domingo, janeiro 11, 2009

O embuste do «Pico Petrolífero» confere ao monopólio do petróleo, além de lucros astronómicos, o controlo energético do planeta



New York Times - 26/09/1995: Geoquímico afirma que os campos petrolíferos podem reabastecer-se naturalmente



Petróleo sustentável?

Por Chris Bennett - WorldNetDaily.com - 25 de Maio de 2004

(Tradução minha)

No mar, a cerca de 130 quilómetros da costa do estado da Luisiana, fica uma montanha, a maior parte submersa, e cujo topo é conhecido por Ilha Eugene. A parte submarina é assustadora, uma torre a pique projectando-se das profundidades do Golfo do México, com fendas profundas e falhas perpendiculares que expelem espontaneamente gás natural. Uma importante jazida de crude de petróleo foi descoberta nas proximidades nos finais dos anos 60, e nos anos 70, uma plataforma chamada Eugene 330 estava a produzir activamente cerca de 15.000 barris por dia de crude de petróleo de alta qualidade.

Nos finais dos anos 80, a produção da plataforma desceu para menos de 4.000 barris por dia, e foi necessário bombear o petróleo. De repente, em 1990, a produção subiu novamente para os 15.000 barris diários, e as reservas que tinham sido estimadas em 60 milhões de barris nos anos 70, foram recalculadas para 400 milhões de barris. Curiosamente a idade geológica medida do novo petróleo era quantitativamente diferente do petróleo bombeado nos anos 70.

Análises dos registos sísmicos revelaram a presença de uma "profunda falha" na base da jazida da Ilha Eugene donde estava a jorrar um rio de petróleo de alguma fonte mais profunda e previamente desconhecida.

Resultados semelhantes foram observados noutros poços de petróleo do Golfo do México. Resultados similares foram encontrados nos poços de petróleo da Baía Cook no Alasca. O mesmo se passou nos poços de petróleo do Uzbequistão. O mesmo aconteceu no Médio Oriente, onde se tem feito a exploração e a extracção de petróleo há pelos menos 20 anos, as reservas conhecidas duplicaram. Actualmente existem qualquer coisa como 680 mil milhões de barris nas reservas de petróleo do Médio Oriente.

Para criar tanto petróleo seria necessária uma grande pilha de dinossauros mortos e plantas pré-históricas a fermentar. Poderá haver outra origem para o crude de petróleo?

Uma teoria intrigante que corre agora entre as equipas de pesquisa das companhias petrolíferas sugere que o crude de petróleo pode ser, na realidade, um produto natural inorgânico, e não o resultado de uma decomposição orgânica durante tempos incomensuráveis. A teoria aponta para que possam haver enormes reservas de petróleo ainda por descobrir a maiores profundidades que eclipsam as estimativas mundiais actuais.


A teoria é simples: o crude de petróleo forma-se num processo natural inorgânico que ocorre entre o manto e a crosta terrestre, algures entre 8 e 30 quilómetros de profundidade. O mecanismo sugerido funciona da seguinte maneira:

1) O Metano (CH4) é uma molécula vulgar que se encontra em grandes quantidades no nosso sistema solar e existe em grandes concentrações a grande profundidade na Terra.

2) Na camada entre o manto e a crosta, aproximadamente a 6 quilómetros abaixo da superfície terrestre, correntes de gases comprimidos à base de metano elevam-se rapidamente atingindo bolsas a alta temperatura causando a condensação dos hidrocarbonetos mais pesados. O resultado desta condensação é normalmente conhecido por crude de petróleo.

3) Alguns gases comprimidos à base de metano migram para bolsas e jazidas que extraímos com o nome de gás natural.

4) Nos "arrefecedores" geológicos, regiões mais tectonicamente estáveis à volta do mundo, o crude de petróleo deposita-se em jazidas.

5) Nos "aquecedores" geológicos, áreas vulcânicas tectonicamente mais activas, o petróleo e o gás natural continuam a condensar-se e acabam por oxidar-se, produzindo dióxido de carbono e vapor, que é expelido por vulcões activos.

6) Periodicamente, dependendo das variações geológicas e dos movimentos terrestre, o petróleo vem à superfície em quantidade, criando as vastas jazidas de areia betuminosa do Canadá e da Venezuela, ou as contínuas infiltrações encontradas sob o Golfo de México e no Uzbequistão.

7) Periodicamente, dependendo das variações geológicas, os vastos e profundos lagos de petróleo escapam-se e tornam a encher jazidas já conhecidas de petróleo.


Existem numerosas observações através das regiões produtoras de petróleo em todo o Globo que apoiam esta teoria, e a lista dos proponentes começa com Mendelev (que criou a tabela periódica de elementos) e inclui o Dr. Thomas Gold (director fundador do Centro de Radiofísica e Pesquisa Espacial da Universidade de Cornell) e o Dr. J.F. Kenney da Gas Resources Corporations de Houston no Texas.

No seu livro de 1999, "The Deep Hot Biosphere," [A Biosfera quente e profunda], o Dr. Gold apresentou provas convincentes da formação de petróleo inorgânico. Ele salientou que todas as estruturas geológicas onde o petróleo é encontrado correspondem a formações terrestres profundas, e não a deposições aleatórias que encontramos em rochas sedimentares, a fósseis associados ou até à vida corrente da superfície.

O Dr. Gold observou também que amostras de petróleo extraídas de várias profundidades do mesmo campo petrolífero tinham as mesmas propriedades químicas – as propriedades químicas do petróleo não variam com a profundidade ao contrário dos fósseis. Outra coisa interessante é o facto de que o petróleo é encontrado em grandes quantidades através de formações geográficas onde a quantidade de vida pré-histórica não é suficiente para produzir as jazidas existentes de petróleo. Então, donde veio o petróleo?

Outro facto interessante é que todos os campos petrolíferos do mundo libertam hélio. O hélio está de tal forma presente em todos os campos petrolíferos que detectores de hélio são usados como ferramentas na prospecção de petróleo. O hélio é um gás inerte e um produto básico da desintegração radiológica do urânio e do tório, identificado em quantidade a grandes profundidades sob a superfície terrestre, a 3o0 quilómetros ou mais. O hélio não é encontrado em quantidades significativas em áreas não produtoras de metano, petróleo ou gás natural. Não faz parte dos cerca de doze elementos comuns associados à vida. É encontrado através do sistema solar assim como um produto perfeitamente inorgânico.

Ainda mais intrigante são as provas de que várias jazidas de petróleo em todo o mundo estão a voltar a encher-se, tal como a jazida da Ilha Eugene – não a partir dos lados, como seria de esperar de jazidas orgânicas contínuas, mas de baixo para cima.

O Dr. Gold acredita verdadeiramente que o petróleo é uma "sopa renovável e primordial, continuamente produzida pela Terra sob condições ultra-quentes e pressões tremendas. À medida que esta substância se desloca para a superfície, as bactérias unem-se a ela, fazendo com que pareça ter uma origem orgânica que remota ao tempo dos dinossauros."

Companhias de petróleo mais pequenas e equipas inventivas estão a usar esta teoria para justificar perfurações de petróleo em profundidade no Alasca e no Golfo do México, entre outros lugares, com algum sucesso. O Dr. Kenney previu que partes da Sibéria contêm uma jazida de petróleo igual ou maior do que as já foram descobertas no Médio Oriente.

Pode ser isto verdade?

Em Agosto de 2002, no "Proceedings of the National Academy of Sciences (US)," o Dr. Kenney publicou um estudo, que tinha um título parcial: "The genesis of hydrocarbons and the origin of petroleum." [A origem dos hidrocarbonetos e a origem do petróleo]. O Dr. Kenney e três co-autores russos concluem:

O sistema Hidrogénio-Carbono não evolui espontaneamente para hidrocarbonetos a pressões abaixo dos 30 Kbar, mesmo no ambiente mais favorável. O sistema Hidrogénio-Carbono evolui para hidrocarbonetos a pressões encontradas no manto da Terra e a temperaturas consistentes com esse ambiente.

O Dr. Kenney é citado por ter afirmado que "físicos competentes, químicos, engenheiros e homens conhecedores da termodinâmica sabem já desde o último quartel do século XIX que o petróleo não evolui de materiais biológicos."

Profundamente entranhada na nossa cultura está a crença de que nalgum ponto no futuro relativamente próximo veremos a última bomba a trabalhar no último poço de petróleo em funcionamento a chiar, e que não haverá nada a fazer. O fim da Idade do Petróleo. E a não ser que descubramos outra fonte de energia barata, o mundo tornar-se-á rapidamente um sítio muito mais tenebroso e mais perigoso.

Se o Dr. Gold e o Dr. Kenney estão correctos, este cenário de "fim do mundo tal como o conhecemos" simplesmente não acontecerá. Pensem nisso... enquanto reservas profundas de crude petrolífero inorgânico, não inesgotável e de extracção comercialmente praticável abastecerão o mundo com combustível barato. O Dr. Gold afirmou que as actuais reservas mundiais de crude petrolífero poderão multiplicar-se por 100.


O embuste do «Pico Petrolífero», sugerindo grande escassez e finitude a médio prazo do ouro negro, confere ao monopólio do petróleo, além de lucros astronómicos, o controlo energético do planeta. Para manter este monopólio e a alegada carência petrolífera têm-se declarado inúmeras guerras. Só neste século XXI já podem ser contabilizadas as guerras do Afeganistão, Iraque (mais de um milhão de mortos), Líbano, Palestina, Darfur, Geórgia...

17 comentários:

Ana Camarra disse...

Diogo

A ser verdade, estamos perante um embuste que nos tem custado muitos dissabores.
Nem sei se gosto de saber estas coisas!
È claro que gosto, foi um desabafo.

Beijos

Diogo disse...

É verdade Ana. Se o monopólio do petróleo pode extrair 10 e vendê-lo por 100, para quê extrair 100 e vendê-lo por 10? Os lucros assim são maiores tal como o é o controlo económico. Infelizmente isto significa morte em guerras e privações para milhões de humanos.

Beijo.

contradicoes disse...

Embuste é o que nos andam a impingir e há muito tempo. Imagine-se o aquecimento global os estragos que tem produzido através da queda intensiva da neve em várias zonas do globo com mortes registadas. Mas o mais grave no meio dos embustes é que participam neles, cientistas que se afirmam entendidos na matéria mas que afinal vêem mais tarde reconhecer que se enganam porque registaram-se outros factores não previstos por eles que contribuem para alterar as previsões que fazem. Entretanto há muito quem vá engolindo as petas que nos enfiam.

Diogo disse...

Caro Raúl, o Aquecimento Global é parte desta peta do Pico Petrolífero. O pseudo-aquecimento desincentiva o consumo de petróleo para os crentes. «Escassez» e «Aquecimento» são duas formas de manter os preços altos e o roubo gigantesco.

Armando disse...

A fraude do pico petrolífero foi programada para não se culpar a indústria do petróleo dos elevados preços dos combustíveis, para justificar o imperialismo americano, para restringir liberdades e para modificar comportamentos.

Zorze disse...

Diogo,

Esta série de posts acerca da suposta escassez do petróleo são muito interessantes e que fazem pensar e compreender grande parte da história do séc.XX e o começo do séc.XXI.


Abraço,
Zorze

RicardoSilva disse...

Tens um blog fantástico. Parabéns.

A informação que disponibilizas gratuitamente tem bastante valor e indicas as tuas fontes.

Obrigado por partilhares este conhecimento connosco e com esta qualidade.

Apache disse...

Excelentes ‘posts’ (este e os antecedentes), Diogo.
Também já tinha pensado em abrir hostilidades nesta questão do pico do petróleo. Aliás, pontualmente já tinha lançado umas farpas. É que, há mais de 20 anos que ouço muitos gritar ao vento que o petróleo dura mais duas ou três décadas. E palpita-me que daqui a outras duas ou três décadas, a conversa da treta manter-se-á.
Convém destacar que não há ciências exactas. A matemática anda lá pertinho. A física e a química vêm a seguir. Depois, já a uma distância considerável aparecem, a geologia e a biologia. Para lá destas (descontando os vários ramos de cada uma), a expressão ciência, ou é mera manifestação de boa-vontade, ou publicidade enganosa.
Em ciência há que distinguir hipóteses, de teses. As primeiras são meras especulações que muitas vezes recebem o pomposo nome de teorias. (Note-se, no entanto, que elas são fundamentais para o avanço da ciência.) Quando a experimentação ou a observação as confirma, elas transformam-se em teses, muitas vezes designadas por leis. Se a observação/experimentação não confirma as hipóteses, estas são alteradas ou mesmo abandonadas. Acontece porém que nem sempre as teorias podem ser experimentadas e algumas observações precisam de longos períodos de tempo, permitindo assim que as teorias se “perpetuem”. Amiúde, sobre o mesmo tema subsistem várias teorias contraditórias.
A origem do petróleo é tão misteriosa, pelo menos para a química, como a origem do universo. A geologia e a biologia parece que têm umas ideias, mas sobre elas os químicos normalmente limitam-se a sorrir.
Do ponto de vista da química, a atmosfera primitiva (há cerca de 4 mil milhões de anos) continha 30% de CO2 e as temperaturas e pressões à superfície eram “gigantescas”. Num passado (relativamente) recente, digamos 550 milhões de anos, em pleno câmbrico, a temperatura à superfície da Terra não chegaria ao dobro da actual (uns míseros 25º C, médios) e o dióxido de carbono na atmosfera (provavelmente) não ia além de 20 vezes o actual (cerca de 0,8% da atmosfera). Hoje, a percentagem de dióxido de carbono (oficial, mas do meu ponto de vista exagerada) não vai além dos 0,04%.
Pergunta inconveniente: Para onde foi este carbono todo?

P.S. A resposta oficial que é a de que, uma parte foi arrastada para o solo e oceanos pela chuva dando origem aos carbonatos e a outra serviu de “alimento” às plantas. Mas esta resposta também é para sorrir.

P.S.2 De todos "nós", o Alf é o melhor especulador. Não sendo, como ninguém é, dono da verdade, convém no entanto, termo-lo em grande consideração.

earlymisty disse...

que quantidade abismal de asneiras.

porque é que com tantas boas fontes de informação sobre a formação e acumulação de depósitos de petróleo vão desencantar o dr. gold e os maluquinhos do petróleo abiogénico?

Porque é que todo o petróleo contém bio marcadores que permitem diferenciar diferentes organismos que lhe deu origem, na sua maior parte micro algas que se acumularam em oceanos pouco profundos em períodos de aquecimento global extremo há cerca de 160 milhoes de anos?

porque é que não há casos de poços petrolíferos já esgotados que comecem a encher novamente?

porque é que todos os poços até hoje explorados, quer por companhias internacionais, regimes fascistas, regimes comunistas, etc, apresentam um perfil de exploração semelhante?
Início de produção, crescimento até ao pico de produção e inexorável declínio.

se todos os poços apresentam este comportamento, porque é que o agregado de todos os poços, isto é, o mundo, haveria de apresentar um comportamento diferente?

acreditam mesmo que o petróleo é infinito ou renovável e pode ser extraído a uma taxa cada vez maior do subsolo para sempre? É que só assim o pico petrolífero não aconteceria!

o pico petrolífero não tem tanto a ver com reservas mas sim taxa de extracção possível, não é o tamanho do tanque que conta, é o tamanho da torneira.

pode haver biliões de barris de tar sands, mas devido às limitações da realidade física e da tecnologia só poderão ser extraídas a um ritmo baixo.

A Terra não é infinita, tem limites, no entanto o Diogo pensa que é possível a partir de uma base de recursos limitada, extrair um recurso e aumentar a sua produção exponencialmente para sempre!

Olha Diogo, vê se aprendes alguma coisa sobre a função exponencial com o professor Albert Bartlet, acho que tens uma certa dificuldade em compreender as implicações da função exponencial:

http://www.youtube.com/watch?v=9znsuCphHUU

earlymisty disse...

Outra coisa, mesmo admitindo em abstracto que o petróleo é abiogénico e constantemente gerado no manto da terra, qual é a essa taxa de geração?

É que se essa taxa for inferior à taxa a que nós extraímos petróleo (cerca de 74 milhões por dia de petróleo convencional) o pico petrolífero continua a ser uma inevitabilidade matemática.

Se essa taxa de "auto-geração" é superior à taxa de extracção, pergunto porque é que não estamos inundados de petróleo e porque é que todos os poços até hoje explorados, uma vez atingido o pico de produção declinam e não reenchem?

Anónimo disse...

Os geólogos Russos já afirmavam isso desde os anos 50. Nosso mundo de "Liberdade e Democracia" nos omitiu este facto. Talvez para regular os altos preços do barril.

Anónimo disse...

ululpfont breaking rock summulae focuses activities blogis confirm depleting actors challenged
masimundus semikonecolori

Anónimo disse...

[u][b]Xrumer[/b][/u]

[b]Xrumer SEO Professionals

As Xrumer experts, we possess been using [url=http://www.xrumer-seo.com]Xrumer[/url] fitted a long fix things being what they are and know how to harness the titanic power of Xrumer and build it into a Banknotes machine.

We also purvey the cheapest prices on the market. Numberless competitors devise cost 2x or even 3x and a a pile of the term 5x what we pervade you. But we have faith in providing prominent accommodation at a small affordable rate. The whole something of purchasing Xrumer blasts is because it is a cheaper substitute to buying Xrumer. So we focusing to keep that contemplating in rebuke and afford you with the cheapest standing possible.

Not simply do we have the greatest prices but our turnaround time for your Xrumer posting is super fast. We intention secure your posting done in the forefront you certain it.

We also produce you with a roundish log of affluent posts on contrasting forums. So that you can see seeking yourself the power of Xrumer and how we hold harnessed it to help your site.[/b]


[b]Search Engine Optimization

Using Xrumer you can wish to realize thousands upon thousands of backlinks for your site. Scads of the forums that your Place you intent be posted on bear high PageRank. Having your tie-in on these sites can really mitigate strengthen up some cover quality back links and uncommonly as well your Alexa Rating and Google PageRank rating owing to the roof.

This is making your put more and more popular. And with this inflate in regard as familiarly as PageRank you can think to see your place definitely downright high in those Search Locomotive Results.
Traffic

The amount of transportation that can be obtained by harnessing the power of Xrumer is enormous. You are publishing your site to tens of thousands of forums. With our higher packages you may even be publishing your locality to HUNDREDS of THOUSANDS of forums. Imagine 1 brief on a stylish forum disposition inveterately enter 1000 or so views, with signify 100 of those people visiting your site. Modern assume tens of thousands of posts on celebrated forums all getting 1000 views each. Your freight will associate at the end of one's tether with the roof.

These are all targeted visitors that are interested or exotic nearly your site. Deem how many sales or leads you can succeed in with this great figure up of targeted visitors. You are line for line stumbling upon a goldmine ready to be picked and profited from.

Reminisce over, Transport is Money.
[/b]

TRAVERSE B RECOVER YOUR CHEAPLY BLAST TODAY:


http://www.xrumer-seo.com

Anónimo disse...

[B]NZBsRus.com[/B]
Skip Sluggish Downloads With NZB Downloads You Can Easily Find HD Movies, PC Games, MP3 Singles, Applications & Download Them @ Blazing Rates

[URL=http://www.nzbsrus.com][B]NZB Search[/B][/URL]

Anónimo disse...

Scout out Our Bereavement of consciousness Prices at www.Pharmashack.com, The Unequalled [b][url=http://www.pharmashack.com]Online Apothecary's [/url][/b] To [url=http://www.pharmashack.com]Buy Viagra[/url] Online ! You Can also Fall guy Sedate Deals When You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/cialis.html]Buy Cialis[/url] and When You You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/levitra.html]Buy Levitra[/url] Online. We Also Record a Stupendous Generic [url=http://www.pharmashack.com/en/item/phentermine.html]Phentermine[/url] In the interest of the escape of Your Nourishment ! We Hawk Trade standing single out as [url=http://www.pharmashack.com/en/item/viagra.html]Viagra[/url] and Also [url=http://www.pharmashack.com/en/item/generic_viagra.html]Generic Viagra[/url] !

Anónimo disse...

Dear Ally,

For long time I use this freeware: [url=http://www.freeflvtomp3converter.com]FLV to MP3 free converter[/url].

FLV to MP3 free converter is a free YouTube, MegaVideo, CollegeHumor and similar video sites to MP3 Converter and allows you to convert a video to MP3 file.

This software is fast, free, and requires no signup. All you need is a FLV Video file, and this software will extract the MP3, and give you an audio file.

So you are able to listen to your favorite YouTube tracks on every MP3 player.

You can download it for free at [url=http://www.freeflvtomp3converter.com]www.freeflvtomp3converter.com[/url].

This may be useful to you.

Anónimo disse...

top [url=http://www.xgambling.org/]casino[/url] hinder the latest [url=http://www.casinolasvegass.com/]casino games[/url] manumitted no consign perk at the foremost [url=http://www.baywatchcasino.com/]casino online
[/url].