segunda-feira, junho 26, 2006

José Cutileiro - a propaganda do Pentágono no Expresso II



Expresso – 24-6-2006

José Cutileiro na sua crónica «No Mundo dos Outros», lamenta amargamente a desconfiança que os europeus nutrem pelo governo dos Estados Unidos, que chegam a considerar mais perigoso que o Irão, e relembra pela enésima vez que a nossa segurança passa pelas mãos de Bush:

"Quanto a segurança. Um pilar insubstituível é a aliança com os Estados Unidos; um passo estratégico necessário será acolher a Turquia na União. Mas ingleses, franceses e espanhóis consideram os Estados Unidos um perigo maior para a paz mundial do que o Irão - e resistência popular à adesão da Turquia cresce em vários países. A luta continua."



Comentário:

Não se entende muito bem o espanto de José Cutileiro. Ele próprio, nesta coluna do Expresso, a 24 de Setembro de 2005, referia que:

"um terço dos alemães com menos de 30 anos acredita que Washington preparou os ataques de 11 de Setembro de 2001..."


E, como se já não bastasse a suspeição de alemães, ingleses, franceses e espanhóis pelo governo americano, vem agora juntar-se, imagine-se, a própria população americana:

Uma Sondagem levada a cabo pela Zogby International em Novembro de 2005 nos Estados Unidos revelou que 30% dos americanos acreditam que 19 árabes não podiam ter levado a cabo os atentados terroristas do 11 de Setembro sozinhos, e que alguns funcionários governamentais e outros cidadãos americanos estiveram activamente envolvidos nos atentados.

"A luta continua", assevera o indómito Cutileiro.

32 comentários:

Mário disse...

Talvez 30% dos americanos gostem de soccer afinal.

augustoM disse...

De quanto será o mensalão da CIA para o Cutileiro?
Um abraço. Augusto

Fragil disse...

A propaganda vive do exagero, da deturpação e da mentira. A propaganda, sem darmos por isso, cerca-nos por todo o lado, nos jornais e nas televisões.

Carlos Paiva disse...

Gostava de saber se já colocaram algum artigo neste blogue que não fosse fanaticamente anti-americano. Podem não gostar de Bush mas atacar também o povo e a cultura americanos é estupidez.

Barão da Tróia II disse...

Não sei se o homem tem razão talvez. Boa semana

Miguel Bombarda disse...

"Podem não gostar de Bush mas atacar também o povo e a cultura americanos é estupidez."

Amigo Carlos Paiva, nós não temos palavras para definir esse sentimento generalizante pelo qual se pugna neste blog?
Parece-me que a palavra certa é "racismo" ou "xenofobia"...

Saudações de Rilhafoles,

O Zé Falcão manda cumprimentos...

Fragil disse...

"Parece-me que a palavra certa é "racismo" ou "xenofobia"..."

Nunca vi nada neste blogue que se parecesse com racismo ou xenofobia para com o povo americano. O que este blogue ataca é o governo americano que está nas mãos da oligarquia americana e que rouba não apenas o resto do mundo mas também os próprios americanos.

Portanto parece-me que a palavra certa é "oligarcofobia"...

Fragil disse...

Barão da Tróia II – “Não sei se o homem tem razão talvez”

Em que é que o homem tem razão?

Miguel Bombarda disse...

Caro Frágil, cito-o:

"o povo americano";
"o governo americano";
"[a]oligarquia americana";
"os próprios americanos".

Apraz-me fazer-lhe uma pergunta: a palavra "americano" para si é um substantivo ou um adjectivo?

Bem-vindo a Rilhafoles!

Fragil disse...

“a palavra "americano" para si é um substantivo ou um adjectivo?”

Tanto pode ser um como o outro. No caso do governo americano o importante é o verbo: roubar, saquear, pilhar, rapinar, assassinar, aniquilar, exterminar...

Miguel Bombarda disse...

Não estaremos a ser um pouco maniqueístas?
No caso das relações internacionais há poucos casos de mãos limpas.
Isto não iliba ninguém, e certamente não iliba o "governo americano" (este? os republicanos? todos?), mas se quer mesmo a minha opinião, e caso existisse MESMO direito internacional público, Bush não deveria ser o único a dar com os costados em Haia, embora haja muita gente para quem isso bastasse.
É que na visão de muito boa gente o problema não é o verbo (roubar, saquear, pilhar, rapinar, assassinar, aniquilar, exterminar...); o problema é o complemento indirecto...

Sofocleto disse...

Não há maniqueísmo nenhum. Se há poucos casos de mãos limpas nas relações internacionais, há mãos que estão muito mais sujas do que outras. E há outras que estão totalmente encardidas.

Uma coisa é subornar um déspota do terceiro mundo para conseguir um bom contrato. Outra é levar a cabo um atentado contra os próprios cidadãos para angariar apoio público a uma agenda de pilhagem e de genocídio numa enorme região do mundo.

Quanto a Bush é o idiota de serviço. Os Cheneys é que servem de testas de ferro aos donos do complexo militar e petrolífero. Estes últimos sequestraram a América e querem sequestrar o mundo.

Dick(s) Cheney(s) disse...

My god! This guys catched us!!! Now we´re really framed!

Miguel Bombarda disse...

Ainda bem que temos o "sofocletómetro" para medir o grau de impureza nos "foreign affairs"...

"Ah, ah, ah... Preparem-se vilões de todo mundo (especialmente se forem americanos) o Sofocleto anda aí: ele viu a luz, depois ele fez-nos ver a luz e agora não vos vai fazer escapar!"

N.b.: Esta cena foi retirada de um sarau teatral celebrado aqui em Rilhafoles pelos internados. A peça vencedora, "Meanhwile, in Langley city..." foi premiada com uma ida à Disneylândia. O Biranta veio perguntar se não dava para trocar por uma ida ao Portugal dos pequeninos...

Sofocleto disse...

Eu vi aquilo que um terço dos europeus e americanos já viram. Os outros para lá caminham. Mas a luz chegará também a Rilhafoles. Parabéns pelo apoio ao teatro amador. Quando é que estreia a peça “They did it in Langley city”?

Miguel Bombarda disse...

"Eu vi aquilo que um terço dos europeus e americanos já viram."

Sim, mas não seja tão modesto: o Sofocleto foi dos primeiros!

"Os outros para lá caminham."

Queira Deus, pode ser que assim se comece a discutir a reforma (ou porque não a aposentação) desse belo monumento do alto paleolítico que é a ONU.

"Mas a luz chegará também a Rilhafoles."

Não, deixa estar, obrigado, mas estamos muito bem alumiados por candeeiros a petróleo (parece-me que este barril que aqui temos é da reserva do seu amigo Chávez).

"Parabéns pelo apoio ao teatro amador."

Ora essa! Não tem de quê... é sempre um prazer ver os fregueses bem dispostos!

"Quando é que estreia a peça “They did it in Langley city”?"

Calculo que não será para breve. É que já temos agendada outra peça. Chama-se "The Fool on the Hill" e pensámos em si para encenador, dramaturgo, cenógrafo e actor. É que é um monólogo que lhe vai assentar que nem uma luva...

Espero ansiosamente a sua resposta. Já sabe para onde endereçar a missiva:
Ao cuidado da Direcção Clínica do Hospital de Rilhafoles.

Esteja descansado, porque como a missiva é interna não corre o perigo de ser escrutinada pelos "lacaios da CIA" ou por outros que tais.

joshua disse...

Então miguel bombarda, já te deixaram dar uma volta de disco voador. Olha que tanto o Cutileiro como o Barroso como o Portas como o Rogeiro já deram as suas voltinhas. Não te deixes ficar para trás rapaz...

Sofocleto disse...

"Chama-se "The Fool on the Hill" e pensámos em si para encenador, dramaturgo, cenógrafo e actor"

É com muita honra que aceito o convite para participar na peça "The Fool on the Hill". Esta peça baseia-se numa autobiografia sua, suponho?

Quando lhe enviar a resposta para o hospital de Rilhafoles é melhor acrescentar o pavilhão: subgrupo de retardados mentais adultos.

Amigo do ATL do Joshua disse...

Hiiiiiii, ganda boca ó Bombarda!!!
Ficaste com um ganda melão!!!
Deixas-te ficar, deixas?
Hiiiiiiiiiiiiiiiii!

Miguel Bombarda disse...

Ai, ai, ai...
Já está a ser desagradável...
Hoje além de não ver o jogo do Brasil ainda lhe vou atar os polegares ao resto da mão!
Sempre quero ver se continua a acertar no Wolfowitz...

Biranta disse...

Bombarda e companhia!
Com que então a brincar com coisas sérias, outra vez! E se fossem brincar com a pilinha do vosso avô? Talvez ele não se importe, quem sabe?
É que "quem brinca com o fogo arrisca-se a morrer queimado"!
Escusam de vir aqui fazer coro (ou será coiro?) com o cutileiro, com o Cherne e com toda a restante escumalha de lacaios e dos facínoras americanos que estão a destruir o Mundo, porque não comovem ninguém.
Aliás, o tom de chacota denuncia bem a ausência de argumentos; é típico de arruaceiros, de provocadores.
Vocês bem treinam... Mas não se safam!
"Isto" está a ficar complicado... Vocês até sabem que "cá se fazem cá se pagam"... mas acham que isso só se aplica aos outros... Os facínoras, porque têm muito poder e dinheiro, porque vos pagam bem e compraram a vossa cumplicidade deviam estar isentos de prestar contas ao Mundo, por maiores e mais odiosos que sejam os seus crimes...
Não é assim! Estas "leis" da vida são para todos. Até se costuma dizer que quanto mais alto se sobe maior é o trambolhão. Por isso preparem-se...

Carlos Paiva disse...

Estas insinuações sobre os atentados no Estados Unidos não têm qualquer credibilidade. É lamentável que os europeus não se entendam sobre os seus verdadeiros interesses e que a animosidade provocada pela guerra iraquiana nos afaste do nosso maior aliado.

Miguel Bombarda disse...

Uhhhh, Biranta, olha só prós "lacaios da CIA" a tremer de medo...
Uhhhhh...

PS: a sua mãe não o ensinou a não utilizar palavrões em espaços públicos, é que pode haver senhoras a ler as suas diatribes.
Vamos, lavar a boca com sabão azul e branco, senão pimenta na língua.

Professor Zandinga disse...

Eu estou a ver...
Eu estou a ver...
O próximo post do Sofocleto vai ser...
Anti-americano!

Biranta disse...

Oh Carlos!
Quem não tem credibilidade aqui é você!
Mas não é por ser você: é por estar a mentir com todos os dentes, porque é óbvio que não são "insinuações"; são afirmações, constatações de factos, confirmados por todas as evidência, que são ocultadas pelos OCS, de modo a permitir aos lacaios negarem o óbvio.

Anónimo disse...

Anonymous said...
biranta

1. fui bombeiro muitos anos
2. i do master the english language
3. que tem de extraordinário ouvirem-se explosões quando existe um incêncio num edíficio? eu ouvi dezenas delas...
4. se houve bombeiros a falarem em bombas que explodiam, acho isso curioso e intrigante - por isso perguntei qual a fonte dessa informação
5. houve milhares de bombeiros envolvidos no 9/11. está a querer dizer-me que foram todos eliminados ou convencidos a não voltarem a falar nas bombas? e falaram para quem? para jornais, para televisão, para as rádios? e não sobra um exemplar, uma gravação? o sofocleto que está tão bem informado não consegue encontrar uma referência a isso?

MG

Mas como fica esta questão dos bombeiros, afinal?

Anónimo disse...

"Uma Sondagem levada a cabo pela Zogby International em Novembro de 2005 nos Estados Unidos revelou que 30% dos americanos acreditam "

Já agora, quem pagou essa sondagem?

Sofocleto disse...

«Mas como fica esta questão dos bombeiros, afinal?»

9/11 Firefighters: Bombs and Explosions in the WTC

"Shortly after 9 o'clock ... [Albert Turi the Chief of Safety for the New York Fire Department] received word of the possibility of a secondary device, that is another bomb going off. He tried to get his men out as quickly as he could, but he said there was another explosion which took place, and then an hour after the first hit - the first crash that took place - he said there was another explosion that took place in one of the towers here, so obviously according to his theory he thinks that there were actually devices that were planted in the building.

Reportagens televisivas aqui

Alguma dúvida disponha.

Sofocleto disse...

«Já agora, quem pagou essa sondagem?»

A sondagem foi encomendada pelo movimento 911truth.org. à Zogby International, uma das mais conceituadas empresas de sondagens do mundo.

«W. David Kubiak, executive director of 911truth.org, the group that commissioned the poll»

Esse facto retira alguma credibilidade à sondagem?

Anónimo disse...

«Esse facto retira alguma credibilidade à sondagem?»

???? Que pergunta ! Obviamente que retira toda a credibilidade. Seria absurdo ver um jornal por exemplo o Expresso ou o Público a publicarem uma sondagem encomendada pelo PSD.

early misty disse...

Anónimo,

porque raio a sondagem ter sido encomendada pelo movimento 911Truth lhe retira credibilidade?
Ela foi realizada pelos técnicos da Zogby, seguindo os parâmetros da Zogby, tambem há muitos jornais que encomendam songagens á Zogby.
A comichão que os resultados da sondagem lhe provoca é que é insondável...

Macillum disse...

Caros amigos,

a via da não-violência - a mais poderosa ferramenta popular contra os governos opressores - passa pelas palavras.

O povo americano, português, inglês, holandês, etc., está inocente!
Porém, em todos estes países existem membros da gang da Nova Ordem Mundial... e são muitos mais do que podemos imaginar: uns de livre-vontade; outros (como é o caso de maior parte da população) ajudam no desenvolvimento da N.O.M. graças á lavagem cerebral a que foram sujeitos: não conhecendo outro método civilizacional, todos seguem os caminhos aprovados pelos políticos.
Eu compreendo que para muitos é difícil acreditar em certos factos: a coisa é terrivel demais e o horror sobre a realidade do mundo em que vivêmos faz-nos erguer mecanismos mentais e físicos que nos cegam perante a escravidão em que a N.O.M. nos está a sujeitar mais e mais, a cada dia que passa, num Novo Método Civilizacional de controle tecnológico absoluto.
Sugiro aos crédulos e incrédulos que vejam este video sobre o 9/11, talvez o melhor video até hoje feito.

http://video.google.com/videoplay?docid=-8260059923762628848&q=9%2F11