quinta-feira, janeiro 25, 2007

Os BANCOS portugueses controlam a política do Governo?


Reginald McKenna, presidente do Banco de Midland em Londres (18631943), foi Ministro do Tesouro Britânico e presidente do Banco de Midland em Londres (um dos maiores cinco bancos de Inglaterra), afirmou num discurso anual de accionistas, a 25 de Janeiro de 1924 (como registado no seu livro, Post-War Banking):

"I am afraid that ordinary citizens will not like to be told that the banks can, and do, create and destroy money. And they who control the credit of the nation direct the policy of governments, and hold in the hollow of their hands the destiny of the people."

"Receio que os cidadãos comuns não vão gostar de saber que os bancos podem, e fazem-no, gerar e destruir dinheiro. E que aqueles que controlam o crédito da nação, controlam a política dos governos e têm nas suas mãos o destino das pessoas".


Comentário:

Porque é que os BANCOS portugueses só pagam 11% de IRC, quando todas as outras empresas pagam 25%? Será que, como sugeriu Reginald McKenna, também os BANCOS portugueses controlam a política dos governos portugueses?

28 comentários:

inominável disse...

a pergunta final era retórica, não era?

Sofocleto disse...

Inominável: «a pergunta final era retórica, não era?»

Evidentemente! É óbvio que os Sócrates, os Teixeiras dos Santos, os Mários Linos e quejandos, não passam de funcionários bancários travestidos de servidores da causa pública. Nem eles nunca teriam chegado a cargos de poder sem o beneplácito da alta finança (que obviamente terá de ser correspondido com juros).

DLM disse...

Sim sofocleto, as eleições são uma gigantesca farsa, uma infame impostura com o infame objectivo de dar uma roupagem democrática ao infame regime.

luikki disse...

os governantes não passam de homens-de-mão do poder financeiro...
que lhes financia os partidos e as farsas das campanhas eleitorais.....

DLM disse...

Obrigado luikki, está tudo explicado. Pensava que campanhas eleitorais, maquinas partidarias e eleições fossem elementos estruturais da democracia. Redondamente enganado estava eu. Tudo parte de uma imensa cabala para que os bancos possam encerrar o ano com taxas de crescimento assinalaveis. Sacanas!

Sandra disse...

Concordo com o Luiki e com o Dlm. Os bancos só estão interessados nos seus lucros. Agora querem pôr uma taxa nos levantamentos do multibanco.

Macillum disse...

Quando votamos nada decidimos. 'E tudo uma fachada para o povo manter-se calmo.
O que o Sofocleto esta aqui a fazer 'e semelhante ao que estao a fazer nos EUA, revelando que a Reserva Federal nao esta nas maos do Estado... que nao passa de um banco privado nas maos da familia Rothschild.
Nao 'e por acaso que as setas incluidas no logotipo que a familia Rothschild utiliza em bancos, fundacoes e empresas assumidamente suas, sao as mesmas setas que estao na garra da aguia do Selo Oficial dos EUA.
A familia Rothschild 'e judaica e por isso mesmo 'e que existe uma estrela dos judeus no mesmo Selo Oficial, por cima da cabeca da aguia, formada por 13 estrelas... a familia Rothschild manda nos EUA.
Aqui em Portugal a jogada 'e a mesma... os donos dos bancos comandam o governo, uma vez que quem tem o dinheiro tem o poder nas maos.
Mas... a quem respondem esses senhores donos dos bancos portugeses? Agiram independentemente dos poderes internacionais? Ou sera que respondem, tambem eles, 'a familia Rothschild, uma vez que 'e esta mesma familia que comanda o dinheiro e a politica nos EUA e em Israel, sendo que os EUA comandam Portugal?
Como ja disse tudo me leva a crer que Portugal esta a sofrer uma intencional despovoacao afim de poder ser invadido pelas forcas norte americanas quando chegar o tempo da grande e inevitavel guerra no Medio Oriente, uma vez que a Base das Lajes nao sera suficiente para movimentar a logistica necessaria para realizar tal empreendimento...
... o que 'e que isto tem a haver com a construcao do TGV? Parece ser mais um investimento despropositado, com o mesmo fim... empobrecimento, desmoralizacao e consequente despovoamento de Portugal.

Toni disse...

"Portugal esta a sofrer uma intencional despovoacao afim de poder ser invadido pelas forcas norte americanas quando chegar o tempo da grande e inevitavel guerra no Medio Oriente"

macillum: andas a ver muitos filmes de ficção científica !

Lince disse...

Infelizmente o Homem sempre foi pródigo em criar estruturas que elas próprias são controladoras da sua liberdade (a Religião, os Estados, e uma miríade de associacões que na sua maior parte, apesar de bem intencionadas na sua génese, logo se corromperam, a favor de interesses particulares ou de lóbis). A Banca é o vértice ou o máximo expoente do pior que a Humanidade pode oferecer, gente sem escrúpulos, com poder e dinheiro para controlar, e decidir quem viverá nobre ou padecerá como servo da gleba...

inominável disse...

ò Toni, amigo, não compreendes uma coisa que se chama ironia? ai, a literacia da compreensão...

Toni disse...

inonimável:
De facto, os comentários emitidos neste bloque são às vezes tão surrealistas, que até perco a capacidade de identificar a ironia. Felizmente, estás cá tu para me abrires os olhos.

Lidador disse...

Sofocleto, explique lá melhor como é que o Sr Reginald, que morreu há mais de 60 anos, "sugeriu que os bancos portugueses controlam a politica dos governos portugueses".

Você falou com ele numa sessão de espiritismo?

Confesso que estou intrigado pelos seus dotes mediúnicos.

Então esse contacto com a realidade?

Sofocleto disse...

Lidador,

O Reginald afirmou que “aqueles que controlam o crédito da nação, controlam a política dos governos e têm nas suas mãos o destino das pessoas”. Reginald não se referiu exclusivamente aos bancos ingleses nem exclusivamente aos loucos anos vinte. Nada há de mediúnico nisto.

Lidador disse...

Sofocleto, camarada, não assobie para o ar.


Você escreveu isto:
"Será que, como sugeriu Reginald McKenna, também os BANCOS portugueses controlam a política dos governos portugueses?"

Ora o Reginald não sugeriu nada disso, por isso ou você falou com ele a altas horas da noite, em torno de uma mesa de espiritismo, ou está a tresler, como é seu hábito.

Mas mesmo que tenha falado com a alma imortal do bom do Reginaldo, não há nada que nos garante que a opinião do Reginaldo é lei suprema do universo e que o que ele lhe diz a si em converseta de além-túmulo, esteja escrito em pedra.

Tanto quanto sei, o Reginaldo era um gajo como outro qualquer, com dua pernas, dois braços e um buraco no fundo das costas, que dava uns palpites.
Exactamente como milhões de outros gajos.

Lá porque você conversa com ele à noite, isso não significa que o homem seja o Profeta Jeremias.

Sofocleto disse...

Reginaldo sugeriu que a banca controla a política. Ora, se há cá bancos e há cá políticos...


Lidador:
«Tanto quanto sei, o Reginaldo era um gajo como outro qualquer, com dua pernas, dois braços e um buraco no fundo das costas, que dava uns palpites. Exactamente como milhões de outros gajos.»

Não exactamente, Lidador. O Reginaldo foi Ministro do Tesouro Britânico e presidente do Banco de Midland em Londres, um dos maiores cinco bancos de Inglaterra. Em termos de palpites sobre a mecânica financeira, está um pouco acima do Zé dos Plásticos.

Lidador disse...

Ah, bem, então foi você o autor da frase

"como sugeriu Reginald McKenna, também os BANCOS portugueses controlam a política dos governos portugueses?"

Bem me parecia que o Reginaldo não tinha culpa nenhuma, não se materializou na mesa de pé de galo e está morto e bem morto.

Em suma, ficámos a saber que o Sofocleto trabalha numa fábrica de moldes de plástico.

Um operário em construção, portanto.

Um Homem das Cidades disse...

Lidador,

Vc n tem uma discussão séria sobre nada e está n seu direito. É óbvio q é legítimo ter em conta a opinião de um expert da banca, q vale mais sobre este assunto q a minha ou a sua mas vc está sempre num tom chocarreiro e com sofismas tentando turvar as águas. Vc está no seu direito de defender as suas opiniões políticas como quem defende o seu clube de futebol mas se n tem, ou n quer ter, capacidade de argumentação pq é q aqui vem deixar os seus comentários?
Já agora agradecia-lhe q deixasse de insultar as pessoas ou este Blog. Tem muitos outros Blogs q defendem tb o seu clube.

Macillum disse...

Penso que os senhores que tanto resistem a que haja uma verdadeira conspiracao para diminuir a populacao mundial atraves de guerras, fome, drogas, doencas, abortos, colapsos economicos, desemprego, etc ( ate parece que estou a falar somente de Portugal, nao 'e? ), deveriam investigar melhor o "Relatorio Global 2000", redigido por Cyrus Vance a pedido do Clube de Roma, sobre o qual os governos mundiais se postram.
Henry Kissinger tambem ajudou com um maquiavelico plano para um genocidio atraves de uma plano para o controle da comida por parte das grandes industrias alimentares - uma vez que o governo dos EUA temem que o excesso de populacao mundial possa vir a ser uma ameaca para o seu pais.
Portugal alinha nas estrategias definidas pelo relatorio "Global 2000" atraves das instrucoes que recebe do Grupo de Bilderberg, todos os anos.
Em politica e em economia nada acontece por acaso... os caminhos a precorrer na direccao de um Governo Mundial estao muito bem definidos e Portugal esta a segui-los 'a risca, uma vez que a posicao geografica do mesmo 'e de extrema importancia para o sucesso de movimentos presentes, mas, mais importante, para o sucesso de movimentos futuros... ou pensam que as medidas que estao a ser tomadas neste pais sao tomadas independentes de todo o movimento globalizante?
Nao foi por acaso que houve uma grande controversia em Italia ha poucos dias devido 'a ampliacao (cedencia de terrenos italianos) de uma base militar dos EUA.
Desprevenidos, adormecidos como sempre, pensando em sua vaidade puritana que sabem mais do que verdadeiramente sabem (nao nos mostra isso o Eca de Queiroz?!!!) os portugueses verao, assombrados e incredulos, as tropas americanas entrar por Portugal continental assim que estalar a Grande Guerra no Medio Oriente que envolvera o Irao, a Siria, o Libano e grupos de resistencia islamicos de todos os paises muculmanos em redor contra as forcas militares internacionais das Nacoes Unidas.
Para acabar com uma grande recessao so uma grande guerra... ou porque 'e que pensam que o o ouro esta a comportar-se como esta nos ultimos dois anos? Ou porque 'e que pensam que a economia do Brasil esta a subir escalabrosamente (havendo partes do Brasil, como o estado do Ceara, em que a economia esta a subir tanto quanto na China), tal e qual como aconteceu antes das duas grandes guerras?
Divagacao?
Mania das conspiracoes?
As evidencias sao por demais! 'E, inves disso, claro como a agua...
Ou nao sabem voces que o governo dos EUA escreveu, nos anos 50, uma carta que dizia para Portugal ceder a Base das Lajes aos EUA, ou sofreria as consequencias? Com o territorio continental vai ser a mesma coisa... e ja esta a ser!

Procurem saber o que 'e o relatorio "Global 2000" (mas este 'e somente um documento oficial, pois, existem mais) antes de duvidarem desta conspiracao mundial. Talvez assim entendam melhor o que se esta a passar, verdadeiramente, em Portugal.

O-Lidador disse...

"está n seu direito"

Sofocl..perdão, "homem das cidades (não me entendo com estes heterónimos, fazem-me lembrar a esquizofrenia), o seu post deveria ter-se ficado por esta pequena frase que eu citei.

O resto, é a exacta contradição desta frase.

Somando, dá zero.

Vá, dê descanso ao espírito e deixe de se travestir de Cardeal Cerejeira.

Biranta disse...

Um Homem das Cidades!
Você está a avaliar mal, muito mal, essa questão.
o-lidador não tem uma dicussão séria cobre o que quer que seja? Certíssimo! Está no direito dele? Não! O "direito", aqui, é você que lho dá e faz muito mal. Estará no direito dele, noutros sítios onde quem dita as leis o tolere (ou talvez seja o caso e quem está a mais sou eu...). Quem o inimigo poupa às mãos lhe morre. Além de que, independentemente de quem o diga e seus objectivos, continua a ser verdade que "a má moeda expulsa a boa moeda". O que faz com que essa tolerância, intolerável, seja uma "escolha" que dimunui ou anula o alcance das denúncias e irá afastando, inevitavelmente, pessoas que não estejam dispostas a frequentar a mesma pocilga que tolera gente e comentários como os de "o-lidador"!

Pois é, mesu caros, o mais difícil destas coisas é que, para se ser consequente é necessário fazer escolhas e nos assumirmos, sob pena de sermos "assimilados" ou assemelhados aos denunciados e seus lacaios.
Escusa de responder porque eu não tenciono vir aqui tão cedo. O meu estômago começa a se ressentir.

Um Homem das Cidades disse...

Ok, eu estou de acordo com a Biranta. Há pessoas com as quais n vale a pena tentar sequer dialogar.
Sr. Lidador pode escrever aqui o q quiser q da minha parte acabou. Não voltarei a responder-lhe.
Pelo contrário Macillum argumentou comigo sobre o aborto e apesar das divergências vê-se q é uma pessoa bem formada.
Obrigado.

Bilder disse...

Já dizia o bankster Mayer Rotschield:
"Dêem-me o poder sobre a moeda de um país e eu não quero saber quem faz as leis".
Mais sobre isto no meu blog.

O-Lidador disse...

"Ok, eu estou de acordo com a Biranta"

Claro que sim e isso diz muito de si.
Infelizmente não diz nada de particularmente bom.

Os meus pêsames!

Anónimo disse...

De todos confesso k tenho uma estima muito especial pelo Macillum. O k estas cabecinhas imaginam, estou a envelhecer eles ganham-me aos pontos na imaginação, oh pra eles a dizer k em inteligencia também, mas eu sou um deles, um Annunaki, não sabem o k é? Leiam as cenas do próximo capitulo k vou escrever em parceria com a carolina s na proxima semana.
Keira receber a minha inenarravel admiração.
Bom fim-de-semana

Sauridio

Sofocleto disse...

Biranta,

Tenho por princípio não apagar qualquer comentário a não ser que seja exclusivamente insultuoso. Defendo que uma caixa de comentários deve servir de fórum e que todas as opiniões devem ser aceites (a favor ou contra, assim ou assado, com humor ou imbecis). Nestes fóruns é necessário ter algum poder de encaixe e capacidade para expor da melhor forma as nossas convicções.

Toni disse...

Faço minhas as palavras do Sofocleto. Deixem o lidador expor as suas convicções. Ele só enriquece as discussões que aqui se desenrolam. Quanto ao Biranta, parece-me um indívíduo sem cultura democrática. Não faz cá falta !

leitor atento disse...

Bem dito Toni... o que não compreendo é que tanta gente já traçou esse retrato birantonho e ainda se dão ao trabalho de ler as tiradas anti-democráticas e anti-liberdade de expressão que essa caricatura teima em atirar da boca para fora... a forma como se dá ao direito de tomar a palavra é uma negação à forma como depois pensa que pode privar os outros... um ditador frustrado, portanto...

Macillum disse...

Caro anonimo...

como ve, este nao 'e o blogue indicado para encaixar essa peca de puzzle que sao os Annunaki...