quinta-feira, janeiro 18, 2007

Banqueiros enriquecem com a revolução de Chávez

Heitor De Paola - 15 de setembro de 2006

Por que Lula e Chávez quase certamente serão re-eleitos, respectivamente em outubro e dezembro, com votações esmagadoras? Por que os governos castro-comunistas tendem a se expandir cada vez mais na América Latina (depois de Lula, Tabaré Vasquez, Evo Morales e Kirchner virão certamente Daniel Ortega na Nicarágua e talvez Marcelo Larrea no Equador)? Peru e México escaparam por pouco mas no último, a criação de um “governo paralelo” de López Obrador pode desestabilizar por completo as instituições nacionais.

Num artigo intitulado "Banqueiros enriquecem com a revolução de Chávez" de 26 de agosto último, Andy Webb, do Finanacial Times nos diz que “os banqueiros, tradicionalmente os primeiros candidatos ao paredón, estão fazendo a festa na Venezuela”. Apesar da retórica anti-capitalista, ao invés de nacionalizar e estatizar os bancos, a distribuição "revolucionária" do rendimento do petróleo vem aumentando o número de ricos, o que está tornando Caracas um ímã para banqueiros suíços e de outras paragens. Quando o preço do petróleo estava baixo e a economia em recessão Chávez emitiu bilhões de dólares em débitos com empréstimo bancários, com grandes margens de juros, enriquecendo enormemente os bancos venezuelanos. Com o aumento vertiginoso dos preços do petróleo os gastos governamentais cresceram 70% e a economia cresceu 17.9% em 2004 e 9.3% em 2005, expandindo a liquidez e a demanda por crédito. Em 2005 os lucros dos bancos cresceram de 29.3 para 39.8 bilhões de dólares e a carteira de crédito aumentou em 200%!

Dirán Sarkissián, presidente da subsidiária venezuelana do Stanford Bank, que opera na ilha caribenha de Antígua declarou ao repórter que "no que toca ao crescimento, estamos muito felizes. Os depósitos cresceram 600%, para 106 milhões de dólares". O Stanford passou a ser o maior emissor de cartões MASTERCARD da Venezuela.

Mais AQUI...

16 comentários:

ReiArtur disse...

Quem é o patrono de Chávez? A bazófia do Presidente da Venezuela contra Bush é um embuste? Serão os dois apenas funcionários de um mesmo patrão?

xatoo disse...

O Lula é comunista?
eheheeh, ao principio, ao ler isto, fiquei sem saber se havia de rir à gargalhada - mas ,optei pelo riso amarelo
a propósito
esse site, o Midia em Máscara, é das coisas mais reaccionárias e asquerosas que se edita em lingua portuguesa - partir daí para extrapolar qualquer tipo de informação credivel é um exercicio arriscadissimo

augustoM disse...

Esse é o novo estilo do capitalismo, encharcar as pessoas com dívidas, os lucros são tão grandes que cobrem todas as margens de risco. Portugal caminha a passos largos para essa "economia de mercado" com o aumento da oferta a procura sobe. Eles têm lucro sobre todos os tostões que ganhamos.
Não deve faltar muito para não se ter obrigatoriedade de amortizar o cartão de crédito, somente irão exigir o pagamento dos juros. Vai ser um fartar vilanagem a ter cartões de todos os bancos, gastar todo o limite, por que só têm de pagar juros. Isto aconteceu na Inglaterra, a altura tantas, o ordenado já não chegava para pagar os juros, quanto mais pagar as dívidas. Um dia a torneira fechou e viram-se ogrigados a pagar o que deviam. Foi o fim. O número de suicidios foi o mais elevado de sempre no Reino Unido, quando as pessoas de um dia para o outro se viram privadas, por ordem do tribunal, de tudo o que tinham. Casas, carros, todos os bens e até os ordenados. Ficaram pobres e os bancos mais ricos.
Um abraço. Augusto

Sofocleto disse...

Xatoo,

Concordo contigo, o Midia em Máscara é um site asqueroso. O artigo apareceu-me por acaso numa busca sobre os «Money Masters».

De qualquer forma, esta história de Chávez causa-me alguma perplexidade. Se Cheney não hesita em enviar tropas para o Afeganistão e para o Iraque, que praticamente fazem fronteira com a Rússia e a China, porque é que permite estas insubordinações no seu «quintal»? Se o objectivo de Cheney é controlar o petróleo, porque é que consente estas «revoltas» de Chávez, Morales, etc., mesmo à porta de casa? Tenho a sensação de que há aqui alguma coisa que não bate certo.

DLM disse...

Meu caro, o que não bate certo é a sua obsessão com os estados unidos. Não se cansa da luta quixotesca contra moinhos de ventos que sistematicamente se transformam em capitalistas norte-americanos?
Cuide de si, tanto fervor revolucionário pode fazer mal aos órgãos vitais, beba um chá, vá ao cinema, compre um par de calças novas

Lidador disse...

Sofocleto, hoje acordei com comichão no escroto.

Estou cá com a impressão que o Bush e o Cheney estão metidos no assunto.
Não sei, ainda ontem estava tudo bem...e assim de repente..há qualquer coisa que não bate certo.
Isto para não falar que há dias usei um perfume Ralph Lauren, americano...e quando ia no carro, houve um Ford que me ultrapassou e oa condutora nem olhou.

Ninguém me tira da cabeça que anda ali a mãozinha da Cia e do Blair. Há qualquer coisa que não bate certo.

Tal como isto do camarada Chavez. Até aqui era um gajo do caraças, revolução socialista e não sei quê mais, pontapés no Bush, insultos a caralhadas e vai-se a ver, é CIA que controla o gajo e o caraças.

Era tudo fita e agora que o gajo vai tomar conta daquilo tudo, é que se vê que são os americanos os culpados.

Sabe o Sofocleto o que também não bate certo?
É que você, tal como o Chavez, também é mata-esfola contra o Bush, e o capitalismo e tralalá..

Cá para mim, está também a soldo da CIA..pagam-lhe para fazer este blogue que não tem ponta por onde se lhe pegue, de propósito, para cobrir de ridículo os verdadeiros resistentes caídos do muro, como o Xatoo, que sabe de cor os versículos do evangelho segundo São Karl, e mete no bolso o xeque Munir, que precisa de um PDA para ter sempre à mão os versículos do Corão.

Sofocleto, lacaio do Bush.

É asssim que se descobrem as carecas...vendido ao capitalismo, quisling, cavalo de troia, quinta coluna...

Arreda!

Anónimo disse...

Sofocleto, estou estupefacto. Não percebi este seu post. Não era com você que aqui há meio ano tinha discussões sobre o Chavez, do qual você era um grande defensor ? Virou a casaca ou estou tolinho ?

Anónimo disse...

De qualquer forma, esta história de Chávez causa-me alguma perplexidade. Se Cheney não hesita em enviar tropas para o Afeganistão e para o Iraque, que praticamente fazem fronteira com a Rússia e a China, porque é que permite estas insubordinações no seu «quintal»?

Porque ao contrário do que você passou a vida a defender, o terrorismo e o extremismo islâmico não é uma invenção dos serviços secretos ocidentais. É uma ameaça real no qual você e muitos outros tem feito o papel de idiota útil.
Se não percebe porquê, veja o programa «Dispatches: Undercover Mosque» do Channel 4 britânico.

Os americanos são uma nação que cometeu e se calhar comete muitos erros, se calhar há quem ganhe fortunas com esses erros, é verdade, não o nego. É um grave defeito das nossas democracias, na América ou mesmo cá, com os TGV's e afins.
Mas a guerra contra o terrorismo é justa, e se todos continuarem sentados no sofá a negar o terrorismo podem ir preparando as despedidas para o vosso modo de vida e daquilo que todos nós chamamos de Liberdade.

O Chavez não é uma ameaça, é simplesmente um ladrão, que com o populismo se vai apoderar na próxima década da riqueza de todo um país. Não sendo uma ameaça, os americanos estão-se nas tintas para ele. É um problema dos venezuelanos que o elegeram.

Percebeu a diferença ?

xatoo disse...

Não há pura e simplesmente “insubordinações em «quintal» nenhum”! – sabe quem tem o know-how e os meios para explorar o petróleo? – são as Empresas Ocidentais (as 7 irmãs) a quem os Estados, (ali ou na Arabia Saudita, no Irão, na Nigeria ou em Angola) cedem concessões para exploração a troco de um X de comissão por cada barril extraído. O que Chavéz está a fazer é utilizar essa riqueza (uma percentagem mínima comparada com a parte de leão dos lucros extraídos pelas Multinacionais que pagam impostos no Ocidente) para criar um estatal importante por forma a poder garantir um mínimo de equidade na redistribuição pelo maior numero possível de venezuelanos pobres ou das classes médias mais baixas, pondo esses sectores chave do Estado, principa/ a Banca, ao serviço do povo. Assim, desta forma, ganha massa critica no apoio às politicas de tipo socializante. O povo não é estúpido (quando está livre das aldrabices televisas) , principalmente quando começa a ver centros de saúde, escolas e assistência social nas favelas dos subúrbios e melhorias substanciais no seu quotidiano, empregos, etc. A originalidade de Chavez está em que, tudo isto está a ser feito sem beliscar os sectores de iniciativa privada (tolerados, enquanto não infringirem a Lei. Por exemplo a Tv do Cisneros está em risco de não lhe ser renovada a licença)

Não há “conspiração” nenhuma nisto; como se vê só os palermóides como este ultimo “Anónimo” é que pode escarrar bostas destas: “O Chavez não é uma ameaça, é um ladrão populista que vai roubar a riqueza”, etc – e depois o estúpido invoca como fonte para legitimar o “terrorismo” um canal de televisão. O melhor seria invocar logo o gajo que fode a filha do Rupert Murdoch (o Channel Four é dele)

Sofocleto, perdoe-me o vernáculo, mas como ao Lidador se permite admitir “caralhadas” sem ser apagado – tb eu me vou permitir esse tipo de liberdade, pelo menos até que a casa não esteja limpa,,,
para estar ao nivel desses grunhos, é sempre a baixar de nivel,,,

Lidador disse...

Calma, xatoo, não se irrite com o Sofocleto. Tal como você ele sofre de dissonância cognitiva, pelo que, quando a realidade não coincide com aquilo que vocês acreditam ser a realidade, e como têm em muito elevado conceito as vossos próprios “raciocínios” (que na verdade não passam de fast-food ideológico especialmente enlatado para consumo de mentes débeis) cada um trata de reduzir a dissonância da pior maneira: dando relevo a explicações, interpretações e justificações que ignorem a realidade e sublimem a crença.
O Sofocleto tem um demónio de serviço que lhe resolve o problema: os americanos. Na dúvida, não há dúvida: se não sabe explicar porque razão tem comichão nas partes baixas, pode-se sempre compor um ar enigmático e sugerir qualquer coisa sobre as multinacionais farmacêuticas americanas. Claro que isso não tira o comichão do sítio, mas satisfaz a comichão mental, que também é importante e um gajo da “esquerda moderna”, (que todavia defende às claras as ideias fundacionais da ideologia nacional-socialista) tem de “resistir, pá”.
O Xatoo, órfão do muro, vai ao velho alfarrábio alquimista do Tio Karl Marx e saca de lá um versículo sagrado que lhe parece apropriado, tal como faz o xeque Munir ou o Frei Bento, cada um nos respectivos livros sagrados.
Mas vejamos as “opiniões” do Xatoo (na verdade não são dele, embora ele acredite que sim)

“sabe quem tem o know-how e os meios para explorar o petróleo? – são as Empresas Ocidentais“

Coisa injusta e estranha, segundo o Xatoo. Então o know-how não deveria estar distribuído? Porque razão uns gajos sabem e outros não? Que porcaria é esta? Para os órfãos do muro, o “know-how” é assim um bem que está ali num canto, à espera de ser apanhado e os sacanas dos “capitalistas” foram lá buscá-lo e roubaram-no todo, deixando os outros sem nada.

“poder garantir um mínimo de equidade na redistribuição pelo maior numero possível de venezuelanos pobres ou das classes médias mais baixas, pondo esses sectores chave do Estado, principa/ a Banca, ao serviço do povo.”(xatoo dixit)

E é mesmo um mínimo….porque quem reparte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é burro ou não tem arte. O camarada Chavez nem é burro, nem lhe falta arte. E uma vez que anda a utilizar o dinheiro do petróleo para adquirir moderníssimos aviões de combate, centenas de milhares de espingardas, subsidiar petróleo aos seus comparsas “bolivarianos”, e outras justas medidas redistributivas, o que sobra para o “serviço do povo”, é mesmo o mínimo dos mínimos, o que só lhes faz bem. Como dizia Mao-Tse-Tung, “ cerca de 1500 calorias são suficientes. Se o povo se queixa que há poucos bens de consumo disponíveis, o regime deve aumentar os seus esforços de propaganda.”


“O povo não é estúpido (quando está livre das aldrabices televisas)”(xatoo dixit)

É por estas postas que se topa logo que o xatoo não faz parte do povo.
E ficará cada vez mais inteligente (o povo), se os camaradas dirigentes o livrar de informação deletéria, basicamente toda aquela que contradiz a opinião dos camaradas dirigentes. O povo ficará supinamente inteligente quando estiver livre de todas as aldrabices, televisivas ou escritas. Por exemplo, no Cambodja, o regime comunista na sua ânsia de educar e libertar o povo, deu caça a toda a malta que sabia ler e escrever. Gente desta não está livre de aldrabices…é até muitas vezes a fonte das aldrabices. Há que acabar com as aldrabices. Parafraseando o velho Mao, “o conhecimento dos professores burgueses deve ser tratado como peidos de cão, não vale nada, merecendo apenas desdém, escárnio, desprezo”.


”Não há “conspiração” nenhuma nisto;”(xatoo dixit)

Claro que não. A “revolução está a passar por aqui”.
E Chavez é no fundo o novo Mao-Tse-Tung que dizia que “pessoas como eu anseiam pela destruição porque quando o velho estiver destruído, um novo universo se formará. Será muito melhor. Uma revolução não é um jantar de festa; implica violência. É necessário provocar um reinado de terror e se os inimigos de classe e grandes proprietários forem teimosos, rasgamos-lhe os tendões do tornozelo e cortamos-lhe as orelhas. Temos de esmagar os tiranos proprietários de terras e se as massas não compreendem o que significa “tiranos proprietários de terras”, podem dizer-lhes que significa os que têm dinheiro. Para fazer com que os camponeses adiram à revolução só há uma forma: utilizar o terror vermelho para os incitar a fazer coisas que não lhes deixem qualquer hipótese de mais tarde estabelecerem compromissos com a aristocracia e burguesia. É que a lei de Lenine não tem detalhes. Simplesmente mata toda a oposição. Os trabalhadores e camponeses podem matar todos os tiranos proprietários de terras, nobres maus, grandes proprietários e capitalistas, sem necessidade de prestar contas a ninguém.

Isto dizia Mao (citações extraídas da biografia de Mao-Tse-Tung). Chavez é mais “bolivariano”, faz mais umas misturas paleocristãs, mas está lá a ideia grandiosa da “Revolução”.
Bravo!


“para estar ao nivel desses grunhos, é sempre a baixar de nível” (xatoo dixit)

Ora, que modéstia. A verdade é que, riscando com uma pena o ténue verniz, descobre-se logo o “revolucionário” de taberna, em aerofagias pesporrentes e com odor a cadaverina.
No fundo, xatoozinho, basta-lhe ser autêntico…

Macillum disse...

Antes de ser presidente Lula era do PT (Partido Trabalhista), de esquerda... ha pouco tempo afirmou na televisao, para surpresa de todos, que nunca foi de esquerda... vai-se la acreditar em quem?!

Em relacao Referendo ao aborto:
nem completamente SIM, nem completamente NÃO.
Não temos de ser extremistas. Existe um caminho do meio.
A campanha do SIM e a insuficiência da Base das Lajes no movimento bélico para o Médio Oriente... nada a haver?
Descubra em
http://noticmundo.blogspot.com/2007/01/clnica-espanhola-de-abortos-na-av.html

DLM disse...

O xatissimo, alma perdida, arrasta as correntes, coitado, uiva a orfandade à lua, por razoes escatológicas inadiáveis procura um novo farol – ontem a união soviética, hoje a Venezuela, amanha só deus o sabe. Ignora, e faz muito bem, que o comunismo morreu e caiu no opróbrio, que jaz na vala comum da Historia e que o produto final de 90 anos de história salda em 100 milhões de mortos e uma infindável lista de tiranias, campos de concentração e miséria lancinante.
Estes comunistas são um mestrado em arqueologia

Sofocleto disse...

Xatoo,

Se,

«Não há pura e simplesmente “insubordinações em «quintal» nenhum”! – sabe quem tem o know-how e os meios para explorar o petróleo? – são as Empresas Ocidentais (as 7 irmãs) a quem os Estados, (ali ou na Arabia Saudita, no Irão, na Nigeria ou em Angola) cedem concessões para exploração a troco de um X de comissão por cada barril extraído.»,

então porque é que Cheney invadiu o Iraque e se prepara para invadir o Irão? Se são as 7 irmãs que exploram o petróleo iraniano, para quê invadir?

xatoo disse...

é fácil Sofocleto:
é a dinâmica da destruição-construção, ou seja, a lógica do complexo politico militar - que é relativamente autónomo em relação ao campo dos negócios & finanças, que por sua vez financiam os outros. Os banqueiros financiam a guerra, e os guerreiros abrem campo para os das finanças e do mundo dos negócios entrarem. Some isto ao facto de 97% de Wall Street ser controlada por americo-israelitas (aqueles de que Vc tem feito os últimos posts) e aqui tem o quadro completo.

ps: um recadinho para esses dois grunhos comentadores: só sabem essa dos mortos? sabem pouco!; de qualquer modo condizente com aquilo que o vosso PR andou a ler no Verão - uma biografia do Mao escrita por uma gaja nascida numa das Chinatown da Califórnia, eheheheh
cambada de aldrabões
http://www.monthlyreview.org/0906ball.htm
.

Sofocleto disse...

Xatoo,

E porque não aplicar a dinâmica da destruição-construção à Venezuela e à Bolívia? Afinal, aos olhos da «comunidade internacional», o discurso de Chávez e de Ahmadinejad são semelhantes.

Berta disse...

Sofocleto, está a ser injusto com Hugo Chavez. Ele está a fazer algo de inédito na história da Venezuela e parece-me que o povo beneficia efectivamente com o dinheiro do petróleo. Parece-me um bom governante. Quanto ao crescimento da banca, parece-me algo de inevitável tendo em conta a prosperidade do país. E não vejo nada de mal nisso, desde que se acabe com a miséria e se melhore as condições de vida da generalidade da população.