terça-feira, janeiro 03, 2006

O Virtuoso

Para George W.Bush a virtude é um dado adquirido. Discurso após discurso, ele fala da virtude da “sua” guerra, da virtude do “seu” mandato celestial. Explicando a virtude, Bush sabe que será perdoado. Principalmente pelos que morrerem na guerra.

8 comentários:

augustoM disse...

A veracidade da sua virtude, é a sua virtude ser virtual.
Um abraço. Augusto

Sofocleto disse...

Pelos que morrerem na guerra e também pelos que morreram no 11 de Setembro. Vítimas reais em virtude de atentados virtuais. Quem não lhe perdoa são os familiares das vítimas que lhe querem instaurar um processo judicial.

CN disse...

O presidente dos EUA é um fanático religioso, é um dado público. Reuniu um governo maioritariamente composto por "companheiros" de fé. O que se passa no Mundo está, em boa parte, relacionado com esse factor. É um choque de civilizações, de facto.

Zecatelhado disse...

Pôrra! Até assusta!
"A veracidade da sua virtude, é a sua virtude ser virtual". Gostei desta frase do Augusto.

Um abração do
Zecatelhado

silvio disse...

os que morreram na guerra certamente nunca o perdoarão, mas não estão cá para falar... é pena.
Bush não é santo, e mais de 70% dos americanos sabe isso...
:-)

a.castro disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
a.castro disse...

Se O Virtuoso fosse inteligente, poder-se-ia esperar dele o esvaziamento progressivo da sua virtude. Mas os exemplos de que não é inteligente são mais que muitos.
Este é um deles
---
Nota: O comentário anterior foi apagado por mim porque o link estava errado. Peço desculpa.

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site... »