quarta-feira, dezembro 06, 2006

A perfeita inutilidade das eleições intercalares na América

A futilidade de um processo eleitoral onde os eleitos já estão determinados à partida e o dinheiro fala sempre mais alto. Nas presidenciais ainda há a emoção de descobrir qual é o criminoso que vai ocupar a Casa Branca. Nestas, nem isso.

7 comentários:

Augusto disse...

Gostei daquela do "é uma sorte se elegermos dez pessoas novas".

O-Lidador disse...

Tem toda a razão Sofocleto, isto da democracia "burguesa" é uma inutilidade.

É aliás uma porcaria de sistema, como dizia o Churchill. Infelizmente ninguém até agora arranjou um melhor...talvez o Sofocleto tenha finalmente descoberto a pólvora.

Quanto aos americanos, o que a gente se ri com a sua democracia, não é?

O que me intriga é que já a têm há mais de 200 anos, a sua "Constituição" é anterior à Revolução Francesa e neste tempo todo, lá foram sendo mais ou menos democráticos, tendo conseguido lidar muito bem com os fenómenos autoritários e os inevitáveis desvios devidos à natureza humana.

No mesmo período, na terra dos Sofocletos que falam do alto da burra, tivemos o comunismo, o fascismo, o nacional-socialismo, genocídios planeados, guerras devastadoras, etc.

É intrigante não é?
E a liderança na economia, na ciência, na cultura...

O que vale é que temos Sofocletos em cima das burras a dar lições...não sei porquê ocorre-me logo a imagem de um indígena do Burkina Faso a pretender dar lições de democracia , por exemplo, a Portugal.

Anónimo disse...

Pois é Sofocleto, são uns tristes duns atrasados mentais que só vivem porque comem dolares ao pequeno almoço e bebem copos de petroleo.

Olhe por exemplo para a palhaçada das últimas eleições, essa ideia absurda de fazerem centenas de referendos em simultâneo por todo o país, para decidirem questões tão diferentes como aeroportos, aposta ou não em energias renováveis, investigação em células estaminais, legalização drogas leves ou pasmem, aumentos do salário mínimo.

Já viu se essa palhaçada de democracia chegasse cá ? Seria uma tragédia, lá ia o nosso povo ignorante chumbar a OTA e o TGV dos nossos políticos brilhantes.

Que medievais e atrasados, esses americanos...

DLM disse...

Esse odio à democracia o põe fora de si, meu caro, large a kalashnikov, vá ao cinema, compre uns ténis novos, relaxe.

Sofocleto disse...

«Já viu se essa palhaçada de democracia chegasse cá»

Espero bem que não:

"Computerized Election Fraud in America: A Brief History." VoteScam (25 October 2003), http://www.votescam.com/abriefhistory.php

Equal Justice Foundation. Vote Fraud and Election Issues. Last updated 27 September 2004. http://www.ejfi.org/Voting/Voting.htm#fraud

"All the President’s votes? A quiet revolution is taking place in U.S. politics. By the time it’s over, the integrity of elections will be in the unchallenged, unscrutinised control of a few large—and pro-Republican—corporations. Andrew Gumbel wonders if democracy in America can survive." The Independent (13 October 2003), http://www.news.independent.co.uk/world/americas/story.jsp?story=452972 ; also available at Common Dreams News Center, http://www.commondreams.org/headlines03/1033-01.htm

Ler mais

Biranta disse...

«Já viu se essa palhaçada de democracia chegasse cá»

Espero bem que não:

Vocês estão todos loucos!

Então isto aqui não é, TAMBÉM, uma palhaçada?

É-o, com fraudes eleitorais e tudo.

Alguém está a ver o filme ao contrário.

Meus caros: VALORAÇÃO DA ABSTENÇÃO!!

Então sim podertemos COMEÇAR a falar de DEMOCRACIA.

O-Lidador disse...

O sofocleto, como não consegue discutir qq ideia, refugia-se na treta do copy-past.

Ò homem, que há bimbos que escrevem bostadas, é mais que evidente, como se comprova com as patacoadas que o seu amigo biruta ou biranta, ou lá o que é por aqui larga, como o ar feliz de quem acaba de resolver um grave problema de obstipação.

Mas citar essas bostadas é ainda pior.
Na Internet qq um arranja citações para o que lhe der na gana. Se quiser até lhe consigo arranjar um cromo qq a defender que foi o Dr Vasco da Gama Fernandes que descobriu o caminho marítimo para a lua.

E então?
Você, para lá da obsessão antiamericana, que é matéria para a parte mais reptiliana do cérebro, não tem ideias próprias ao nível do córtex ?

Força, homem...desembuche!
Mostre-nos o seu brilhantismo. Diga qualquer coisa de seu!