotismo." Aristóteles

"Democracia (correto é Vulgocracia) de direita, centro ou esquerda, é um circo que só palhaço acredita. E o palhaço ainda é burro e pagante." Eu
-------------------
O pior genocídio da História
http://askatasunaren.blogspot.com.br/2015/05/o-pior-genocidio-da-historia.html

Cobalto

Anónimo disse...

As oliveiras da resistência
http://askatasunaren.blogspot.com.br/2015/05/as-oliveiras-da-resistencia.html
----------------------
https://www.youtube.com/watch?v=YZMvZmHSg6M&feature=youtu.be

Máfia Russa ou Máfia judaica?
http://www.nuevorden.net/portugues/r_127.html
----------------------
https://www.youtube.com/watch?v=NMjA4LMvt5I

Black maid poisons white family with Muti - S.Africa.

Um casal de jovens africâners brancos (25 e 26) sofreram náuseas, dores de estômago e diarréia e por isso decidiram instalar uma câmera em sua cozinha. Eles filmaram a empregada negra qlevando uma garrafa de sua bolsa e envenenando a água potável na geladeira. Eles chamaram a polícia, que a levou embora. Eles estremecem quando pensam no que poderia ter acontecido com seu bebê de dois meses de idade.
http://mikesmithspoliticalcommentary.blogspot.com.br/2015/05/black-maid-poisons-white-family-with.html
---------------------------
http://englishnews.org/documentaries.html

"Uma família judia, a Bonniers, possui quatro deles, assim como a estação de TV LNK. O maior canal de TV privado na Suécia é TV4. Adivinha o quê? Bonnier possui esse também, e supostamente, racialmente encheu seus escalões superiores com seus companheiros de tribo."
http://englishnews.org/european-news/the-jewish-media-onslaught-against-our-swedish-folk.html
Muito próximo esse sobrenome:
https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSVgUJBPM7pqyfrZEpX9fxXGKitkza2vyri0qmAdksWgRhWPcjs
--------------------
Atriz Tàssia Camargo e policial mineiro fazem novas revelações contra Aécio Neves.
http://www.juniorpentecoste.com.br/2014/10/atriz-tassia-camargo-e-policial-mineiro.html
--------------------
https://www.youtube.com/watch?t=28&v=dFOl02FVzow
Um discurso do sr. Verwoerd e algumas verdades históricas sobre a África do Sul.
------------------
A foto abaixo é de duas mulheres alemãs que estão mortas (entre milhões pela Alemanha toda depois da guerra já ter terminado) em uma rua em Berlim, em 1945, depois de terem sido brutalmente estupradas e assassinadas pelos soldados russos "libertadores" comunistas.

http://1.bp.blogspot.com/-DBCev7P8KS4/TxpgdPjzUyI/AAAAAAAAICw/RxFd2SPefaQ/s640/soviet-russian-army-berlin-1945-ww2-second-war-two-incredible-pictures-images-photos-004.jpg

http://historyimages.blogspot.com.br/2011/10/mass-rape-german-women-red-army.html

Cobalto