sexta-feira, março 31, 2006

Memorando de guerra



VÍDEO - Cortesia do Crooks and Liars


Neste vídeo humorístico, Jon Stewart debruça-se sobre o recentemente noticiado memorando, no qual o presidente Bush determinou a data de 10 de Março de 2004 para entrar em guerra com o Iraque, fossem ou não encontradas armas de destruição maciça.

O presidente norte-americano, George W. Bush, informou o primeiro-ministro britânico em 2003 que estava decidido a invadir o Iraque mesmo sem uma resolução da ONU e sem que alguma arma de destruição maciça tivesse sido encontrada.

Citando um memorando secreto britânico, o New York Times refere que o presidente norte-americano estava certo da inevitabilidade da guerra e deu a conhecer o seu ponto de vista a Tony Blair, num encontro dos dois políticos, na Sala Oval da Casa Branca a 31 de Janeiro de 2003.

"O início da campanha militar estava então prevista para o dia 10 de Março", escreve o conselheiro parafraseando o presidente George W.Bush.

George W.Bush referiu, consequentemente, a possibilidade de provocar um confronto, sacrificando, por exemplo um avião de vigilância norte-americano, pintado com as cores da ONU, na esperança de provocar a guerra.


Comentário:

Para além do extraordinário momento de humor no vídeo de Jon Stewart, não podemos deixar de reparar na tendência da equipa de Bush para sacrificar aviões de forma a levar por diante a sua agenda.

14 comentários:

Joao disse...

As armas de destruição maciça existem no médio oriente: Israel tem 500 bombas atómicas. O Paquistão também tem algumas. São aliados dos Estados Unidos? Pois são e depois?

Fragil disse...

A tendência dos americanos para sacrificar aviões já não é de agora:

Na operação Northwoods. elaborada pelos americanos em 1962, estava previsto criar um incidente que demonstrasse de forma convincente que um avião cubano atacara e abatera um voo comercial civil que se dirigia para os Estados Unidos.

Um grupo de passageiros cúmplices, por exemplo estudantes, tomaria um voo charter de uma companhia mantida sub-repticiamente pela CIA. Ao largo da Florida, o avião cruzar-se-ia com uma réplica, na verdade um avião em tudo idêntico mas vazio. Os passageiros cúmplices regressariam a uma base da CIA, ao passo que o avião vazio prosseguiria o seu trajecto. O aparelho emitiria mensagens de socorro indicando que estava a ser atacado por aviões de caça cubanos e explodiria em pleno voo.

Anónimo disse...

¿Quién hundió el buque de Greenpeace Rainbow Warrior? ¿Quién murió en aquel acto terrorista? ¿Quién indultó a los dos agentes- mmarido y mujer- detenidos ?

Anónimo disse...

¿Quién toleró la actuación en su territorio nacional de los escuadrones de la muerte GAL de 1983 a 1986, con 28 muertos?

Anónimo disse...

¿Quién hizo desaparecer a Ben Barka?

Sofocleto disse...

Anonymous:

É bem verdade que não é só a América a praticar o terrorismo. Também a França, também a Inglaterra e muitas dezenas de outros. Vivemos num mundo de engano e traição.

ReiArtur disse...

- Um avião vazio que passaria junto a Cuba e explodiria em pleno voo, na esperança de provocar uma guerra.

- Aviões a bater no World Trade Center, na esperança de provocar guerras.

- Provocar um confronto, sacrificando, por exemplo um avião de vigilância norte-americano, pintado com as cores da ONU, na esperança de provocar a guerra.


Há um padrão que se repete nas tácticas do Tio Sam.

contradicoes disse...

Julgo que não cansará a repetição desta teatralidade congeminada pela
administração Bush para justificar a
sua agressão a paises soberanos, fora do quadro das nações. Mas o mais lamentável ainda é encontrar receptividade junto doutras nações que
de pronto apoiam estas acções, tal como aconteceu com então 1º. Ministro
Barroso que já reconheceu o logro em que caíu. A ingenuidade em política é sempre fatal.

Arrebenta disse...

Pensamento da Tarde

Muito se ladra contra a prevalência, na Blogosfera, dos anónimos. Quando começará alguém a ladrar igualmente contra os anónimos poderes ocultos que se ocultam, manipulam, e representam as pretensas caras do Discurso Instituído na Atmosfera?...

http://braganza-mothers.blogspot.com

Anónimo disse...

Rumsfeld tem cara de "boa pessoa"....E acabou....!

Teresa Durães disse...

Nunca pensei que o Barroso fosse enganado. Convinha-lhe ser enganado. Aliás, penso que nem ele próprio se deu ao trabalho de pensar se estava a ser enganado.

Tudo uma questão de oportunidade de saltar para o poleiro mais alto. Nos altos poleiros, ao contrário dos ditos populares, não se cai. É-se aparado.

Quanto aos anonimatos e afins, é tudo uma questão de se ficar comodamente sentado a refilar, seja num pc, no café ou no escritório a dizer mal.

(também não nascemos todos para liderar massas e mesmo que fossemos, uma outra parte lutaria contra nós)

Tirando o JC, mais conhecido por Cristo, o Gandhi que libertou a India do jugo inglês, Buda, Moisés, Maomé, Luther King e outros casos semelhantes, o resto é carneirada e meia dúzia de oportunistas da carneirada que se aproveita de nós.

Restam-nos o escape da Blogsfera (antes nem isso, vejam as vantagens actuais).

Caso não queiram desta forma, é nas ruas que se protesta como os franceses fazem, contra os jactos de água e os polícias.

Os portugueses sempre preferiram assim.~Como portuguesa que sou, isto não é uma recriminação. Até fui estudar a História para entender. Afinal, há 2200 anos que andamos calados.

xatoo disse...

pequena contribuição para a troca de impressões sobre o 11/9

a CNN na altura publicou a lista dos passageiros pouco depois dos atentados. Das listas não faziam parte quaisquer nomes de árabes.

1º avião WTC-AMERICAN AIRLINES FLIGHT 11
http://www.cnn.com/SPECIALS/ 2001...11.victims.html

2º avião WTC-UNITED AIRLINES FLIGHT 175
http://www.cnn.com/SPECIALS/ 2001...75.victims.html

avião Pentágono -AMERICAN AIRLINES FLIGHT 77
http://www.cnn.com/SPECIALS/ 2001...77.victims.html

UNITED AIRLINES FLIGHT 93 (caiu na Pensylvania)
http://www.cnn.com/SPECIALS/ 2001...93.victims.html

Sofocleto disse...

Xatoo:

E o mais engraçado é que os «terroristas que iam nos aviões» continuam vivos:

«Furthermore, there were no Al Qaeda terrorists on the 9/11 American and United flights, they wee not listed on the plane passenger lists, and 7 to 9 of the alleged and CIA identified - pictures and named terrorists are alive and living in the middle east today.»

http://www.archive.org/details/911-Conspiracy-Rebuttal

zecadanau disse...

O maior embuste da história começa aos poucos a ser completa e totalmente desmascarado, para espanto de alguns que acusaram de maníacos da conspiração os poucos que tiveram a CORAGEM de o fazer.

Um @bração do
Zeca da Nau