terça-feira, junho 06, 2006

O Terror chegou ao Canadá



Enviado por um amigo canadiano (EN):

Ouvido hoje aqui nos noticiários das estações de TV canadianas (é extraordinário como estes glorificados profissionais da faladura mediática de repente adoptam uma expressão severa e um tom de voz tão marcial como se realmente tivessem sido investidos - leia-se, mobilizados - na missão de soldados de primeira linha na luta contra o terror mundial... o que provavelmente não deve andar longe da realidade, isto é: ou representam bem o papel que lhes atribuíram ou então já sabem onde fica a porta).

A repetição de um novo slogan adoptado pelos americanos desde o passado fim de semana depois da história dos terroristas de Toronto ter sido publicada e que é muito revelador: and all this only proves that our major security threats may come from within (e isto só prova que as maiores ameaças à nossa segurança são internas). Eureka! Afinal o perigo terrorista da al-Qaeda parece estar-se a desvanecer e agora o importante é manter o público suficientemente apavorado de maneira a que este aceite e até peça que sejam tomadas drásticas medidas de segurança contra o mais próximo terror interno, mesmo que isso envolva restrições nos chamados (em breve talvez considerados como quase medievais) direitos cívicos.

Claro que esta linha hiperbólica precursora do estado de paranóia colectiva poderá não andar muito longe da realidade se tomar em linha de conta que os "entendidos" sabem muito bem que os riscos internos são mesmo reais se comparados com os da famigerada criação al-Qaeda. A diferença poderá estar apenas em quem na realidade são os agentes da indústria... E com isto vou decidir calar-me acerca destas histórias antes que algum "indiscreto" me chame impertinente ou algum outro nome feio que eu ache insultuoso para os meus 75 anos de vida como jovem cidadão de consciência.

10 comentários:

joão disse...

Vivemos num mundo cada vez mais perigoso. O desenvolvimento técnico e a globalização deram azo ao aparecimento do terrorismo globalizado. Nunca estaremos seguros em lugar nenhum porque os loucos estão em todo o lado.

Mário disse...

É a chamada Al-Qaeda Canadiana. Muito organizada, muito pontual e muito aterrorizante que quer dar o seu contributo para o fascismo global.

desbul disse...

Parece-me que se trata de uma grande fantochada com o intuito de empoderar ainda mais a elite e levar a cabo a sua ideia de sociedade.Estes ludíbrios destinam-se a criar na opinião pública a necessidade de mais segurança,que os governos prontamente ofertarão,através de cartãozinhos do cidadão-com todos os nossos dados lá contidos,e do qual os eventuais terroristas,isto é todos nós,não poderão escapar.Fantástico.

escrevi disse...

Uauuu!
Voltaste à antiga forma de comentar.
Eu tenho tentado todos os dias entrar por isso fiquei espantada, quando a caixa abriu.
Sobre o que escreveste ouvi qualquer coisa sobre o assunto mas estou muito mal informada.
Podias dar mais promenores nos próximos dias.

joão disse...

Para todos aqueles que pensavam que o Canadá podia ficar escondido num canto do planeta sem ser visto ou ameaçado por terroristas – mesmo quando este país raramente foi referido como possível alvo – é melhor pensar duas vezes. Tal como o Canadá também este jardim à beira-mar plantado, mais cedo ou mais tarde, há-de ter a haver-se com isto.

sinsemilla disse...

"joão said...

Vivemos num mundo cada vez mais perigoso. O desenvolvimento técnico e a globalização deram azo ao aparecimento do terrorismo globalizado. Nunca estaremos seguros em lugar nenhum porque os loucos estão em todo o lado."

Ó joão, nunca ouviu falar de false flag operations?
Está aqui a definição :
http://en.wikipedia.org/wiki/False_flag
"False flag operations are covert operations conducted by governments, corporations, or other organizations, which are designed to appear as if they are being carried out by other entities."

O medo que os seus comentários espelham são a prova do sucesso parcial destas operações sujas e mediáticas, é esse o objectivo.
A verdade é que passados poucos dias desta operação, as duvidas quanto á sua credibilidade já são muitas, como pode ver no link que o sofocleto disponibilizou.
O mundo sempre foi um lugar perigoso. O verdadeiro terrorismo e o verdadeiro perigo é que nos querem forçar a ter medo e esperar o pior, 24h por dia, 7 dias por semana, para o resto das nossas vidas. Populações com medo e aterrorizadas são facilmente controláveis e não dispensam a figura paternal e protectora do governo, fazendo todos os sacrifícios para terem uma sensação de segurança mesmo que seja á custa de direitos civicos e liberdades individuais. Isto é o objectivo das "false flag operations".

Aconselho a leitura do "1984" de George Orwell.

Cumprimentos.

joão disse...

sinsemilla said...

E os atentados de 11 de Setembro que mataram mais de 3000 pessoas. Também são false flag operations?

xatoo disse...

o 11 de Setembro foi pior!
tratou-se de um golpe de Estado que levou os Neocons ao Poder nos States - comparado com essa finalidade, que importância têm 2 prédios e 2 mil Setecentos e tal autómatos?
João:
viste a encenação dos nibelungos no São Carlos? - os autómatos estavam muito bem conseguidos

luikki disse...

os comentários voltaram! ainda bem!
o clima de medo é o melhor para a canalha levar a cabo os seus intentos....
especialmente desde que acabou a "guerra fria"...

sinsemilla disse...

"joão said...

E os atentados de 11 de Setembro que mataram mais de 3000 pessoas. Também são false flag operations?"

Foram claramente false flag operations. Permitiram aos neo-cons porem em práctica o PNAC (project for a new american century) e tomarem de assalto o médio-oriente numa guerra pelo controle dos recursos energéticos que restam (petróleo e gás natural), uma guerra que eles dizem que vai durar o resto dos nossos dias.

Já que tem duvidas, leia este documento:

Why Indeed Did the WTC Buildings Collapse?

By Steven E. Jones
Department of Physics and Astronomy
Brigham Young University

http://www.physics.byu.edu/research/energy/htm7.html

Leia e depois diga qualquer coisa.