sábado, abril 29, 2006

Pearl Harbor - até que ponto Roosevelt sabia?


Pearl Harbor foi sempre retratado como um ataque surpresa de uma nação insuspeita. E isso era em grande medida verdade. A atenção do povo americano estava centrada na guerra na Europa, receoso de ser arrastado para ela. Nessa altura já Roosevelt apoiava a Grã-Bretanha contra Hitler fornecendo ao Reino Unido armas sob o acordo (Lend-Lease Act) de Março de 1941. Os carregamentos americanos por barco estavam em perigo devido aos ataques dos submarinos alemães. Poucos americanos estavam preocupados com a guerra Sino-Japonesa que já lavrava desde 1937.

Agora se a administração Americana ficou surpreendida pelo ataque a Pearl Harbor, isso já é um assunto completamente diferente. Existem fortes indícios de que o governo americano sabia dos planos japoneses, ou deveria saber. Existiam claras indicações nesse sentido.

Os serviços de espionagem norte americanos já tinham decifrado todos os códigos japoneses. A 24 de Setembro de 1941, uma mensagem do quartel general dos serviços secretos em Tóquio para o cônsul geral japonês em Honolulu foi decifrada. Solicitava a localização exacta de todos os navios americanos em Pearl Harbor. Uma informação tão detalhada só poderia ser pedida se os japoneses estivessem a planear um ataque aos navios no local onde estavam fundeados. Em Novembro, outra mensagem foi interceptada ordenando mais exercícios simulando ataques a importantes navios ancorados como preparação para “um ataque de surpresa e a completa destruição do inimigo americano”. A única esquadra americana que estava ao alcance era a de Pearl Harbor.

A 25 de Novembro, uma mensagem via rádio do almirante Yamamoto dando indicações a uma força japonesa para atacar a esquadra americana no Havai foi interceptada. No entanto, nesse mesmo dia, o secretário da defesa norte americano, Henry Stimson, escreveu no seu diário:

“Franklin D. Roosevelt afirmou que é muito provável que sejamos atacados já na próxima segunda-feira. Roosevelt interrogou-se: “a questão está na forma de os manobrar de forma a que sejam eles a dar o primeiro tiro sem que isso constitua um perigo demasiado para nós. Não obstante o risco envolvido, contudo, em deixar os japoneses dar o primeiro tiro, chegámos à conclusão que para termos o total apoio do povo americano é desejável que asseguremos que sejam os japoneses a fazê-lo de forma que não restem quaisquer dúvidas no espírito de ninguém de quem foram os agressores”.

A 29 de Novembro, o secretário de estado Americano Cordell Hull mostrou a um repórter do New York Times uma mensagem que dizia que Pearl Harbor ia ser atacada a 7 de Dezembro. À medida que o ataque se aproximava, o governo americano recebeu informação de numerosas fontes que o 7 de Dezembro seria o dia escolhido. A 1 de Dezembro, os serviços de espionagem da marinha em São Francisco souberam através de novos relatórios e outros sinais recolhidos por companhias marítimas que a esquadra japonesa que tinha desaparecido das águas japonesas estava então a oeste do Havai. Aqueles que acreditam que Roosevelt tinha conhecimento do ataque desde o princípio defendem que há muitos outros relatórios a afirmar que os japoneses iam atacar Pearl Harbor mas que ainda hoje não foram desclassificados.

Depois do ataque, é claro que a informação que indicava que os japoneses iam atacar Pearl Harbor estava lá. Mas é muito grave afirmar que o presidente Roosevelt tinha conhecimento de quando e onde é que o ataque ia ter lugar e não tenha tomado nenhuma medida. É, de facto, acusá-lo de traição. Contudo, o ataque japonês serviu perfeitamente os seus propósitos.

Desde a queda da França em Junho de 1940, Roosevelt acreditava que a América teria de entrar na guerra contra Hitler. Em Agosto de 1941, quando Roosevelt e Churchill tiveram um encontro num navio de guerra no Atlântico, Churchill reparou no “intensíssimo desejo de Roosevelt de entrar na guerra”. Mas o povo americano não queria envolver-se numa guerra europeia. Até Roosevelt admitiu que o povo americano nunca concordaria em entrar na guerra na Europa a não ser que fossem atacados dentro das suas próprias fronteiras”.

Roosevelt tinha razão. Após o ataque a Pearl Harbor, o povo Americano estava desejoso, senão mesmo impaciente, de ir para a guerra. Logo que os Estados Unidos declararam guerra ao Japão, segundo as disposições do pacto tripartido assinado pela Alemanha, Itália e Japão em Setembro de 1940, Hitler declarou guerra aos Estados Unidos. Na conferência Atlântica Roosevelt já tinha concordado com Churchill que a prioridade era vencer Hitler, antes de acabar com o Japão.

Portanto o ataque a Pearl Harbor permitiu a Roosevelt trazer a América para a guerra contra a Alemanha “por portas travessas”. É difícil imaginar como é que isto poderia ter sido conseguido de outra forma e existe quem defenda que o plano de Roosevelt de levar a América para a guerra contra a vontade do seu povo foi a “mãe de todas as conspirações”. Mantêm que Roosevelt movimentou a esquadra do Pacífico da costa ocidental para o Havai contra o parecer de todos os seus comandantes não para ameaçar os japoneses, mas para servir como isco.


Sessenta anos depois:

Em Setembro de 2000, poucos meses antes do acesso de George W. Bush à Casa Branca, o “Project for a New American Century” (PNAC) publicou o seu projecto para a dominação global sob o título: "Reconstruindo as defesas da América" ("Rebuilding American Defenses" pág 51).

Um ano antes do 11 de Setembro, o PNAC fazia apelo a "algum evento catastrófico e catalisador, como um novo Pearl Harbor", o qual serviria para galvanizar a opinião pública americana em apoio a uma agenda de guerra".



Comentário:

Afirmar que o plano de Roosevelt de levar a América para a guerra contra a vontade do seu povo foi a “mãe de todas as conspirações", é uma injustiça tremenda!

Roosevelt tinha japoneses para manipular. Bush teve de fazer tudo sozinho

27 comentários:

Fragil disse...

É engraçado como a história se repete. É a chamada lei do eterno retorno. E quando não há japoneses para acirrar, há que fabricá-los ou inventá-los.

Rui Reis disse...

...acho de algum modo estranho que apesar de o governo português ser "colaboracionista", não existir a mais leve voz discordante, ou em contestação sobre a estas "aparentes" fraudes, nem na dita oposição que supostamente não tem nada a perder...mas isso devo ser eu que também já começo a "inventar" coisas...

VouNaBroa disse...

Mas este rapaz não pára...e....se mesmo duvidando do que ele diz....apenas metade for verdade? Chega para levantar uma dúvida razoável?

Sofocleto disse...

rui reis,

Quanto às vozes discordantes, há pelos menos duas: Freitas do Amaral e Mários Soares.


rr,

O problema é que se metade for verdade, isso implica que a outra metade também é.

Anónimo disse...

A única coisa que me preocupa é da ligação do Noddy a esta gente. Não acham estranho 85% das crianças de Portugal estarem viciadas numa coisa chamada Noddy ? Ainda não perceberam que estas iniciais de N.O.d.d.y. são exactamente as iniciais da NSA, da CIA e doS Neocons ?

zecadanau disse...

A história NUNCA se repete...( diz o ditado) Eu emendo: tem coisas muito parecidas.
Já tinha ouvido falar sobre isto.

Um @bração do
Zeca da Nau

mario disse...

http://www.cinemacafri.com/movie.jsp?movie=167

É verdade que nem tudo se sabe sobre Pearl Harbor. Um documentário feito pela National Geographic levanta a questão, por exemplo, de que horas antes de os aviões japoneses atacarem Pearl Harbor, um navio norte-americano atacou um submarino japonês. Foram os americanos, então, que começaram tudo? Existe também boatos de que o ataque teria sido uma forma de auto-agressão norte-americana como desculpa para entrar na Segunda Guerra Mundial. É um capítulo ainda não decifrado na história mundial.

contradicoes disse...

Então e nós não somos gente caro amigo
Sofocleto. É certo que Mário Soares e
Freitas do Amaral têm maior peso que nós, quer fisico, quer no seio da sociedade a que pertencemos. Mas nós também somos gente e a nossa contestação mantem-se latente. Com um abraço do Raul

Sofocleto disse...

«Então e nós não somos gente caro amigo Sofocleto?»

Claro que somos meu caro contradicoes. Mas muita gente considera-nos "teóricos da conspiração". Daí o facto de querer "chancelar" estas teses com afirmações de alguns dos mais conhecidos políticos da nossa praça.

carlos disse...

O ataque a Pearl Harbor não foi nenhuma reacção a provocações de Roosevelt. Os japoneses julgavam estar a ser prejudicados pelos Estados Unidos e acharam que deviam agir para proteger o seu império.

Anónimo disse...

Se amanha chover a culpa, certamente, é do Bush.

É curioso que para o Sofocleto os muçulmanos são incapazes de qualquer acto vil ou de qualquer violência.
Ao 'ilibá-los' desta forma o Sofocleto está, na prática, quase a dizer que os tipos são inimputáveis...ou são uns grandessíssimos BURROS pois não têm competência para arquitectar atentados.
Ora, sabe-se bem que algumas das maiores fortunas do mundo são de muçulmanos, portanto o Sofocleto não venha cá com 'paninhos quentes' e com as mais destrambelhadoas teses paridas pelos mais reputados autores de ficção da actualidade.

Não pega.
Felizmente.

De qualquer forma, não interessa.
Até ao fim deste ano estará tudo em 'ratos limpos' e o Sofocleto sem poder fazer nada, felizmente.

Tenha uma muito boa noite.

Biranta disse...

Oh anonymous! Acooorda!
És burro ou vens aqui exigir que os outros o sejam? As maiores fortunas são dos árabes... e os principais accionistas, directores, etc. dessas maiores empresas (que produzem as maiores fortunas) são a família Bush e os outros facínoras que o rodeiam, controladas pela CIA e por organizações criminosas ainda piores...
Na verdade, existem tantas elementos sobre estes assuntos que custa a creditar que ainda haja alguém que, sabendo escrever duas frases, desconheça tais coisas. Só mesmo os analfabetos se podem dar a esse luxo.
Mas eu acho que tu, anonymous, deves ser daqueles que se acham no direito de exigir aos outros ignorância e que até acham crime a gente saber...
Assim como aqueles que afirmam: "você não sabe nada disso", querendo dizer, ao mesmo tempo, que não temos o direito de saber e que é crime evidenciar que se sabe e, por outro lado, desacreditar "o testemunho", por "incompetência", porque é só para os que têm "a formação". Enfim argumentos falaciosos e reaccionários próprios de quem não tem argumentos e não tolera quem tenha argumentos ou conhecimentos. Ignorantes metidos a bestas, ou apenas fascistas que se querem rodeados de analfabetos, como convém.
Em qualquer caso não existem dúvidas, hoje, de que os atentados de 11 de Setembro foram obra da administração americana, como muitos outros atentados terroristas e crimes abjectos, alguns praticados às claras... Assim como fazia Hitler... estes anónimos, aliás, falam de Bush tal como a secretária de Hitler descreve as suas experiências com o Fuhrer, as suas virtudes e a enorme consideração e "emoção" que os seus (do Hitler) assuntos lhes suscitavam. Também aqui a história se repete...

Sofocleto disse...

Meu caro Anonymous

a) Os muçulmanos são tão capazes de actos vis e violentos como quaisquer outras pessoas. Não são nem melhores nem piores que outros.

b) Não considero os muçulmanos nem burros nem inimputáveis. Simplesmente acho que não foram eles que fizeram o 11 de Setembro. Se se debruçar com atenção para os eventos desse dia verificará que todos apontam para a autoria da própria administração americana.

c) O 11 de Setembro implicaria uma tal teia de cumplicidade dentro do aparelho de estado norte-americano, que seria impossível fazê-lo do exterior. Nem uma divisão inteira do KGB o conseguiria fazer. Quanto mais meia dúzia de árabes a receber ordens de uma caverna no Afeganistão.

d) A questão meu amigo, é que lhe é servida diariamente, nos jornais e nas televisões, uma dieta de propaganda contra os árabes, chamando-os terroristas, radicais, bombistas suicidas, etc. Com artigos diários sobre Bin Laden, Al-Qaeda, al-Zarqawi, atentados, etc. Propaganda que você decerto já interiorizou.

e) Toda esta propaganda serve para criar um novo «papão» para substituir a ex-União Soviética. E um papão é decisivo para um complexo militar-industrial privado que vive da guerra. A vantagem de um «papão» muçulmano é ainda fornecer uma boa justificação para o controlo de Médio Oriente e da Ásia Central, onde estão concentradas 70% de todas as reservas de petróleo do planeta.

Se você está aqui a comentar é porque tem acesso à internet. Já se lembrou de investigar? Porque é que não começa com os artigos deste Blog?

Tenha um bom feriado.

Conservador disse...

BIRANTA!!!!!!! BIRANTA ao PODER. Biranta sabe tudo, vais ser MINISTRO, é! OPINA, e pessoal n vale nada. Deixem o BIRANTA ACTUAR!

dorean paxorales disse...

Erm... Não querendo parecer presunçoso mas parecendo, julgava que era já facto assente que o ataque japonês a Pearl Harbour foi previsto e até desejado por Roosevelt por forma a convencer os seus críticos a apoiarem a entrada na guerra.

Anónimo disse...

Cool blog, interesting information... Keep it UP »

Anónimo disse...

Os americanos fabricaram o ataque, simplesmente simularam o ataque com aeronaves copiados, os americanos fabricaram replicas idênticas de aeronaves japoneses e simularam o ataque!
Em seguida manipularam a mídia para alimentar a ilusão de um ataque japonês.

Anónimo disse...

11 de setembro foi realizado pelo " BUSHO" todo mundo sabe e quem não sabe é porque sofre da lavagem cerebral que esses yankes de merda proporciona.
Israelixo é outra corja, assassinos e covardes.

Anónimo disse...

Havia sim,principalmente aundo a Alemanha estava sucumbindo,um desejo dos EUA de aumentar seus dominíos.O que resultou disso foi uma política não mais intervencionista apenas na AL,e sim na Europa e resto do mundo.Essa beligerãncia atualmente é um hábito cultural do povo americano.Na questão do Oriente e Ásia,a resistência daqueles povos dá-se pela não aquiescência dos costumes acentuados pela falta de moral(pornografia,drogas,etc) do Ocidente,e seu desejo de se apropriar das riquezas de suas nações

Anónimo disse...

Fantastic beat ! I would like to appгentice ωhilе
уou amenԁ your site, how could і ѕubscrіbe for
a blog site? The аccount aіded me a acceρtable deal.
I had been tiny bіt acquainteԁ of this your broаdcaѕt рroѵided
bгight clеаr idea

Also visit my web page: Ada

Anónimo disse...

Prettу nicе pоst. I just stumbleԁ upon youг
blog and wаnted to say that I hаve truly enjoyed
browsing уour blog posts. Αfter all I wіll bе ѕubsсrіbing
tо youг feеԁ anԁ I hoрe you write again soon!



Feel freе to surf tο my webρage; radabg.com

Anónimo disse...

І'm really impressed with your writing skills and also with the layout on your weblog. Is this a paid theme or did you customize it yourself? Either way keep up the excellent quality writing, it is rare to see a nice blog like this one these days.

Feel free to visit my blog satellite cardsharing kings
My page - cccam server premium

Anónimo disse...

It's perfect time to make some plans for the future and it is time to be happy. I have read this post and if I could I desire to suggest you some interesting things or tips. Perhaps you could write next articles referring to this article. I want to read more things about it!

My site; system trading currency forex

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis pas her
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis pas her
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis in farmacia
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis precio

Anónimo disse...

Incredible points. Sound arguments. Keep up the good effort.



Here is my web blog ... babyliss hair straighteners

Anónimo disse...

Hurrah, that's what I was looking for, what a material! existing here at this webpage, thanks admin of this web page.

Stop by my web page :: auto forex robot (asajuprosignal.com)

Anónimo disse...

I loved as much as you will receive carried out right here.
The sketch is attractive, your authored material stylish.

nonetheless, you command get got an shakiness over that you wish
be delivering the following. unwell unquestionably come further formerly
again since exactly the same nearly a lot often inside case you shield this hike.


my webpage; blonde hairstyles (whereisgym.com)