terça-feira, setembro 08, 2009

Jornal Nacional da TVI - o embuste da Gripe A e os biliões ganhos pelas farmacêuticas com o medicamento Tamiflu

Jornal Nacional da TVI – 7 de Setembro de 2009
A Gripe A vai matar menos gente que a gripe sazonal



Jornalista da TVI: Um dos homens que mais tem lidado com a Gripe A em Portugal é o Director do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital Curry Cabral. Fernando Maltês afirma que a Gripe A vai matar menos gente do que uma simples gripe sazonal (gripe comum), que é mais inofensiva e trata-se, na maioria dos casos, com antipiréticos. O Director Geral de Saúde Espanhol é da mesma opinião.


Dr. Fernando Maltês: Nesta fase, podemos dizer, porque já se conhecem também melhor as características do vírus, pode-se dizer que este vírus apresenta uma benignidade que inicialmente nós ainda desconhecíamos, mas apresenta uma benignidade talvez até maior do que a do vírus da gripe sazonal.

Jornalista da TVI: É capaz de matar menos que a gripe sazonal (gripe comum)?

Dr. Fernando Maltês: É capaz de matar menos que a gripe sazonal. Portanto, transmite-se mais facilmente que a gripe sazonal mas, digamos, os casos de mau prognóstico, os casos de má evolução que temos tido até agora, são em número inferior do que aquilo que acontece com a gripe sazonal.


Dr. Fernando Maltês
Director do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital Curry Cabral



Dr. Fernando Maltês: Esta gripe com que nos estamos a defrontar tem uma apresentação clínica semelhante à gripe sazonal, e, na maioria dos casos, como disse a Sra. Ministra, a maioria dos casos são benignos e, portanto, tratam-se como se trata a gripe sazonal.


Director Geral de Saúde Espanhol: Se morrem muitas pessoas em Espanha por contaminação atmosférica, ninguém presta atenção. Ou se morrem tantas pessoas por fumar, ninguém lhes presta atenção. Mas se, pelo contrário, morrem duas pessoas com gripe, presta-se muita atenção. É lógico, eu entendo, mas pouco a pouco a sociedade tem que amadurecer e dedicar o tempo que cada problema requer em função da sua gravidade.


Jornalista da TVI: Já lá vão quatro meses desde que foi confirmado o primeiro caso de Gripe A em Portugal e, até agora, não há qualquer morto a registar. Em média, por ano, morrem em Portugal mais de mil e quinhentas pessoas de gripe, sem aberturas de telejornais e sem a Ministra da Saúde todos os dias nas televisões.

A verdade é que o mundo está preocupado com a Gripe A e já há empresas a ganhar milhões à custa do H1N1 (vírus da Gripe A). Das pequenas empresas aos grandes laboratórios toda a gente tem facturado com este vírus.

A farmacêutica Roche, por exemplo, cujas vendas do seu Tamiflu caíram quase 70% quando o mundo percebeu que já não havia perigo de uma Gripe Aviária, vê agora as vendas desse mesmo medicamento dispararem em mais de 200%.


A farmacêutica Roche viu as suas vendas do medicamento Tamiflu
dispararem em mais de 200% com o negócio da Gripe A



Dr. Fernando Maltês: O Tamiflu, desde o princípio desta pandemia, tem sido encarado pela população como uma espécie de fármaco milagroso, o que não é verdade. E no que diz respeito à eficácia, concretamente no vírus da gripe, é uma eficácia que está, digamos, mal documentada. Se houver um conjunto de factores que digam – vale a pena administrar o fármaco – o médico administra, caso contrário, balançando os efeitos benéficos com os potenciais riscos, é preferível não administrar.


Jornalista da TVI: Numa altura em que o laboratório suíço Roche passa por dificuldades financeiras, com os lucros a caírem quase 30% na primeira metade deste ano, é caso para dizer que a Gripe não é Aviária, mas que caiu do céu.

Ajuda importante também para a Glaxo Smith Kline, o laboratório britânico a quem Portugal já encomendou seis milhões de doses da vacina contra a Gripe A, a 8 euros cada uma (48 milhões de euros), teve um ano difícil do ponto de vista financeiro. Eis senão quando, surge o tal vírus, H1N1, que deverá render, só ao laboratório britânico, cerca de dois mil milhões de euros, tendo em conta que as encomendas estão quase a atingir as trezentas milhões de doses.


O laboratório britânico Glaxo Smith Kline
terá um rendimento de dois mil milhões de euros graças ao H1N1




VÍDEO do Jornal Nacional da TVI – 7 de Setembro de 2009





Comentário:

Tendo em conta que a Gripe A é menos perigosa que a gripe comum, porque razão todas as televisões, incluindo a TVI, têm aberto todos os dias os seus telejornais com TODOS os casos desta gripe que ainda não matou ninguém em Portugal (ao contrário da gripe comum, que mata mais mais de 1500 pessoa por ano)?

E quem convenceu a Ministra da Saúde, Ana Jorge, e o Governo a contribuír para os fabulosos lucros das empresas farmacêuticas Roche e da Glaxo Smith Kline, ao comprar mais de 45 milhões de euros do medicamento Tamiflu cuja eficácia está ainda mal documentada, segundo as palavras do o Director do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital Curry Cabral, Fernando Maltês?

15 comentários:

Apache disse...

Grande reportagem (parabéns ao jornalista).
No dia anterior tinha feito um ‘post’ a criticar o silêncio dos médicos portugueses (contrariamente aos espanhóis) em relação à propaganda em volta do H1N1, por isso, vou surripiar o vídeo para publicar também.

Ainda a propósito da reportagem, ficou “no ar” uma leve abordagem à eficácia do Tamiflu. Talvez numa reportagem futura, alguém tenha coragem para investigar a eficácia deste e doutros antivirais e compará-las com a eficácia de placebos.

Anónimo disse...

Que engraçado... a culpa do pânico é desses senhores, pseudo-jornalistas; Já no tempo da moda terrorista o era e aqui o foi. E agora (como já não conseguem vender mais medo) vêm chamar a atenção para o que o medo que criaram, afinal era só um falsete. Como se quem lucrasse com isso fosse exclusivamente as farmaceuticas e não eles próprios.

Não estou aqui a proteger a big-pharma, muito pelo contrário, só acho que se eles (TVI, SIC , RTP, lusas e afins, em PT) se tivessem informado melhor antes de criar o tal ambiente, talvez os decisores não tivessem tido que comprar antecipadamente os fármacos (sim: os decisores tambem podem ser corruptos, mas não são impermeáveis ao medo!)

MEDO, MEDO, MEDO, MEDO... tenham MEDO.

Bah, cambada de xupistas (todas as grandes corporações e amigos destas)!

Não acho que haja qualquer razão para felicitar um media tradicional, porque informação vinda dum meio desinformativo não é informação (afinal como é que se sabe se um mentiroso está a falar verdade?). Eles, sem terem a certeza que não ficam a perder, nunca irão emitir os efeitos preversos do tamiflu (e se emitirem, nunca da mesma forma que o fizeram com a gripe-A).

E agora interessam os milhões dos contribuintes gastos em vacinas porque estamos em vésperas de eleições...

Filipe disse...

Para ser perfeito, só faltou uma inoculação em massa, patrocinada pelo Governo... depois, quando as vítimas fossem (quase) nulas, eles diziam que tinham agido a tempo.

No estilo da velha anedota: um homem anda à roda duma piscina, a bater os pés com força. O encarregado chega ao pé dele e pergunta:
- O que é que o senhor está a fazer?
- A espantar os crocodilos!
- É doido? Aqui não há crocodilos!
- Vê como funciona??

Ana Camarra disse...

Diogo

A semana passada morreu uma mulher da minha idade, que conhecia desde sempre, começou com febre de férias no Algarve, como no atendimento no centro de Saude lá não lhe fizeram nada, regressou, foi interna no Hospital CUF Descobertas, onde de imediato lhe começaram a administrar Tamiflu.
Não era gripe de especie nenhuma era uma infecção, morreu com uma septicemia.
O marido requereu uma autopsia ao Instituto de Medecina Legal e vai processar o Hospital...
:(

Beijos

Jeremias disse...

Ora aqui temos um belo exemplo da esquizofrenia em que vive esta sociedade...

Diogo disse...

Apache, Anónimo e Filipe,

A campanha pró-Gripe A continua hoje em todos os noticiários. Não vi o da TVI.



Ana, lamento a morte da tua amiga:

«Dr. Fernando Maltês: O Tamiflu, desde o princípio desta pandemia, tem sido encarado pela população como uma espécie de fármaco milagroso, o que não é verdade. E no que diz respeito à eficácia, concretamente no vírus da gripe, é uma eficácia que está, digamos, mal documentada.»


Jeemias, nem mais...

filipe disse...

Andamos nisto desde 2005, com a gripe das aves.
Sabendo a relação existente entre o "Tamiflu", a "Roche e o ex-chefe do Pentágono, Donald Rumsfeld - que até ordenou, à época, a vacinação de todos os militares dos states!... - e, agora, a nova gripe suína, é caso para pensar que o Anónimo(12:32) aporta um aspecto relevante: o Medo, isto é, o intuito de amedrontar - executando um golpe da diversão ideológica, perante a gravidade da crise do capitalismo.
Por outras palavras, é o chamado "dois em um", com a mesmíssima origem de interesses e objectivos.
Saudações fraternas.

Filipe Mendonça disse...

Bom dia Diogo,

Descobri este destaque à nossa reportagem por mero acaso. Em meu nome e em nome dos repórteres de imagem da TVI que me comigo trabalharam nestas duas peças, aqui fica um obrigado. É bom sentirmos que o nosso trabalho é reconhecido e que, de vez em quando, alguém dá valor ao jornalismo que fazemos na TVI.

Um abraço

opolidor disse...

em marketing há uma filosofia- criar e satisfazer necessidades...portanto, estimulando o "terreno" colhem-se os frutos, isto é, engordam...

Diogo disse...

Caro Filipe Mendonça,

Obrigado pela sua reportagem, pela sua coragem e pelo seu comentário.

Quem dera que todo o trabalho jornalístico fosse sério (como o seu), e não um chorrilho de mentiras, de propaganda e desinformação ao serviço de grandes interesses.

Um abraço.

Zorze disse...

Diogo,

Importante realçar, um sopro de lucidez na TVI.

Quanto ao assunto central da Gripe A, está mais que comprovado de que é um embuste completo.

Na minha empresa, as agências receberam cada uma, um kit Gripe A. Desinfectantes para as mãos, luvas e máscaras em número certo, no relativo ao nº de empregados. Até vieram técnicos para montarem nas paredes os tais desinfectantes.

Mas, porque é que, para os embustes a eficácia é tão elevada ?

Abraço,
Zorze

Anónimo disse...

A ministra da saúda está presente todos os dias em todas as televisões a provocar alarmismo e a fazer publicidade ao tamiflu, o que é proibido por lei. Esta senhora devia ser processada. Para entender melhor o que os move ver
operação pandemia em:
http://www.youtube.com/watch?v=CcgCBiyGljM&eurl=http%3A%2F%2Fcartoonices%2Ewordpress%2Ecom%2F&feature=player_embedded#t=577

Alfredo disse...

Os Jornais exploram isto porque é o que as pessoas querem. As pessoas precisam de sentir que estão ameaçadas. Ou melhor, temos um medo instintivo que nos diz que estamos em perigo e precisamos que nos identifiquem o perigo para sabermos do que temos medo.

Com o aquecimento global passa-se o mesmo. Contestá-lo é o mesmo que negar Deus a um católico ou Alá a um muçulmano. A Ameaça é uma necessidade humana.

Os Governos aproveitam para mostrar a sua utilidade em proteger os cidadãos destas «ameaças».

Penso que não há alternativa: ou são ameaças inventadas ou então é preciso criar um inimigo e uma guerra. Doutra forma as pessoas não se subordinam ao colectivo e a sociedade torna-se ingerível.

Anónimo disse...

amigos paranóicos,

sobre esta temática aconselho-vos a ler Ben Goldacre, um dos homens que faz mais pela exposição das maléficas farmacêuticas do que qualquer teórico da conspiração, e que explica porque isto pode não ser tão exagerado assim:

http://www.guardian.co.uk/commentisfree/2009/apr/29/swine-flu-hype

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,正妹牆,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站