terça-feira, abril 25, 2006

Na SIC Notícias: a Al-Qaeda não existe. É uma criação da CIA

Na SIC Notícias, o entrevistado Michel Chossudovsky, professor de economia da Universidade canadiana de Otava e que trabalhou como consultor para organizações internacionais incluíndo o «Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas» (UNDP), afirmou que a Al-Qaeda não existe e é simplesmente uma criação da CIA.

Vídeo - 2:26m

20 comentários:

Miguel Madeira disse...

Não ouvi ele dizer que a "al-Qaeda não existe" - o facto de algo ter sido criado pela CIA não quer dizer que não exista.

Realmente, há um forte caso para argumentar que a al-Qaeda não é uma "organização", mas apenas o nome que se dá a uma constelação de grupos interrelacionados, mas penso que isso não é muito relevante para a questão.

Fragil disse...

Palavras de Chossudovsky:

"Durante os anos 90, agências do governo dos EUA colaboraram com a Al Qaeda num certo número de operações secretas, como foi confirmado num relatório de 1997 do Comité do Partido Republicano no Congresso dos EUA. De facto, durante a guerra da Bósnia, os inspectores de armamento dos EUA colaboravam com operacionais da Al Qaeda, fornecendo grandes quantidades de armas para o exército muçulmano bósnio. Por outras palavras, a administração Clinton estava a dar "guarida a terroristas". Além disso, declarações oficiais e relatórios dos serviços de informações confirmam a existência de laços entre unidades de informações militares dos EUA e operacionais da Al Qaeda, na Bósnia (meados dos anos 90), no Kosovo (1998-1999) e na Macedónia (2001)."

"A administração Bush e a NATO estavam em contacto com a Al Qaeda na Macedónia poucas semanas antes do 11 de Setembro de 2001. Conselheiros militares dos EUA de patente superior, actuando numa empresa privada de mercenários por contrato com o Pentágono, estavam a lutar ao lado mujadeines nos ataques terroristas contra as forças de segurança macedónias. Isto foi documentado pela imprensa macedónia e por delcarações de autoridades do país."

Sofocleto disse...

Miguel Madeira,

Chossudovsky diz na entrevista que não existe nenhum inimigo externo, que eu tive a liberdade de traduzir para a «Al-Qaeda não existe». Quero eu dizer, e Chossudovsky, que a Al-Qaeda é um papão inventado pelos americanos.

Quanto à sua «constelação de grupos», o que é que quer dizer com isso? Grupos de quê? De boogeymen inventados pela CIA?

CN disse...

Não contesto o que diz o senhor Chossudovsky, mas a entrevistadora estendeu um tapete vermelho à frente do entrevistado, dando-lhe deixas para ele explicar os seus pontos de vista, sem nunca lhe ter feito uma verdadeira pergunta. É boa rapariga, mas isso não chega para entrevistar tipos como Chossudovsky em matéria de relações internacionais...

para mim disse...

A rapariga, já agora acrescente-se, é filha de uma senhora chamada Snu Abecassis. Não sei o que ela sabe sobre até que ponto é que a CIA esteve por detrás da morte da sua mãe...

ricardo disse...

No Egipto as autoridades atribuem o ataque terrorista de Dahab que fez 23 mortos e quase 70 feridos a um grupo ligado à Al Qaeda.

Se para Chossudovsky a Al Qaeda é um papão inventado pelos americanos então já sabemos quem está por trás do atentado. A guerra ao terrorismo precisa de ser alimentada para não esmorecer.

Sofocleto disse...

CN,

A entrevistadora não tem efectivamente estofo para Chossudovsky, mas a SIC Notícias não pareceu grandemente interessada numa entrevista mais aprofundada. Acresce que, imediatamente a seguir a esta entrevista, passou uma peça sobre os gandes benefícios da ocupação americana no Afeganistão.

augustoM disse...

Se existe fisicamente ou é só uma soposição, não sei, mas que foi uma criação da CIA, qualquer das hipóteses, não há dúvidas.
Um abraço. Augusto

Rui Reis disse...

Depois desta intrevista, fico com curiosidade em ver o que aquela rapaziada, que neste blog está apostada em dizer que "TUDO" o que aqui é posto é manipulado...Aguardo ansioso...

marques disse...

Os idiotas úteis como Chossudovsky dão-nos um conjunto desconjuntado de factos, meias verdades, inexactidões e mentiras, qualquer uma delas própria para criar uma teologia secular. Se querem mais provas da imbecilidade de Chossudovsky vejam o que ele escreveu logo a seguir ao ataque ao World Trade Center – Osamagate (http://www.heise.de/tp/r4/artikel/9/9768/1.html). Este texto, uma colecção de meias verdades e mentiras começa com a seguinte declaração em relação à guerra ao terrorismo: A grande justificação para travar esta guerra foi totalmente fabricada. Portanto, na cabecinha deste economista as mortes de 3000 civis não é uma justificação suficiente para uma guerra ao terrorismo. Idiota!

Sofocleto disse...

Meu caro Marques,

Gostava que me indicasse no texto de OSAMAGATE onde é que estão as meias verdades e as mentiras para que as possamos discutir.

Anónimo disse...

"...eu tive a liberdade de traduzir para a «Al-Qaeda não existe»..."

É por estas e por outras que os BLOGS não têm credibilidade!
Para mim, trata-se de um ABUSO de LIBERDADE!

O anonimato, afinal, esconde o quê e quem?
Está, afinal, está ao serviço do quê e de quem?
Não entendo esta obcessão que cria teorias da conspiração com o unico intuito de mostrar a face negra do senhor bush e seus acólitos, que não é mais que chover no molhado, pois todos os já conhecemos, mas ignora a crueldade e os fanatismos mais radicais que pululam do islamismo.

Sofocleto disse...

Meu caro Anónimo,

a) Quando traduzi a frase «não existe nenhum inimigo externo» por «a Al-Qaeda não existe», não creio ter traído de forma nenhuma o sentido da frase. Porque a expressão «Al-Qaeda» é utilizada sempre como uma «ameaça externa terrorista», e esta, como diz Chossudovsky, não existe.

b) Pergunta você: « O anonimato, afinal, esconde o quê e quem?». Qual anonimato? O meu? Utilizo apenas um nickname mas pode encontrar no Blog o meu e-mail. Ao contrário de si, que assina como anónimo!

c) «ignora a crueldade e os fanatismos mais radicais que pululam do islamismo». Que fanatismos? Os de Bin Laden? Os de Al-Zarqawi? Os fanatismos de todos estes fantasmas fabricados pela CIA?

contradicoes disse...

Li atentamente o post e os comentários que o mesmo mereceu. Não há dúvida nenhuma que por demais evidente que seja a conduta do Bush, continua a dispor de muitos admiradores. Se calhar para além destes que acreditam que o desmascarar dos seus argumentos de terrorismo islâmico, não passa duma teoria de conspiração, continuam ainda a acreditar que as armas de destruição massiva que o Saddam dispõe e que serviu de argumento à invasão, que existem só ainda não foram descobertas. Sempre se afirmou e tem cada vez mais consistência esta expressão de que o pior cego é aquele que não quer ver.

Sofocleto disse...

É verdade meu caro contradicoes. A crença cega em determinadas «instituições» impede muita gente de ver o óbvio. Por mais provas que lhe forneçamos!

mgago disse...

Parece-me claro
è que as pessoas existem - são recrutados - acreditam no que estão a fazer.

O que muito provavelmente não existe, e é isso que foi já dito, é uma estrutura de topo "inimiga da América e do Ocidente em geral.

Isto não é de agora.

Aconselho vivamente que os que não acreditam em "teorias de conspiração" leiam o livro - do terrorismo de estado - de G. Sanguinetti. Foi escrito nos anos 70, e considerado por muitos uma paranoia. Hoje em dia é clara e pública a relação entre a Loja PI, o vaticano, partes do estado italiano e as brigadas verm

Anónimo disse...

Best regards from NY! Chip custom poker sticker poker touraments dedicated server Causa de acne Bontril href rope bondage Phentramin phentermine b zyrtec b 10mg bontril sr http://www.order-allegra-online.info/Horse-racing-form-kelso-today.html

Anónimo disse...

Eu sou muçulmano e após tempos e tempos cheguei a conclusão óbvia de que a al-qaeda realmente não existe. Al qaeda("A base") foi o nome dado a "base" de dados que tinha nome, endereço e treinamento de militantes islamicos na guerra do afeganistão contra a união sovietica, era tarefa dos EUA então aliados dos afegãos recrutar militantes muçulmanos dentre esta "base" de dados.
Mais tarde então teriam continuado com esta prática mesmo sem os EUA, o que não é bem verdade.Existem sim grupos militantes mais não existe um grupo chamado al qaeda, isto é invenção da midia para justificar guerras imperialistas dos EUA.
Infelizmente isto só vai vir a tona no futuro, a mentira da guerra do iraque ja foi mostrada, agora a da al qaeda vai demorar mais porque só quando os EUA desmoronarem mesmo pra gente ficar sabendo.
Isto não é novo, ja foi feito no passado: hitler mandou nazistas atacarem o palacio do governo alemão e disse que foi os poloneses, com este ato hitler então em 1933 criou oficialmente a ditadura na constituição segundo ele para "proteger o povo", nero colocou fogo em roma e disse que tinha sido os cristãos e iniciou como reação uma perseguição constitucional, o processo da mentira americana esta ai - a world trade center e alqaeda serviram para criar guerras e uma ditadura constitucional nos EUA com a aprovação do "ato patriotico" uma especie de AI-5 americano, que tirou todas as liberdades individuais dos americanos e foi aprovado pelo senado sem sequer os senadores lerem tudo porque foi em carater de emergencia.Hoje se os EUA quiserem entrar na casa de qualquer um la eles podem porque o ato patriotico permite, foi o mesmo que fez hitler, nero, napoleão e etc, só não vê a verdade quem não quer, até ela bater a tua porta.

Luís Monteiro.... Monteiro disse...

Zeitgeist - Assista esse filme. tem na internet de graça, google videos, e youtube. A verdade vai muito mais longe do que simplesmente a Al-Qaeda.

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ prix cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ prix cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ acquistare cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ precio cialis