domingo, julho 31, 2005

Afinal a coisa não tem nada que saber

O Departamento de Justiça norte-americano está a ser violentamente criticado por ter colocado um manual de treino da Al-Qaeda no seu website. O manual está dividido em 18 capítulos.




O site do Departamento de Justiça:




Comentário:

Foi, seguramente, com a melhor das intenções que Alberto Gonzales, o ministro da justiça dos EUA, colocou um manual, bastante detalhado, que ensina a executar atentados terroristas.

A instrução é um direito fundamental, assim como o é a livre iniciativa no domínio da segurança ou a guerra preemptiva.

Paradoxalmente tanto ficam a ganhar o terrorismo como a agenda anti-terrorista. Esta última bastante proveitosa por sinal.

6 comentários:

francis disse...

Como nação "baluarte" da democracia, os americanos acreditam que todos sem excepção têm direito à instrução. Os terroristas agradecem.

rajodoas disse...

Sempre vamos tendo alguma razão quando afirmamos que os EUA são uns promotores do terrorismo internacional. E até fornecem os respectivos manuais.

O Raio disse...

Não acho esta atitude grave.
Os terroristas claro que conhecem o manual. Os não terroristas ao passar a conhecê-lo podem defender-se melhor...

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read » » »

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! film editing schools

Anónimo disse...

Keep up the good work » » »