segunda-feira, dezembro 11, 2006

Morreu um filho da puta

Jornal Público

11 de Dezembro de 2006

Santiago do Chile estalou de emoções ao ouvir a notícia da morte de Augusto Pinochet, com 91 anos, de ataque cardíaco.

Mas as maiores manifestações foram de alegria. Milhares de pessoas desceram à rua um pouco por toda a cidade para festejar o desaparecimento do ditador, automóveis buzinaram. Na Praça de Maio, que separa dois Chiles, o rico e o pobre, lugar emblemático da maior parte das manifestações dos últimos 14 anos contra a impunidade dos autores e principais responsáveis do regime militar, milhares de pessoas, na sua maior parte jovens, juntaram-se para dar vivas à morte do general, de acordo com todas as agências. Durante o regime foram mortos ou desapareceram milhares de pessoas, pelo menos 3 mil de acordo com os números mais optimistas, e foram torturados muitas mais, cálculos recentes apontam para 30 mil.




Na foto, Pinochet em alegre cavaqueira com o Santo Padre.

30 comentários:

Fragil disse...

Um ataque cardíaco que chegou setenta anos atrasado!

escrevi disse...

Morreu um assassino.

Porque é que não foi julgado no Tribunal Internacional onde outros ditadores têm sido?

Os defensores da liberdade defendida pelos Estados Unidos da América deviam meter a mão na consciência e interrogar-se sobre esta questão.

Os Estados Unidos "fizeram" o Golpe de Estado que matou Salvador Allende, democráticamente eleito (e não era comunista). Também o outro resposável por esta barbaridade não foi julgado. Mas ainda está vivo. Kissinger ainda pode ser julgado, os que foram mortos e torturados do Chile merecem que a justiça humana que condena Saddam seja igualmente justa quanto aos crimes destes assassinos.

a.castro disse...

Morreu Augusto Pinochet e já não era sem tempo! Se eu estivesse no Chile faria parte das manifestações de alegria. Esse ditador pôs termo a uma jovem e corajosa democracia de Salvador Allende.

mirtilho disse...

Além de assassino, traidor ao presidente a quem jurou ser leal. E ainda na véspera jurava com os dentes todos. É desta fibra que são feitos os 'amiguinhos'.

Morreu também há pouco o nobelizado Milton Friedman, que fez mais pelos créditos deste facínora do que o próprio, ao ser um dos Chicago boys do "milagre chileno".
Um milagre que os milhares de mortos agradecem.

xatoo disse...

Se Deus existisse, o porco suino, não tinha morrido tão tarde e logo por ironia no dia dos "Direitos Humanos" que é uma figura de estilo para consumo de ingénuos. Mas sendo assim morreu de velho.
No Chile, por via deste tipo de processos a contabilidade das vitimas nunca poderá ser averiguada. Faltará contudo pedir responsabilidades a Henry Kissinger, o principal mentor da operação de destituição violenta do governo democraticamente eleito de Allende.
Kissinger, que também por ironia foi agora nomeado consultor deste Papa. Que estes 2 batam a bota o mais rápido possivel; assim, "les bons esprits" - filhos de puta se reencontrarão no céu

Anónimo disse...

Finalmente reunidos de novo o "santo padre" e " santo ditador"
Para quando a canonização dos dois?

Que dizes Bento? Vamos esperar 5 anos ou abres já o processo?


Graça a Deus que o mundo se viu livre de mais GRANDE FILHO PUTA.
Infelizmente ainda cá andam muitos e dos grandes....
ANTONIO

O-Lidador disse...

Pinochet não era flor que se cheirasse (pode ser comparado ao Marquês de Pombal).
Por um lado reprimiu e limpou o sebo a cerca de 3000 gajos, o que é basicamente o mesmo que o Sebastião José fez cá na paróquia.
Por outro lado introduziu no Chile politicas económicas liberais que hoje são seguidas até pelos mais furiosos esquerdistas da América Latina, pese embora a retórica populista, o que corresponde à visão modernista do Marquês.
Ambos acabaram mal, perseguidos e acossados.

A verdade é que Pinochet devolveu o poder ao povo, por sua própria iniciativa. O Chile é hoje uma democracia e a sua economia é considerada a mais próspera da América Latina.
Ali ao lado, o dinossauro da Guerra-Fria, já fez mais de 30 000 risquinhos na coronha, 10 vezes mais do que o Pinochet e ninguém da Internacional Judicial Vermelha emite mandatos de captura.
Já estava no poleiro antes do Pinochet, lá continuou e parece que já anda a escolher o mármore para o mausoléu onde pensa jazer e ser adorado com velinhas e lágrimas pelos embrutecidos fiéis de aquém e além-mar.

A economia de Cuba é miserável…um técnico de radar ganha 1 dólar por dia, e os únicos que se safam na verdadeira terra da fraternidade (o poder circula fraternamente entre irmãos) são as jineteras e a nomecklatura (Fidel até aparece regularmente nas listas da Forbes, como um dos gajos mais ricos do mundo)

Aqueles que se assanham com Pinochet e que agora dançam sobre o seu cadáver, fazem-no para tentar esconder as suas próprias frustrações, assentes em utopias fracassadas de um socialismo que pretendeu impor à força, apoiado pela URSS e pela sua proxy na zona.

Quanto a Allende, além de marxista, o que logo nos esclarece da dimensão da sua burrice, era um dogmático autocrata que ignorava o Congresso e tudo fez para transformar o Chile num estado comunista, incluindo a recusa em obedecer a mais de 7000 leis e resoluções do Supremo Tribunal, tentativas de limitar a liberdade de expressão e expropriação abusiva de propriedades privadas.
O tempo cria muitos mitos, mas é bom que se saiba que, quando Allende procurava empurra o país para o comunismo bacoco, sucediam-se as greves e as manifestações de protesto na ruas. Em Setembro de 1972 a inflação era de 500%, o GDP diminuía a taxas de 6% ao ano, o deficit público disparava, os produtos básicos desapareciam das lojas o mercado negro florescia.
O Marquês de Pombal foi um sacana, pois foi….mas legou aos vindouros um país muito melhor.

augustoM disse...

Não morreu um filho da puta, coitadas das putas, mas o lado negro da humanidade.
Um abraçi. Augusto

inominável disse...

o o-lidador tem uma forma estranha de render homenagem aos mortos, mas ainda assim, tenho que concordar em muito e discordar noutro tanto... os meios não justificam os meios, quando falamos de vidas...

luikki disse...

desaparece um filho da puta sem ter pago pelos seus crimes...
já o mesmo aconteceu no rectângulo....

xatoo disse...

o Pinochet pode ser comparado ao Marquês de Pombal, eheheh
e é no tipo de armamento que comprou aos yankees.
Já no outro dia era "as não sei quantas proteinas a dividir pelos não sei quantos chineses do Mao" que na época nem eles próprios sabiam quantos eram.
Ainda o hei-de ver a comparar o Cavaco com o Jefferson

Anónimo disse...

A diferença que que eu também acho o Fidel um Grande Filho da Puta.

Mas o Allende foi eleito e em democracia devemos respeitar o voto do povo. Não assassinar...
Muito menos aos milhares...

Por cá quer se goste ou não o POVO elegeu Soares, Sampaio, Cavaco, Sá Carneiro, Eanes etc e eu cá não votei em nenhum deles....

Bons para uns um merda para outros, só devem sair da mesma forma que entraram: pelo voto.

ANTONIO

Anónimo disse...

"HÁ SOL EM SANTIAGO"!!!!!

Viva o Chile livre de ditaduras, e de ditadores.

Lidador: devias ter achado o máximo ter pertencido às secretas, perseguir, enclausurar, torturar e matar violentamente os opositores.
Tudo em nome do crescimento económico, obviamente.
Aliás, vale sempre a pena chacinar, matar à fome e fazer sofrer a Humanidade pª que o maravilhoson MERCADO funcione e produza este progresso magnífico que, não tarda, nada vai dar cabo desta única TERRA que tivémos e não soubémos cuidar.

Para ti a pena máxima: viver em liberdade e presenciares a liberdade dos outros á frente de todos.

E pára de louvar o lado mais negro da condição humana. Sê fraterno, solidário, não penses que vives acima da tua condição e pára de julgar os outros.
Vai escalar outra montanha.

Anónimo disse...

além de marxista, o que logo nos esclarece da dimensão da sua burrice

o-lidador, os partidos -ml também entram nessa burrice?

O-Lidador disse...

Tantos anónimos furibundos, fazem muito bem ao meu ego.

Eu sei que vos venho aqui estragar o unanimismo, mas isto é um processo darwinista...tem que se espevitar a caça, para que ela não evolua e acabe num miserável dodo.

A caça boa, é a que dá pinotes, e respinga e barafusta e escoiceia.

Um dos anónimos garante que Allende era um gajo do caraças porque foi eleito.

Interessante silogismo.
Vamos aplicá-lo a outras situações para ver se é válido:

Todo o gajo eleito merece o nosso respeito.
O Hitler foi eleito
O Hitler merece respeito.

Ah....pois!


Quanto ao xato, para além de o ser, não sei a que propósito vem para aqui a compra de armamento.

Cada país compra armamento onde lhe convém e nem você nem eu temos nada com isso, a não ser que ele se destine a rachar a nossa cabeça.

Por exemplo, o nosso amigo Chavecito, acaba de comprar não sei quantos aviões e 100 000 kalashnikov à Rússia.

Está no seu direito..o que é que você tem a ver com isso?
Porque protesta contra o Chavecito?

Qualquer dia, está aí a largar postas de pescada sobre o modo como eu gasto o meu dinheiro.
Meta-se na sua vida.
Ou quer por a "comunidade" a controlar que tipo de papel caganal é que eu posso comprar?
2 folhas? 3 folhas? a cores? bi ou trifuncional? usado? em 2ª mão? Com creme macio?

escrevi disse...

A propósito de Darwin, o-lidador deve pertencer ao ramo menos humano da evolução e assim deve ser um parente mais próximo dos símios.
Sim porque um ser humano não pode justificar os erros de uns com os erros de outros.
Quanto muito meta-os todos no mesmo saco.
Não quero ser ofensiva mas quando o li apeteceu-me chamar-lhe nomes feios, fico-me por um ... estúpido!
Fui delicada, não fui?
Se pensasse como você o que tinha a fazer era matá-lo, já que não está de acordo comigo.
Mas felizmente a minha formação impede-me de tamanha tacanhez.

Anónimo disse...

Lidador, ninguém está furibundo. Muito menos contigo (pobre diabo que pensa que é caçador da sua própria espécie? Lindo. Eis o grande regulador da evolução da espécie. Tens grandes projectos tens...).

Caçador! Não Lidador, sabes que um dia podes acabar caçado?
É aquele ditado que diz que "... um dia é da caça, outro do caçador".

Sabemos que a liberdade dos outros te faz confusão, temos pena. Mas, como sabes, o País é livre e cada um pode dizer o que lhe der na gana.

Continua a escalar a "montanha" e vai aprendendo a ver-te como um entre iguais (se te eceitarem) e não acima deles.
Sozinho não és nada, sem uma arma nada és.

Humano? Deves julgar-te o Super-Homem mas até as crianças já deram pª esse peditório.

O-Lidador disse...

Gosto destas peças de caça.
Também gosto de hortaliças, atenção, especialmente nabos vivaços e aos saltos.
Um bom nabo, daqueles que se podem acrescentar na salada, tem de estar fresco.
Quero-os vivinhos da silva, saltitantes e cheios de grelo.
Para me poder divertir, porque um nabo (não estou a insultar o multifacetado vegetal, sublinhe-se) novo, rijo, aos pinotes, é um alvo sempre excitante.
Como neste blogue os nabos têm andado muito murchos, ainda bem que temos aqui nabos anónimos e escribas, fresquinhos, cheios de ideias, ideias jurássicas, é certo, mas ainda assim úteis para treinar o tiro instintivo.

A hortaliça faz bem.
Gosto muito de sopa.

Anónimo disse...

Lidador, ou Caçador, ou seja o que for, agora é vegetariano?

Estragou tudo, não gosto de vira casacas.

Além do mais, como a minha área de formação não é medicina, não tinha reparado estar perante um caso de stress de guerra.

Dou por encerrada a conversa.

Continue montanha acima que ainda tem mto para andar.

Anónimo disse...

Por favor, deixem o pobre coitado em paz.
Estão à espera de quê? Milagres?

Anónimo disse...

Por acaso até acho que o Lidador tem razão. Vocês aqui são muito do tipo grupinho.
Em vez de mostrarem os vossos argumentos, atacam quem diz coisas diferentes.

Afinal que democratas são?

Anónimo disse...

Não são as coisas diferentes que estão em causa, mas aquele linguajar enfadonho, circular. Lê-se uma vez, está lido. Depois é passar à frente do entulho até aparecer uma ideia.

Anónimo disse...

Lidador, parabens, admiro-lhe a paciência !

inominável disse...

porque é que de repente há aqui tantos anónimos a responder a um Lidador??? anunciam este espaço como de liberdade e depois não deixam nem "un nomecito"? nem bloguinho para ser estripado??? vá lá, sejam coerentes: se liberdade é dizer o que vai na gana, sem medo de represálias, porque é que se dão a esta incoerência de o fazerem sob anonimato???? des-PIDE-vos, pá...

DLM disse...

Espaço de liberdade, francamente. Se as nossas liberdades estivessem nas mãos do gerente deste blog há muito que tinham sido despachadas para o campo pequeno

LOUIS XVI disse...

PORQUE É QUE O ESTERCO DO XATOO NÃO PÕE A FOTO DE FIDEL A FALAR COM O PAPA ? NÃO LHE DÁ JEITO NÃO? POIS BEM CARO XATOO, UMA DAS DIFERENÇAS ENTRE SI E PINOCHET É QUE QUANDO VOCÊ MORRER NINGUÉM SE VAI PREOCUPAR...

LOUIS XVI disse...

O COMENTÁRIO ERA DIRIGIDO PARA O SOFOCLETO E NÃO PARA O XATOO, MAS TAMBÉM É CASO PARA DIZER QUE SÓ MUDAM AS MOSCAS.

deborah castillo disse...

hi, pessoal, cheguei

e pinoche morreu, deveras? eh bem feito pò diabo, que não qu'ria e terá de aturá-lo eternamente, hihihi

Anónimo disse...

Aguardemos também a morte doutro filho da puta, o de Cuba, que parece estar para breve.

Range-o-dente disse...

O segundo ditador, numa sucessão não dinástica.