quarta-feira, novembro 18, 2009

A Taxa Multibanco e a cegueira liberal no Blogue Blasfémias


Lamenta LR, no Blogue Blasfémias (18-11-2009), a proibição da cobrança da Taxa Multibanco, que considera um atentado ao "laissez faire":

«Aqui está mais uma medida demagógica, destinada quiçá a responder à indignação fácil provocada por uma petição que anda por aí a circular há vários anos. A mesma tem vindo a ser ”apimentada” por falsidades, reconhecidas pelo próprio autor da petição, como a que estabelece a futura comissão a cobrar em € 1,50.»

«Diga-se que nenhum banco estava a equacionar a tarificação dos movimentos feitos nas ATM, mas nada obsta a que amanhã tal não acontecesse, no seguimento de uma tendência que existe a nível global de se cobrar por todos os serviços prestados. Com
este proibicionismo, as operações no Multibanco serão gratuitas, mas agravar-se-ão inevitavelmente outras comissões, como a anuidade do cartão ou a comissão de manutenção de conta.»

«Facilmente se generaliza a ideia de que prestar o serviço via ATMs é algo sem custos para os bancos (eles até destruiram empregos à custa disso...). Acontece que o negócio bancário de hoje é totalmente diferente do que era há cerca de 20/30 anos. De Instituições de Crédito, os bancos transformaram-se em Instituições prestadoras de serviços, muito por força do esmagamento da margem financeira que deixou há muito de ter 2 dígitos, que então permitia cobrir tudo.»

«Teixeira dos Santos está bem ciente de todos estes factos, mas propaganda oblige...»



***********************


As duas falhas de raciocínio do blogger LR do Blasfémias

Naturalmente que LR, o autor deste post no Blogue Blasfémias, não alcança que os custos que a Banca tem com o Multibanco são em muito ultrapassados pelos benefícios em rapidez, custos com o pessoal, automação da contabilidade, ganhos de produtividade, segurança, etc. Não foi por acaso que a Banca introduziu as caixas ATM, já lá vão uns bons anos. Não são necessários dois dedos de testa para compreender que as caixas ATM trazem muitos lucros À Banca.

Mas LR também não percebe que a Banca funciona em cartel, onde a «competição» é fictícia e reduzida a pormenores irrelevantes. Porque, quando há competição a sério numa economia de mercado, a tendência é para que se reduzam as margens de lucro. Nenhum banco arriscaria, numa lógica competitiva, cobrar uma taxa sobre um serviço que, ao invés de prejuízo, lhe proporciona mais ganhos. Ficaria imediatamente em inferioridade em relação aos bancos concorrentes que não cobrassem essa taxa.


***********************


Fernando Madrinha - Expresso 3/2/2007:

«Todos os anos, por esta altura, muita gente se interroga: que país é este onde a vida é tão dura e deficitária para toda a gente, famílias e empresas, menos para os bancos

«... os lucros [dos bancos] não param de crescer. O Millennium bcp, por exemplo: teve 780 milhões de euros de lucros em 2006 - mais 28% do que no ano anterior; o BPI registou 309 milhões - mais 23%; o Banco Espírito Santo anunciou ganhos de 420 milhões - mais 5o%...»

«Tudo estaria bem se esta chuva de milhões sobre os bancos fosse um sinal de pujança da vida económica do país. Mas sabemos bem que não é. E que esses lucros colossais são, afinal, uma expressão da dependência cada vez maior das famílias e das empresas em relação ao capital financeiro. Daí que, em lugar de aplauso e regozijo geral, o que o seu anúncio provoca é o mal-estar de quem sente que Portugal inteiro trabalha para engordar a banca. Ganha força essa ideia de que os bancos sugam a riqueza do país mais do que a fomentam.».
.

15 comentários:

Taxista disse...

Mas afinal isto está-se a tornar uma selva, onde já ninguém respeita ninguém, nem clientes, nem aforradores, nem otários que andam a colocar o dinheiro nos Bancos, para eles engordarem e pagarem menos impostos que uma uva mijona?

Os bancos e banqueiros que se cuidem! Respeitem os seus clientes, ricos ou remediados, porque qualquer dia - levam com milhares de aforradores à porta a levantarem as poupanças ...

Ana Camarra disse...

Diogo

A banca basicamente é ladra!
Outra coisa, já viste a quantidade de fetos em gravidas vacinadas contra a Gripe A que morrem?

beijos

Clavis disse...

LR não percebe porque não quer perceber!
na sua voragem neoliberal, devorou até a racionalidade!

Anónimo disse...

“Tens de prestar um serviço mas não podes cobrar por ele”- Defende o seu ganha pão.

Estou farto de atender chamadas de bancos que me querem impingir uns cartões de crédito/débito, mais créditos pré-aprovado e mais umas patranhas.
Pobrezinhos. Não poderem cobrar por um serviço que me querem impingir, para ganharem mais uns trocos... tadinhos deles e do LR...
Quanto aos de débito, foram os bancos que os incentivaram pelas poupanças que obtiveram e obtêm, como bem diz.
Há uns tempos quando me enviavam os cartões mais os documentos, rasgava aquela porcaria toda, metia no envelope resposta e devolvia-os. Eles que jogassem fora o lixo que criavam. Ainda hoje o faço, a quem quer que seja, quando vêm com envelopes resposta.
Carlos

Diogo disse...

Taxista – Os banqueiros não deviam existir.


Ana Camarra – Dizem que morre aproximadamente um feto por dia em Portugal por motivos diversos. Mas esta estatística respeita a toda as grávidas portuguesas. Em relação às que foram vacinadas, será que se mantém a correlação?


Clavis – LR está imbuído de um pensamento em túnel. Nada vê para lá dos antolhos neoliberais.


Anónimo – A Banca privada é a maior sanguessuga do universo. É preciso erradicá-los o mais depressa possível.

Daniel Santos disse...

Já tem lucro suficiente sem esta taxa, por isso que se lixem.

Zorze disse...

O post do LR do Blasfémias é de uma total ingenuidade, revela fraco conhecimento na área.
Blafesmou-se a ele próprio.

Abraço,
Zorze

Carcavelos disse...

Os maiores ladrões dos bancos são os banqueiros, não são os assaltantes.

alf disse...

Quanto mais eficientes forem os bancos, menos «spread» pagamos nos empréstimos; assim, quem beneficia das atm e outras coisas não são os bancos por reduzirem despesas, porque essa redução reflecte-se no preço dos serviços, desde que a concorrência funcione; e se não funciona, nada faz sentido, é escusado discutir o assunto.

quanto ao pagamento da utilização do cartão, já se paga - os lojistas pagam para terem o terminal nas lojas e reflectem isso no preço a pagar pelo cliente. Muitas vezes pergunto, na altura do pagamento: e se eu pagar a dinheiro em vez de com o cartão? Frequentemente fazem-me logo um desconto de 5%, embora menos actualmente, deve depender do tipo de contracto que têm.

A diferença, segundo percebo, é que em vez de pagarmos sem saber passariamos a ter essa parcela descriminada; mas não acho grande ideia porque isso ia dar mais chatice, lembra-me uns restaurantes que há lá fora que cobram por cada talher usado pelo cliente.

Diogo disse...

Daniel Santos – Não basta evitar a taxa. Os bancos têm de explicar muitíssimo mais coisas.


Zorze – Os Blasfemos, que eu acredito serem na quase totalidade pessoal honesto, são de uma ingenuidade que roça a imbecilidade.


Carcavelos – Se os banqueiros não roubassem tanto, talvez não houvessem assaltantes.


Alf – Quando é que você perceberá que a Banca é um monopólio?

Filipe disse...

Estou com o alf: os nossos spreads, e todas as taxas que pagamos, dependem da eficiência dos bancos. Quanto mais dinheiro ganharem, melhor para todos nós.

Por exemplo, há pouco tempo tive de cancelar vários cartões, devido a roubo. Cobraram-me todos uma taxa, claro, que chegou aos 29 euros, porque as comissões e manutenção que pago não chegam para tão árduo processo.

Se já pagássemos uma taxa por cada levantamento no ATM, como no mais avançado e justo Brasil, decerto nada disto aconteceria.

Julgo que é esse o caminho: temos de ser mais como o Brasil. É o modelo ideal da nossa banca.

E como têm uma concorrência feroz entre si, como as gasolineiras, todos ficaremos a ganhar. Spreads mais baixos, combustível mais baixo. Boa!

Isto é válido para todos os bancos, mas gosto especialmente do BES. Adoro ver o Cristiano Ronaldo, enquanto espero na fila, até ser atendido por caixas sempre sorridentes, pois partilham dos justíssimos lucros do banco. Viva o Cristiano, viva o BES!

Anónimo disse...

Galbraith disse que para roubar bancos a melhor posição era estar no Conselho de Administração!

Para os estúpidos: do Banco!Ahn ahn

Há muitos gaijos assim,é preciso fazer um desenho.Mas,eles vão votar no PSD.Quero-me rir da trombba daqueles q deixaram de votar PS para votar no PSD,sobretudo,prof's:posso mandar uma mensagem de carinho para esses obtusos?:VÃO-SE FODER,BURGUESES DO CARALHO!

manuel gouveia disse...

Vais a ver e a culpa não é do RSI... Sempre me questionei como num país em permanente declínio, os bancos tenham lucros de fazer corar qualquer paraíso fiscal...

Anónimo disse...

Cada pa´s do capitalismo real!!! precisa dum judeu,José Filho do Judeu David para limpar esta jana toda.Para os burgueses com a sua cultura limitada:é o José Staline,estúpidos!

日月神教-向左使 disse...

成人論壇,080聊天室,080苗栗人,免費a片,視訊美女,視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,情色論壇,性感影片,正妹,走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,成人電影,成人遊戲,成人文學,免費成人影片,成人光碟,情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,美女,成人圖片區,avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,正妹牆