segunda-feira, novembro 21, 2005

Blair – mais do que um europeu, um patriota!

SIC Online – 21-11 2005

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Freitas do Amaral, disse hoje em Bruxelas que "só um milagre" permitirá aos 25 chegarem a acordo sobre o próximo quadro orçamental, responsabilizando a presidência britânica da União Europeia pelo insucesso das negociações.

"Só um milagre permitirá chegar a acordo em Dezembro", disse Freitas do Amaral num intervalo da reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros.

O chefe da diplomacia portuguesa acusou Londres de, até agora, passados quase cinco meses dos seis em que assume a presidência da UE, nada ter feito para tentar resolver a questão das chamadas Perspectivas Financeiras da UE 2007-2013.

O clip de vídeo de Freitas do Amaral «AQUI»


Palavras ásperas de Freitas contra um Blair que não tem tido mãos a medir contra o terrorismo islâmico:

Vários factos estranhos estão associados ao recente atentado em Londres. O diálogo seguinte teve lugar na tarde do dia dos atentados (7 de Julho de 2005) na rádio da BBC. O repórter da BBC entrevistou Peter Power, Director Chefe da empresa Visor Consultants, que se define a si própria como uma empresa de consultoria para a “gestão de crises”. Power é um ex-funcionário da Scotland Yard.

POWER: Às nove e meia da manhã estávamos efectivamente a realizar um exercício, utilizando mais de mil pessoas, em Londres, exercício esse baseado na hipótese de acontecerem explosões simultâneas de bombas, precisamente nas estações de metro onde elas aconteceram esta manhã, por isso ainda estou estupefacto.

BBC: Sejamos claros, você estava e efectuar um exercício para testar se estavam à altura de um acontecimento destes, e ele aconteceu enquanto faziam o exercício?

POWER: Exactamente, e foi cerca das nove e meia da manhã. Nós planeámos isto para uma empresa, que por razões óbvias não vou revelar o nome, mas eles estão a ouvir e vão sabê-lo. Estava numa sala cheia de gestores de crises e, em menos de cinco minutos, chegámos à conclusão que aquilo era real, e portanto passámos dos procedimentos de exercícios de crise para uma situação real.


Peter Power

O Sr. Power repetiu estas declarações na televisão (ITN). O clip de vídeo de dois minutos está disponível «AQUI».



Comentário:

As fantásticas coincidências verificadas em Londres a 7 de Julho, onde um atentado terrorista e um exercício anti-terrorista foram levados a cabo no mesmo dia, nas mesmas estações de metro e exactamente à mesma hora, não devem ser comparadas à total ineficiência de Blair em participar na construção europeia, uma entidade que poderia colocar um grão de areia na engrenagem da «Pax Americana».

PS1) Dá a sensação que Peter Power fez estas declarações para que não lhe limpassem o sebo.

PS2) Gostava também de ouvir a opinião de Durão "cherne" Barroso acerca disto. Também gostaria de saber se há algum tostão dos meus impostos envolvido no salário do cherne.

9 comentários:

augustoM disse...

Alguém pode dizer-me de que lado está o senhor Blair, dos americanos ou da Europa?`À boa maneira inglesa, a rapina, talvez queira continuar a brincar aos corsários.
Um abraço. Augusto

Anónimo disse...

Uma coincidência do camandro aquilo que se passou em Londres. Parece bruxedo! O que vale é que no atentado seguinte as três bombas não explodiram.

contradicoes disse...

Tão patriota que conseguiu transformar
um mero exercício para testar a capacidade dos seus agentes numa infeliz realidade. Não foi por isso responsabilizado e o eleitorado como compensação reelegeu-o.

Sofocleto disse...

Mas o eleitorado começa a aperceber-se lentamente do que está ali. Blair já tem metade do seu partido contra si. Talvez um dia tenha também uma corda ao pescoço por alta traição.

Anónimo disse...

Al-Blair, Bliar, Betrayer or Butcher???

marujo disse...

de facto, há coincidências do arco da velha! não andará aqui mãozinha do Harry Potter, aprendiz de bruxo?
o que eu gostava era de ouvir o nosso MNE sobre essas coisas. é que o homem, como diz o que lhe vai na alma, até seria capaz de nos surpreender, não?

a.castro disse...

Em minha opinião, "palavras ásperas" de Freitas do Amaral e bem merecidas para a proverbial e clássica altivez do Reino Unido, agora até perante os seus parceiros de União.
Parabéns pelo vídeo (também tinha visto em directo e gostei de ver/ouvir).
Abraço
a.castro

MF disse...

Mas quem e que duvida da operação do Cavalo de Troia que é desempenhado quer pela Inglaterra, pela Polónia e pela Turquia no desmantelamento da União europeia?
Só gostava de viver o suficiente para ver desmascarado também o nosso Durão Barrosito que "está completamente inocente". Desde os tempos do MRRPP!!

Anónimo disse...

piratas ruivos do tamisa ?