quinta-feira, fevereiro 03, 2005

Um Homem das Cidades

Ontem à tarde um homem das cidades
Falava à porta da estalagem.
Falava comigo também.
Falava da justiça e da luta para haver justiça
E dos operários que sofrem,
E do trabalho constante, e dos que têm fome,
E dos ricos, que só têm costas para isso.

4 comentários:

Sofocleto disse...

O Irão pode muito bem vir a ser a nova “democracia” do Médio Oriente:

Seymour M. Hersh, num artigo de investigação publicado na edição de ontem da revista "The New Yorker", revelou que comandos especiais dos Estados Unidos estarão a operar no interior do Irão com o objectivo de detectar - e vir a destruir em ataques aéreos - instalações suspeitas de contribuírem para o desenvolvimento de armas nucleares.

"Esta é uma guerra contra o terrorismo e o Iraque é apenas uma das campanhas. A administração Bush considera tudo isso como uma vasta zona de guerra. De seguida, teremos a campanha iraniana [...]", refere Hersh, ao citar um "antigo alto responsável pelos serviços secretos

Hersh revela ainda que a função do chefe do Pentágono, Donald Rumsfeld, "se vai tornar ainda mais importante no segundo mandato" e precisa que, em conjunto com o seu adjunto Paul Wolfowitz e os neo-conservadores "pretendem atacar o Irão e destruir o maior número possível de infra-estruturas".

Um Homem das Cidades disse...

O poema é um fragmento de um poema de Alberto Caeiro, cuja continuação transmite a mensagem oposta.

Anónimo disse...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. » » »

AA disse...

Caro Diogo,
Importas-te de deixar de spammar o A Arte da Fuga?
Estás à vontade de comentar, e colocar links para o teu blog - quando sejam relacionados com o post. Dentro dos limites do respeito, podes ser o quanto expressivo quanto quiseres.
Agora, colocares material off-topic indiscriminadamente em modo copy-paste é no mínimo pouco elegante.
Abraço
António