terça-feira, setembro 16, 2008

Jon Stewart - a propaganda do Pentágono sobre a guerra do Iraque

Jon Stewart, do Daily show, com uma excelente dose de humor, desmascara a propaganda do Pentágono acerca da guerra do Iraque. O alvo são os falsos “analistas militares”:


Stewart: “Pois parece que muitos destes ex-militares não eram assim tão “ex”, trabalhando para empresas de armamento e para o Pentágono. Enquanto os canais televisivos lhes chamavam “analistas militares”, o Pentágono, em memorandos vindos a público há pouco tempo, refere-se a eles como “multiplicadores de mensagens”. O que soa muito melhor do que velhos matreiros.”

"Olhem para estas adoráveis e bondosas ex-máquinas de matar. Os canais televisivos contrataram-nos para dar opiniões de especialistas acerca do esforço bélico do nosso país."


Analista 1: “Estamos a vencer a guerra contra o terrorismo.”

Analista 2: “Esta é a força mais bem preparada que já tivemos.”

Analista 3: “Esta é a melhor liderança que os militares já tiveram.”

Analista 4: “Quando pergunto a amigos meus de longa data do exército que não vão mentir-me, como estamos a sair-nos, e se estamos a ganhar ou a perder, eles dizem que estamos a ganhar.”


Stewart: “Esta gente é idosa e de confiança. Como o meu avô, que esteve na 2ª Guerra. Eles não iriam mentir-me, pois não avô? O avô matou o Hitler, não foi? E nunca enganou a minha avó com uma prostituta francesa.”


Vídeo (legendado em português) – 2:14m

4 comentários:

Milhazes disse...

Os analistas do Pentágono lembram alguns “jornalistas” e comentadores dos média portugueses, como Luís Delgado, Pacheco Pereira, Vasco Rato, Severiano Teixeira e outros. O problema deles é que são muito pouco credíveis: há bem pouco tempo, a propósito do Iraque, enganaram descaradamente os seus leitores e ouvintes; a memória não é assim tão curta.

xatoo disse...

está-se mesmo a ver
se a guerra está entregue a forças de mercenários contratados (para além das tropas regulares só no Iraque prestam serviço 100 mil empregados por empresas de segurança com contratos milionários)
porque é que os "analistas" e comentaristas haveriam de obedecer a critérios diferentes dos mercenários?

vermelho disse...

Pois é, mas o problema é que muita gente não tem essa capacidade de análise e papa tudo o que esses engomadinhos servis dizem. Blogs como este deviam ser mais abundantes. Parabéns!
Abraço.

Zorze disse...

Os media norte-americanos são muito bem controlados. A grande maior parte das notícias são acerca de assuntos internos. A maior parte da população dos E.U.A. pouco sabe do que se passa no mundo.

Abraço,
Zorze