quarta-feira, junho 21, 2006

Cherne de rabo na boca

Diário Digital / Lusa - 21-06-2006

Durão: Ocidente pode perder a alma na luta contra terrorismo

O presidente da Comissão Europeia (CE), José Manuel Durão Barroso, considerou que o Ocidente se arrisca a «perder a sua alma» na guerra contra o terrorismo, declarações que antecedem a cimeira de hoje entre Washington e UE.

«Estamos empenhados na luta contra o terrorismo, mas se suprimíssemos os direitos civis e liberdades cívicas devido à nossa luta contra o terrorismo, então a vitória seria dos terroristas», afirmou Barroso em entrevista publicada no International Herald Tribune.

«Pensamos que a atitude moral que temos de adoptar no âmbito da luta contra o terrorismo não deve ser posta em causa por um qualquer vazio ou uma qualquer ruptura a nível do respeito pelos direitos humanos», afirmou Barroso, numa outra entrevista ao Financial Times, também hoje publicada.

Paralelamente a estas criticas, Barroso congratulou-se (na entrevista ao Financial Times) com a «clara melhoria de relações entre a UE e os Estados Unidos», nomeadamente sobre o dossier nuclear iraniano.

«Estamos gratos pelo apoio dos Estados Unidos à diplomacia europeia relativamente ao Irão», adiantou Barroso.



Comentário:

No entanto, há muito que o Cherne vendeu a alma ao diabo:

Em entrevista ao SEMANÁRIO, Daniel Estulin, que investiga o clube de Bilderberg há treze anos, fala sobre os portugueses que têm participado nas suas reuniões, na crise política de 2004 em Portugal e da influência de Bilderberg na escolha de Durão Barroso para presidente da Comissão Europeia. Estulin diz que as suas fontes lhe confirmaram que Henry Kissinger, um membro permanente de Bilderberg, terá dito o seguinte sobre Durão: é "indiscutivelmente o pior primeiro-ministro na recente história política. Mas será o nosso homem na Europa."

Ei-lo, por terras açorianas, na companhia dos obreiros da «Guerra ao Terror», dias antes de começarem a tratar do "dossier iraquiano":

28 comentários:

Mário disse...

"indiscutivelmente o pior primeiro-ministro na recente história política. Mas será o nosso homem na Europa."

Dantes perguntava-me como é que um cherne que não serve para governar um país pode ser convidado para estar à frente da Comissão Europeia. Agora já percebi que o serviço dele é só retransmitir os recados de Bush.

Margarida disse...

Compatibilidades astrológicas

A personalidade suave e sensível do Cherne que é Peixes, pode por vezes ser afectada pela fogosidade do Escorpião Bush; tendem a viver uma vida muito própria; só eles compreendem o mundo e a lei em que vivem.

Anónimo disse...

Há algum artigo publicado neste blogue que não fale em Bush? Será que têm medo de ser considerados pró-americanos? Isto não é teoria da conspiração, é obsessão!

Edu disse...

O meu único comentário em relação a este fulano é que simplesmente olhar para a cara dele ou ouvi-lo falar é nauseante. Ainda no tempo da "outra senhora", por força das circunstâncias, estive em contacto com ele por breves minutos em Angola e a impressão que o verme me deixou e perdura... foi simplesmente essa: de verme traiçoeiro. Mas são esses os preferidos pela Elite, não é?

Um Homem das Cidades disse...

Disse uma vez o «Cherne» citando o ex-Chanceler Brandt: "Para se ser um bom social-democrata aos 40 deve ter-se sido esquerdista aos 20".

Pergunto eu: O que é que este grande patriota irá dizer quando chegar aos 60?

Mário disse...

Se o Cherne aos 50 anos já faz parte, embora numa posição subalterna, dos nazis que estão a colocar o mundo à beira de uma guerra nuclear, julgo que o "patriota" quando atingir os 60 deverá dizer do fundo da sua cela: "foda-se, quem é que me manda a mim ser parvo".

Barão da Tróia II disse...

Este cavalheiro foi mais uma nódoa na nossa já de si maltratada política. Dar importância ao que ele diz é um exercício de pura perda de tempo.

Peter disse...

Esta "nódoa" é o Presidente da Comissão Europeia, o mais alto cargo internacional já ocupado por um português. Se o discurso dele não tem importância qual é que tem? O do Louçã ou o do Jerónimo de Sousa?

Macillum disse...

Enquanto o povo pensa que eles estão uns contra os outros, eles jantam, fazem viagens, apanham bebedeiras e participam em orgias juntos. Se existem clamações pelos direitos humanos vindos de pessoas como este ex-primeiro-ministro, é só para acalmar o povo, levando-o a pensar que está "lá" alguém que está a defender-nos.
Porém, criticar é muito fácil. Difícil é apresentar soluções.
Se estamos contra o modelo civilizacional que a Nova Ordem Mundial nos está a apresentar, então, temos de saber para onde queremos ir quando falamos contra tal movimento... caso contrário caímos no vazio: não sabemos o que fazer, nem para onde ir... deixamos de saber quem somos.
Contra a educação competitiva de luta pela riqueza e pelo poder, que as nossas gerações portuguesas têm vindo a receber desde há algumas décadas, somente a antítese da entre-ajuda, da partilha, da aceitação das diferenças alheias, da compaixão, do respeito, do amor pelo próximo e da não violência pode fazer frente à conquista a que o nosso país está a ser sujeito.
Se não queremos a Nova Ordem Mundial, então, precisamos definir muitíssimo bem o que queremos.
Eu sei o que quero e o que eu quero está longe do estilhaçado plano ideológico dos "ismos" e das "logias" que reforçam a falta de união: tudo isso só divide a humanidade ideologica e espiritualmente.
Precisamos saber para onde estamos todos a ir e irmos todos juntos. A bola de terra em que habitamos é só uma e anda a mais de 100.000Km/h no vazio do espaço... onde é que está a divisão disso?


Com os votos de dias plenos de Paz e Sabedoria

Um Homem das Cidades disse...

A importância da nódoa é a de ser facilmente manobrável...Mas não deixa de ser estadista admirável que trocou o bem-estar da governação da Pátria por uns míseros 50.000€/mês!

Luis disse...

O macillum é padre? Quem é que lhe encomendou tamanho sermão?

É mais provável que um Presidente da Comissão Europeia possa manobrar do que ser manobrado.

Biranta disse...

Coitado do Peter... e do anonymous (ou serão o mesmo?).
Quanto ao Cherne (a quem eu dedico, por motivos óbvios, um enorme "odiosinho de estimação"), acho que vocês estão a deixar-se enganar...
Não é só o Cherne que "fala assim", tentando chegar ao coração dos "Homens de Boa Vontade", dos amantes da paz e do progresso, que são a maioria dos seres humanos. Agora que já começa a ser impossível negar que "o rei vai nu", o discurso deles vai-se adaptando. Por isso, muito cuidado!
O Cherne fala assim (à semelhança do que sempre fez Soares, apesar das suas responsabilidades na nossa desastrosa situação), Blair faz "actos de contrição" cínicos e hipócritas, apemas e só porque "o cerco" começa a apertar-se e "eles", reles lacaios, perdem toda a importância e valor se não conseguirem manter "os tachos" e os cargos... Entendem?
Edu é que tem razão. Também eu conheci o Cherne, pessoalmente, quando ele tinha vinte anos e partilho a opinião de Edu: aquele tipo "acendia-me os alarmes todos"!

Eles estão a mudar de discurso, a ajustá-lo às circunstâncias. No entanto, na prática e no exercício das suas funções, continuarão a fazer exactamente o mesmo que até agora... uma vez que já acalmaram os clamores, com palavras hipócritas...
Não se esqueçam de que a UE cortou toda a assistência à autoridade palestiniana, como forma de punir aquele povo pela sua escolha eleitoral... Se isto não é arrivismo, imperialismo, provocação, acto nazi, então o que é? O facto é que quase conseguiram, com estas e outras provocações, agravar as condições de vida daquele povo com mais violência interna e ameaça de guerra civil... Assim à semelhança da forma como têm sido engendradas todas as guerras e conflitos, atentados terroristas, chacinas e provocações dos últimos trinta anos, pelo menos...
Portanto, falar é fácil... Mas este "doce" falar só tem como objectivo permitir a manutenção dos cargos para poderem continuar com os actos de facínoras, como até agora.
Acho que vocês ainda não perceberam bem a força do "tsunami" que se vai levantando à medida que se intensificam e muitiplicam as denúncias como aquelas de que temos feito eco. As palavras de Durão (e dos outros) são apenas uma forma de eles aplicarem o princípio: "se não os podes vencer, junta-te a eles" ou finge...
Mas isso só lhes compensa enquanto puderem continuar os seus crimes, ao serviço dos facínoras que governam o Mundo. Caso contrário, a máscara cai. Para nós é que eles não têm qualquer utilidade... isso eu posso garantir.
Até porque, como se vê pelos comentários, sempre houve muita gente a quem aquele espécime inspirou asco... mas isso não o impediu de subir até à presidência da Comissão Europeia, ao serviço de Bush, do Bilderberg e do "raio que os parta a todos!".
É por isso que eu acho urgente implementar a valoração da abstenção... Para impedir estas escaladas apesar do asco da maioria das pessoas.

luís disse...

"os facínoras que governam o Mundo"

Há gajos que vivem obcecados com os bilderbergers, com os illuminatis, com as cabalas, com o senhor dos anéis, o anticristo e o João ratão. Para eles tudo não passa de uma grande maquinação mundial orquestrada por duendes mágicos. É uma espécie de Alice no país das maravilhas, mas ao contrário. A queda da ponte de Entre-os-Rios foi obra da CIA para provocar a destituição do presidente da Câmara de Castelo de Paiva. O Avelino Ferreira Torres é um agente duplo do MI5. O Marques Mendes trabalha para a Mossad. Etc.

Patriota disse...

Sofocleto, na mouche!
Mas não se esqueçam que Sócrates, e muitos outros políticos que se intitulam "oposição", são exactamente iguais! Estes políticos dos vários partidos discutem agressivamente durante o dia nos debates, causam polémicas para nós os vermos na televisão e nos jornais; e à noite jantam juntos calmamente como velhos amigos e camaradas (são muitas vezes vistos nos restaurantes mais caros), ou encontram-se mesmo em reuniões secretas como as da Maçonaria ou do Bilderberg.

Sofocleto disse...

É verdade patriota, as divergências são só para inglês ver na televisão. Nos jantarzinhos e nas negociatas as concordâncias vêm ao de cima. Para bem de todos (eles).

Sofocleto disse...

Luís, a asserção de que o Marques Mendes trabalha para a Mossad é muito provavelmente falsa. Em compensação a tua obtusidade é muito provavelmente verdadeira. É a lei das compensações!

Biranta disse...

Oh Luís! Se "nós" vivemos obcecados por isso tudo que dizes, a culpa é deles (é vossa) que não nos deixam viver em paz, nem ser felizes, nem progredir... nem sequer ser cidadãos! Não fazem mais nada senão impor miséria e infâmia e actos de facínoras a todo o Mundo, assassinam em massa e isoladamente, quem querem e muito bem lhes apetece, mantêm-nos sequestrados, submetidos aos seus intresses, usando todo o tipo de armas, qualquer tipo de armas (tal como o terrorismo psicológico e o achincalhamento absurdos, de que o teu "discurso" é exemplo) e não querem que as pessoas reajam em conformidade?
Pategos, ignorantes! Isso é inevitável, acontecerá sempre e, neste momento irá intensificar-se, inevitavelmente... Cá se fazem cá se pagam, Seeeempre!
E eu tou ai! E eu tou aí! eu tou aí!
porque quero, porque me apetece, porque se justifica, porque siiiiim!
E porque é meu direito inalienável!
Ahahahahah!
Desta vez fui eu que aproveitei para me divertir. Também tenho direito....

Macillum disse...

Padre eu não sou e dificilmente me conseguirão enquadrar em qualquer "ismo".
Quando a situação social de um povo atinge pontos críticos como os que a sociedade portuguesa está a atingir, onde o fosso económico entre ricos e pobres aumenta descalabrosamente; onde se está a acabar com as Forças Armadas, a cortar subsídios e logistica à PSP e à PJ, as quais já não têm potêncial logístico para enfrentar os potentes barcos, nem os rapidíssimos automóveis, nem as poderosas armas, nem a avançadíssimas tecnologias dos criminosos da Nova Era... o caos social que se vive em Portugal pode trazer muitos tumúltos para as ruas: se os agentes de autoridade não tiverem poder para travar o avanço do caos, as forças militares internacionais da O.N.U. são a resposta (Portugal é o melhor ponto estratégico do planeta); onde o genocídio passivo é concretizado pela falta de condições que a juventude tem em constituir família, logo, não nascem bébes - o que está a fazer com que a mão-de-obra jovem que podia levantar o país esteja a fugir para o estrangeiro - e pelo encerramento de maternidades; onde a pedófilia atinge os mais altos graus da nossa sociedade e as investigações sobre a Casa Pia, simplesmente, foram bloqueadas; onde aquele que possui 80% dos meios de comunicação nacional (Pinto Balsemão) é membro permanente nas reuniões Bilderberg... já para não falar da crise das pescas, da agricultura, dos latifundios, das empresas que encerram aos milhares por ano...
quer dizer, eu não sou padre, mas se no meio desta inflamação da massa humana não surgem vozes que nos façam lembrar do cheiro dos campos, do riso das crianças, do som do mar, então, o movimento humano só poderá acabar em banho de sangue, que é o que os senhores do mundo querem que aconteça em todos os países europeus (já tivémos ameaças disso em França, onde mais de 3000 automóveis foram queimados em 300 cidades diferentes, estendendo-se mais tarde tb à Bélgica, à Holanda e à Alemanha), para virem as forças da ONU restabelecer a paz: uma só força policial/militar está planeada para existir: os capacetes azuis.
Convenhamos: eles são donos da electricidade, dos transportes, das telecomunicações... mas quem lá trabalha somos nós! Logo, tal e qual como a história tem vindo a provar, a ferramenta mais forte de resistência a este tipo de opressões é a não-violência: paramos e todo o jogo "deles" pára. Verdadeiramente o poder está em nossas mãos.
Mas quando paramos por descontentamento e saímos para a rua em manifestações, têmos que saber muito bem o que estamos a fazer, o que queremos e para onde vamos... sair para a rua a dizer que está mal e que deve ser mudado não chega: é preciso saber que modelo civilizacional é preenche mais os requisitos naturais do ser-humano. Se a democracia, o capitalismo e a república já são sistemas civilizacionais falidos, há que construir outros novos. Esta é a porta que os políticos corruptos estão a apanhar para já andarem a falar de uma Nova Constituição. Ora, esta nova constituição nada mais é do que uma ponte para a Constituição Global da Nova Ordem Mundial... ou, o que é que vocês pensam que "eles" andam a planear no G. Bilderberg?
Lembro uma vez mais: a única antítese contra a instauração de um Governo Tirânico Mundial é a partilha, a entre-ajuda, a aceitação das diferenças alheias, o embelezamento, a compaixão: para salvação de Portugal, estas devem ser as bases de uma Nova Constituição Portuguesa!

Com os votos de dias plenos em Amor e Alegria, Saúde e Sabedoria

Macillum disse...

Padre eu não sou e dificilmente me conseguirão enquadrar em qualquer "ismo".
Quando a situação social de um povo atinge pontos críticos como os que a sociedade portuguesa está a atingir, onde o fosso económico entre ricos e pobres aumenta descalabrosamente; onde se está a acabar com as Forças Armadas, a cortar subsídios e logistica à PSP e à PJ, as quais já não têm potêncial logístico para enfrentar os potentes barcos, nem os rapidíssimos automóveis, nem as poderosas armas, nem a avançadíssimas tecnologias dos criminosos da Nova Era... o caos social que se vive em Portugal pode trazer muitos tumúltos para as ruas: se os agentes de autoridade não tiverem poder para travar o avanço do caos, as forças militares internacionais da O.N.U. são a resposta (Portugal é o melhor ponto estratégico do planeta); onde o genocídio passivo é concretizado pela falta de condições que a juventude tem em constituir família, logo, não nascem bébes - o que está a fazer com que a mão-de-obra jovem que podia levantar o país esteja a fugir para o estrangeiro - e pelo encerramento de maternidades; onde a pedófilia atinge os mais altos graus da nossa sociedade e as investigações sobre a Casa Pia, simplesmente, foram bloqueadas; onde aquele que possui 80% dos meios de comunicação nacional (Pinto Balsemão) é membro permanente nas reuniões Bilderberg... já para não falar da crise das pescas, da agricultura, dos latifundios, das empresas que encerram aos milhares por ano...
quer dizer, eu não sou padre, mas se no meio desta inflamação da massa humana não surgem vozes que nos façam lembrar do cheiro dos campos, do riso das crianças, do som do mar, então, o movimento humano só poderá acabar em banho de sangue, que é o que os senhores do mundo querem que aconteça em todos os países europeus (já tivémos ameaças disso em França, onde mais de 3000 automóveis foram queimados em 300 cidades diferentes, estendendo-se mais tarde tb à Bélgica, à Holanda e à Alemanha), para virem as forças da ONU restabelecer a paz: uma só força policial/militar está planeada para existir: os capacetes azuis.
Convenhamos: eles são donos da electricidade, dos transportes, das telecomunicações... mas quem lá trabalha somos nós! Logo, tal e qual como a história tem vindo a provar, a ferramenta mais forte de resistência a este tipo de opressões é a não-violência: paramos e todo o jogo "deles" pára. Verdadeiramente o poder está em nossas mãos.
Mas quando paramos por descontentamento e saímos para a rua em manifestações, têmos que saber muito bem o que estamos a fazer, o que queremos e para onde vamos... sair para a rua a dizer que está mal e que deve ser mudado não chega: é preciso saber que modelo civilizacional é preenche mais os requisitos naturais do ser-humano. Se a democracia, o capitalismo e a república já são sistemas civilizacionais falidos, há que construir outros novos. Esta é a porta que os políticos corruptos estão a apanhar para já andarem a falar de uma Nova Constituição. Ora, esta nova constituição nada mais é do que uma ponte para a Constituição Global da Nova Ordem Mundial... ou, o que é que vocês pensam que "eles" andam a planear no G. Bilderberg?
Lembro uma vez mais: a única antítese contra a instauração de um Governo Tirânico Mundial é a partilha, a entre-ajuda, a aceitação das diferenças alheias, o embelezamento, a compaixão: para salvação de Portugal, estas devem ser as bases de uma Nova Constituição Portuguesa!

Com os votos de dias plenos em Amor e Alegria, Saúde e Sabedoria

Macillum disse...

Correcção: onde se lê "latifundios" deve-se lêr "lacticínios"

Miguel Bombarda disse...

Amen!

Miguel Bombarda disse...

"eu não sou padre, mas se no meio desta inflamação da massa humana não surgem vozes que nos façam lembrar do cheiro dos campos, do riso das crianças, do som do mar"

Álvaro de Campos não diria melhor!

Miguel Bombarda disse...

"Lembro uma vez mais: a única antítese contra a instauração de um Governo Tirânico Mundial é a partilha, a entre-ajuda, a aceitação das diferenças alheias, o embelezamento, a compaixão: para salvação de Portugal, estas devem ser as bases de uma Nova Constituição Portuguesa!"

Nota mental: arranjar um espacinho para este também! Talvez no quarto que foi do Hesse...

Sofocleto disse...

Miguel Bombarda,

«Nota mental: arranjar um espacinho para este também! Talvez no quarto que foi do Hesse...»


«Errata: arranjar um espacinho para o Miguel Bombarda! Talvez no Miguel Bombarda...»

Miguel Bombarda disse...

Rilhafoles, 23 de Junho.

Hoje o Sofocleto quis fazer rir o resto dos internados. Tentou uma acrobacia mais arriscada, tropeçou nele mesmo e deu com as beiças no chão. O resto dos alienados não deu por nada.
O Sofocleto ficou tristinho.
Talvez o leve ao Macdonald´s pra comer uma hamburga...

Sofocleto disse...

Meu caro Miguel Bombarda,

Você vem para aqui com conversa ligeira mas não diz uma para a caixa. Frases soltas sem se referir a nada nem opinar coisa nenhuma. Tem dificuldade em ser assertivo? Ou não passa de uma cabeça de vento? É assim que se faz poesia em Rilhafoles?

contradicoes disse...

O amigo Sofocleto continua como sempre atento à manobras de Durão Barroso o pró-americano, que faria melhor para não se comprometer mais do que já está evitar fazer declarações ou emitir opiniões na comunicação social internacional.
É que só não vê quem não quer a Europa continua a não ter qualquer benefício em andar a reboque das políticas dos EUA.A menos que se continue a pensar que, na eventualidade dum conflito Mundial vão ser de novo os EUA a resolver o problema.

Bilder disse...

As ultimas sobre Bilderberg no meu blog a Nova Desordem Mundial.