sábado, maio 20, 2006

General Leonid Ivashov: «O terrorismo internacional não existe»



O general Leonid Ivashov era o chefe do Estado Maior das forças armadas russas quando aconteceram os atentados de 11 de Setembro de 2001. Este militar, que viveu estes acontecimentos por dentro, oferece-nos uma análise muito diferente da dos seus colegas norte-americanos. Tal como o fez na conferência «Axis for Peace 2005», explica-nos que o terrorismo internacional não existe e que os atentados do 11 de Setembro foram uma montagem:

O que estamos a viver não é mais do que terrorismo manipulado pelas grandes potências e não existiria sem elas. Afirma que, em vez de fingir uma «guerra mundial contra o terrorismo», a melhor maneira de reduzir os atentados é restabelecer o direito internacional e a cooperação pacífica entre os Estados assim como entre os seus cidadãos.

A análise da essência do processo de globalização, e das doutrinas políticas e militares dos Estados Unidos e de certos países, prova que o terrorismo contribui para concretizar um domínio mundial e a submissão dos Estados a uma oligarquia global. Isso significa que o terrorismo não é um ente independente da política mundial mas simplesmente um instrumento, um meio para instaurar um mundo unipolar com um centro único de comando mundial, um pretexto para diluir as fronteiras nacionais dos Estados e instaurar o domínio de uma nova elite mundial. É precisamente essa elite que constitui o tema chave do terrorismo mundial, é o seu ideólogo e o seu «padrinho».


Se analisarmos neste contexto o que aconteceu a 11 de Setembro de 2001 nos Estados Unidos, podemos chegar à seguintes conclusões:

1 - Os organizadores dos atentados provêm dos círculos políticos e económicos que tinham interesse em destabilizar a ordem mundial e dispunham de meios para financiar a operação. Há que buscar as razões dos atentados na confluência de interesses do grande capital a nível transnacional e global, nos círculos que não estavam satisfeitos com o ritmo do processo de globalização ou a direcção que esse processo estava a tomar. A diferença em relação às guerras tradicionais cuja concepção é determinada por políticos e generais, é que neste caso os iniciadores foram os oligarcas e os políticos a eles submetidos.

2 - Somente os serviços secretos e os seus chefes actuais ou retirados – mas que continuam a manter influência nas estruturas estatais – têm a capacidade de planificar, organizar e dirigir uma operação de tal envergadura. Geralmente são os serviços secretos quem criam, financiam e controlam as organizações extremistas. Sem o apoio dos serviços secretos esse tipo de estruturas não poderia existir – e muito menos levar a cabo acções de tal envergadura dentro de países particularmente bem protegidos. Planificar e realizar uma operação desta escala é extremamente complicado.

3 - Osama Bin Laden e a «Al-Qaeda» não puderam ser nem os organizadores nem os executantes dos atentados do 11 de Setembro. Não dispunham da organização necessária, nem de recursos. Por conseguinte, houve que criar uma equipa de profissionais e os kamikazes árabes foram apenas figurantes para encobrir a operação.


Ver artigo completo AQUI

17 comentários:

mario disse...

O chefe do Estado Maior das forças armadas russo a afirmar que o 11 de Setembro foi uma montagem, constitui um testemunho muito forte. Porque é que os jornais e as televisões não o citam?

escrevi disse...

Aqui está uma pergunta pertinente (finalmente acordou), porque é que os jornais e as televisões não o citam?.
É na resposta a esta pergunta que está todo o enredo da manipulação a que estamos sujeitos todos os dias.
Aconcelho-o a ver o filme "Manobras na Casabranca".
Os próprios americanos arranjam formas de denunciar o que se passa na seu país.
Nós fazia-mos o mesmo, em menor escala, antes do 25 de Abril. Eram as Revistas à portuguesa e os poemas e canções.
Se toda a gente se interrogar, "porquê", talvez "eles" comecem a não ter tanta força para avançar e permanecer impunes.

escrevi disse...

O comentário saiu com erros de português pelo que peço perdão.
Não se escreve fazia-mos, mas faziamos.

Anónimo disse...

Interesante pagina web "Paz Digital"

Fragil disse...

Osama Bin Laden e a «Al-Qaeda» são os espantalhos em que 90% das pessoas acredita porque os meios de comunicação social os levam a isso. Enquanto isso, os oligarcas donos da industria de guerra e do petróleo vão sorrindo à medida que os seus desejos vão sendo satisfeitos.

jorge disse...

O terrorismo internacional existe sim senhor! É executado pelos serviços secretos dos Estados Unidos conluiados com os meios de comunicação social. As comunicações do Osama e do Zarqawi são espalhadas aos quatro ventos, enquanto que das afirmações proferidas por um general russo não se ouve uma palavra.

As redacções dos jornais e os estúdios de televisão estão infestados de Osamas.

Anónimo disse...

500 ANOS DE VERGONHA:
Faz hoje 500 anos que morreu esse miserável agente do imperialismo europeu, da globalização e do colonialismo, o racista Cristovão Colombo.

Anónimo disse...

Dar crédito ao testemunho dum ex-chefe do Estado Maior das forças armadas russas não é estupidez, é pura auto-mutilação. revalarei mais detalhes muito em breve.

Beijinhos e abraços !

Anónimo disse...

Colón era gallego (Ver Blog Cronicas Barbaras de Manuel Molares do Val)

Anónimo disse...

«Colón era gallego (Ver Blog Cronicas Barbaras de Manuel Molares do Val)»

Anonymous, na verdade Colombo não era nem castelhano, nem galego, nem genovês. Era mesmo português :-)

Sofocleto disse...

«Dar crédito ao testemunho dum ex-chefe do Estado Maior das forças armadas russas não é estupidez, é pura auto-mutilação»


Tem razão, não é estupidez. Estupidez é acreditar que meia dúzia de árabes conseguiram, com aviões desviados, derrubar as torres do WTC e a fachada do Pentágono.
Isto sim, é estupidez. E da grossa!

luikki disse...

mais uma vez:
PARABENS!!!!

desbul disse...

É óbvio que uma operação como o 11/9 só podia ter sido levada a cabo com sucesso com a participação dos serviços secretos.Certa vez no "expresso" o dr.Soares,logo a seguir aos atentados,escreveu que uma instituição como a CIA-com o orçamento e a experiência de que dispõe-facilmente se infiltraria dentro da Al Qaeda e apanharia o malvado Bin Laden.Pelos vistos isso não é suficiente!Ou então o Bin Laden tem mais recursos e tecnologia que ultrapassa a dos americanos.Talvez possua tecnologia extraterrestre que lhe permita ocultar-se dos americanos por tanto tempo!Nunca se sabe...

Querem mesmo que acreditemos que a superpotência,por inferioridade de meios e incompetência,se deixa bater por uns reles árabes metidos a terroristas?

pvnam disse...

[mini-spam]

-> Borrifem-se para o MONTE DE BANDALHOS!...
-> Reivindiquem o SEPARATISMO na Europa!...


NOTA: O Monte de Bandalhos [ vulgo Parasita Branco -> a MAIORIA dos europeus... ] são INTOLERANTES para com os LEGÍTIMOS Direitos dos Povos Nativos... porque... a Ocupação da Europa por outros Povos... deve ser considerada um ‘Processo Absolutamente Natural’... e não... o resultado da acção de um Bando de Parasitas... que pretendem andar no Planeta a CURTIR À CUSTA DOS OUTROS:
-->> Exemplo 1: O Parasita Branco ( a Maioria dos europeus... ) pretende andar no Planeta a Curtir a abundância de mão-de-obra Servil...... APESAR DE... o Parasita Branco nem sequer constituir uma Sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!
-->> Exemplo 2: O Parasita Branco ( a Maioria dos europeus... ) pretende andar no Planeta a Curtir a existência de alguém que pague as Pensões de Reforma...... APESAR DE... o Parasita Branco nem sequer constituir uma Sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!

O LEGÍTIMO Direito ao Separatismo!!!
SEPARATISMO-50
[ A constituição de Espaços Reserva Natural de Povos Nativos ]

Biranta disse...

Isto é uma prova de resistência... entre a quantidade de denúncias e diversidade dos denunciantes, por um lado;e o muro de silêncio, a capacidade de calar essas denúncias e manter as patranhas manipuladoras, por parte dos OCS...

Quem vai ganhar?
Eu aposto, claramente, em nós!

Sofocleto disse...

Somos cada vez mais Biranta. Esta informação vai chegando a um número crescente de pessoas todos os dias. Na Alemanha, 30% do todas as pessoas com menos de trinta anos (os que maioritariamente lidam com a Internet), acreditam que foi o governo americano a levar a cabo o 11 de Setembro. No resto do mundo, EUA incluídos, essa percentagem também está a crescer.

Há-de chegar um dia que aos jornalistas faltará a coragem para mentir. Por perceberem que as pessoas sabem que eles mentem.

Anónimo disse...

humanitarias leyes de indias de la reina isabel de castilla (la reina santa)