sábado, abril 28, 2007

Na SIC Notícias – Luís Delgado lava mais branco

No programa «Expresso da Meia Noite», passado na Sic Notícias no dia 27 de Abril de 2007, o «jornalista» Luís Delgado fechou de vez o dossier do caso da «licenciatura» de Sócrates:

Ricardo Costa: Este caso sobre Carmona acabou por calhar na melhor altura possível para Sócrates.

Luís Delgado: Nem Mais. Um desvio completo de atenções. É certo que o assunto também morreu. Morreu por natureza. Depois da entrevista foi perdendo gradualmente o interesse. (...) É uma daquelas matérias que já ninguém se lembra do que é que falávamos há quinze dias atrás.

Vídeo – 48 segundos


9 comentários:

Jorge disse...

Só Luís Delgado é que era capaz de transformar uma montanha num rato, ou uma actualidade embaraçosa numa memória simpática. Se não existisse, tinha que se fabricado!

Nicolaias disse...

Eu lembro-me
tu lembras-te
ele lembra-se
... nós lembramo-nos!!!

luikki disse...

não me esqueço da falsa licenciatura e lembro o mba fantasma!

a.castro disse...

Amigo Diogo, desculpe intrometer-me aqui no seu post, mas acho que lhe devo uma explicação relativamente ao comentário que deixou no meu post das "duas gajas"! "Cito" o seu comentário:
"Amigo Castro, assim não vale!
Esfalfo-me eu com o Bush e o 11 de Setembro e você suplanta-me com duas fotografias? Temos de jogar com armas iguais!"

Tem razão no que disse, aliás reconheço que se "esfalfa" e muito a falar de coisas sérias. No meu entender, os seus posts são até do melhor que encontro na "blogosfera"! Assim, e com toda a sinceridade, devo prestar-lhe homenagem pelo trabalho que faz!
No que me diz respeito, e nomeadamente nos fins de semana, procuro esquecer "suavizando" o blog, como é o caso deste fim de semana, com a publicação das duas "bonecas".
Obrigado por tudo e um abraço!

Basílio disse...

Isto vindo das mesmas pessoas que na altura do Santana - e por assuntos muito menos graves que eles faziam tudo por nunca deixar morrer - perguntavam todos os dias em directo na SIC quando é que o Sampaio demitia o governo.
Atenção que gosto tanto do Santana ou do PSD como vocês, mas se este escândalo tivesse sucedido com um primeiro ministro não socialista, estes "jornalistas" até teriam investigado os trabalhos e as provas realizadas no infantário.

Jonas disse...

À comunicação social que não lhes convém fazer muitas ondas, se não quiserem levar com o mesmo tipo de medidas que o governo prepara aos funcionários públicos.

Doutor disse...

Não faltarão, é claro, políticos matreiros e jornalistas venais para, mais uma vez, calar as suspeitas fundadas sobre a licenciatura do primeiro ministro. Estes já tem o seu lugar cativo na história: a latrina.

Carlinhos Medeiros disse...

Caro Diogo.
Penso que o "Um Homem das Cidades" presta um relevante serviço à sociedade, quando publica a farsa dos poderosos afim de se perpetuarem no poder, questiona e condena seus atos ilícitos e promove debates democráticos em torno das questões.

Esperamo que o senhor Sócrates peça desculpas ao povo de Portugal, enrole a bandeira e se aposente.

xatoo disse...

Neoliberalismo, Cena XVIII, Ano VII, século XXI - Tudo começou quando dois arrebentas cá da praça foram convidados para a reunião anual do Bilderberg,,, a partir daí, Santana e Sócrates assentaram arraiais como comentadores na televisão pública.
Penso que já tinhamos tempo para não darmos muito crédito a rábulas destas - ou, dito de outro modo, de uma boca de Hitchcock: "a televisão é como um qualquer electrodoméstico: quando se liga faz sempre a mesma coisa"

xatoo