segunda-feira, maio 01, 2006

Osama bin Laden é o Lee Harvey Oswald dos tempos modernos

(Vídeo 9:52m)



Em 1963, o Presidente John Kennedy é assassinado em Dallas. Lee Harvey Oswald é preso, acusado pelo crime. Para muitos, o caso está encerrado. Para o promotor de justiça Jim Garrison é o início de uma longa cruzada para provar que o presidente foi vítima de uma conspiração.

O ponto de vista é o do promotor público Jim Garrison, que após a morte de Kennedy passou a juntar informações contraditórias, investigar todos os envolvidos no caso e chegou a uma conclusão: a de uma conspiração que acabou no assassinato do presidente, tendo à frente a CIA e a própria cúpula do governo, que ao contrário de Kennedy queria manter soldados no Vietname. Além disso, deixa claro que o suposto assassino, Lee Harvey Oswald, não passou de um bode expiatório.

Neste pequeno excerto do filme de Oliver Stone, é-nos dado um vislumbre dos prodigiosos lucros do complexo militar-industrial com a guerra do Vietname, assim como das «operações negras» (black ops) da CIA como seu cortejo de assassinatos, golpes de estado, manipulação de eleições, propaganda, guerra psicológica, etc.

O assassínio de um Presidente em 1963 e o atentado de 11 de Setembro de 2001 têm algo em comum: ambos foram perpetrados pelo complexo militar-industrial americano com uma agenda de guerra e de lucros como objectivo. Em 1963 no Vietname, em 2001 no Médio Oriente e na Ásia Central.

44 comentários:

paulo disse...

Obrigado por me ter chamado a atenção para este filme. Julgo que já o vi mas não me lembro de nada. Agora vou ter de o rever com outros olhos.

Scapegoat in a plot disse...

Y Jamal Zougam ?

Anónimo disse...

El abogado Tejano Mac Lellan, en un libro, implica en la conspiracion de Dallas al vicepresidente democrata Lyndon B. Johnson

Sofocleto disse...

«Moroccan Jamal Zougam is reported to be one of six men suspected of involvement in the bomb attacks in Spain.»

Outro bode expiatório, pelos vistos!

escrevi disse...

És uma pessoa de palavra.
Conseguiste o filme.

É muito bom que muita gente o veja...

zecadanau disse...

Pois!
um excelente documento.

Um @bração do
Zeca da Nau

contradicoes disse...

A semelhança não é pura coincidência
está mesma correcta. Aliás lembra-me que após registo do assassinato do Kenedy e o anúncio deste autor, o Lee Oswald a minha reacção corroborada por outras pessoas que estavam presentes, foi exactamente essa. Este foi o pode expiatório escolhido mas o verdadeiro criminoso continua à solta.Até porque no seio da própria sociedade americana havia um forte interesse na eliminação do então presidente dos EUA. E embora haja quem advogue que nada na história se repete, isso não corresponde de todo à realidade.

Anónimo disse...

En la ultima escena aparece Robert Kennedy en el funeral de su hermano, Kennedy disputaría la candidatura democrata a Johnson en 1968, pero cayó abatido por las balas de un sicario sirio......

Anónimo disse...

Podem ver aqui o final (20m) do filme "Flight 93".

P.S. Sim, eu sei que para vocês é pura propaganda, portanto escusam de dizê-lo :-)
Deixo o link para os leitores menos dados a conspirações :-)

VouNaBroa disse...

Quando é que tudo isto terá começado? Esta "no war no money" nos EU? Só depois da 2ª Guerra Mundial? Ou já anteriormente se justificou esta "necessidade", esta "vocação"? Porquê?

Sofocleto disse...

Anonymous:
«Podem ver aqui o final (20m) do filme "Flight 93".»

Vi os 20 miutos de filme. Fiquei com os olhos marejados de lágrimas tal a quantidade de cenas comoventes que aparecem no filme.

No entanto, achei curioso três pontos:

a) O chefe da polícia que chegou junto da cratera perguntou onde é que se tinha metido o Boeing. Que pelos vistos não estava incrustrado na cratera. O que nos leva a perguntar o que é que terá provocado a cratera.

b) Os caças (com uma velocidade superior a duas vezes a velocidade do som não conseguiram aproximar-se do avião. Porquê?

c) Não existiam árabes na lista de passageiros do voo 93 (nem dos outros voos que participaram nos atentados).

bambino disse...

Parece que a mentira não está a pegar muito bem na América:

Reuters – 19-4-2006

O filme recria o voo em tempo real, desde a descolagem até o sequestro e, finalmente, a queda. É uma reencenação intensa, e a exibição do trailer do filme foi mal recebida em Nova Iorque por membros do público, levando um cinema a tirá-lo de cartaz.

PHK disse...

Qual foi o objectivo desse filme sobre o flight 93?
Em vez de mostrarem os videos que mostram o que realmente interessa( o que é praticamente impossivel), não mostram-nos produções de hollywood e o pior é que as pessoas acreditam, só o facto de fazerem esse filme assim tão derepente nota-se logo qual foi a intenção do filme, é pura manipulação e as ovelhas adoram tragédias, enfim!

Anónimo disse...

«Parece que a mentira não está a pegar muito bem na América»

Leia melhor o que "aparenta" estar a ler...

Se se der a esse trabalho básico e elementar (que tantas vezes rareira por aqui) perceberá que o filme foi mal recebido em muitas salas por causa da emoção que provocou nos espectadores.

Em contrapartida, a maior parte dos familiares apoiou a exibição. As tais centenas de familiares que o Sofocleto diz não existirem, mas que dão dezenas entrevistas a canais americanos nas últimas 2 semanas. Tal como os muitos controladores de tráfego aereo ou técnicos aeroportuários que controlaram o avião, tal como as dezenas de tecnicos de grounding ou handling que abasteceram o avião, carregaram o mesmo ou fizeram o controlo de embarque, ou mesmo os condutores dos Follow-me na pista. Enfim, provavelmente umas milhares de pessoas que o Sofocleto diz terem sido inventadas pela CIA ou embarcadas pela mesma para o planeta Marte.
Só não percebo uma coisa que me apoquenta. Porque é que este blogue não se chama Twilight Zone ? Tiinnniiinnniiinnniiinnnniii !

Anónimo disse...

«Vi os 20 miutos de filme. Fiquei com os olhos marejados de lágrimas tal a quantidade de cenas comoventes que aparecem no filme.»

Olhe, tenho que concordar consigo. Também não me emocionei, achei até pelo pouco que vi, que era um filme mauzinho, quase série B ou C.

Mas você sabe como é, Holywood nunca gostou do Bush ou de republicanos, se tudo correr bem, quando Bush cair, há de haver orçamento para fazer um filme muito melhor desde que seja conspirativo.
O público adora e rende bastante mais papel. O Moore , o Dylan Avery ou o Thierry Meyssan estão aí para o comprovar.

Só você Sofocleto é que parece não estar a ganhar nada com tanto esforço. Escreva um livro homem !
Até lhe recomendo uma editora: A "Campo das Letras". Estou a falar a sério, se quiser até ponho lá uma cunha que tenho lá uma amiga.
Ainda ganha umas patacas, aparece na TVI e dá umas entrevistas ao Correio da Manhã !

Sofocleto disse...

Anonymous,

Você está a dizer que o filme foi mal recebido em muitas salas por causa da emoção que provocou nos espectadores mas agradouu à maior parte dos familiares? É esquisito!

Quanto às milhares de testemunhas de que fala, dê-me os links para eu confirmar. Para que esta conversa não entre na Twilight Zone.

Sofocleto disse...

Outro anonymous:

«Só você Sofocleto é que parece não estar a ganhar nada com tanto esforço. Escreva um livro homem!»

Eu escrevo! Meta-ma lá a cunha! Com os artigos que já coloquei neste Blog, tenho material que chegue. Até já tenho um título: «Al-Qaeda for dummies».

Anónimo disse...

«Quanto às milhares de testemunhas de que fala, dê-me os links para eu confirmar.»

Links ? Ahh, já percebi, a realidade segundo Sofocleto só existe se estiver linkada. Conceito interessante. Afinal enganei-me com o Twilight Zone. Deveria ter falado em Matrix ? I ou II ? O primeiro era bom, mas o segundo era mauzinho também. Se calhar era dos links ! Lol !

Não se chateie, estou apenas a brincar consigo tal como você brinca com toda a gente. Peace !

PS: Arranje-me lá o seu "link" directo para si sem ser via Sofocleto, para lhe arranjar uma edição em livro.

Sofocleto disse...

«Arranje-me lá o seu "link" directo para si sem ser via Sofocleto, para lhe arranjar uma edição em livro.»

No meu perfil do Blog tem o meu email. Pode enviar.

Anónimo disse...

Poupe-me a estas situações confragedoras. Port-scans costumo comê-los ao pequeno almoço.

Sofocleto disse...

Então o que é que quer?

escrevi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

«Então o que é que quer?»

Não queira comprar uma guerra para o qual não está preparado ! Não se esqueça que sou amigo do Chenney e do Rumsfeld :-)
Agora a sério, não vá por aí ....

escrevi disse...

O anónimo irritou-se?
Mas não dá o nome, porquê?
Aqui não são discutidas ideologias mas sim analisados factos.
Que atitude cobarde essa de ameaçar.
Mas também, esperar o quê?
Meu caro as pessoas têm olhos para ver e cabeça para pensar.
A manipulação da informação é algo muito antigo.
Mas você sabe disso melhor que ninguèm, não é verdade?

Anónimo disse...

«Que atitude cobarde essa de ameaçar.
Mas também, esperar o quê»

Meu caro, eu nao tive atitude cobarde nenhuma nem ameaçei ninguem, apenas detectei na minha firewall um port-scan na sequência dum comentário que coloquei aqui. Como não fiz mais nada na Net nas últimas horas, a única explicação é a de que esse port-scan tenha sido feito pelo Sofocleto, a única pessoa que realmente tem acesso aos IP's dos comentadores.

Limitei-me a avisar num comentário (e meio a brincar) o Sofocleto que não fosse por esse caminho, pois era um caminho chato, onde eu por exemplo me sinto peixe na água.

Quanto ao anonimáto , caro "escrevi" , você é alguem conhecido ? Qual é o seu B.I. ? Nº de Contribuinte tem ? Vizinhos ? Onde mora ? Automóvel ? Matricula ? Já agora, você sabe que nem você nem eu temos fichas na Pide ! Ou será que o "escrevi" está com saudades de fichar o pessoal ? A mim não me admirava nada.... talvez o "escrevi" seja um camarada marxista ....

Sofocleto disse...

«Agora a sério, não vá por aí .... »

Mas estou a ir por onde? Você disse que tinha um «livro» que me interessaria. Diga lá que livro é esse. Pode ser que eu já o tenha. Ou posso encomendá-lo.

Qualquer texto mais pequeno pode enviar por email.

Sofocleto disse...

«apenas detectei na minha firewall um port-scan na sequência dum comentário que coloquei aqui. Como não fiz mais nada na Net nas últimas horas, a única explicação é a de que esse port-scan tenha sido feito pelo Sofocleto, a única pessoa que realmente tem acesso aos IP's dos comentadores.»

Garanto-lhe que não tenho nada a ver com isso. Nem sequer o saberia fazer se quisesse. Não seja paranóico.

escrevi disse...

Anónimo, para si só mais duas palavras:
Tenha juízo.

Anónimo disse...

«Mas estou a ir por onde? Você disse que tinha um «livro» que me interessaria. Diga lá que livro é esse»

Vou tentar falar consigo nos próximos dias. Vou tratar dos meus contactos já amanhã, e se não for eu a conseguir, outro qualquer oportuno capitalista há-de se interessar pelo seu blogue. Se eu não conseguir, garanto-lhe que tudo hei-de fazer para que outro qualquer porco capitalista se interesse por este livro. :-)

PS: AlQueda for Dummies não é vendável em Portugal. Tem que arranjar um nome mais tuga e de preferência mais bombástico. Não é dificil, você já deu provas de muita imaginação !

PSS: Estou a brincar nalgumas coisas, estou a falar a sério noutras !

Anónimo disse...

«Anónimo, para si só mais duas palavras:
Tenha juízo.»


Então não responde à questão do anonimato ?

Qual é o seu nº de B.I. ? Nº de Contribuinte tem ? Vizinhos ? Onde mora ? Casado ? Solteiro ? Filhos ? Automóvel ? Matricula ? Rendimento ? Empresa ? Conta em que Banco ? Ficha da Pide ?

Sofocleto disse...

«Estou a brincar nalgumas coisas, estou a falar a sério noutras»

Em quais é que está a brincar e em quais é que está a falar a sério?

Anónimo disse...

«Em quais é que está a brincar e em quais é que está a falar a sério?»

It's a game :-)

Diga-me uma coisa, interessa-lhe cobertura mediática antes ou apenas depois de escrever o livro ? Escrever e editar o livro vai levar algum tempo (4/6 meses no minimo)... Umas notícias nos jornais podem ser benéficas, ou podem ser prejudiciais.Mas penso que lhe conseguiria uma reportagem num diário nacional em poucos dias, e até seria capaz de ser uma reportagem interessante, é preciso obviamente encontrar as pessoas certas, o tempo certo e o espaço na publicação certa.

PS: Se quiser apague este comentário, para já não estou para mandar emails.

Sofocleto disse...

Força meu caro! Avance com isso.

Conservador disse...

SOFOCLETO, ZECA, BIRANTA, tudo gente do caraças! Eu parto-me a rir com estes paranoicos, sinto-me com eles noutro planeta.
Pessoal, olhem o guizo:

Vou mandar um mfdcaden à NSA e informar que temos que arranjar cargos para esta gente.

Copy: Secret:NSA: Conservmessenger;Lusitania,
Aim: conference blindenberg, madrid
Purpose, Sofocleto candidate to Tuvalu Islands, zecadatreta to botswana, and biranta to POrtugal.
Request authorized by Charles von Walzassennen, Espinho, Aveiro, Portugal

Anónimo disse...

Sofocleto, sobre el 11-M-2004: http://kickjor.blogspot.com/

Biranta disse...

Amigo Sofocleto!
Deixe-me que lhe diga que você é muito ingénuo... "Dá corda" a "conversas da tanga" que não interessam nem ao menino Jesus... Falta-lhe algum calo de lidar com provocações e provocadores para aprender a distingui-los "à légua"... De facto, "o outro" tem razão: "não vá por aí!"... concordo inteiramente mas por motivos diferentes; por motivos opostos!
Tenha calma, amigo. "Roma e Pavia não se fizeram num dia"...
No que diz respeito a alguns comentários a minha receita é simples: apagar! Que é para "eles" provarem do seu próprio veneno, a ver se gostam. Se as suas opiniões (ou as minhas, ou as nossas) e os inúmeros dados que tem recolhido não têm "espaço", não passam, nos OCS (onde só se ouve esse tipo de escumalha), se "eles" não respeitam os seus direitos de "liberdade de expressão" porque é que você há-de lhes dar, ainda, algum do seu escasso "espaço" e perder tempo com gente mal intencionada, com provocadores?
A minha opinião também é: "não vá por aí!"... mas o meu amigo fará o que achar melhor. Pode contar, sempre, com a minha solidariedade.

augustoM disse...

Nos fins do século XIX e princípios do século XX, no período americano chamdo de Sr. Dolar, quem mandava na américa eram os reis do dolar, a classe política era uma carneirada para fazer o que eles queriam, considerada mesmo uma classe sem prestígio. O que mudou foi a moda no vestir e no penteado, aprocura de se mostrarem bonitinos, mas a malandragem é a mesma.
Um abraço. Augusto

Anónimo disse...

El dólar americano es una derivacion del talero aleman. El doctor Kissinger estará el dia 12 de mayo en Portugal

para mim disse...

Para mais informação:

"X", Donald Sutherland's character, is based on L. Fletcher Prouty, Chief of Special Operations for the Joint Chiefs of Staff (and, thus, principal liaison officer between the Pentagon and the CIA) during the JFK presidency. He was a technical adviser for the film JFK.

poça de mato- zinhos disse...

jamal ahmidan con domicilio en la calle pozas

Anónimo disse...

And William E. Colby rol ?

spin off disse...

Colby in Dallas ?

Anónimo disse...

¡Vale Ya!.....¿La Jessica Fletcher española?

Anónimo disse...

O 11 de Setembro de 2001 foi o dia em que os novos donos do "Sistema " decidiram passar à fase "B" do seu plano de controlo do mundo. Mas que plano tenebroso é esse, que deixará " quase " a humanidade amarrada à volta de um verdadeiro nó górdio em que dele muito dificilmente se libertará? É um plano arquitectado com todos os pormenores para que nada falhe, para que tudo pareça real e não ilusório, fazendo crer á humanidade que o visível é o verdadeiro e não o contrário. Para isso recorreramá maior arma do século: OS MEDIA.
Vou tentar explanar a minha ideia do plano, embora por vezes, tenha que fazer um esforço tremendo para não esbarrar em espelhos enganosos que eles colocam no caminho. Tentarei ser o mais directo possível na explicação do meu raciocínio, mas para isso terei que retroceder na história para poder agarrar a ponta do cordel. Leiam e façam a vossa opinião, com cuidado! porquê? - porque, como vos disse atrás, não se deixarem enganar pelos falsos " espelhos ".